1. Spirit Fanfics >
  2. O mafioso (Park Jimin e Sn) >
  3. Capítulo 7

História O mafioso (Park Jimin e Sn) - Capítulo 7


Escrita por:


Capítulo 7 - Capítulo 7


Ele escora seus braços sobre a mesa de costas para mim e abaixa a cabeça, eu sentia que algo errado não estava certo

- Jimin você está bem ? -- pergunto baixo

O mesmo vira sua cabeça para o lado mas não me responde, apenas separa dois papéis que estavam por cima da mesa depois se virando de frente para mim e se sentando sobre ela, coloca um óculos de grau que estava sobre a mesa e começa a ler. Poderia ser errado mas era impossível não se sentir atraída por aquele homem, ele ficava ainda mais bonito sério, porém não muda o fato dele não me responder eu não estava fazendo nada de mais, talvez eu estava mas isso não vem ao caso.

- Não vai me responder ? -- pergunto cruzando os braços -- Então tá bom, eu não me importo mesmo

Balanço os ombros como uma criança mimada e assim percebo a atenção do mesmo se voltar para mim, vou para sair daquela sala que parecia ser um escritório e quando abro a porta logo ela se fecha de novo fortemente, me viro para trás e Jimin estava muito próximo, ele entrelaça seus braços um a cada lado do meu corpo contra a porta, não consigo fazer nada apenas fico o olhando.

- Caso você não tenha percebido eu estou tentando me controlar, para não fazer nada contra sua vontade mas você não está colaborando, não pense que sou inocente e compreensível porque eu posso muito bem sacar uma arma e te matar aqui e agora

- Eu não quero sua compreensão, eu quero ir embora, eu estou aqui porque você me trouxe contra minha vontade falando que estou sobre sua posse mas eu não estou, e sinceramente eu não fiz nada de errado

- Mesmo que você tentasse fazer não iria resolver em nada, porque eu sou dono desse lugar e até mesmo a polícia trabalha para mim

- Eu te odeio -- falo desviando meu olhar

- Certeza que me odeia ? 

Em seguida alguém bate na porta

- Jimin posso entrar ? Sou eu o Hyeon

Ele se afasta de mim, retira seus óculos os colocando por cima da mesa, depois se aproxima de mim novamente vou para me esquivar com medo mas o mesmo segura meu braço fazendo eu me virar novamente para ele e antes de eu falar alguma coisa ele acrescenta um beijo em minha testa. 

- Te vejo mais tarde -- fala se desviando e indo abrir a porta

- Achei que não estivesse aqui -- fala Hyeon -- Olá s/n bom te ver de novo

- Igualmente -- falo me curvando

Em seguida saiu de lá subindo as escadas e voltando para o quarto em que eu estava antes, entro para dentro e fecho a porta, eu não entendo a sensação que tive quando ele me beijou, não consigo explicar.

[***]

Eu estava deitada sobre aquela cama desde que entrei no quarto, qualquer esforço meu aqui dentro para sair seria em vão, meus pais iriam querer agir para me terem de volta ? Eles não fazeriam isso sabendo que agora estão livres de suas dívidas de impostos. Escuto alguém bater na porta em seguida a abrindo, me sento ma cama para ver.

- Olá moça bonita, vim trazer seu vestido para a festa -- fala a senhora de antes empolgada

- Eu vou para a festa ?

- Claro por que não iria ? Vai se arrumar

- Então tá bom

Me levanto da cama e vou para o banheiro tomar banho, não vou deixar que essa incerteza e pensamentos mútuos tomem conta de mim por completo vou me divertir e me sentir bem como sempre faço. Assim que termino vou me vestir o vestido era preto justo com um porqueno corte no lado esquerdo com os ombros tomara que caia e mangas longas, achei o vestido muito bonito no corpo, coloco um brinco e um colar delicado que ela havia deixado também e os sapatos eu realmente gostei de como fiquei.  Abro a porta do quarto e já haviam muitas pessoas até mesmo no andar de cima que era onde eu estava, fecho a porta e vou passando entre as pessoas que aparentavam todas fazerem parte da mafia procurando alguém em específico, desço as escadas para baixo onde haviam as comidas e bebidas.


