1. Spirit Fanfics >
  2. O Zelo Do Uchiha >
  3. Capítulo 21

História O Zelo Do Uchiha - Capítulo 21


Escrita por:


Notas do Autor


desculpem pela demora 👉🏼👈🏼<br />Mas espero que vocês gostem, sinceramente amei escrever esse capítulo.<br />*aviso*<br />Se você for sensível não recomendo que leia

Capítulo 21 - Capítulo 21


Fanfic / Fanfiction O Zelo Do Uchiha - Capítulo 21 - Capítulo 21

Sakura on

Depois que ela me bateu seu celular tocou, ela olhou para ele e me olhou sorrindo

ligação on

-Oi Sasuke querido, tudo bem?- ela falou me olhando, Sasuke- Tão repentino, o que aconteceu?- ela veio até eu e tampou a minha boca e colocou no viva voz

-To com saudade, Sakura foi embora e não tenho mais ninguém para usar e me satisfazer- ele não... fiquei me mexendo até que conseguir tirar sua mão da minha boca

-Sasuke- falei e a Karin pegou um pano e colocou na minha boca

-O que foi isso?- escutei ele falar 

-Nada mas voltando ao assunto, na onde você quer ir?

-Fala você

-Que tal na sua casa?

-Quando?- ele tá levando isso a sério, fiquei olhando para ela que me olhava vitoriosa

-Amanhã

-Horário?

-14:00?

-Pode ser, até amanhã 

ligação off

-Parece que vou me divertir com o Sasuke- ela falou tirando o pano da minha boca, fiquei quieta- Fala alguma coisa vagabunda

-Tenha bom proveito- falei e ela me deu um soco na cara

-Isso é tão bom- ela falou me olhando, fiquei com raiva e enrolei a corrente no seu pescoço 

-Isso é bom- falei olhando no seu olho, ela se debatia e tentava gritar enquanto ficava vermelha

-Porra- escutei Utakata que apertou meu braço- Sai daqui Karin

-Vagabunda- ela me deu um soco

-Anda Karin- Utakata falou e ela me chutou antes de sair- Da onde tirou essa força? deveria estar fraca- ele falou alto mas parecia ser só pra ele

-Não me subestime- falei limpando a minha boca e me sentando

-Você deveria se olhar no espelho, tá com o rosto inchado, sangrando, cheio de marcas no corpo e sua boca está machucada dos lados de tanto que o Sasori e eu brincamos com você, agora eu me pergunto como deve estar sua buceta- ele enfiou dois dedos em mim

-Ahhh- gemi de dor

-Como esperado- ele falou e começou a movimentar e tirou sua arma da cintura e colocou na minha testa- Geme meu nome, quero ouvir você gemer meu nome vagabunda- ele bateu com a arma no meu rosto e voltou a deixar ela na testa

-Quando você souber dar prazer talvez alguém geme seu nome mas da minha boca você não vai ouvir- ele me bateu mais forte e enfiou a arma dele e mim e movimentou ela para frente e para trás, gritei de dor

-Eu vou te fazer gemer- ele falou me olhando, desviei o olhar dele que segurou no rosto fazendo olhar para ele de novo

Depois de um tempo ele enfiou seu pau em mim e me colocou sentado no seu colo e segurou minhas mãos atrás 

-Cavalga pra mim- ele colocou a arma na minha cabeça e destravou- Anda logo- comecei a cavalgar e ele segurou na minha bunda e deu um tapa- Ahhn isso é bom demais- ele beijou meus seios e os chupou, estava nojento demais

Gozei e em seguida ele gozou dentro de mim, me jogou no colchão e injetou mais heroína. Me beijou enquanto enfiava seu pau de novo em mim só que dessa vez rápido enquanto beijava meu pescoço 

-Desde daquele dia que nós beijamos na casa da Ino eu sempre quis te ter para mim, Sasuke só tirou o Sasori do caminho, o plano dele era fugir com você mas eu tive essa ideia- ele falou enquanto metia- Anww- ele segurou no meu cabelo e tirou de mim enfiando seu pau na minha boca e começou a enfiar no fundo da minha garganta com tudo, meu corpo estava mole demais, a única coisa que eu consigo fazer agora é chorar, está doendo demais. Ele riu enquanto me olhava e metia mais fundo até que gozou de novo

