1. Spirit Fanfics >
  2. Natural >
  3. Gratidão

História Natural - Capítulo 6


Escrita por:


Capítulo 6 - Gratidão


Itachi tinha chegado em casa e invadido a mesma, mas tudo estava cercado, seu filho nos braços de um homem mascarado

-Não de mais um passo..- O homem disse

-O quê você quer..? Apenas.. deixe meu filho em paz, ele não tem nada haver com o meu trabalho

-Pa..- A mão do homem tampou a boca do garotinho que estava com medo

-Eu dou o que você quiser, apenas deixe meu filho em paz

-Não é tão simples assim Uchiha, por sua culpa muitas pessoas morreram..

-Foram ordens, eu não tinha culpa!

-Isso aqui- Ele apontou para o ambiente- São ordens, eu não tenho culpa..

Itachi percebeu o que Naruto tinha percebido a muito tempo, era assustador ficar sem ordens, se não, como ele poderia sair matando qualquer pessoa em sua frente?

O que mais lhe pesava era que não importa se você tem ordens, de qualquer forma, você está matando alguém, retirando a vida dela e uma parte da vida de sua família. O peito do capitão apertava

Como ele pode vir sozinho sem reforços, dessa forma ele não conseguiria salvar Hideki, realmente, sua cabeça ia para o espaço quando se tratava de seu filho

-Olha, se você quiser dinheiro, eu te dou, eu pago o dobro do que te prometeram, só não machuque meu filho

O celular de Itachi começou a tocar e o homem o olhou

-Quem é?

-Um soldado..

-Atenda

-Capitão?- A voz grossa de Naruto

-Estou ouvindo

-9, 13, 8, 5, 18, 5- A chamada fora desligada

-O que isso quer dizer?- O homem mascarado perguntou

-Eu não faço idéia

Sabia sim, mas não poderia sabotar os planos de Naruto

9- I
13- M
8- H
5- E
18- R
5- E

"I'm Here"


Naruto tinha ido atrás dele para ajudá-lo, talvez conseguissem sair vivos dessa. Itachi torcia para que o garoto estivesse bem equipado, tinham no mínimo sete homens armados ali dentro e por fora ele não havia contado


O barulho do vidro quebrando fez com que todos os homens dessem atenção para a janela, nesse momento Itachi pegou suas duas pistolas e atirou em três, Naruto pulou para dentro e escorregou pelo chão atirando nos homens, um tiro atingiu o loiro de raspão mas nada que o matasse


No final tinha um homem armado e o que estava com seu filho, em menos de segundos várias vidas foram tiradas, mas foi para o bem de seu precioso filho que agora chorava por conta dos barulhos altos e do sangue pelas paredes


-Quem é você?!


-Você não precisa saber disso, passe a criança para cá- Naruto estava um pouco surpreso, não esperava que o capitão tivesse um filho


-Atire neles Hebi!- Naruto só levantou a mão e disparou o tiro em direção ao homem que segurava a arma


-Passa a criança para cá- Ele repetiu, mas o homem apontava a pistola para o peito da criança-Capitão, seu filho é lindo- Ele pegou duas pequenas adagas, elas eram finas e minúsculas, de difícil manuseio


-Obrigado


-O que acham que estão fazendo!? Eu vou matar seu filho, daí você..- Sua fala acabou quando Naruto tinha perfurado seus dois olhos e o homem deixou a criança cair, Itachi se jogou no chão para pegar a criança em segundos o crânio do "sequestrador" estava estourado e seu sangue respirou pelo rosto de Itachi, esse que estava agarrado ao filho


~~•~~


Todos estavam no QG, o corpo de Obito foi achado perto da sede com ferimentos, o corpo sem forças e que o achou foi Shisui que voltava da ronda, felizmente estavam com vida, os dois


-O quê tanto pensa Dobe?- Sasuke perguntou caminhando devagar até ele


-Eu não estou conseguindo raciocinar direito, porque eles estariam atrás de Itachi-san? Ele matou alguém importante?


-Nem sempre sabemos quem matamos Naruto, as vezes nem sabemos se eles tem família ou se são solitários


-Essa vida de merda..


-Nem me fale, mas é o que escolhemos para o resto das nossas vidas, temos que suportar isso


-Como está seu irmão?


-Botando Hideki pra dormir, o pestinha não parava quieto um segundo


-Vocês vão ficar por aqui mesmo?


-Esse hotel é bom, Itachi passou um bom tempo por aqui quando era casado- Ele diz lembrando das memórias


-Ela morreu?


-Sim, câncer de mama, a três anos


-Seu sobrinho não está traumatizado né?


-O garoto é forte, por mais que ele provavelmente terá alguns pesadelos


-Ele se parece bastante com Itachi..


-Todos Uchihas se parecem com Uchihas, se você ver minha mãe dirá que somos idênticos


-Não duvido


-Você não vai pra casa?


