1. Spirit Fanfics >
  2. Naruto: A próxima geração >
  3. Um sonho em comum

História Naruto: A próxima geração - Capítulo 15


Escrita por:


Notas do Autor


Ino leva Sakura para a praça do parquinho a fim de fazê-la conhecer seus outros amigos e se familiarizar...

Capítulo 15 - Um sonho em comum


Fanfic / Fanfiction Naruto: A próxima geração - Capítulo 15 - Um sonho em comum

-Olá Ino! (Dizia uma menina gordinha enquanto acenava). 

-Olá Emma-chan. 

Todos olham confusos para Sakura e Ino a apresenta: 

-Essa é Sakura. Digam oi!

-Oi! 

-Oi.

-A Haruno? 

E nesse momento ela percebe que não era tão invisível e Ino responde por ela:

-Sim. Sakura Haruno. 

-...Muito prazer! (Diz enquanto estende a mão para a menino em sua frente).

-Wren. (Responde seu nome enquanto aperta a mão da nova colega). 

-Do que iremos brincar hoje? (Pergunta Ino). 

-Pique esconde! (Diz uma menininha baixinha). 

Todos concordam e passam o resto da manhã brincando. Sakura já parece bem confortável no meio das outras crianças e parecem gostar bastante dela. 

Quando chega o horário do meio dia, as crianças cessam a brincadeira e começam a voltar para suas casa.

 Quando Ino e Sakura estão saindo, são surpreendidas pelas agressoras de Sakura. A jovem Haruno fica em choque enquanto Ino é empurrada por uma das garotas e cai ao chão.

 No entanto, antes que algo mais ruim acontecesse os novos amigos de Sakura começam a defender as meninas. E pela primeira vez ela se sente incluída em um grupo. 

E as duas amigas seguem seu caminho em direção a casa de Ino.

-Ino.

-Hm? 

-Você está bem? 

-Estou. 

-Me desculpe por isso ter acontecido c você. 

-Não se preocupe. Você é minha amiga e eu sempre vou te defender. 

-Obrigada. Espero que um dia eu possa te defender. 

-...

-Não sou tão corajosa como você. 

-...

-Ainda! 

-Muito bem Sakura! Seja positiva! 

Chegaram na casa de Ino as meninas se despediram e só tornaram-se a ver no jantar organizado pela mãe de Sakura. 

Enquanto o pai de Sakura fazia propaganda de seus itens de venda como comerciante para Inochi e a esposa, a mãe de Sakura terminava de preparar o jantar e as duas meninas brincavam no quarto. 

-Ino-Chan.

Ino olha para Sakura.

-Poderíamos ir brincar amanhã com o pessoal. 

-Não poderei.

-Então depois de amanhã!

-Talvez não poderei também. 

-Ino! Está tudo bem? 

-An?! Claro que está! 

-Então porque não quer ficar comigo? Fiz alguma coisa errada? 

-Não Sakura! É que o papai quer me ensinar alguns jutsus. 

-Que legal! 

-Você sabe como eu me sinto em relação a isso.

-Mas irá dá certo. Você consegue! 

-Próximo ano eu vou entrar na academia ninja e não posso envergonhar o clã Yamanaka.

-Você não vai envergonhar ninguém. 

-Eu não sou boa Sakura! Pelo menos não nisso.

-Mas, você consegue aprender. 

Ino parecia muito desmotivada. 

-Pra provar que sou sua amiga mesmo irei amanhã com você no treinamento. Vou está sempre ao seu lado e torcendo por você.

De repente foi como se uma lâmpada se acendesse na cabeça de Ino. 

-Sakura!

-Sim? 

-Porque não vem treinar comigo? 

-Eu? 

-Sim!

-Não sei se quero ser uma shinobi.

-E por que não?

-Porque não há ninguém da minha família que seja ninja. 

-Seja a primeira.

-Não sei se conseguiria. 

-Não custa nada tentar. 

-Não sei Ino.

-Se treinar comigo vai poder me apoiar, e o papi não vai ser tão rigoroso na sua frente, e também você vai poder se defender das valentonas que pegaram a gente naquele dia. 

Sakura parece ficar mais interessada. 

-Não é isso que você queria? Nos defender!

-É sim. Você acha que eu seria capaz?

-Como certeza! Olha o tanto que você mudou.

Sakura sorri.

-Obrigada Ino, mas acho melhor não.

-Tudo bem então.

-Mas, eu ainda vou com você. Vou pedir a mamãe. 