-Você é um psicopata de merda- falei cuspindo o gozo dele

-Você não viu nada ainda- ele falou abotoando sua bermuda e saiu, Karin voltou e estava brava

-Utakata me deixou brincar com você- ela falou segurando uma faca e passando no meu rosto, pegou uma algema e prendeu a minha mão que estava solta e enrolou mais a corrente

-Me deixa amarrada porque sabe que não tem chance comigo- falei vendo duas dela

-Do jeito que você tá eu tenho chance até com uma mão- senti mais uma picada no meu braço e uma tontura absurda- Você me deixou com um nariz quebrado- ela me deu socos no rosto, desmaiei na hora

Acordei com dor no corpo principalmente minha intimidade, estava com alguns cortes no corpo 

-Acordou querida- Utakata falou se aproximando e injetando mais heroína e um líquido no corte do meu corpo, doeu- É chato brincar com você quando está inconsciente

-O que é isso?

-Álcool para limpar seu machucado, vai saber o que a Karin colocou na faca. Ela estava doida para te matar de uma vez mas foi jogar dinheiro pra ela que esqueceu do assunto- ele passou a língua no meu rosto

-Sai de perto de mim- dei um chute entre as suas pernas

-Sua vagabunda- ele gemeu de dor e depois de um tempo me deu um soco bem mais forte que o da Karin- Agora você vai ver- ele injetou mais heroína em mim, não sei se vou aguentar isso. Não como e não bebo nada a dias, olhei pro lado e vi uma pessoa e escutei um barulho de tiro e desmaiei

Sasuke on

Os caras que havia chamado chegaram

-Sasuke porque a S.W.A.T tá aqui?- Naruto perguntou 

-Os chamei- falei- Temos um objetivo, apenas, achar essa menina- falei olhando para eles e o Yahiko mostrou a foto da Sakura- Já temos a localização, entraremos na surdina e a única pessoa que deve permanecer viva é ela o resto eu não dou a mínima 

-Sim senhor- os “policiais” falaram e o Neji e o Naruto só ficaram me olhando

-Vamos- falei e entrei no carro

Um membro da s.w.a.t dirigiu até o local, era no meio do nada e não havia casas ao redor. Um bom cativeiro, estacionamos entre a floresta que ficava de frente para casa, peguei um binóculo de visão noturna

-Vejo 10- um cara da s.w.a.t falou e eu confirmei

-Silenciadores, vamos pegar os filhas da puta de surpresa- falei e saímos da floresta

Cinco membros da s.w.a.t foram na minha frente, Neji e o Naruto ficaram um de cada lado e havia mais cinco atrás de mim

Eles mataram todos que víamos pela frente. A porta dos fundos estava aberta, entramos e três ficaram na porta

-Tá muito quieto aqui- Naruto falou, estávamos na cozinha entrei na sala e a Karin estava mexendo no celular, coloquei o dedo na boca falando pra ela ficar quieta

-Cadê a Sakura?- perguntei e ela apontou para uma porta que fica na escada, fiz um sinal e dois abriram a porta e uns ficaram com ela na sala, desci primeiro, devagar pois a escada era madeira e poderia fazer barulho

Cheguei no meio da escada e ouvi uma voz familiar gemendo de dor. Terminei de descer e vi o Utakata injetando algo na Sakura, dei um tiro nele que caiu no chão 

-Sakura- corri até ela, ela estava inconsciente, nua, gelada, com cortes no corpo, rosto sangrando e magra demais- Pega uma coberta, algo pra eu colocar...- falei e em minutos o Naruto me deu um lençol e eu cobri ela, um cara abriu a algema com um grampo 

-Agora eu sei porque você assumiu ela do dia pra noite, maravilhosa em tudo o que faz- Utakata falou, tinha atirado no seu ombro

-Dois minutos para a ambulância chegar- Neji falou

-Vai ficar tudo bem- falei tocando no rosto dela, ela começou a vomitar, à coloquei de lado

-Será que ela aguenta dois minutos? Estamos injetando heroína nela todo dia e a cada dia que passava aumentávamos a dosagem, overdose na certa

-Cala boca- falei- Levem ele e ela para o morro e deixem eles amarrado lá

-Estão chegando senhor- alguém falou, peguei a Sakura no colo, ela tá molinha. Fui para fora e um helicóptero pousou, coloquei ela na maca e entrei no helicóptero junto

Em minutos estávamos num hospital 

-Senhor espere aqui- uma enfermeira falou para mim e a Sakura foi levada para dentro de uma sala. Me sentei e liguei para a Tsunade

ligação on

-Estamos no hospital

-Qual?

