História Não Sabia - Taekook - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Kim Taehyung (V)
Tags Bangtan Boys (BTS), Jungkook, Sexogay, Taehyung
Visualizações 87
Palavras 1.893
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Lemon, LGBT, Yaoi (Gay)
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Hello!

Espero que deem amor pra esta fic ❤

Capítulo 1 - Fome


Eu sou o mais velho, eu deveria tomar algum controle disso...

Por que é tão difícil?

Namorar seu saeng pode parecer fácil, e no início você tem até a coragem de dar beijocas pelos cantos, afinal, é seu namorado. Mas sei lá, ele é tão fofo.

Tão fofo, tão meigo, tão baixinho, tão coisa mais linda da minha vida!

Nao quero fazer safadeza, quero amar e proteger.

Vou isola-lo num pote cheio de beijos eternos e com o meu coração junto.

Ah, meu nome é Taehyung!

****

Aish! Não me Interpretem mal...

Eu quero sexo!

Sabe, eu amo o jeito dele de se preocupar comigo, de me tratar com o maior carinho do mundo e tudo mas eu quero algo mais selvagem...

Quero que ele me pegue, dê beijos violentos pelo pescoço, tire minha roupa e me foda como se eu fosse uma... ops... Falei demais...

Eu sei que sou o mais novo, eu deveria esperar, mas não quero!

Vou falar a real pra ele, aquele pauzão gostoso não tá ali de enfeite não... E minha bunda concorda completamente com isso.

Prazer, meu nome é jungkook!

***

Numa noite fria as pessoas costumam ficar em casa com os pés em um bom cobertor, assistindo filme ou na companhia de alguém ou de uma simples música. Mas lá estava Taehyung indo para casa do seu namorado.

Jungkook havia ligado para Taehyung dizendo que tinha uma aranha enorme embaixo de sua cama. E que só voltaria a habitar aquela residência quando aquele artrópode horrendo saísse do local.

As vezes ele exagera mesmo...

Mas mesmo assim TaeTae fazia de tudo por seu amor, apesar de querer apenas de deitar e descansar, tinha acabado de chegar do trabalho.

Mal chegou na casa de seu namorado e já viu o mesmo esperando na calçada, sentado no meio fio com a cabeça apoiada nas mãos que estavam levantadas. Olhando para o nada, balançava a cintura para ver o movimento do casaco de lã que usava pata conter o frio daquela noite que começava.

Taehyung sorriu com a cena e logo se aproximou, encostando as mãos grandes nas madeixas pretas do menor. Agachou-se e deu um beijo rápido na ponta de sua cabeça, fazendo Jungkook imediatamente abrir um lindo sorriso de orelha a orelha que só ele sabia dar. E que o maior amava ver mais que tudo.

- Oi, amor - Tae disse assim que o pequeno começou a se começou a se acomodar no seu colo.

- Oi, grandão! - beijou a bochecha do mesmo.

- Onde está ela? - indaga.

- No banheiro. Eu ia banhar mas aí aquelale animal tosco aparece lá - estremece ao falar do bicho peludo de oito patas.

- Está com a chinela aqui? - pergunta. Seu olhar estava fixo nos olhos de seu amorzinho.

- Não, eu só sai do banheiro, me vesti e corri para fora da casa - responde - não sou nem louco de entrar lá com aquele ser lá - fala enquanto aponta para a casa, que estava lá com a porta da frente meio aberta.

- Vamos lá então!

Num impulso o mais velho levanta-se e vai para dentro da residência.

(...)

- Quem é o melhor namorado do mundo inteiro?

- Eu. - riu.

- Engraçadinho! - pegou ele pelo pescoço e bagunçou os cabelos pretos do outro.

- Ei, para! - gritou em meio a risos.

- Eu tô com fome... - o mais velho diz.

- Tem comida aqui em casa. Vai querer?

- O que tem 'pra comer? - indagou.

E foi aí que Jungkook percebeu a grande oportunidade. Tinha comida sim em casa, mas ele só não disse qual era. Ou melhor, quem era.

