História Nossa querida cereja (ItaSaku SasuSaku) - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Naruto
Personagens Itachi Uchiha, Sakura Haruno, Sasuke Uchiha
Tags Itachi Uchiha, Itasaku, Sakura Haruno, Sasuke Uchiha, Sasusaku
Visualizações 158
Palavras 823
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Hentai, Romance e Novela, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Insinuação de sexo, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oi gente. ..
Confesso que estou envergonhado de estar aqui depois de meses estar postando o segundo capítulo. ..
ONEGAI! Me perdoem por favor. ..
Boa leitura!
Esse capitulo não terá capa pois eu decidi ser rápido blz?

Capítulo 2 - Sequestro


A família de Haruno Kizashi tinham empresas famosas e ganhavam muito lucro com elas, a maioria delas foram construídas e espalhadas pelo mundo todo,  e uma delas era liderada pelo seu primo Senju Hashirama, especificamente localizado em Konoha, até que se passaram vários anos e o Haruno Kizashi faleceu e todos ficaram chocados pela notícia.

  Mais o estranho de tudo isso era que provavelmente o Haruno previa tudo oque aconteceria e por isso pediu para o seu primo cuidar de sua filha a qualquer custo.

Mais algo em seu coração lhe incomodava de uma maneira estranha,  um mal pressentimento sobre a sua sobrinha,  era como se algo o alertava de cuidar da rosada o mais rápido possível antes que o inevitável aconteça.

  Hashirama apressou os passos indo para a sua limousine,  era estranho de se decifrar aquelaa reações do Senju mais se sentia desconfortável se aquelas sensações de que algo ruim iria acontecer fosse referidas a sua sobrinha,  o mesmo enlouquecia. 

Tinha se lembrado da conversa que iria ter com um dos membros da empresa aliada dos Harunos, os "Uchiha's" e os "Haruno's" tiveram algumas desavenças há muito tempo mais depois fizeram um contrato de paz prevenindo qualquer conflito entre eles, não sabia qual era o verdadeiro motivo da conversa repentina que os Uchihas lhe propôs,  mais ignorou esses pensamentos que não o levariam a lugar nenhum.

(...)

Sakura aibda estava em estado de choque com o ocorrido que aconteceu de tarde, aqueles homens que estavam por trás do telefone eram sombrios e quando revelaram ser seus perseguidores, aquilo deixou Sakura enlouquecida. Foi até a cozinha e decidiu fazer a janta mais cedo, queria despreocupar a sua mãe de fazer alguma coisa hoje.

Seu celular toca e descobre que é sua amiga Ino.

'SAKY! AMIGA TUDO BOM?!'

'Não precisa berrar Ino!'

'Ah Saky deixa de ser estraga prazeres, hoje eu vou fazer uma festa aqui em casa aproveitando pois os meus pais viajaram e hoje eu vou curtir! UHUUUU!!!'

Sakura afastou o telefone do ouvido pelo berro da loira.

'E eu queria te convidar para nós curtir um pouco, já que estamos de férias vamos aproveitar o máximo! '

'Eu não sei Ino...É que...

'É QUE NADA, VOCÊ VAI E FIM DE PAPO! '

'Tá bom sua porca eu vou! Mais eu espero que não seja como antes.'

Se lembrou das vezes em que a loira arrumava vários homens para a rosada que ficava enraivecida por ela ter feito aquilo.

'Nossa Saky deixa de ser malvada, é claro que eu não vou fazer isso, agora eu tenho que ir pois estou decorando minha casa para hoje a noite.'

As duas se despediram e desligaram o telefone. 

Sakura voltou aos seus afazeres fazendo a janta, já que não comeria em casa fez apenas para a sua mãe. Fazendo a comida Sakura olhou para o seu relógio no pulso esquerdo e se apressou em tonar um belo banho, pois sabia que sua amiga iria encher seu saco lhe acusando de estar atrasada.

Abriu o seu guarda-roupa escolhendo a roupa que iria para a festa, pegou uma blusa preta com um decote V o qual deixava a mostra sua barriga, uma saia que valorizava suas belas curvas e um salto não muito alto, uma maquiagem meio marcante e ousou em fazer um penteado simples e básico,  pegou sua bolsa e foi até a salaonde estava sua mãe.

- Eu já vou mãe! - dizia a rosada abraçando sua mãe e se despedindo da mesma.

- Não chegue muito tarde tá certo?  - alertou a mais velha. 

- tá certo. - assentiu a rosada.

Caminhou pelas ruas desertas percebendo que um mototaxi se aproximava e decidiu acenar, esperou alguns minutos aguardando o mototaxi leva-lá para a casa de sua amiga, repousou uma de suas mãos no seu peito sentindo algo estranho, algo que iria acontecer e que era para ela sair daquele carro o mais rápido possível. 

Viu que dois homens lhe abordaram e num piscar de olhos o homem que estava dirigindo recebeu um tiro na testa ficando inconsciente no volante do carro, e provavelmente morto, Sakura ficou horrorizada e abriu a porta do carro quando viu dois homens na sua frente impedindo sua passagem de caminhar,  um deles tinham um lenço umedecido e o repousou no nariz da rosada que desmaiou pelo cheiro forte que nele havia, um deles a segurou a levando para o seu carro olhando para os ladoa prevenindo se alguém viu aquilo.

Varuas horas depois...

Hashirama saiu de sua limousine chegando no lugar desejado sentindo um aperto em seu coração,  escutou passos trêmulos na casa de sua amiga Mebuki e decidiu adentrar sem pesir permissão. 

Viu a mulher de um lado para o outro com um telefone na mão,  já era três horas da manhã e a sua filha não havia chegado, pensou que elas estariam dormindo mais se assustou con aquela cena. 

- Hashirama! A minha filha... e-ela desapareceu! Eu não sei oque fazer! E-eu. ..

Foram as últimas palavras da mulher antes que a mesma caísse desmaiada no chão. 

- MEBUKI!









Notas Finais


Gente me perdoem pelo capítulo pequeno mais o próximo sera maior okay?
Mais uma vez me perdoem!
Bjss tchau!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...