-Clilend

-Estou indo

ligação off

Coloquei a mão no meu cabelo, se a Sakura morrer agora eu... meu celular tocou, Naruto

ligação on

-Onde você tá?

-Clilend

-Tá

ligação off

Depois de um tempo a tia dela chegou com a Ino, Hinata e a Tenten. Me levantei

-Obrigado- Ino falou e me abraçou, fiquei sem reação 

-Como ela estava?- Tsunade perguntou e eu só olhei pra ela

-Ela desmaiou e teve uma overdose- falei 

-Quem fez isso com ela?- Hinata perguntou 

-Sasori, Utakata e a Karin

-O que aconteceu com eles?- Ino perguntou 

-Sasuke matou o Sasori e com a ajuda da s.w.a.t achou ela e vai cuidar do Utakata e da Karin- Neji falou por mim

-S.w.a.t então você...- a Tsunade me olhou e sorriu de lado- Com licença- ela saiu, me sentei. Hinata falou com o Naruto e a Tenten com o Neji, Ino sentou e ficou quieta

Se passaram horas e um médico se aproximou da gente

-Parente da Sakura Haruno- Tsunade se levantou assim como todos

-Sou a tia- ela falou

-Sakura teve uma overdose, fizemos uma lavagem gástrica e estamos receitando carvão vegetal ativado junto com o soro e vitamina pois perdeu muitas. Ela tá com pneumonia e sem contar que sua vagina, boca incluindo a garganta e úteros estão machucados tirando o fato dos cortes no seu corpo que são superficiais. Ela está com uma costela fraturada que logo voltará ao normal e seu rosto com um cuidado extra voltará ao normal também 

-Podemos ver ela?- perguntei 

-Só a família por enquanto- ele falou

-Eu já volto- Tsunade falou e saiu junto com o doutor. As meninas estavam chorando, me sentei e fiquei olhando para a parede e me senti aliviado mas algo me dizia que ainda não acabou 

Me levantei e o Neji veio atrás de mim e fomos ao morro

-Me mata de uma vez- Utakata falou quando me viu. Ele estava sentado com as mãos amarradas e a Karin do seu lado com mãos pés e boca amarrada

-Sakura vai ficar bem- acendi um cigarro e me apoiei na mesa, olhei para Karin que estava chorando

-O que vai fazer com a gente?- Utakata falou

-Vou matar vocês dois- falei e a Karin arregalou os olhos e começou a se debater

-Não Sasuke- ela conseguiu tirar o pano da sua boca, olhei pro Neji que colocou de volta, suspirei

-Sakura está com a boca, garganta, vagina e o útero machucado e tenho certeza que essas coisas foi você quem fez a ela- olhei pro Utakata que sorriu maliciosamente 

-Só dei uma coisa que ela pediu- cravei meu maxilar e acendi outro cigarro 

-E os cortes e a maioria dos socos foram você- olhei pra Karin que negava com a cabeça- Ambos vão pagar pelo que fizeram com ela, eu vou garantir que seja da pior forma possível. Neji- falei e ele pegou a Karin e tirou ela daqui deixando só eu e o Utakata

-O que vai fazer? me estrupar assim como fiz com a Sakura?- meu sangue ferveu

-Eu não- falei e entraram dois homens na sala- Mas eles vão, ele é seu por 3 horas e não deem descanso pra ele, à e ele gosta de apanhar- falei olhando para os dois e sai dali indo para uma outra sala onde estava o Neji e a Karin

