1. Spirit Fanfics >
  2. O Templo -- TaeGi >
  3. So cold

História O Templo -- TaeGi - Capítulo 5


Escrita por:


Notas do Autor


Hey hey Clan

Boa leitura º3º

Capítulo 5 - So cold


Fanfic / Fanfiction O Templo -- TaeGi - Capítulo 5 - So cold

As ruas estavam vazias, havia o mínimo de circulação das pessoas, todos estavam em casa protegidos do frio e do governo, não era mais seguro ficar andando com os carros do exército de tocaia.

 

 As pessoas tinham medo de seus familiares saíssem e nunca mais retornassem, inúmeras chamadas a polícia reportando desaparecimento haviam sido feitas, mas a justifica que eles recebiam eram que, híbridos tinham que voltar ao laboratório para completar o tratamento.

 

No começo do mês não era assim tão radical, o governo havia emitido um alerta pedindo que todos os híbridos se apresentassem no laboratório para que fosse feita uma análise da mutação por questões de ‘saúde do usuário’. 

 

Muitos foram voluntariamente, achando que era mais um exame de rotina e nunca mais retornaram. Já estava chegando no final do mês e a estratégia era outra, depois que a população começou a desconfiar dos desaparecimentos eles pararam de ir voluntariamente.

 

Isso fez com que o governo acionasse o plano B e enviasse algumas tropas para ficarem de tocaia com os medidores corporais, um a um, os híbridos eram levados até o laboratório.

 

- Quanto tempo esse inferno vai durar? Já faz quase dois meses que aquele governador colocou essa maldita ordem de recolher os híbridos! - Jungkook andava de um lado para o outro.

- Calma amor, Jin já disse o que temos que fazer. - Jimin tentava o acalmar.

- Eu não gosto da ideia de você e o Yunho ficarem intubados! - Jungkook olhava para ele.

- Eu também não. - Yoongi estava sentado no sofá.

- É temporário! - Jimin tentava manter a esperança.

- Jimin está certo. E outra, vamos estar sob supervisão do Jin. - Yunho foi até Yoongi. - Ele só quer proteger a gente.

- Eu sei! - Kook não parava de andar - Mas só o meu irmão tentando salvar o mundo não dá! Ele não é o superman ou o batman, ele é só um cientista!

- Tá amor, mas ele disse que a prioridade vai ser proteger eu e Yunho - Jimin foi até ele - Relaxa, por favor. Seu irmão já me salvou uma vez, ele vai conseguir de novo.

 

Na rua o barulho de alguns carro assustou os quatro, não era que realmente precisavam se preocupar, mas o medo já estava instalado e os deixava sempre em estado de alerta.

 

- Yoon, amor, vamos descansar? - Yunho pegou na mão de Yoongi.

- Não estou com sono. - Yoongi o olhava.

- Você não está dormindo direito a noite, precisa descansar. - Yunho insistiu.

- Yoon, é melhor dormir, você está com uma cara péssima. - Jimin falava calmamente. - Kookie também teria que descansar. Olha essas olheiras!

- Eu estou ótimo - Jungkook respondeu.

- Vocês dois tem que parar de serem teimosos! - Yunho olhava para eles.

 

Yoongi cedeu de muita cara feia e virada de olho, quando o negócio era cuidados, ele sentia que Yunho o tratava como uma criança indefesa que precisava de toda a proteção do mundo.

 

Eles estavam hospedados na casa de Jin e Jungkook, ali era o melhor lugar para ficarem em meio aquele caos, tinha quartos o suficiente e não precisavam se preocupar com nada.

 

- Deita aqui meu amor - Yunho ajeitava a cama.

- Eu não to com sono. - Yoongi estava parado ao lado da cama.

- Mas meu bebê tem que descansar um pouquinho. Você está se estressando muito.

- Tá bem, eu vou deitar, mas não garanto que vou dormir. - Yoongi deitou.

- Meu bebê que dormir sim.

