História O Plano - Now United - Capítulo 73


Escrita por:

Postado
Categorias NOW UNITED
Personagens Any Gabrielly, Bailey May, Diarra Sylla, Heyoon Jeong, Hina Yoshihara, Joalin Loukamaa, Josh Beauchamp, Krystian Wang, Lamar Morris, Noah Urrea, Personagens Originais, Sabina Hidalgo, Shivani Paliwal, Sina Deinert, Sofya Plotnikova
Visualizações 333
Palavras 1.358
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Romance e Novela
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olá peopleees
Espero que gostem 💕

Capítulo 73 - Flashback


Fanfic / Fanfiction O Plano - Now United - Capítulo 73 - Flashback

— Você está bem mesmo ? - Pergunto o olhando e ele vem até mim.

— Agora que você está aqui estou sim. - Ele diz e eu acaricio seu rosto.

— Eu tive medo de te perder.- Digo e ele dá um selinho.

— Eu estou aqui.

— O que o Noah estava procurando quando cheguei ?

— Meu chaveiro de lua, quando comecei a ter essas crises ele comprou esse chaveiro pra mim e sempre que tenho a crise eu seguro isso e me ajudava mas eu não preciso mais disso, agora eu tenho você que é meu sol pois pra mim antes de você chegar minha vida era escura e fria e agora com apenas um toque seu ou apenas com sua voz sinto minha vida clarear e aquecer. - Ele diz enquanto brinca com meu cabelo e eu me concentro em cada detalhe de seu rosto e logo Sina e Noah entram.

— Eu disse que não pode deixar esses dois sozinhos. - Noah diz ao entrar.

— Vocês dois... - Sina diz mas eu a interrompo.

— Não, é que aconteceu muita coisa. - Digo e eles se sentam.

— Eu resumi tudo pra ela. - Noah diz e Josh o encara. — Falei que o Josh passou mal e que a Any o ajudou. - Ele diz e Josh volta o olhar pra mim.

— Enfim que tal chamarmos nossos amigos ? As meninas estão doidas pra saberem as novidades e vejo que há muitas. - Sina diz.

— Por mim tudo bem. - Digo e olho pra Josh.

— Eu pensei de ficarmos só nós um pouco. - Josh diz e beija meu pescoço.

— Mas o Noah e a Sina também estão aqui.

— Mas eu também quero namorar um pouco. - Noah diz e beija Sina.

— Pode ser mas a noite vamos sair com nossos amigos. - Digo e eles concordam.

— Eu estou com fome. - Sina diz.

— Vamos fazer um lanche pra você pois esses dois acabaram com o sorvete. - Noah diz e os dois saem do quarto e eu recebo uma mensagem de Matthew, olho a mesma e logo me levanto.

— O que foi ? - Josh vem até mim e pergunta me abraçando e eu bloqueio o celular.

— Não é nada... - Digo e me viro pra ele.

— Você ficou quieta do nada e sua expressão mudou, o que aconteceu ?

— Quando sairmos daqui, o que vamos fazer ?

— Vamos nos concentrar no agora. - Ele diz e coloca a mão em meu pescoço.

— Mas uma hora vamos ter que sair daqui Josh... - Ele me beija.

— Eu sei que você está com medo, eu também estou mas vamos nos concentrar no agora, já sofremos demais vamos nós permitir ser feliz só hoje. - Ele diz e eu assinto, nos beijamos de novo e ele puxa meu corpo pra mais perto dele e de repente escutamos um barulho no quarto ao lado.

— Não quebrem minha casa. - Josh diz.

— Foi mal, vou tentar não quebrar. - Noah diz do outro lado, Josh me olha e sorrimos.

— Eu amo esse sorriso. - Ele diz e me beija, vamos até a cama e nos deitamos.

— Eu achei que isso nunca mais ia acontecer. - Josh diz e eu o olho.

— O que ?

— Você estar aqui comigo, e eu poder te tocar, te sentir, te amar.

— Que bom que estava errado. - Digo e nos beijamos e eu deito minha cabeça sobre seu peito e me concentro em seus batimento. — Como foi a viagem ? O que você e a Aysha fizeram ?