(...)

Na cozinha o menor dos dois não se preocupava em realmente fazer alguma comida.

Para ele só importava a ideia de pegar Tae, jogá-lo no sofá e quicar no pau dele até ficar cansado.

Mas parece que Tae não ia entender...

Ele não pode ser tão lerdo assim, é hora de tentar.

(...)

- Jungkook, você fez a comi... - paralisou ao ver o menor no sofá vestido apenas com uma cueca box preta, que demarcava bem sua bunda cheia e redondinha.

Ele encontrava-se em cima de uma almofada, quicando suave e devagar. Sua boca rosada entre aberta deixando escapar uns gemidos que o contato do seu membro excitado com o tecido fazia. Estava gostoso demais!

- T-tae... - gemidos calorosos eram ouvidos pelo maus velho, não dava para aguentar, seu membro já estava começando a dar sinais.

- Jeon! O que está fazendo? - indaga com um ar incomodado. Bochechas coradas denunciavam a tamanha vergonha que sentia.

- Eu quero você Taehyung, me fodendo bem forte com esse pau. Quero ele enterrado no meu cuzinho, socando sem parar... - parou de quicar na almofada e se levantou. O seu estado não era um dos melhores.

Só de pensar no seu namorado em cima de si, enterrando algo bem grande e grosso dentro dele já o enlouquecia.

- Nossa... Onde aprendeu a falar essas coisas? Que indecência... - ele dizia, sempre travando e enrolando-se nas palavras. Estava em estado de choque no momento.

- Eu sempre soube disso, TaeTae - falou baixo e calmo, caminhando ao mesmo tempo ao rumo do mais alto. - Mas nunca coloquei em prática - sussurrou ao ouvido do outro. Após isso deu um pequena mordida no lóbulo, sugando de leve o mesmo.

- Você está estranho! - afastou-se do de madeixas escuras. Arrepios subiam pelo seu corpo inteiro. Não estava preparado para aquela situação com o mais novo.

- Estou normal! Apenas quero uma foda gostosa com meu namorado...

Quando sussurrou aquilo perante ao mais velho o pegou pela gola da camisa, o encostando na parede com brutalidade, começando um beijo feroz e cheio de desejo.

Deixava transbordar muito o quanto queria aquilo, mesmo o mais velho negando ainda.

As línguas cruzavam-se e causavam estalos gostosos que excitavam cada vez mais. As mãos novas do menor estavam pondo, literalmente, Taehyung contra a parede.

Os dois estavam com sede. Sede de sexo.

Já não ligando mais o mais alto pegou Jungkook no colo e o encostou na parede, invertendo posições.

O que antes era na boca passou para o pescoço, chupou aquela região. Deixando a carne roxeada, ouvindo ao mesmo tempo os suspiros do garoto, que estava extasiado de prazer.

- Tae, me fode... - pediu no ouvido no outro, enquanto esse marcava sua clavícula.

- Calma, pequeno. Eu quero primeiro te marcar inteirinho, pra você pensar muito na próxima vez que for me provocar... - e entre sussurros encantava o menor com suas palavras excitantes.

Foram para o sofá, e lá Jungkook foi jogado.

Ficou com as pernas entre abertas e sentindo espamos de prazer enquanto observava o mais alto tirar as roupas em sua frente. Olhando-o sexy.

Quando Taehyung ficou apenas de box, sua boca salivou. Logo se aproximou do outro e suas mãos atrevidas foram parar em cima do membro rígido do outro.

- Consegue ver o que você me causou? - Tae perguntou enquanto via os olhinhos do seu amor brilharem diante de seu pau já para fora da cueca. Ele não pedia tempo nenhum, e já começava a masturba-lo com uma mão.

- consigo ver muito bem... - pós a língua para fora e lambeu um pouco do pré-gozo que já começava a sair. Provando do gosto do mais velho.

- Vai mamar o papai, vai? - indaga.

- Com todo prazer.

Jungkook abocanhou apenas a cabecinha, lambendo o que conseguia encaixar na boca pequena. Se deliciava com aquilo que acabara de começar a fazer.

