História O intercâmbio de Tae - Capítulo 31


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Desculpa Mundo, Jihope, Namjin, Vkook, Yoongi Hétero
Visualizações 35
Palavras 1.483
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Ecchi, Ficção Adolescente, Fluffy, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi (Gay)
Avisos: Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Então gente, eu sei que eu demorei, eu sei que eu demorei.
Mais é melhor demorar do que postar qualquer coisa aqui.
Lembrem-se já estamos quase no fim dessa fic

Capítulo 31 - Você é MEU ômega


Fanfic / Fanfiction O intercâmbio de Tae - Capítulo 31 - Você é MEU ômega

Tae on

Kook estava tão animado pra ir, seus olhos brilhavam mais que uma estrela, de tão contente. Karoll era outra, mais essa ia só pra comer. Woozi e Baek foram convidados, e vai ser bom matar a saudade.

- Tae, com que tipo de roupa eu vou? - Estende um moletom e uma camisa de manga longa preta.

- Com qualquer uma.

- Obrigada pela ajuda. - Rola os olhos.

- Você fica lindo até sem roupas, então não precisa escolher muito.

- Aish Taehyung! - Vira de costas para mim e guarda o moletom.

- LINDO! - Pulo nas costas dele. - Você é lindo Kookie-ah!

- Taehyung, sai daí. Quer matar os seus filhos?

- Por que  tá bravo? Por que eu disse que você era lindo? Da próxima vez eu falo "gostoso" - Faço uma carinha safada.

- Bobo. - Ele ri. - Se troca também, vai.

- Seu safado! Querendo me ver nu.

- Eu já vi.

- Estraga prazeres. - Pego uma manga longa marrom e visto.

- Filho! - Tia Ellen abre a porta. - Eu vou ter que sair com o seu tio, então podem ir ao chá de bebê sem mim.

- Ah, não tia Ellen! - Kook a abraça.

- Depois a gente comemora junto, agora eu tenho que ir.

- A gente também já tá indo. - Andamos até a sala, onde vemos Karoll e Yoongi no sofá.

- Meu genro é lindo, né gente?

- Que genro? - Pergunto.

- O Yoongi! Olha, todo bonitinho aí sentado com a Karoll.

- Não liga pra ele Ellen, o Tae esquece as vezes que a Karoll namora. - Arqueia o braço sobre a ômega.

- É por que vocês não namoram. - Falo entre os dentes.

- Será Taetae? - A ômega ri.

- Olha Karoll, você para. - Sorrio fraco

- Vamos logo gente!

- Tá bem amor. - Aperto a mão de Kook. - O "casal" aí também vêm.

- Claro, o Woozi vai tá lá. Sabe quantos dias tem que eu não vejo ele?

- Não tem nem uma semana Karoll. - Kook revira os olhos. - Pensei que eu fosse seu melhor amigo!

- Claro que não, sou eu! Conheço ela desde os cinco anos.

- Você é o EX melhor amigo!

- Nem vem Jungkook!

- Seu melhor amigo é o Jimin, esqueceu?

- Que história é essa aí? - Yoongi pergunta.

- É mentira dele hyung, é mentira!

- Vamos logo gente. - Tia Ellen abre a porta.

- Tá bom. - Yoongi levanta e vai até a porta. - Taehyung, se eu sonhar que você eu Jimin tão tendo um caso de amizade as escondidas, se prepara pra levar bultaorene.

- Tá bem Hyung. - Sorrio.

***

Não demorou muito pra chegarmos na casa dos meus sogros. Jin já estava pondo os doces na mesa, enquanto Jimin roubava alguns brigadeiros.

- Entrem, daqui a pouco as pessoas chegam. - Hobi nos recebe.

- Eu quero ir lá ver como tá, vem Taetae! - Kook e eu vamos até a área dos fundos, onde as coisas estavam muito bem arrumadas.

- Filho! - Jin o abraça. - E então, gostou?

- Sim Appa, muito. - Sorri.

- Jin! - Um homem entra e abraça o omega.-  Continua lindo, não é mesmo?

- Não exagere Minjae. - Sorri fraco.

- E você cresceu, hein pequeno coelho?

- Verdade. - Kook coça a cabeça.

Realmente meu ômega estava muito grande, chega a ser maior que eu agora.

- E esse é o alfa do Kook? Prazer, Minjae! - Ele sorri.

- Prazer, Taehyung.

- Eu sabia que o pequeno coelho havia de arrumar um bom alfa. - Sorri novamente.

- Obrigado senhor.

- Não precisa agradecer Taehyung, todos temos o direito de conhecer alguém que nos ame e cuide de nós. Não é mesmo, Jin? - Pi pi Pi, indireta enviada com sucesso.

- É verdade, todos temos o direito.

- A gente vai ali, tá bem? - Puxo o braço de Kook e subimos até seu quarto.

- O que foi?

- Aquele homem tá cantando seu Appa!

- O clima lá tá meio pesado mesmo. Já imaginou se appa Nam ver aquilo?

Naquele momento eu queria falar a verdade, que Namjoon não amava Jin como Kook pensava, mais achei melhor não fazer isso.

- Tae, eu tô falando com você.

- Desculpa, desliguei aqui.

