1. Spirit Fanfics >
  2. Namore meu namorado 2: O intruso!. - NCT (Ji Sung Centric!) >
  3. Satisfaziam!.

História Namore meu namorado 2: O intruso!. - NCT (Ji Sung Centric!) - Capítulo 8



Notas do Autor


Cheguei...

E bem... Nos vemos nas notas finais ok...

Temos que conversar um tiquito...

Espero que gostem...
Boa leitura...

Capítulo 8 - Satisfaziam!.


    Vontade, uma palavra tão curta, tão pequena mas com um efeito tão grande, que chega a ser avassaladora. Ainda mais se for em alguém que nunca a tinha experimentado assim de forma como agora. Ji Sung estava experimentando aquele sentimento pela primeira vez daquela forma mais física da expressão e, a todo custo estava tentando resistir a ela mas, parecia algo difícil. Suas mãos tremiam, seu estômago revirava, suava como um porco e o calor ali estava ficando cada vez mais intenso.

   Aquela quarto estava virando uma sauna. Quando se deu conta Ji já tinha sua mãos suspensas no ar prontas para tocar aqueles “instrumentos de seu desejo”, mas...

    O som do despertador tocando alto naquela manhã, foi o suficiente para acordar o pequeno Wu que acordou desnorteado e com ódio. Tinha sido só um sonho, um doce e cheio de testosterona sonho.

    Suspirou um pouco triste mas, ao mesmo tempo aliviado. Em seu sonho estava quase enlouquecendo imagina se fosse realmente algo real? Certamente putaria da cama afim de se matar pela situação constrangedora. Mas, em meio aquele choque/volta a sua – triste – realidade, notou que não estava ano sofá mas sim em sua cama, como tinha ido parar ali? Não lembrava de ter ido dormir, muito menos quando chegou em sua cama. Será que seus namorados tinham feito aquele ato cavalheiro?.

    Olhou na direção das camas dos mesmos e, encontrou uma das cama vazia, e era a de Mark, buscou a de Taeyong e viu que a do ruivo tinha uma protuberância bem relevante, o que lhe chamou atenção pois Tae não era assim tão grande ao ponto de causar toda aquele relevo embaixo das cobertas. Será que os dois haviam ido dormir juntos? Era o que o mais novo pensava na momento e, só tinha um jeito de descobrir.

    Saiu de sua cama e foi em direção a cama alvo, e bem devagar quando chegou perto foi puxando a coberta para não acordar ninguém caso ainda estivessem dormindo. Assim que puxou toda a coberta pode ver que sim os dois estavam juntos ali, e parecia que haviam dormido em meio a um beijo, pois seus lábios estavam colados como se tivessem acontecido aquilo. A cena era um tanto cômica e, não foi capaz de segurar uma risada que saiu relativamente alta, o que acabou acordando os dois mais velhos, que ao virem o mais novo ali o puxaram para eles.

■■■

    Não imaginava que iria acabar daquela jeito, mas agora não podia fazer nada estava completamente dominado por aqueles dois, tanto por Taeyong que o segurava por baixo quanto por Mark que estava por cima de si, era um sanduíche um tanto estranho, mas que o meio dele estava gostando muito de está ali. Era a primeira vez desde que tinham começado aquele relacionamento que os três ficavam em uma posição tão íntima quanto aquela e, Ji Sung admitia que era uma ótima posição, já que podia sentir todo o corpo deles em si, todo o calor que seus corpos proporcionavam.

    Principalmente aquelas partes que estavam tão evidentes e que lhe cutucavam com veemência, pois como as peças de roupa que os mais velhos usavam era de tecidos finos dava para sentir com firmeza a circunferência que aqueles “negócios” tinham e foi inevitável para Ji não gemer com aquele toque tão bom que sentia. Foi um gemido curto, mas que foi tão gostoso aos ouvidos dos namorados, que eles pareciam que tinham sido enfeitiçados ali mesmo.