Tirou da boca e lambe da cabecinha até a base do pau, babando e chupando de leve aquele membro gostoso que tinha em mãos.

Segurou na base, e abocanhou outra vez. Descendo sua boca pelo pau até metade, masturbando o que não cabia. Ia e vinha devagar, se deliciando e arrancando gemidos do mais velhos, que estava delirando a cada sugada que o maus novo dava. Cada vez sentia mais prazer. O menor sabia chupa-lo bem, além de o receber por inteiro.

Sentia a quentura, o aperto, era perfeito!

Ate sentir o menor engasgar.

- Engasga no pau do seu namorado, vai, chupa ele inteiro... Isso, chupa tudo, boquinha gostosa! - agarrou nas madeixas escuras do outro e começou a ditar os movimentos que ele fazia. Agora ia e vinha rápido.

Dava suspiros e soltava gemidos gostosos, agarrava nos cabelos dele e sentia o prazer que ele lhe proporcionava. Seu ápice estava para chegar.

- Para! Para... - tirou rapidamente o menor do seu pau, tendo a melhor visão de sua vida. - Quero gozar no seu cuzinho...

Jungkook no momento estava com os cabelos bagunçado. Ofegante. Boca aberta e inchada.

Jungkook é, e sempre vai ser, um pecado.

- Empina pra mim, Jeon. - pediu, vendo o menor fazendo questão de se abrir para si.

E sua vontade aumentou quando viu o buraquinho rosado todo amostra, parecia tão apertado e quente.

Aproximou o corpo e segurou com suas mãos grandes as bandas da bunda outro, abrindo. Para depois Jungkook sentir sua entrada ser molhada, com a língua de Tae passando de leve sobre ela.

- Gosta? - indaga. E enquanto esperava a resposta pós o dedão em cima e começou a estimular o buraquinho, vendo o pequeno a sua frente arfar para depois conseguir responder.

- G-gosto. - pós a cabeça na almofada e abafou os gemidos quando o mais velho continuou a movimentar o músculo molhado. Lambeu e chupou a entradinha, a lubrificando bastante quando penetrava a língua, abrindo espaço para os dedos dele e depois para o pau membro. Que tomou bastante espaço por conta do tamanho bastante agradável.

(...)

- Mais fundo! Taehyung, eu vou gozar! - dizia enquanto sentia o pau ir bem forte dentro de si. Movimentos acelerados e fortes fazia o menor enlouquecer juntamente com Taehyung, os dois estavam a beira de um ápice gostoso e duradouro juntos.

- Goza pra mim, Jungkook. Eu quero sentir tua porra escorrendo...

Isso foi o auge para o menor, que gozou em seguida, gritando o nome do seu amado.

Taehyung logo se desmanchou também.

(...)

Depois de um bom banho os dois namorados deitaram na cama e começaram a conversar juntos. Aquele momento foi único, havia sido o primeiro de muitos...

Foi muito especial para Jungkook que já queria isso a algum tempo e ótimo para Taehyung que não esperava por aquilo.

- Você gostou, bebê? - Taehyung pergunta, ficando corado.

- Eu amei! Você é ótimo, TaeTae... - deitou no peito do mais velho.

- Também gostei muito. - sorriu e acolheu o pequeno nos braços - só não sabia que meu namorado virava uma putinha na cama...Ou no sofá - comentou com um sorriso sacana.

- E eu não sabia que meu namorado era um puta de um gostoso que pega de jeito... - os dois se entre olharam. E riram.

- Eu te amo, meu amor - depositou um beijo na testa do mais novo.

- E eu vou te amar pra sempre, TaeTae! - sorriu e encostou a cabeça nos braços de Tae, pronto para dormir.

- Pode dormir. Prometo que vou sempre estar aqui também!

Viu seu pequeno adormecer. Como um anjo. Não sabia que eles dois poderiam fazer tudo isso.


Notas Finais


Fim.
Se gostou favorita e deixa um comentário ❤
Obrigada!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...