História O Segredo da Floresta Obscura - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Rodrigo "Saiko" Ximenes
Personagens Rodrigo "Saiko" Ximenes
Tags Quase Meia Noite
Visualizações 26
Palavras 615
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 10 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção Adolescente, Magia, Mistério, Romance e Novela, Sobrenatural, Terror e Horror, Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Linguagem Imprópria, Tortura
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


• Quero agradecer a todos que comentam e que estão favoritando/gostando da fanfic, muito obrigada! •

Capítulo 2 - Esta de noite.


• P.O.V - Ycaro Gabryel • 


Andamos por mais ou menos vinte mintos antes de encontrar uma casa bastante iluminada. A casa era de madeira e parecia de um desenho animado, era muito bonita. Quem será que mora ali ?


Antes de avançar para a casa, o Ser disse para nos esconder por detrás das árvores.


— Talvez tenha pessoas perigosas ali, então vamos nos aproximar com cautela, tudo bem ? — Ele sussurrou olhando para mim, apenas afirmei com a cabeça e novamente olho para a casa.


Uma sombra passou pela janela proxima a porta - que parecia ser a principal - da casa e ficou ali, parada por alguns segundos antes de sair por onde veio. A sombra usava um vestido volumoso e seu cabelo estava arrumado em um coque bem feito.


Olho para o Ser e ele encarava o chão enquanto se sentava no mesmo. Confuso vou para uma árvore mais perto da dele sem tirar os olhos da casa, principalmente das janelas.


— Ei, ta tudo bem ? — Sussurro ao seu lado, ele me olha e novamente da aquele sorrisinho de lado.


— Eu to bem sim. — Respondeu baixo mantendo o sorriso ladino. Ignoro isso, parecia uma mania dele.


Ouço um barulho de porta abrindo e sendo fechada em seguida, olho para a casa e uma mulher estava sentada na cadeira que havia na pequena varanda da casa. Parecia ser a da janela, estou muito longe para saber se realmente é ela.


— Quem fica sentada na varanda de casa a essa hora ? — Pergunto sussurrando enquanto voltava ao meu normal, olho para o Ser e ele me olhava confuso.


— Como assim "a essa hora" ? — Ele perguntou me encarando confuso.


— Esta de noite — Respondo simples apontando pra cima, ele segue meu dedo e suspira antes de voltar a me encarar.


— Aqui é sempre assim escuro, frio e silencioso. — Avisa serio e olha novamente para a casa. A mulher havia sumido. — Precisamos sair daqui, Ycaro.


— Espera, como sabe meu nome ? — Pergunto enquanto nos levantamos e seguimos para a direita ainda nos escondendo.


— Fique quieto ou se não morreremos, entendeu ? — Ele disse parando de repente e virou para mim, ficamos muito proximos pela sua parada repentina. Eu havia avançado uma arvore - a que ele estava.


— Tudo bem, eu vou ficar quieto — Aviso intercalando meu olhar entre seus olhos e sua boca. 


— Que bom — Ele diz e se afasta de mim com o sorriso de lado.


Solto o ar que nem percebi prender e continuamos o caminho ate estar na parte de trás da casa. Havia uma janela grande que dava acesso para o que deveria ser a cozinha, a cortina tampava metade da visão então não tinha como ter certeza. 


— Temos que entrar naquela casa ? — Pergunto curioso e com medo, a mulher da varanda poderia estar em qualquer lugar ja que ela saiu de casa e não entrou - a porta não havia feito barulho.


— O plano é o seguinte, precisamos de uma distração para entrar naquela casa e ir ao sótão. — O Ser explica e eu ergo uma sobrancelha. Porque precisamos entrar ali ? Isso não seria invasão de privacidade ? 


— Porque ? — Isso foi a unica coisa que consegui perguntar antes dele tampar minha boca com sua mão. Estamos atrás de uma árvore grossa e somente a sombra de uma mulher passando dentre os raios de luz que a casa liberava pelas janelas foi o que vimos bem proximo da gente.


Novamente prendo a respiração e me agarro ao braço do Ser.


Notas Finais


1° - Os capitulos são curtinhos mesmo, talvez eu queria que ela fanfic vá longe (͡° ͜ʖ ͡°)

2° - A fanfic é baseada no desenho animado "Over The Garden Wall".

3° - Qualquer duvida sobre o entendimento da fanfic, por favor escrever nos comentarios.

4° - Tchauzinho *-*


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...