História O Reencontro - Capítulo 9


Escrita por:

Postado
Categorias Demi Lovato, Sterling Knight, Wilmer Valderrama
Personagens Demi Lovato, Sterling Knight
Tags Stemi
Visualizações 23
Palavras 1.315
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Famí­lia, Festa, Hentai, Romance e Novela
Avisos: Adultério, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Boa leitura.

Capítulo 9 - Acabou


Demi On

Hoje era o tão esperado dia, Ayla chegaria a noite e Ster tinha me prometido que ia terminar e que me encontraria na festa que a Disney organizou para todo seu elenco e ex elenco, era uma festa de confraternização. Terminei de me arrumar pra festa, Dallas e Mike iriam comigo. Chegando na festa pude reencontrar várias pessoas que sentia muita falta, Selena e Justin sentaram com a gente, a festa estava linda, bem organizada e decorada. Avistei de longe o Joe, quando ele me viu logo veio em minha direção, quando chegou à mesa.

– Dems - me levantei e se abraçamos.

– Joe...

– Saudades de você - me olhou de cima a baixo - você está maravilhosa.

– Obrigada, você também está ótimo.

 Puxou uma cadeira e se sentou, ficamos conversando, mas eu estava totalmente distraída pensando no meu Ster, que chegaria a qualquer momento livre, livre para podermos enfim ser um do outro. Olhei pra porta, lá estava ele todo lindo, com seu maravilhoso sorriso no rosto, mal ficaria na festa pra poder ir pra casa e curtir meu Ster já que não fazíamos sexo a um bom tempo, pois cumpri minha promessa que agente só transaria quanto ele terminasse com ela, mas quando reparei melhor Ayla estava com ele e eles de mãos dadas, meu sorriu partiu, meu coração mais uma vez se quebrou, deixei uma lágrima escorrer dos meus olhos mais logo limpei, queria que ninguém percebesse, mas Selly percebeu, sussurrou em meu ouvido...

– Dems o que foi?

– Nada, vou ao banheiro.

 Me levantei, Selly levantou atrás, meus olhos se cruzaram com o do Ster, que na hora que me viu seu sorriso sumiu, cheguei ao banheiro fui lavar meu rosto, Selly entrou em seguida e trancou o banheiro…

– Dems o que foi amiga? – olhei pra ela segurando as lágrimas.

-  Eu sou uma idiota Selly mais uma vez me machucando por causa do amor, ou melhor por causa de um homem.

– Do que você está falando?

– Selly decidi me abrir por mais que fosse difícil pro amor, porém me abri pro cara errado mais uma vez.

– Você se abriu pro Joe de novo?

– Não Selly, não quero mais falar sobre isso.

– Dems me conta vai te fazer bem. - abraçou-me

– Amiga depois te conto, agora se não se importa quero ficar sozinha.

– soltou o abraço - Tudo bem, mas precisando estou aqui.

Assenti com a cabeça, ela saiu do banheiro, voltei a trancar a porta. Me encostei na pia do banheiro, algumas lágrimas queriam escorrer mas não permiti, não choraria por homem nenhum, a única certeza que tinha, era que esse meu “relacionamento” com o Sterling tinha acabado independente do que ele falasse e ia acabar agora, peguei meu celular e mandei a seguinte mensagem pra ele: “ Venha ao banheiro feminino do lado esquerdo do salão, bata na porta”. Fiquei esperando, tentando me manter forte... Ouvi a batida, abri a porta quando vi aqueles olhos azuis, quase me derreti, mas permaneci séria, ele entrou em silêncio, voltei a trancar a porta e o encarei, quanto ele ia falar, falei primeiro que ele...

– Acabou Sterling.

– veio pegar em minha mão e não permitiu - Não amor, não faz isso comigo…

– Não faz isso comigo? Olha o que você fez comigo Sterling mais uma vez me enganou.

– Não amor, deixa eu explicar o porque eu não terminei hoje.

– Não precisa respondo pra você, você a ama e não quer terminar com ela.

– foi pra pegar em minhas mãos novamente e não deixei - Dems, eu amo é você já cansei de falar isso, vou terminar com ela hoje quando voltamos da festa.

