História O tempo e o destino. - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Naruto
Personagens Akamaru, Anko Mitarashi, Boruto Uzumaki, Chomaru Akimichi, Chouchou Akimichi, Chouji Akimichi, Gaara do Deserto (Sabaku no Gaara), Hanabi Hyuuga, Himawari Uzumaki, Hinata Hyuuga, Hyuuga Hiashi, Ino Yamanaka, Inojin Yamanaka, Iruka Umino, Jiraiya, Kakashi Hatake, Kankuro, Karin, Kiba Inuzuka, Killer Bee, Kizashi Haruno, Konohamaru, Kurama (Kyuubi), Kurenai Yuuhi, Maito Gai, Mebuki Haruno, Metal Lee, Mirai Sarutobi, Mitsuki, Moegi, Naruto Uzumaki, Orochimaru, Rock Lee, Sai, Sakura Haruno, Sarada Uchiha, Sasuke Uchiha, Shikadai Nara, Shikamaru Nara, Shino Aburame, Shizune, Temari, TenTen Mitsashi, Tsunade Senju, Yamato
Tags Hentai, Kakasaku, Kakashi, Naruhina, Naruto, Sakura, Universo Alternativo
Visualizações 134
Palavras 1.804
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Ecchi, Famí­lia, Fantasia, Ficção, Fluffy, Hentai, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Suspense, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Cross-dresser, Heterossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 2 - O tempo...


       

   Doze anos depois...



-Obrigada por virem ao meu aniversário, mesmo sendo no mesmo dia da posse do tio Naruto como nanadaime Hokage! - Sarada se despedia de Boruto,Mitsuki, Himaware e Hinata.

-Foi muito legal de sua parte nos convidar. - Mitsuki dizia alegremente.

-Foi muito legal! - Boruto dizia tranquilo e sorridente.

-Muito obrigada pela presença de vocês! - Sakura agradecia.

-Ei! - Konohamaru gritava correndo. - desculpe não vir antes, Sarada, mas este presente é para você - disse entregando um embrulho para a aluna.

-Obrigada sensei! - fez uma reverência.

-Amanhã apareçam cedo na sala do novo Hokage, até mais! - Konohamaru desapareceu entre as ruas.

-O mano Konohamaru vive com pressa - Boruto resmungava.

-Então vamos! Sakura-chan, boa noite e mais uma vez obrigada pelo convite.

-Por nada, Hinata! Nós é que agradecemos a presença de vocês.

As Uchihas observavam os amigos indo embora e logo entraram para ver o presente do jovem sensei. Sarada ficou feliz em ver um lindo vestido vermelho, exatamente do mesmo tamanho da jovem.

-Olha mamãe, que lindo!

-É realmente muito lindo, filha! Você está feliz?

-Sim e não - Sarada baixou o olhar.

-Porque sim e não? - Sakura a chamou para sentar ao seu lado no sofá.

-Fico feliz que todos tenham vindo, mas quem eu mais queria que viesse, infelizmente não veio...o papai.

-Filha - suspirou pesada - eu tenho um presente para você - Sakura tirou uma carta de dentro do bolso e entregou a filha.

Os olhos da jovem Uchiha brilharam e um sorriso enorme apareceu em seu rosto.

-É dele? - Sakura assentiu sorrindo.

Sarada abriu a carta e leu em voz alta.

-"Feliz aniversário filha! Desculpe não estar por perto para te ver, mas entenda que seu pai está em uma missão de extrema importância. Você é muito importante pra mim, por isso, quero que desenvolva suas habilidades o máximo que puder. Tenho muito orgulho de ser seu pai. Com amor, Sasuke".

-E então filha? O que tem para me dizer? - Sarada levantou o olhar que se encontrava marejado e correu, abraçando a mãe.

-Estou muito feliz mãe! Posso ficar com esta carta? - fitou a mãe esperançosa.

-É claro filha! Ela é toda sua.

A campainha da casa tocou e Sarada se ofereceu para atender, enquanto Sakura ia para a cozinha organizar toda a bagunça.

Sarada abriu a porta, dando de cara com Kakashi, que sorria para a garota com a mão na nuca, um nítido sinal de constrangimento.

-Rokudaime?

-Yo, Sarada! Não me chame assim, pode me chamar de Kakashi. Detesto formalidades com os amigos.

-Me considera sua amiga? - seus olhos brilhavam - é uma honra.

-Que é isso, deixe disso, está bem? Sempre ajudei a cuidar de você...- a garota ficou nitidamente confusa com a frase do ex-hokage.