- Como vou dormir sabendo que esse governador maluco ta cagando na humanidade?

- Fechando os olhos e deixando eu te mimar. Eu estou aqui para cuidar do meu bebê. Não vou deixar nada de ruim acontecer.

- Yunho, você não pode salvar o mundo.

- Mas posso salvar o meu bebê, o que dá na mesma pra mim.  

 

Yunho acariciava os cabelos de Yoongi, ele o olhava nos olhos com muita ternura, passou o polegar em sua bochecha em movimentos circulares, sentia a pele branquinha e morna em seus dedos.

 

Os olhos de Yoongi iam ficando pesados com as carícias de Yunho, as pálpebras iam se fechando sozinhas, parecia que o loiro não tinha controle de seus músculos faciais mais.

 

A respiração foi ficando calma e pesada, os olhos totalmente fechado, Yoongi dormia profundamente, Yunho deu um beijo na testa de seu amado, pegou uma manta e o cobriu, saiu lentamente do quarto sem fazer barulho, deixando-o descansar.

 

- Meu irmão ligou e ele vai para uma reunião agora tarde. - Kook informou Yunho.

- Isso é um bom sinal? - Yunho não entendeu a informação.

- Nós esperamos que sim - Kook tentava parecer otimista.

- Ele dormiu? - Jimin olhou para Yunho.

- Como um anjinho. - ele brincou.

- Affe, Kookie não dorme por nada! - Jimin olhou para Jeon. - Meus encantos não funcionam.

- Você só precisa praticar - Yunho o incentivou.

 

Jimin mexeu os dedos como se lançasse uma magia em Jungkook, ele pôs a mão no peito e fingiu dormir em pé, Yunho via a cena e ria, aqueles dois sabiam se divertir em qualquer situação.

 

 

O dia amanheceu chuvoso e muito frio, parecia que o inverno havia chego antes, as finas gotas de água que caíam deixava o dia preguiçoso e obrigava qualquer um a sair de casa agasalhado.

 

- … Banana, maçã, macarrão e leite, esqueci algo? - Jeon passava a lista no celular.

- Não, acho que é tudo que precisamos. - Jimin olhava confiante.

- Não gosto da ideia do meu bebê lá fora. - Yunho estava com os braços cruzados.

- Eu só vou no supermercado com o Kook. Temos que comprar comida! - Yoon ajeitava o casaco.

- Tome muito cuidado! Está me ouvindo? - Yunho foi até ele.

- Sim senhor namorado.

 

Os alimentos da casa estavam acabando, Jungkook e Yoongi faziam as coisas fora de casa enquanto Yunho e Jimin se escondiam, eles não podiam abrir a porta para ninguém, nem sair na janela ou atender o telefone, todo cuidado era pouco.

 

Jeon e Yoongi entraram no carro e foram para o supermercado, eles iriam demorar o mínimo de tempo possível, não gostavam de deixar os dois sozinhos por muito tempo, ainda mais com Jin fora de casa.

 

Não havia trânsito ou muito movimento, eles chegaram no supermercado e já tinham planejado dividir para pegarem as coisas mais rápido, parecia um jogo com um timer, só que na vida real.