-Aí Karin o que eu vou fazer com você?- falei parado na frente dela que me olhava chorando- Eu gosto da Sakura, como nunca gostei de outra pessoa, ela me deixa feliz- segurei no seu cabelo puxando sua cabeça para trás- Te estrupar não vai ser o suficiente e te matar de uma vez não vai ser legal- soltei ela 

Fui até o Neji que está do lado de uma mesinha, peguei uma faca

-Vamos ver até onde você aguenta?- olhei para ela que negou com a cabeça. Me aproximei dela e passei a faca no seu rosto dando um corte de leve- Eu falei Karin, para nunca mais encostar um dedo nela- dei um soco no rosto dela e mais outro e outro

Sem mais delongas eu dei cortes nos seus braços e tirei sua camisa dando cortes na sua barriga e peitos. Neji a colocou de pé e eu continuei a dar socos nela, a mesma tinha os gemidos de dor abafados por conta do pano da sua boca. Olhei para o seu rosto imaginando o que ela fez com a Sakura e bati mais ainda nela

-Não aguenta uns soquinhos?- havia tirado a faixa da sua boca- Agora eu quero ouvir você implorar pra eu parar, gemidos de dor, hoje sim você vai gemer a vontade Karin- falei olhando pra ela que estava nua na minha frente

-Sasuke eu não vou aguentar- ela falou baixinho

-Eu não to nem aí se você vai aguentar ou não, que você vai sofrer vai- falei ainda olhando nós seus olhos

-Você vai pagar por tudo o que está fazendo- ela falou

-Com certeza- dei um soco na sua costela- Escutou isso? acho que foi a sua costela- dei mais um

-AAAAAAAA- ela gritou bem alto e cuspiu sangue

-Isso é musica pros meus ouvidos- falei segurando no seu rosto e dando um soco bem dado na sua barriga, voou sangue no meu rosto

Karin está toda ensangüentada, escorria sangue pelo seu corpo que pingava no chão. Coloquei uma faca na sua coxa, ela gritou

-3 horas se passaram tão rápido, agora eu vou cuidar do Utakata- falei e o Neji soltou ela que caiu no chão, ela tremendo tentou tirar a faca da sua coxa- Se poupe Karin, estava aqui pensando, não to satisfeito só com essas horinhas, vou voltar para o hospital e só vou matar você quando a Sakura acordar e eu me certificar que ela estará bem 

-Sasuke- ela sussurrava baixinho

-Neji amarre ela com os braços pra cima de novo, volto depois- falei saindo dali e voltando pro Utakata 

Quando me aproximei da porta pude escutar o grito dele, entrei na sala e ele estava mamando um enquanto o outro comia ele por trás 

Me sentei, acendi um cigarro e coloquei bebida num copo e bebi. Assim que eles terminaram saíram e deixaram nós dois asós na sala, ele estava jogado no chão, me olhou e seu rosto estava roxo/vermelho assim como seu corpo e sangrando

-Como se sente?

-Vai a merda- ele falou e cuspiu no chão 

-Você quem está na merda Utakata, ainda não se tocou? Sua mãe era uma puta que estava na casa noturna no dia da morte dela, dando para o antigo chefe

-Cala boca você não sabe o que tá falando- ele falou 

-Uma puta vagabunda que passou pela mão de todo mundo e daqui alguns minutos você vai seguir o mesmo caminho que o dela, vou te matar assim como mataram ela

-Foi você seu merda quem matou ela

-Não foi não- falei me levantando- Mas chega de falatório daqui a pouco tenho que ir ver a Sakura

-Eu vou morrer mas não me arrependo de nada do que fiz com ela- ele falou. Olhei pro lado e vi uma vassoura, peguei o cabo e fiz ele ficar de costa e meti no seu cu- AAAAAAAA- ele gritava de dor depois de alguns longos minutos eu parei e fiz ele olhar pra mim

-Eu achei que você fosse melhor que eu, mas pelo visto é só mais um merda- dei varias socos na sua cara e chutes na sua barriga

-Terminei Sasuke- Neji falou entrando 

-Acorda- chutei ele que cuspiu sangue- Amarra ele- falei e assim o Neji fez deixando ele amarrado com as mãos para cima. Acendi um cigarro e me aproximei dele- Estava pensando em te matar mas ainda não me sinto satisfeito- coloquei meu isqueiro aceso perto da sua barriga queimando ela, ele se contorceu

