História O meu eu incrivelmente decepcionante! - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Adolescente, Comedia, Flop, Original
Visualizações 15
Palavras 805
Terminada Não
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia)

Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Numa noite decidi escrever o que sentia e deu nisso..

Capítulo 1 - Teste drive


Hoje foi um pouco diferente da minha rotina de ficar deitada o dia todo assistindo séries, vídeos sobre casos antigos e pensando como arrumar um emprego e tirar todo esse peso da minha consciência e das costas dos meus pais! Dormi na casa de uma amiga de ontem pra hoje e fiquei lá até umas 6 horas da noite, desde de que cheguei em casa senti uma tristeza, mas eu que não vou admitir pra ninguém que tô com uma depressão fudida... digo pra mim mesma que essa tristeza é a TPM chegando ou porque amanhã vou pra o dentinta, o qual tive uma experiência um tantinho dolorosa!!! Talvez hoje seja por causa disso mesmo, mas em outro dia que me senti um lixo, sempre vou associar isso a qualquer outro fato menos a depressao, a tristeza e a minha fucking insegurança em relação a quase tudo em meu corpo e minha vida... Mas esse assunto será tratado em outros dias, se, SE, EU CONTINUAR COM ESSE RELATO, já que eu raramente continuo alguma coisa que comecei, desânimo que se fala... Alguns dias sinto uma vontade enorme de morrer, mas de alguma forma não é isso que eu quero, eu quero me dá uma chance de viver, uma chance de me permitir, eu queria ser mais ousada, diferente do que sou, tenho muito medo de me arrepender e decepcionar os meus pais, não somente por respeito a eles, quer dizer, em partes, mas porque não quero ter culpa no cartório ou rabo preso com ninguém... Ao mesmo tempo que desejo desistir de tudo, que já o fiz, mais ainda não admiti, quero ser livre, quero falar o que sinto vontade, viajar, ter uns 100 reais por semana, roupas maneiras, um corpo aceitável para os outros, que merda! Sempre penso nos outros, de todas as formas, seja empatia, ou pra não me julgarem!! Não sou uma vítima, posso sim me vitimizar, todos fazem isso, mas não quer dize sou uma vilã, não sou mal, apenas incompriendida, triste e bem solitária (bem mesmo), não quero namorar agora, mas quero muito ter alguém em quem me apoiar, alguém que navegue em mim, alguém que sinta vontade de saber sobre mim, que me escute e deixe eu desaba(fa)... Não necessariamente um namorado mas um amigo, quero poder confiar e mostrar fraquezas a alguem, mas isso da muito medo!! Não tive muitas decepções na vida, mas as que tive me machucaram demais, não quero ser forte, sei que não preciso mas insisto nisso mesmo sem um pq!! As vezes acho que já sou incômodo o suficiente, meus problemas só seria apenas mais um peso!! Odeio esses sentimentos confusos, queria ser decididas, ter planos, sonhos, mas o que esperar de alguém que nem queria passar dos quinze anos, REALMENTE SOU UMA NEGACAO EM QUESITO DE SER FORTE!! SOU UMA COVARDE, VIVER ME DA MEDO E MORRER TBM!! Que tragédia! Uma jovem desempregada, sustentada por um pai que já sustenta uma filha de 40 anos e bem dizer seus dois netos, e eu só ou já tenho 20 anos, ainda nas suas costas! Minha vida é ótima, comparada com tantas outras, eu devia ser muita agradecida, e as vezes sou, porém sou muito mais egoísta! Eu me sinto mal por não querer viver, mas a culpa nao é de ninguém, se algum dia morrer, que ninguém se sinta culpado, além de mim *Alguém que não se conformou e não apreciou sua época e vida!*  Neste exato momento, to odiando escrever isso, porque lógico que iria chorar, sou sentimentalismo e remorso puro, e isso me lembra que após chorar tenho dores de cabeça horríveis, é muito chato sempre pensar demais em muita coisa ao mesmo tempo) ..... Já nem tou chorando mais, apenas o meu rosto secando por si só as lágrimas e o nariz escorrendo o qual eu tento limpar mas tenho a sensação que vai assar! Que nada haver, agora penso se alguém iria chegar até aqui lendo esse texto, e o que iriam pensar de mim, e se eu postasse nos sites de fanfic ou no watpad?!... Será que seria apenas um flop, mas é minha vida, sou eu, seria trágico, um texto, o primeiro que sou verdadeira comigo e com quem ler, ser um FLOP... Repenso essa idéia, isso ia acabar com minha auto estima que já nem tenho!!! Será que alguém se identificaria comigo??? Lógico que sim. Audácia minha pensar que seria unica, as vezes é bom pra mim achar que eu seria especial entre 8 bilhões de pessoas!!! As vezes acho que sou uma criança achando que Deus vai me ouvir mais que os outros!! Quanta ignorância e ingenuidade, soberba minha tbm!! Não se preocupe, não é um texto de despedida, tou muito longe de me entregar ao suicídio, só queria desabafar pra alguém ouvir, PELA PRIMEIRA VEZ!


Notas Finais


Se chegou aqui, quer dizer que leu!! Oq achou?? Se identificou?? Me conta!! Não quero me senti sozinha...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...