No sábado de manhã Ino e Inochi passam na casa de Sakura e levam a jovenzinha para uma caminhada até a clareira mais próxima, onde iriam pai e filha treinar. 

Inochi e Ino iam começam até que Sakura resolve sentar-se escorada em uma árvore e sua paz é interrompida pela voz de Inochi: 

-Sakura! O que está fazendo? 

-Como assim? 

-Não, não! Venha se juntar a nós! 

-Não, mas...eu...

-Vamos! Venha! 

E Sakura se junta a eles e Inochi começa a treina-las: 

-Hoje iremos treinar a concentração. Meninas fechem os olhos. Irei colocar uma folha sobre a cabeça de vocês. Vocês não podem deixá-la cair...

-Mas e se o vento...

-Não. Quando você estiver conectado com tudo a sua volta a folha ficará conectada a você. Basta encontrar esse ponto de equilíbrio. Sentir o espaço a sua volta. Vamos começar! 

Enquanto as meninas ficavam nessa posição Inochi dizia palavras bonitas sobre ser e a importância de um ninja para o mundo. 

-Um ninja é muito mais que um guerreiro. Ele é membro de uma nação, como qualquer outro, no entanto responsável por zelar pela paz de espírito de todas as pessoas de seu país e do mundo. O que une um shinobi ao seu país e lhe dá força para vencer suas missões é a Vontade de Fogo que herdamos de nossos antepassados...

Aquelas palavras arrepiavam Sakura e ela se sentiu naquele momento conectada com a natureza. Ino abria os olhos uma vez ou outra, mas quando vou Sakura realmente concentrada, decidiu fazer o mesmo. 

O treinamento de concentração chega ao fim naquele dia. Os três voltam para a vida. No caminho as meninas conversam: 

-Eu senti algo estranho hoje. 

-O que? 

-É como se eu tivesse sumido dali por alguns instantes.

-Você se conectou. 

-Com o quê? 

-Com o mundo a sua volta! Concentrou seu chakra. 

-Chakra?

-Sim. Chakra. (Responde o pai de Ino). É o que usamos para fazer jutsos. 

-Mas eu não sou um ninja.

-Não precisa ser um ninja pra ter chakra. (Diz Ino). 

-Todos tem chakra, alguns usam, outros não. (Explica Inochi). O que você sentiu menina? 

-Eu não sei. 

Eles param no caminho e olham para Sakura.

-É como se eu estivesse totalmente em paz

-Acho que você encontrou o seu lugar. (Fala Inochi). 

-O senhor acha? 

-Você tem talento Sakura! (Diz Ino). É mais concentrada do que eu.

E continuam a andar. A mãe de Sakura já a aguardava na porta. Na despedida Inochi diz: 

-Sra.Haruno sua filha tem grande potencial para shinobi. 

A mãe de Sakura parece chocada. 

-Se for isso que ela quer eu posso continuar treinando-a e próximo ano ela poderá entrar para a academia ninja junto com a Ino.

-É isso que você quer Sakura? (Pergunta sua mãe).

-Sim, acho que encontrei meu lugar. 

As duas meninas sorriem. 

-Agora vamos ficar pra sempre juntas mesmo. (Diz Ino). 

Todos riem e partem para suas casas. 

A noite antes de dormir o pai de Sakura entra no quarto dela e conversa com a filha, coisa que ele nunca havia feito antes:

-Sakura!

-O que foi papai? 

-Tem certeza que quer se tornar uma ninja? Você não está só indo pela onda da Ino? 

Sakura pensa um pouco e responde. 

-Não papai. A Ino me inspirou, quero ser corajosa como ela, forte, poder protegê-la e vocês também! 

Ele nunca viu a filha parecer tão decidida em algo. Sakura sempre foi mais do tanto faz, do mais ou menos. 

-Bem, o clã Haruno nunca teve um ninja. Você será a primeira. 

-E eu irei conseguir! 

-Com certeza irá! 

-Obrigada papai! 

-Boa noite querida! 

-Boa noite! 



-


Notas Finais


Bem, eu acho que era mais ou menos assim que a Sakura deveria ter desenvolvido a vontade de ser ninja. Não por causa do Sasuke, mas por admiração ao serviço, por um bem maior ou por ter encontrado seu lugar! Espero que tenham gostado! Nos próximos capítulos falo do treinamento da Sakura e Ino. E como elas conheceram Sasuke Uchiha.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...