História O Guardador de Gansos - Capítulo 5


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Tags Aquário, Gansos, Gêmeos, virgem, Zoroscopo
Visualizações 11
Palavras 824
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Romance e Novela, Shonen-Ai, Universo Alternativo, Yaoi (Gay)
Avisos: Homossexualidade
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 5 - Reencontro


Gêmeos e Aquário chegaram ao castelo de Leão junto com seus gansos. Libra, o guarda de antes, percebeu que era o rapaz que apareceu mais cedo:

— Alto lá. Quem é esse com você?

— Meu assunto é com o rei. — disse Aquário 

— Você realmente cumpriu a missão que lhe deram?

— Você pode sair do meio? Só devo explicações ao próprio rei.

— Você é muito mal educado pra um príncipe.

— E você muito enxerido pra um guarda real. Vamos, colega. — Aqua disse puxando o braço de Gêmeos pra dentro.

— Não precisava ser rude com ele. — sussurrou o bicolor

— Não fui com a cara desse loiro. — respondeu Aqua — Não se preocupe, foi só com a dele, o resto do reino é legal.

Libra correu na frente para anunciar a chegada de príncipe Aqua e um forasteiro.

— Bem vindo de volta! — o rei Leão os cumprimentou — Traz notícias de meu filho?

— Vossa majestade, lhe trouxe o camponês me fez a coroa de flores. Agora quero ela de volta.

O rei percebeu que havia algo a mais:

— O que essas aves imundas fazem aqui?

— Não são imundas! — disse Aqua — São graciosas! Me surpreende um monarca de alto nível não reconhecer a beleza delas!

— Eu não pretendia ofender as aves, mas quero saber o que fazem aqui.

— Esse nobre camponês é um guardador de gansos. Precisava trazê-los, foi sua condição para vir. Como deixaria as pobres aves desamparadas?

— Isso não é problema meu. Quero saber de meu filho.

— Você nem sabe por que ele foi embora, como espera que volte?

— Meus guardas reviraram a floresta atrás dele. Muitos se perderam no labirinto. 

Gêmeos baixou a cabeça:

— Muitos se perderam...

Aquário percebeu a tristeza dele, encarou o rei:

— O príncipe pode voltar por conta própria, mas você nunca entendeu isso! Ele não precisa estar confinado nesse castelo!

— Nunca foi minha intenção prendê-lo! — disse o rei — Acredite, amo todos os meus filhos, ele me preocupava por ser... Diferente.

— Ser diferente não é ruim. Eu sou diferente e estou ótimo! Claro, não sou nenhum exemplo, mas ainda assim..

— Você não entendeu. — disse o rei — Meu filho Gêmeos sempre foi solitário. Seus irmãos tentaram, mas nunca conseguiram se aproximar direito. Quando se casaram e se mudaram, tudo piorou, eu já não sabia o que fazer. No dia que meu filho sumiu até adoeci por não saber o que havia acontecido... Temi o pior... Consultei os velhos magos que me disseram que o príncipe perdido se encontraria, e me agarrei a essa esperança. No dia que apareceu aqui com a coroa de flores eu até pensei que finalmente tinha uma pista... Mas ao invés disso zomba de mim com um camponês e seus... Gansos.

O mascarado levantou a mão, pediu a palavra.

— O que queres? — perguntou o rei

— Eu sei o paradeiro de seu filho. Você irá perdoá-lo se ele vier?

— Você sabe? Graças aos céus! Sim, está tudo perdoado, só traga-o aqui! 

Ele respirou fundo, tirou a máscara:

— Pai... — lágrimas corriam

— Meu filho... — Leão desceu do trono e o abraçou, o erguendo do chão — Eu não acredito... Estava diante dos meus olhos... Eu prometo ser um pai melhor daqui em diante!

— Desculpe por ter fugido... Todo mal que causei ao reino...

— Não é bem assim. — uma voz disse da porta 

Todos olharam, era Virgem, o bruxo.

— O que faz aqui? — perguntou Aqua

— Está na hora da maior revelação. 

Vivi bateu palmas, quase todos os gansos começaram a brilhar, aos poucos se tornaram pessoas.

— O que significa isso? — perguntou Gêmeos surpreso

— Todos que foram no labirinto pra tentar salvá-lo e falharam se tornaram gansos. Você, sem saber, cuidava de seu próprio povo.

— Isso é insano! — disse Gêmeos — Por que nunca me contou?

— Era uma provação que você precisava. Se sentiria culpado a cada ganso novo que chegasse.

— Então também fui enganado todo esse tempo? — perguntou Aqua

— Antes de começar a surtar, nem todos os gansos são pessoas, alguns são gansos mesmo. 

— Mas o que é tudo isso? — perguntou Leão

— Seu filho, o príncipe Gêmeos, cuidou de todos os seus súditos enquanto esteve fora. E durante essa jornada, conheceu alguém especial.

O rei olhava para Gêmeos e para Aquário:

— Vocês estão namorando? Está namorando meu filho e não me disse?

— Eu não sabia que era seu filho até pouco tempo. — retrucou Aqua — E a gente não tá "namorando" oficialmente.

— Mas a vaga pra Príncipe dos Gansos ainda tá de pé. — riu Gêmeos

— E eu aceito. — sorriu Aqua. — Te ajudarei a cuidar dessas aves até o fim dos tempos.

Eles deram as mãos. Leão respirou fundo:

— Fico feliz que está de volta, filho. Se esta é a vida que deseja, terá minha bênção. Vou fazer uma grande festa em comemoração ao retorno do meu querido filho! 

O reino comemorou o retorno do príncipe, o bruxo desfez seu labirinto na floresta, pois já não precisava dele. Aquário e Gêmeos moraram juntos um tempo até decidirem se casar e juntar seus reinos, sempre com seus gansos pra cuidar.

 

Fim


Notas Finais


Agradeço a todos que acompanharam


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...