    Mark foi se aproximando do mais novo e tocou nas madeixas negras acariciando e as bagunçando enquanto ia passando seu nariz pelas bochechas e rosto do outro afim de sentir ainda mais o cheiro dele; já Tae estava sendo um pouco mais ousado, pois ia usando a língua para vasculhar cada novo cantinho do pescoço do mais novo, até chegar em sua orelha causando arrepios e mais gemidos curtos do pobre e indefeso Ji Sung. O que menos esperava era que logo após ter tido aquele sonho tão sexual, agora estaria daquela forma: na cama de um dos seus namorados, com os dois lhe devorando pás poucos e ele gemendo como se fosse entrar em estado de cio a qualquer momento.

■■■

    A sensação de calor que sentia em seu sonho voltou, mas dessa vez ainda mais forte com uma intensidade que faria o calor do sol virar brincadeira de criança. Ji Sung estava tão quente, mas tão quente que poderia ascender uma fogueira só de tocar nela e, seus namorados não estavam diferentes. Mark agora se aproximava cada vez mais da boca de Ji, depois de ter passado seu nariz por todo o rosto dele, Ji só conseguia abrir a boca quase implorando para que fosse tomada pelo moreno acima de si. Tae também fazia um belo trabalho no pescoço alheio, já existia muita saliva e marcas que jamais poderiam se igualar a picadas de mosquitos caso quisesse usar essa desculpa.

     Só que não era apenas isso que ele fazia, também fazia um ótimo trabalho com as mãos, que realizavam por todo o tronco do mais novo, chegando ao meio das pernas ele é que notou está bem desperto. Tae sorriu travesso.

- Olha só quem esta desperto uma hora dessas. Não imaginava que nosso pequeno Ji pudesse ser assim tão grande e que poderia ficar assim tão duro. – Comentou Tae sussurrando no ouvido do menor, que gemeu tanto pela fala dele quanto pelo toque do mais velho em seu meio.

- Claro Tae, nunca te falei que o Ji era alguém com grandes vantagens e que as vezes babaca só de o ver? Mas também, tinha uma boa abundância que me deixava louco. – Disse Mark bem pertinho da boca do Kim, o atiçando ainda mais e para completar o pacote, levou sua mão para o meio do mais novo, passando seu dedo por cima da cueca que Ji usava bem entre a bunda alheia. Ji tinha decidido que usaria apenas uma cueca e uma camisa longa quanto estivesse no quarto. Sentir aqueles toques estava deixando o Kim perdido. Era enlouquecedor.

    Foi naquele momento que não conseguiu segurar e acabou agarrando a cabeça do Lee moreno e a puxando para si, mas antes que pudesse fazer aquilo queria olhar bem nos olhos do outro e recitou um: “ vocês vão me pagar “, com ódio e desejo, para logo grudar seus lábios nos do outro com vontade e desejo. Era um beijo mais do que necessitado, era um beijo totalmente desesperado. Logo largou Mark e virou sua cabeça até onde conseguia e puxou a de Tae e o baixou com fúria e paixão também.

    Estava tão intenso, que foi impossível para Ji Sung segurar seu “ desejo” por muito mais tempo, acabou por liberar o seu tesão em jatos fortes em um grito silencioso na boca de Taeyong que ainda envolvia a boca do mais jovem. Sentia sua cueca completamente lambuzada por dentro, aquela tinha sido uma loucura, estava tão cansado que simplesmente desmaiou ali em cima de Tae, foi uma experiência muito emocionante para o novato. Os mais velhos se olharam e sorriram bobos.

    Porque, aqueles que satisfaziam!.


Notas Finais


Então neh...

Vamos conversar um tiquito...

Bem, sim rolou isso mesmo que vices leram, mas daí vão dizer: Ah, safadeza antes do romance?, e eu vou dizer: Sim, porque precisa ter uma ordem??

Mas, não se preocupem porque o romance vem tá...

E sim, o Ji Sung vai ser sim bem safadinho porém, continuará com vergonha...

E quanto ao visual do Ji, na capa ele está de cabelo azul porém, eu ainda o descrevo de cabelo preto, porque a "transformação" dele ainda vai acontecer... Spoiler: JongIn vai surtar... kkkkkkkkkkkkkkk

Até prevê...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...