– Conta outra Sterling não acredito mais em você, você foi, e é um covarde, não quero um covarde pra minha vida.

– Dems você é o amor da minha vida, só te peço que me dê mais um dia, se eu não terminar com ela até amanhã não precisa mais olhar na minha cara.

– Já te dei todas as chances Sterling - respirei fundo - acabou.

– Não amor, eu te amo.

Fiquei parada me concentrando pra não chorar, querendo sair de lá mas minhas pernas não me obedeciam, algumas lágrimas escorreram dos olhos do Sterling, aquilo quase me amoleceu, mas fiquei firme, ele foi se aproximando, eu não consegui me mexer, acariciou meu rosto com as costas da mão, já podia sentir sua respiração no meu rosto, meu coração disparou, ele roçou seus lábios no meu e falou.

– Me perdoa por ser covarde, mas eu te amo mais do que tudo.

 Selou nossos lábios com urgência, logo pediu passagem pra língua,  eu permitir, pois seria o nosso último beijo, levei minhas mãos a sua nuca, ele segurou firme minha cintura me trazendo pra mais perto, já nos faltava ar, nenhum de nós dois queria separar o beijo, mas foi preciso, ele desceu os beijos pro meu pescoço, tombei a cabeça pra trás, curtindo cada beijo, uma de suas mãos continuava me sustando pela cintura a outra foi acariciar meus seios por cima do meu vestido, eu estava totalmente ofegante, mas tinha que voltar a realidade, juntei todas as minhas forças e o empurrei.

– seria - Acabou Sterling esse foi o nosso último beijo.

– Não amor, você me ama e eu te amo.

– É mas você conseguiu estragar tudo.

– desesperado - Eu sou um burro,idiota, covarde mas te amo e vou terminar hoje.

– Sterling vou falar pela última vez acabou, não quero te ver mais, não me procure mais, e nem amigos seremos mais, tchau.

Juntei o resto de forças que ainda tinha e saí do banheiro, ainda ouvi ele pedindo pra voltar mais, mas fingir nem ouvir, voltei pra mesa me despedi de todos que estavam na mesa, ainda bem que nem Dallas e nem Mike estava, porque se me visse saberia que eu não estava bem e iriam embora comigo e não queria precisava ficar sozinha. Peguei um táxi, e a caminho de casa minha mente ficou uma bagunça, a vontade de me cortar para aliviar a dor que eu estava sentindo era enorme, assim que cheguei em casa lágrimas escorrem pelo meu rosto, fui direto para cozinha, peguei uma faca e fiquei a encarando, subi correndo, entrei pra dentro do banheiro e me tranquei lá, sentei no chão aos prantos com a faca em minha mão a encarando. Comecei a lembra de tudo o que eu e o Sterling vivemos, tinha tudo pra dar certo, mas como sempre estava errada, porque ele ia me querer como namorada? Se a namorada dele era mil vezes mais bonita, lógico que ele não iria me querer, uma pessoa cheia de problemas e que mais uma vez está a ponto de se mutilar, pois a dor que estou sentindo no meu coração pode ser amenizada quando me fizer um pequeno corte que seja no pulso e outra ninguém vai reparar. Fiquei longos minutos encarando a faca que tinha colocado na minha frente, meus olhos já estavam inchados de tanto chorar, logo eu que prometi nunca mais chorar por causa de homem estou aqui aos prantos por causa de um, que descobrir que é o que mais amei em toda minha vida, o que deixei meus princípios de lado sendo a outra por um mês, como sempre acontece a amante fica de lado, jogada num canto como se fosse lixo, e é assim que estou me sentindo um lixo. Olhei para meus pulsos e vi escrito STAY STRONG, lágrimas caíram sobre eles, a dor em meu coração era insuportável, dei um grito para ver se dor saia mais não adiantava, mal conseguia respirar pois chorava de soluçar, começou a passar um filme de tudo o que passei desde que voltei da reabilitação, o quanto sofri pra melhorar, o quanto meus fãs, amigos e família me ajudaram, o quanto eles sofreram comigo, mas dor não passava, então peguei a faca em mim mão, estava tremendo.


Notas Finais


Alguémmmmmmmm?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...