- Tava pensando em que?

- Nada de mais amor.

- Fala Taetae...

- Só tava pensando nessa história de "pequeno coelho".

- Ele é amigo do meu appa, Taetae. - Sorri.

- Mais eu também sou amigo do seu Appa.

- Bobo.-  Sela nossos lábios.-  Melhor a gente descer.

- Pra que? - Deito o ômega na cama.

- Aqui não amor.

- Por que não? - Dou uma mordida em seu pescoço.

- Taehyung, aqui não.

- Só um pouco, vai.

- Eu vou te bater!

- Tá bom, tá bom. - Sorrio. - Vamos lá pra baixo.

Descemos as escadas e vejo Namjoon conversando e rindo com algumas pessoas. Kook e eu vamos até Baek e Woozi, que acabavam de entrar.

- Oi, gente. - Woozi sorri.

- Oi. - Eu e Kook respondemos juntos.

- Tae, podemos conversar?

- Claro. Amor, me espera aí, tá? - Me sento com Baek no sofá.

- O Namjoon não gostou nada de ver o Jin com aquele homem lá no fundo, e dá uma olhada a cada três segundos.

- Eu vou lá falar com ele.

- Tá bem. - Se levanta e vai conversar com Woozi e Kook.

Vou até Namjoon e peço pra conversarmos em particular.

- Nam, acho que você sabe o que o Jin me falou naquele dia.

- Ele te contou sobre tudo?

- Ele meio que deu um resumo.

- Sabe aquele ali? - Aponta para Minjae. - É ex do Jin. No tempo que a gente tava namorando, o Minjae fazia muito a cabeça do Jin, já que quando terminaram ficaram amigos. Uma vez, Minjae me disse que o bebê que o Jin esperava não era meu filho, e claro, isso me deixou extremamente irritado. Desde o dia em que eu disse que não amava o Jin não consigo me perdoar.

- Tenta demonstrar a ele que ainda o ama.

- Eu não sei como demonstrar.

- Leva ele pra jantar, diga "eu te amo", durmam abraçados, cozinhe pra ele, faça-o rir, ele vai saber que você o ama.

- Uma criança me dando lição de moral. - Ri. - Já sei o que eu vou fazer.

- O que?

- Espere até cortarem o bolo. - Se levanta.

- Poxa, sogro! - Sorrio.

- Amor? - Kook se senta do meu lado. - O que vocês tanto cochichavam?

- Espere até a hora do bolo.

- Conta, vai!

- Não.

- Vai Taetae...

- Espere e verá.

- Chato. - Rola os olhos.

- É o que você ganha por querer ser o melhor amigo da Karoll. - Faço biquinho.

- Desculpa amor, eu tava brincando.

- Só se me der um beijo.

- Aqui não, mais tarde.

- Tá me devendo um beijo. - Afago os cabelos do ômega.

Jin chama todos para a área e começa a distribuir os doces e petiscos. As pessoas conversam e riem, até que chega a hora do bolo.

- Jin, pode me ajudar aqui? - Namjoon pede.

- Tae, Jimin, cuidem do bolo até eu voltar, OK?

- Sim Jinnie! - Jimin fica atrás do bolo.

- Tae, pra que Appa Nam precisa do Appa Jin?

- Não sei Hobi.

- Vou lá ver, isso tá meio estranho.

- Melhor não, depois eles falam o que aconteceu.

- Ta bem.

Jin on

Namjoon me leva até o nosso quarto e fecha a porta. Eu não tava entendendo nada, até ver um buquê de rosas do lado da nossa cama. Nam pega um ursinho de pelúcia rosa e se ajoelha na minha frente.

- Nam, o bolo... Ele...

- O Taehyung não me deu instruções de como fazer isso.-  Ri meio sem graça. - Então eu fiz do meu jeito.

- P-pra que isso?

- Por que eu não quero mais ficar calado. - Se levanta, e me leva com cuidado até a cama. - Eu não quero te ver com o Minjae,  não quero ver ele te tocar. Só eu posso te tocar Jin. - Chega perto do meu ouvido. - Você é MEU ômega.

Eu juro que senti um frio na espinha. Por que Namjoon dizia aquilo? Taehyung tá no meio? Taehyung contou o que conversamos? Namjoon me ama? Error 404.

- E-eu vou cortar o bolo, o... - Aquele olhar... Eu não consigo resistir a aquele olhar. Quando me dei conta meus lábios já estavam em contato com os dele. Como você pode ser tão burro Jin?

- Jinnie, eu te amo! - Sussurrava durante o beijo.

- A gente tem que voltar, as pessoas vão desconfiar!

- Depois a gente volta pra cá?

- S-sim. - Saio dali e volto para o chá de bebê.

- Jin? - Tae se aproxima. - Aconteceu alguma coisa?

- O Namjoon, ele... Espera, o que você falou pra ele?

- Como conquistar você.

- Eu estou feliz e puto. - Sigo em direção ao bolo.

***

- N-Namjoonie... - Eu gemia alto, não conseguia me manter em estado de sanidade.

- Shiiiu, hoje essa noite é nossa baby.


Notas Finais


Fofo, não?
Kskskssksksssk
Não deixem de comentar o que acharam, isso é bem importante


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...