-Filha, quem... - a frase de Sakura morreu no instante em que viu Kakashi na porta de sua casa - Kakashi-sensei?

-Yo, Sakura! Desculpe vir tão tarde, mas...

-Já sei! Se perdeu no caminho da vida - tentou imitar o platinado que gargalhou em resposta.

-Mais ou menos isso...Sarada, isto é para você! - Kakashi entregou um embrulho para a jovem Uchiha, que ficou muito feliz e honrada em receber um presente de um ex-Kage.

-Obrigada, tio Kakashi! - o platinado arqueou uma sobrancelha, se sentindo velho com o "tio".

-Entre sensei! Venha, vamos comer um pedaço de bolo! - Kakashi sorriu e entrou na casa, seguindo Sakura até a cozinha, enquanto Sarada ia para o sofá abrir seu presente.

-Atrasado como sempre, não é sensei? - Sakura dizia, servindo bolo e salgadinhos para o shinobi.

-Velhos hábitos não mudam - deu de ombros - notícias dele?

Sakura observou a filha no sofá, assistindo a tv, enquanto mexia no presente de Kakashi.

-Não quero falar disso agora - sussurrou e Kakashi suspirou.

-Ela sente falta dele, Sakura. Quer mesmo continuar com essa besteira de não querer que ele volte?

-Absoluta e...desculpe sensei, mas realmente não quero falar dele.- Sakura baixou o olhar, sabia perfeitamente que o velho shinobi a desvendava apenas fitando seus olhos.

-Sei que você ainda o ama, mas pense bem se realmente quer acabar com tudo.

-Nossa, como você é insistente, Kakashi! Você não era assim.

-Mudei em algumas coisas - deu de ombros.

Sakura bufou e se levantou indo para a sala, sendo seguida por Kakashi que estava confuso. Sakura sentou-se no chão, perto e de frente ao sofá onde a filha dormia profundamente. Sorriu ao ver a pequena corrente de ouro com os três pingentes de letra "S" no pulso da filha.

-Foi você quem deu a ela? - perguntou fitando a corrente.

-Sim - sorriu por baixo da máscara e Sakura sabia disso, aprendeu a decifrar os olhares do ex-sensei.

-É tão lindo quanto o colar que você me deu.

Kakashi levou susto ao ouvir aquilo, fazia tanto tempo que havia dado aquele colar com uma presa branca de lobo a rosada.

-Você ainda o tem?

-Guardei ele durante todos esses anos...ele é muito especial para mim.

Kakashi se sentiu especial ao ouvir aquilo, não era muito de presentear as pessoas, Sakura, Naruto, Sasuke e agora Sarada, eram as únicas exceções. Aquele colar em especial, era muito importante para ele, ganhou do pai quando era criança e presenteou a rosada com ele no natal assim soube que ela iria treinar com a então Hokage Tsunade.

Era de certa forma, um presente de despedida e Sakura havia se tornado uma família para o platinado, visto que Sasuke havia saído da vila e Naruto partira para treinar com Jiraya.

Sakura era a única que restava do time sete com ele e queria que ela sempre se lembrasse dele.

-Posso ver? - o mais velho perguntou.

-Pode sim, só vou levar a Sarada para a cama antes. - antes que Sakura a pegasse no colo, Kakashi passou na frente e fez por ela.

-Pode deixar! - se ofereceu e Sakura os seguiu.

Kakashi a colocou na cama e Sakura tirou seus sapatos e a cobriu, enquanto Kakashi tirava a carta das mãos da menina.

Ao ver a carta, lançou um olhar questionador para a rosada, que suspirou e o chamou. Kakashi devolveu a carta, colocando do lado de Sarada e seguiu Sakura, até seu quarto.

Entrou sentindo-se desconfortável por estar em um ambiente tão íntimo do casal Uchiha. De certa forma via detalhes na decoração do quarto que lembravam Sasuke. O brasão na cabeceira da cama, era o detalhe mais forte.

Sakura foi até a cômoda, abrindo a gaveta e retirando um porta-joias de dentro. Virou-se para Kakashi e abriu a mão com cuidado, revelando o colar intacto.

Kakashi arregalou levemente o olhar e se aproximou, acariciando a presa branca na mão da rosada. O contato pele com pele, fez uma pequena corrente elétrica atravessar o corpo de ambos, era uma sensação gostosa, uma sensação boa, que nenhum dos dois se importou em interromper.

-Você nunca me contou onde conseguiu essa presa - Sakura sussurrou, fazendo o mais velho arrepiar-se.