 

~~~~~ EM CASA

 

- Yunho pega aquele agasalho pra mim? - ele ajeitava as roupas

- Claro. Aqui.

- Como é no céu Yunho?

- Ah - Yunho riu - Não é bem um céu. Na verdade é como se fosse outro mundo sabe?

- Então não é no céu, NO CÉU ?

- Não, é como se fosse um mundo, que vocês chamam de céu.

- Aaaaaah e como é lá? - Jimin estava curioso.

- É frio, muito frio e também tem os bosques e os palácios, é bem grande.

- E porque você saiu de lá? - Jimin o olhou.

- É uma longa história.

 

O celular de Jimin tocava alto, ele foi correndo ver quem era, mas não deu tempo de atender.

 

- Quem era? - Yunho perguntou confuso.

- Jin .. Que estranho.

- Porque?

- Ele mandou mensagem e …

 

A porta da frente foi aberta, dava para ouvir a voz de Jin e de uma segunda pessoa, os dois estavam na lavanderia dobrando as roupas limpas, ficava depois da cozinha. Yunho pôs a mão na boca e Jimin fez o mesmo, eles quase que não respiravam.

 

O coração de Jimin batia acelerado, ele tentava controlar a respiração de medo, eles tinham que sair dali e ir para o esconderijo que ficava no andar de cima.

 

A casa ficou quieta de repente, não se ouvia nem a voz de Jin e nem da outra pessoa, Yunho fez um sinal para Jimin e eles andaram sorrateiramente para fora da lavanderia em sentido da escada.

 

- Mas olha que surpresa agradável.

 

Um soldado segurava a boca de Jin, que estava com as mãos algemadas para trás, eles estavam parados próximos a escada, em silêncio, aquilo havia sido uma emboscada e os três caíram perfeitamente. 

 

~~~~~ NO MERCADO

 

- Esse é o último. - Yoongi entregou o pacote para Jeon.

- Ufa! Acho que batemos nosso próprio recorde. - Jeon fechou o porta malas.

- Quem diria que um jogador de LOL iria tão longe. - Yoon brincou.

- Olha aqui, Você me respeita!

 

Eles foram até próximo da entrada para colocar o carrinho de volta no lugar.

 

- Senhores, boa tarde - um guarda se aproximou.

- Boa tarde senhor. - Yoon e Kook o cumprimentou.

- Poderia me acompanhar? - o guarda apontou para Yoongi.

 

Yoongi sentiu seu coração quase sair pela boca, ele sabia o que aquilo significava.

 

- Isso só pode ser um engano senhor - ele tentou manter a calma.

- Engano nenhum, por favor me acompanhe.

- Não, eu sou um humano normal. - ele começou a se alterar.

- Sua temperatura corporal não diz isso.

- Senhor, está frio hoje, deve ser um engano - Jeon tentou argumentar.

- Sua temperatura é de 20°C. Agora por favor, não torne isso um vexame. - o guarda apontava para o carro.

 

Yoongi começou a entrar em pânico, ele nunca havia passado pela mutação, sua respiração estava descontrolada e o corpo todo enrijecido.

 

- Não, eu sou um humano normal.

- Senhor, por favor.

- NÃO! - ele perdeu o controle.

 

O guarda fez um sinal e mais três homens apareceram para lhe dar reforço, Jeon estava desesperado, um homem o conteve e outros dois agarravam Yoongi o levando para o carro.

 

- VOCÊS NÃO PODEM LEVÁ-LO! - Jeon gritava - EU VOU CONTAR PARA O MEU IRMÃO!

- JEEON! ME SOLTA! JEEON! - Yoongi se debatia.

- ISSO É UM ENGANO! - Jeon era contido.

- JEEON! JEEEEON! - Yoongi chorava de desespero.

- YOON EU VOU FALAR COM O JIN! A GENTE VAI TE SOLTAR!

 

Yoongi foi colocado no carro e saíram dali o mais rápido que puderam, Jungkook estava acelerado e confuso, ele entrou no carro, tentava se acalmar o máximo que conseguia.

 

Dirigiu como um louco até sua casa, precisava falar com seu irmão e avisar Yunho, ninguém atendia os celulares, aquilo estava virando um inferno.

 

- YUNHO! JIMIN! - ele chegou em casa. - YUNHO É URGENTE.

 

Ninguém respondeu, ele procurou em todos os cantos, a casa estava vazia.

 

O desespero tomava conta, ele não sabia nem como reagir, seu coração batia muito rápido e ele não conseguia respirar direito de tanto pânico que sentia.

 

- ISSO NÃO PODE SER REAL!

 


Notas Finais


Ta tudo bem clan?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...