— Eu visitei alguns amigos que tenho lá, e a maior parte do tempo fiquei ensaiando mas tem um dia que não sai da minha cabeça, eu fui pro parque nacional e me sentei observando algumas crianças e de repente um senhor veio e sentou ao meu lado.

Flashback on

— Ela deve ser muito bonita. - O senhor disse.

— Ela ? - Perguntei.

— A moça pela qual você é apaixonado.

— Ela é sim mas eu a perdi, eu omiti coisas que há magoaram e acabou. - Digo com tristeza nos olhos.

— Se você a ama tanto quanto demonstra não acabou, eu conheci a Ruth. - Ele aponta pra uma senhora que está brincando com uma criança. — Nós erramos jovens e imaturos, os pais dela não aceitavam nosso namoro então eu me casei com outra pessoa, e há alguns anos essa pessoa faleceu e pelo destino ou acaso eu acabei reencontrando Ruth, e o sentimento de há quarenta e dois anos ainda permaneceu, nos nos casamos tem dois meses... Eu não sei o que aconteceu mas um dia me disseram " O amor é um senhor teimoso de braços cruzados, emburrado até conseguir o que quer.
Você pode até cruzar o mundo.
Virar do avesso.
Mudar seus gostos
Seus planos.
Pode até casar novamente.
Ter filhos e mudar de cidade.
Mas o que tiver que ser seu, sempre será.
Não adianta brigar com o amor, ele até pode dar um tempo, uma trégua, mas quando ele escolhe duas vidas, ambas viram bússola uma da outra. Não se perdem e tampouco se desconectam.“, eu e Ruth somos a prova disso. - Ele diz e logo sai.

Flashback off

— Uau, isso é tão lindo. - Digo e nos encaramos.

— Eu sei que o nosso amor é assim, não importa onde eu vá, o que eu faça, eu sei que eu sou seu. - Ele diz e eu o beijo, ficamos mais um pouco conversando e logo Sina entra no quarto com os olhos tapados.

— Estão vestidos ? - Ela pergunta e Josh ri.

— Estamos sim. - Digo e ela tira a mão dos olhos.

— Já chamei nossos amigos pra nos encontrarmos no Jone's Burguer. - Ela diz e eu encaro Josh.

— Não seria melhor outro lugar ? - Pergunto e ela me olha confusa, e eu a encaro.

— Ah... Ok enfim vou pensar em outro lugar.- Ela diz e sai.

— Porque outro lugar ? - Josh pergunta.

— Porque sim. - Digo e vou sair mas ele me segura.

— Isso é por minha causa ou pelo Matthew ?

— Pelos dois, agora preciso ir me arrumar.

— Pra você se vestir vai ter que tirar essa, e nisso eu posso te ajudar. - Ele pergunta e me puxa me fazendo deitar.

— Josh... e se o Noah entrar. - Ele se levanta e vai até a porta e tranca a mesma, vem até mim e me beija e eu o puxo, eu tiro sua camiseta e ele tira a minha camiseta e distribui beijos pelo meu corpo até chegar próximo a minha intimidade, tira meu shorts e logo em seguida minha calcinha, começa a massagear meu clitóris enquanto me beija e quando estou quase chegando ao ápice eu o puxo pra cima de mim e ele me encara, e logo introduz seu membro em mim o que me faz arfar, nossas mãos se entrelaçam e ele me beija e em seguida desce beijando meu pescoço e depois de alguns segundos nos dois chegamos ao nosso ápice, ele se deita ao meu lado.

— A cada vez você se supera Beauchamp. - Digo e ele vem até mim.

— Sabe como é né ? A prática leva a perfeição. - Ele diz e logo tentam abrir a porta.

— De novo ? Como vocês tem tanto pique ? - Noah pergunta e eu e Josh rimos, nos vestimos e ele abre a porta.

— O que foi ? - Josh pergunta.

— Só vim avisar que vamos pra casa nos arrumar. - Noah diz.

— Ótimo então me dá uma carona. - Digo indo pra porta.

— Fica depois eu te levo.- Josh diz pegando em minha cintura.

— Preciso ir mas já já nos vemos. - Digo e sou um selinho nele, Noah me ajuda a descer a escada e vamos pra casa.


Notas Finais


Olá peopleees
Perdoem os erros e obrigada por lerem <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...