Peguei um alicate e arranquei duas unhas dele e três dentes o mesmo já estava ficando inconsciente, dei um tapa na sua cara

-Acorda filha da puta, ainda não terminei

-Mate-me por favor- ele falou baixinho

-Quero te fazer ter uma overdose, acha que aguenta quantas agulhadas?- perguntei e o neji apareceu com seringas

-Me dá um tiro- ele ainda falava

Peguei uma seringa e injetei nele todas as agulhas que o Neji havia trazido com a ajuda do mesmo

-Não...

-Você tá me torrando a paciência- peguei uma faca e cortei sua língua, ele cuspia sangue agora- Quer saber, já que eu estou com a faca vou fazer o que fazemos com os estrupadores daqui do morro...- peguei no seu pinto- Bom, acho que você já deve saber o que é- olhei pra ele- Isso mesmo, vou cortar o que você usou, hum... como eu posso dizer? PARA ESTRUPAR MINHA NAMORADA- fiquei com muita raiva e cortei, ele gritava de dor- Me ajuda Neji- falei quando terminei, ele não vai ter muito tempo e não demorou muito para que ele começasse a sair sangue pela sua boca e em questão de minutos ele estava morto não teve nem tempo dele ter uma overdose, acho que ele morreu por perda de sangue 

-O que vai fazer com o corpo?

-Enterre- falei limpando a minha mão- Vou pro hospital nós vemos depois lá 

-Tá- ele falou e eu sai dali

-Como ela está?- perguntei pra tia dela quando cheguei no hospital 

-Ela ainda tá inconsciente e não sabemos quando ou se ela vai acordar- ela falou, estamos de frente para o quarto da Sakura 

-Quando ela acordar vai ser doloroso pra ela né 

-Vai, só Deus sabe por quanta coisa ela passou

-Posso entrar lá?

-Pode- abri a porta e fui até ela

Segurei na sua mão e passei minha mão no seu rosto que está roxo e com cortes

-Oi...- suspirei- Eu senti sua falta... melhora logo tá? eu vou estar te esperando- dei um beijo na sua testa e sai da sala

-Tsunade faz um favor pra mim?- ela ficou me olhando

A levei para o morro e parei na frente da porta onde estava a Karin

-Não faça perguntas- falei e abri a porta

-Porra- Tsunade falou, me aproximei da Karin e dei um tapa na sua cara

-Acorda eu trouxe uma médica pra cuidado dos seus machucados- ela me olhou

-Sakura...

-Ta viva mas inconsciente e você sabe no que isso significa né- apertei seu rosto

-Tá, vou limpar seus ferimentos- Tsunade falou e eu me afastei da Karin

-Porque?- ela perguntou baixinho, acendi um cigarro e olhei pra ela

-Acho que vamos ficar bastante tempo aqui, ela vai cuidar dos seus ferimentos uma vez na semana para que se “cicatrizem” se não qual vai ser a graça te machucar sendo que você já não vai mais sentir nada?

-Socorro- ela falou olhando pra Tsunade que limpava seus ferimentos- Ahhhh- Karin gemeu de dor e a Tsunade falou algo no ouvido dela que balançou a cabeça e começou a chorar

-Obrigado- falei quando a Tsunade entrou no carro dela

-Eu que te agradeço Sasuke, eu não sei o que teria feito se não achasse a Sakura- ela falou olhando para frente 

-Vai com cuidado- falei e ela ligou o carro e saiu

Se passaram 2 semanas e a Sakura ainda estava inconsciente porém parecia melhor, com mais cor e menos magra

-Ahhhhh Sasuke por favor chega- Karin falou

-Vai acabar quando eu quiser- peguei o aparelho de choque e coloquei na sua buceta

-AAAAAAAAA- ela gritou se contorcendo. Karin ainda está com os braços amarrados para cima, seu corpo cheio de cortes, marcas de socos e tudo que se possa imaginar- Seu doente filha da puta- ela falou baixinho, ri e puxei seu cabelo para trás fazendo ela me olhar

