História O diário de Aeron Morales - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Visualizações 1
Palavras 466
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 10 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Suspense

Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 2 - A fuga


"Olá diário, sou eu Aeron Morales. Já faz um tempo que a guerra começou, e ainda não entendo bem o motivo desta confusão, mas não vou deixar isto estragar o que está por vir. Daqui alguns dias será meu aniversário, mais precisamente 11 dias, e com isso vem minha festa, onde vou ver meus amigos...Já faz um tempo que não vejo eles, desde o início da guerra ando estado sozinho, ficar em casa tem me deixado solitário, queria poder sair com gente da minha idade, mas esta maldita guerra me impede de sair...Quer saber? Dane-se, vou sair de casa escondido e ver como estão as coisas pela cidade desde que eu "sumi""


*Após terminar de escrever a última palavra pego minha mochila e coloco alguns sanduíches. Na cozinha penso:* 


Aeron: como vou escapar de casa, não que isso fosse uma prisão, mas não aguento mais essa solidão...


*Ando até a porta dos fundos e vejo um amontoado de caixotes, começo a empilhar formando uma escada e assim subo sobre o muro e pulo para o outro lado. Já do outro lado ando pela cidade, tudo estava normal... mas nem tanto. Cadê meus amigos? O senhor e a senhora Smith? Estranho...mas continuo andando. Ao virar a esquina vejo uns homens altos usando uniforme, parecem ser soldados, esses homens estavam batendo em um casal*


Soldado 1 : Seus vermes, merecem morrer! Vão aprender a nos respeitar! Vagabundos! 

*Gritou um dos soldados, enquanto batia no casal*

Soldado 2: Vamos, pegue esses vermes!Precisamos ir!

*Disse o soldado, entrando no caminhão*


*Ainda observando tudo, vejo sangue do casal no chão. Ao ver o sangue vou para trás e acabo esbarrando num monte de latas de lixo, chamando a atenção para mim. Os soldados estavam vindo em minha direção, comecei a correr antes que me vissem, mas eu nunca em toda a minha vida senti tanto medo assim. Consigo fugir dos soldados e chegar em frente de casa, mas antes de arrumar um jeito de entrar escuto vozes familiares, eram meus amigos, estavam na rua conversando, pensei em contar a eles sobre o acontecido, mas algo acontece...*


Aeron: Amigos corram, têm homens ruins vindo aí, corram!!!


*Ao dizer isso eles gritam inimigo e batem em retirada*


Aeron: agora vou para casa, deve ter algum jeito de entrar naquele lugar, a porta da frente fará muito barulho!

*Digo pensando no que farei, então vejo uma lata de lixo perto do muro, tento subir em cima dela mas acabo caindo, ignoro e continuo tentando, até que consigo tal feito e corro em direção ao meu quarto, entrando em casa afobado*


Aeron: Sorte a minha foi meus pais não terem escutado nada, agora vou escrever no meu diário tudo que rolou nesse meio tempo!

*Digo pegando no diário e começando a escrever palavra por palavra*



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...