- S/n é você ? -- uma voz conhecida se aproximando

- É você -- falo assim que vejo Hyeon -- sim sou eu

- Você está muito linda -- fala me olhando de cima a baixo 

- Obrigado, você também

- Eu realmente não sabia que você namorava o Jimin isso foi uma surpresa para mim

- Nós não namoramos

Continuo a andar e vou para a mesa de drinks pegar algo para beber e o mesmo me acompanha

- Achei que namorassem por você estar aqui -- fala pegando duas taças de champanhe e entregando uma para mim -- A última mulher que vi aqui com Jimin era a ex namorada dele

Me lembro que no quarto a senhora de antes citou algo como se estivesse mencionando alguém

- Ex namorada ? -- pergunto

- Sim a Moon, ela era uma pessoa muito legal e estava a o nível dele, mas era muito possessiva e ele não demonstrava gostar dela 

Eu não sei se ele estava me falando aquelas coisas para me magoar ou algo do tipo, mas porque ele iria querer fazer isso se demonstra ter interessse por mim ?

- Você sabe onde o Jimin está ? -- pergunto para ele

- Está o procurando ? -- pergunta dando um gole em sua bebida

- Se não estivesse não estaria perguntado -- respondo com indiferença

- Eu sei onde ele está vem comigo -- fala dando o último gole em sua taça

Bebo a minha em dois goles e o acompanho subimos as escadas passamos pelo grande corredor de antes, depois viramos outro que eu não tinha visto ainda, havia algumas pessoas lá mas pelo o que parecia a maioria estava usando drogas, ele para de frente para uma porta em seguida a abre era como se fosse um bar dentro da própria casa dele um lugar reservado para aquilo, havia homens e mulheres se divertindo e dançando, passando entre aquelas pessoas ainda fico procurando Jimin, mas eu estava começando a sentir muito calor e ficar um pouco tonta também não sei o que está acontecendo, peço licença para algumas mulheres e por fim encontro Jimin sentado em um daqueles bancos chiques com escostos, estava com três mulheres ao seu lado, bebendo um drink de whisky e conversando com quatro rapazes que deveriam ser seus amigos. As mulheres aproveitando o momento beijando seu pescoço e dançando as músicas sexys de lá seduzindo para ele e ele estava gostando de tudo aquilo. 

- Ele sempre gosta de lugares como esse, mas falou para mim ficar longe de você hoje mais cedo -- fala Hyeon no meu ouvido

E sinto uma leve pontada no peito quando uma delas o beija e ele retribui o beijo

- Ele deve ser um idiota mesmo beijar outra com uma mulher igual a você bem aqui

A cada segundo que passava eu ficava pior e perdia minha consciência eu deveria estar drogada certeza

- Hyeon o que você colocou naquela bebida ? -- falo me virando para ele

E logo minhas pernas perdem as forças mas tento me manter firme

- Vem deixa que eu te ajudo -- fala me apoiando em seu braço

Ele me leva para fora e cruza o corredor abrindo a porta de um quarto e me levando até a cama, depois volta fechando a porta e a trancando, me deito sem forças mas logo sinto ele subir por cima de mim

- O que você está fazendo ? -- falo tentando me levantar mas não obtive sucesso

- Tive interesse em você desde a primeira vez que te vi -- fala beijando meu pescoço

- Mas eu não, para por favor -- peço tentando me esquivar

Mas não consigo, para evitar que eu me movesse colocou suas pernas segurando as minhas e meus dois braços para cima os segurando com uma de suas mãos, eu estava apavorada mas não conseguia me mover e mesmo não percebendo começo a chorar.

- Não precisa ficar assim -- fala limpando minhas lágrimas -- eu vou te fazer sentir muito prazer te garanto

Fala levantando um pouco meu vestido e colocando sua mão por baixo a colocando sobre minha intimidade em seguida a apertando forte

- ALGUÉM ME AJUDA -- na esperança de alguém me ouvir antes de perder todas minhas forças 

Assim que falo sinto meu rosto arder com um forte tapa do mesmo



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...