-Meu pai me deu antes de morrer - Sakura se assustou e tentou devolver o colar.

-Devia ter me contado, Kakashi...

-Não, fique com ele por favor, sempre foi especial pra mim e agora que vejo que o guardou com tanto carinho, se tornou mais especial ainda - sorriu, sentia que foi a coisa mais certa que fez na vida, Sakura era realmente uma menina única - mas agora...quero saber a respeito da tal carta que estava com Sarada.

Sakura suspirou sentando na cama e sinalizou para o prateado sentar-se também. Meio relutante e desconfortável, sentou-se fitando a rosada.

-Ai sensei...nem sei o que dizer...

-Foi você quem escreveu, não foi? - foi mais uma afirmação do que uma pergunta.

-Como sabe? - a kunoichi ainda se perguntava o porque de se espantar com as deduções do ex-sensei.

-Sua letra é inconfundível. - ele uniu as sobrancelhas, mostrando estar preocupado - porque fez isso? Fora, é claro, o fato de não querer ver sua filha triste.

-Ainda tenho esperança que ele volte, Kakashi. Não por mim, mas por ela. - Kakashi espantou-se.

-Então você não o ama mais?

-Nem sei mais, sensei...

-Olhe Sakura, sua filha é bem esperta e você sabe disso, ela tem a maturidade que vocês próprios não tinham com a idade dela.

-Obrigada...eu acho - Kakashi soltou uma risada discreta e continuou.

-Sasuke sempre será uma incógnita na sua vida, mas é bom saber que não sofre mais por ele. - Sakura deu um sorriso fraco.

-Eu sempre irei sofrer por ele, Kakashi. Antes era por amor e não ser correspondida, hoje é pelo fato de ele fazer nossa filha sofrer com sua ausência.

Kakashi fitava a ex-aluna com seu colar nas mãos e pegou a bijuteria, colocando no pescoço de Sakura, que se espantou com o toque repentino.

Não era acostumada a ter contatos físicos com Kakashi e isso a fez ficar um pouco constrangida. O platinado também se sentiu estranho, principalmente quando ficou com o rosto tão próximo ao da rosada, no momento em que seus braços rodearam o pescoço da kunoichi, afim de colocar o colar.

Sentiu a respiração de Sakura contra o seu rosto, mesmo que coberto pela máscara e fixou seu olhar ao dela, sentindo-se completamente estranho. Engoliu em seco e se afastou fitando o colar de seu pai.

-Quero que saiba que não está sozinha. De todos do time, nós dois sempre fomos mais próximos, eu sempre te protegia e você sempre cuidava de mim. Hoje além de proteger vocês duas, quero cuidar de vocês. - Sakura soltou um riso sincero.

-Você sempre cuidou de nós, Kakashi e quero te agradecer por isso - baixou o olhar e acariciou a presa do colar - você sempre esteve ao meu lado em tudo...francamente, como você conseguiu me aguentar todos esses anos? - Kakashi deu de ombros.

-As vezes eu não te escutava - brincou e riu ao ver a cara de brava da ex-aluna - calma, estou brincando.

-É bom mesmo! - ameaçou.

-Você é meio bipolar, mas acho que era isso que me fazia me sentir bem ao seu lado. - alfinetou, adorava provocar a mais nova, pois as reações dela o divertiam.

-Ah então eu sou bipolar? E você? Que sempre foi um pervertido. - Kakashi arqueou uma sobrancelha confuso.

-Pervertido? Eu?

-Sim! Lendo esses livros do Jiraya na nossa frente...- Sakura pensou em algo e logo corou arregalando os olhos.

-O que foi? - Kakashi perguntou confuso com o constrangimento repentino de Sakura.

-Nada, só estou com uma dúvida...

-Pergunte. - O mais velho a icentivou.

-Esquece...

-Vamos, pode perguntar, já até imagino o que seja. - mesmo se sentindo um pouco constrangido, a conversa estava ficando interessante para o shinobi.

Sakura arregalou os olhos e corou mais ainda, se sentia uma idiota por estar faltando com respeito ao seu velho sensei, mas que agora com essa dúvida em mente, a fazia começar a olha-lo com outros olhos, com uma visão mais analítica, uma visão de mulher.

A dúvida gerava imagens impróprias em sua mente e o prateado parecia estar lendo tudo que se passava na cabeça de Sakura neste momento. Por via das dúvidas, Sakura baixou a cabeça.

-Você quer saber se eu ficava excitado enquanto lia, não é isso?



[Continua...]



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...