-Vou passar a noite nesse confortável sofá- Naruto diz passando a mão no móvel


-Você não precisa, estou aqui com Itachi, ficaremos bem


-Você está baleado Sasuke, seu irmão deve estar com milhões de pensamentos na cabeça e.. o garoto pode gritar a qualquer momento


-Tudo bem- O moreno suspira


-Você deveria ir dormir agora, se mexer não vai ajudar nada o seu ferimento


-Okay mãe- Ele se desencosta da parede e vai em direção aos quartos


Complicada, aquela situação poderia ser definida naquela palavra


Para invadir a sede tinha que ser alguém com muito poder, e Hanzou disse que o homem era do governo, no mínimo o governador pra cima. Mas como o capitão conseguiria irritar alguém do alto escalão? Matar alguém próximo dos caras engravatados não era tão fácil, muito menos não conhecer os rostos deles, se Itachi matou alguém importante, ele saberia


-O quê tantou pensa Naruto?- O capitão lhe tirou dos devaneios


-Em quem seria, você ouviu o cara, é um homem do governo mas se fosse alguém próximo deles você saberia


-Deve ter algum engano..-


-A não ser, que seja alguém que não esteja na mídia, dessa forma pode ser qualquer um..- A cabeça de Naruto doía, ele realmente não era bom naquele tipo de coisa


-Ei- Novamente o Uchiha chamou sua atenção- Você não precisa se preocupar com isso, eu ficarei bem


-Supostamente era pra você estar bem hoje, mas acha que eu não percebi que machucou seu tornozelo?


-Foi mais cedo, não tive como evitar


-De qualquer forma, você deveria dormir capitão


-Ficarei acordado hoje.. você deve dormir, tudo foi muito puxado, você mais do que ninguém deve estar cansado


-Fui treinado para suportar isso capitão, você não precisa se preocupar comigo


-Quem treinou você?- Aquela pergunta era difícil, se ele fosse dar uma resposta, seria muito vaga


-O mundo


-Você é cheio de mistérios Uzumaki- Um sorriso brincava no rosto de Itachi


-Eu sei- Ele deixou escapar um pequeno sorriso


Por algum motivo, pareciam ter uma ligação. Os dois passaram por muita coisa, por diversas situações e sempre estiveram sujeitos a morte se fizessem uma escolha errada, as pessoas que mataram, que torturaram, se lembram de todas elas. Talvez por isso se entendam desse jeito


-Obrigado por hoje, sem você, talvez eu e Hideki não estivéssemos vivos


-Voce disse que me ligaria quando precisasse de algo capitão, mas dessa vez eu quem tive que ligar


-Sei disso, eu estou grato por ter me ajudado, eu estarei disposto a fazer de tudo para recompensar


-Eu jamais pedirei algo Itachi-san, e é meu trabalho ajudar o capitão


-Não precisa ser agora, qualquer coisa que você precisar, eu ajudo


-Tudo bem- Aquela sensação era estranha para Naruto


Ele nunca precisou de ajuda de ninguém e nem mesmo se ofereceram para ajudar, uma sensação gostosa tomou seu corpo


-Agora você deveria trocar essa roupa, está toda suja- Itachi disse olhando para o pano manchado de sangue


-Você tem roupas aqui?


-Posso te emprestar se quiser


-Obrigado


Naruto foi em direção ao banheiro retirando a blusa no meio do caminho, até mesmo tinha sangue seco, devia ter passado pelo pano da camisa


Ele entrou no banheiro e retirou a calça jeans preta que continha manchas mais escuras, felizmente não tinha tanto sangue em suas pernas, retirou sua voz totalmente limpa e entrou no chuveiro


A água estava queimando de tão quente e ele se empolgou, esfregou o corpo e limpou o cabelo, depois de sete minutos ele se enrolou na toalha que tinha dentro do armário do banheiro


Após isso ele abriu a porta e viu Itachi indo em sua direção, com todo o peito a mostra chamou a atenção do capitão


"Realmente um ótimo físico"


-Aqui estão as roupas- Ele entregou uma blusa preta e uma calça moletom cinza escura


-Obrigado Uchiha-san


-Pode me chamar só de Itachi- Aquilo pegou Naruto de surpresa


-Tudo bem... Obrigado Itachi- O capitão olhava com curiosidade o loiro- Mais alguma coisa?


-Nada, estarei na sala se precisar de algo


Assim Naruto entrou no banheiro e se vestiu sem pressa, analisando bem, o capitão parecia querer falar algo


"Eu deveria perguntar?"


Naruto nunca foi muito bom pensando por isso quando tomava uma decisão não pensava duas vezes, um erro


Ele logo se sentou ao lado do capitão no sofá e esperou o momento certo, a sala estava em um silêncio absurdo


-Você quer me perguntar algo né?


-Sim, mas pode ser inconveniente


-Pergunte.. talvez eu te responda- Ele provavelmente não responderia


-Como conseguiu essas marcas nas bochechas?