-Eu sou o doente filha da puta que você tanto quis- coloquei o aparelho de dar choque na sua barriga e continuei a brincar com ele pelo seu corpo

Cada dia que passa fica mais divertido brincar com ela, arranquei alguns dentes dela, todas as suas unhas, brinquei com o meu isqueiro no seu corpo deixando-a com queimaduras, pedi para Tsunade marca com caneta onde é os pontos não letais para eu perfurar ela com a faca e todo dia eu perfuro um, joguei sal nas feridas dela, a enchi de soco, quebrava seu nariz e o colocava no lugar, quebrei alguns dedos tanto do pé quanto da mão e cortei seu tendão de Aquiles com a faca mesmo, dei um tiro no seu ombro, dou choque nela todos os dias e tudo isso em um mês 

-O dia hoje foi corrido e cansativo- falei quando cheguei na sala, acendi um cigarro e agora eu a deixava no chão gelado e jogava água de vez em quando

-Eu to com frio- ela falou encostada com suas costas na parede e olhando pro teto

-Não to nem aí- coloquei minha mão no bolso e fiquei olhando pra ela- O dia foi tão puxado hoje e sabe o que seria bom? escutar barulho de osso quebrando- ela me olhou e negou com a cabeça

-Por favor não, eu to cansada e dolorida me mata de uma vez ou me deixe ir eu não vou contar pra ninguém

-Sabe o que é mais triste? você achar que tem alguma chance de sair dessa viva- me aproximei dela e apaguei meu cigarro na sua clavícula que estava bem exposta, ela estava magra demais, dava “comida” pra ela uma ou duas vezes na semana dependia do meu humor

-Ahh- ela gemeu de dor, me levantei e fui até uma mesa

-Vem aqui Karin ver o tanto de material que eu tenho- olhei pra ela- Você não pode andar, esqueci

-Vai a merda seu filho da puta- ri e peguei o aparelhinho de dar choque e fui até ela, me agachei e o coloquei na sua buceta, ela segurou os gemidos de dor mas chorou, deixei por bastante tempo ali e sem avisar quebrei o seu braço e dei socos no seu nariz até escutar ele quebrar, ela estava tremendo, coloquei o aparelho de choque na sua barriga até que o meu celular toca

-Calma vagabunda ainda tem mais- falei limpando a minha mão e pegando o meu celular do bolso, Ino

ligação on

-Sasuke...

-Que foi?- estava aflito

-Ela acordou- meu coração acelerou 

-To indo

ligação off

-Sakura acordou, não é uma ótima notícia?- olhei pra ela que olhava para o braço e tentava encostar nele com sua mão trêmula, pisei no seu braço quebrado

-Aaaahhhhhh- ela me olhou- Me mata agora- ela falou entre choros, tirei meu pé do seu braço e peguei a minha arma a destravando e colocando na sua mão 

-Se você conseguir apertar o gatilho eu te deixo viver- os dedos dela nem se mexiam- Uma pena- peguei meu rádio e chamei o Neji e o Naruto

-Caralho- Naruto falou

-Sakura acordou vamos acabar logo com isso- falei pegando a arma da mão dela e me levantando

-Como?- Neji falou, olhei para os galões e o Neji entendeu o recado e pegou um pra mim

-Por favor não- ela falou com dificuldade e baixo 

-Implora mais- falei jogando a tampa do galão no chão 

-Por favor... Sa... su.. ke.. não quero morrer assim- ela falou, dei o galão pro Neji que jogou nela

-Um conselho Karin caso você reencarne, eu acredito em vida após a morte sabe. Não mexa com peixe grande caso contrário- acendi um cigarro com fósforo e joguei o fósforo nela

-AAAAAAA- ela gritava e já dava para sentir o cheiro da carne queimada, e depois de longos minutos dela gritando e se debatendo a mesma morreu e o fogo foi diminuindo

-O que vai fazer?- Neji perguntou 

-Pega os retos e enterre, vou no hospital ver a Sakura 


continua...



Notas Finais


Ufa, espero que vocês tenham gostado, comentem o que acharam e favoritem. Desculpa pelos erros de português e até a próxima.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...