-Ah.. isso foi a cinco anos atrás, eu disse que me metia em muitos problemas na adolescência


-Você pode me dar detalhes? Se não se sentir confortável não precisa me dizer, eu só estou curioso


Ele deveria contar para uma pessoa depois de tanto tempo? Se fosse contar a alguém seria Hashirama ou a sua madrinha Tsunade, lembrava bem em como a loira tinha ficado ao vê-lo com grandes marcas nas bochechas


-Eu fazia parte de um grupo de criminosos, você não precisa saber o motivo mas eu fazia, em uma de nossas operações eu fui torturado, e cara, eu saí um caco de lá mas depois sai do grupo que estava e voltei para o lugar em que fui torturado, dessa vez eu tinha ido para fazer parte daqueles caras, eu era impaciente e queria experiência rápido, na minha sessão de tortura isso aconteceu- Ele apontou para as marcas nas bochechas


-Com certeza.. uma adolescência complicada- Itachi disse com bom humor


-Não conte a ninguém, nem Hashirama sabe sobre como foram feitas


-Me sinto honrado


-Talvez isso acalme sua curiosidade agora Itachi


Então eles ficaram quietos, Itachi se sentia mais leve, ele descobriu como aquelas marcas foram feitas e um pouco do passado de Naruto, ele estava satisfeito


Muitas coisas passavam pela cabeça do capitão, aonde ele levaria seu filho? Teria algum lugar seguro para a criança? Ele e Sasuke conseguiriam lidar com essa situação?


Seus pensamentos foram dispensados assim que ele sentiu um peso no seu ombro, Naruto tinha pego num sono e sua cabeça caiu no ombro de Itachi


-Treinado pra isso uma ova- Ele disse debochado


De qualquer forma ele deixou a cabeça do garoto em seu ombro, aquela noite ele não dormiria de qualquer forma


~~~•~~~


Quando Naruto abriu os olhos ele estranhou ver um par de mãos segurando um livro, bastou ele se afastar para perceber que tinha dormido no ombro do capitão


"Que vexame Naruto" foi o que ele disse internamente a si mesmo


-Que bom que acordou, estamos atrasados, faz vinte minutos..- Itachi ainda olhava para o livro


-Você deveria ter me acordado capitão


-Eu tentei, mas você resmungou algo sobre me enforcar enquanto botava fogo nos meus cabelos- Ele olhou por cima do livro em direção a Naruto


"Ótimo, eu ameacei o capitão do meu esquadrão. Perfeito!"


-Ah.. desculpe- O loiro pediu sem graça


-Desse que me deixe com meus cabelos eu desculpo. De qualquer forma nós estamos saindo agora


-Certo


O som de passos foi ouvido por Naruto e ele olhou para os lados mas não viu nada, bastou um puxão na sua perna pra ele dar um salto


-Mas que po-


-Sen palavrões Naruto- Itachi disse e se abaixou- Bom dia Hideki, vamos indo?


-Sim papa!- O garoto tinha um sorriso faceiro no rosto e rua da reação do homem loiro


-Que susto..- Naruto puxou o ar dos pulmões e pegou o celular que estava na mesinha de centro


-Quem é?- O garoto perguntou se escondendo atrás da perna do pai


Hideki era uma criança muito curiosa e quando viu a calça cinza escura achou que fosse seu tio que sempre usava cores escuras nas roupas, quando ele terminou de rir percebeu que não era Sasuke e sim um homem estranho com marcas estranhas na bochecha


-Naruto Uzumaki- O capitão achou a cena cômica, por um puxão Naruto deu um salto e tanto


-Ele é mau papa?- A criança perguntou com a voz baixa


-Não, não é bebê- Itachi era extremamente afetuoso com sua criança e aquilo surpreendeu Naruto


-Onde nós vamos?- A criança perguntou pedindo colo ao capitão


-Ao trabalho do papai e do tio Sasu


-Você acha bom ele ir conosco Itachi?


-Se ele ficar eu não sei o que pode acontecer com ele, é melhor ele ficar aonde eu possa ver


Bom, Naruto não era o pai, não tinha direito de dar palpite em nada. Então ele escolheu ficar quieto durante o trajeto do hotel até a sede


Se tivessem sorte, Obito estaria acordado e poderia falar sobre seu "sequestro", a rota poderia ter sido tranquilo se a criança não estivesse falando sobre quanto queria no evento que teria em dois dias no centro da cidade


-Você tira o Hideki da cadeirinha e leva pro QG, eu tenho que ir falar com o Hashirama- Itachi disse e Naruto o fez, era uma ordem.


-Naru..tô?- A criança tentou chamá-lo por seu nome


-Sim?


-Você trabalha com o papa?


-Sim.


A criança ia segurando a mão dele e o aperto do mais velho era forte, para não ter chance de escape


-A gente vai ver o tio Sasu?

-Provavelmente

O homem com sobrancelhas grossas amigo de Tenten o olhou surpreso, não imaginou que Naruto cuidasse de uma criança, ele não parecia ter capacidade e, na verdade, não tinha

Quando chegaram no QG ele soltou a criança que foi correndo até Sasuke, pelo menos não teria que ser babá em tempo integral


Notas Finais


Desculpem os erros S2


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...