1. Spirit Fanfics >
  2. OFFICE - STEREK >
  3. Parte 26

História OFFICE - STEREK - Capítulo 26


Escrita por:


Notas do Autor


E aí galerinha do barulho! Voltei! E como já antecipei esse é o penúltimo capítulo... Quero muito agradecer ao grande feedback que recebi com essa fic e dizer que junto com o último capítulo dessa história já irei lançar o primeiro capítulo de outra história STEREK tudo na mesma hora! Se vocês gostaram dessa provavelmente vão gostar da próxima! Mas agora deixem aí nos comentários o que vocês acham que vai acontecer no último capítulo dessa história e o que estão achando.

Capítulo 26 - Parte 26


- Galera a luz acabou... - Escutamos a voz de Jackson. 
- Nós não somos cegos. - Breaden rebateu. 
- Precisamos sair daqui. - Disse Derek acendendo o flash do celular. Todos fizeram o mesmo. 
- Derek não podemos sair pela porta principal. - Disse. 
- Pera aí o que tá acontecendo? - Jackson perguntou.
- O problema é que Peter está vindo pra cá. 
- E o que tem seu tio vir pra cá? - Breaden perguntou. 
- É uma longa história. - Disse ele. - Mas pra resumir ele não me quer vivo. 
- Pera aí o que? - Jackson tinha medo em sua voz. 
- Não temos tempo pra isso. - Adiantei. - Precisamos correr. 
- Certo. - Disse Derek. - No segundo andar tem uma saída de emergência. - Ele começou a andar em direção as escadas. - Provavelmente ele vai estar nesse andar esperando que a gente saia. Ou ele vai invadir. 
- E se ele estiver no andar de cima? - Ela perguntou. 
- Temos que arriscar. 
- Certo. - Disse ela. - Esperem um segundo. 
Ela foi até o sofá e pegou sua bolsa. Já iria dizer a ela que não tínhamos tempo para aquilo quando ela tirou um revólver de dentro da sua bolsa. 
- Ou ou ou. - Disse Jackson. - Da onde tirou isso?
- Digamos que ser apenas psicóloga não está me rendendo um bom dinheiro. 
- Então você... 
- É brincadeira idiota. - Disse ela. - Eu tenho porte. 
Seguimos pelas escada em direção ao segundo andar. Lá ficavam os quartos e uma porta em direção ao corredor principal que só podia ser aberta do lado de dentro. Todos se encostaram na parede e Derek se preparou para abrir a porta. 
- Prontos?
- Pode abrir. - Disse Breaden no momento que escutamos um enorme barulho no piso de baixo. Alguém havia arrombado a porta. Ou quem sabe a explodido. 
Essa foi a nossa deixa para corrermos para o corredor e ir em direção a escada de incêndio. Mas Derek foi na direção oposta. Segurando minha mão a todo tempo.
- Por aqui.
- Pra onde você tá indo? - Ela perguntou. 
- No fim desse corredor tem um elevador de serviço pra descer roupa suja. - Disse Derek. - Ele funciona com o gerador do prédio, então deve estar ligado.
Continuamos correndo até que no momento que iríamos virar para o próximo corredor vimos um tiro acertar a parede a nossa frente. A arma não tinha um som muito alto. Então provavelmente estavam usando silenciador. Viramos rapidamente e fomos até o elevador. 
- Ele não vai abrir a tempo. - Disse Jackson apertando o botão desesperadamente. 
Meu coração estava acelerado e acredito que todos estavam assim. O breu que o local estava deixava tudo pior. Derek segurava minha mão ainda mais forte. 
- Eu vou ganhar tempo. - Breaden correu até o início do corredor. 
No momento que dois atiradores iriam virar para o nosso corredor ela deu um disparo que os fez recuar. Eles com certeza não esperavam que alguém do nosso grupo estivesse armado. 
- Abriu. - Disse Jackson roubando nossa atenção. - Breaden! 
Ela olhou para trás mas continuou atirando enquanto recuava em direção ao elevador. Eu Derek e Jackson seguravamos a porta. 
- Corre Breaden! - Derek gritou. 
Ela estava a dois metros de nós quando foi atingida. Ela caiu no chão mais continuou atirando. Derek saiu abaixado do elevador. 
- Derek! - Gritei.
Ele a puxava para dentro. E mesmo assim os disparo continuaram até o momento que ele conseguiu trazer ela para dentro e a porta começou a se fechar. O barulho dos tiros ficou aínda mais forte até que a porta se fechou por completo.
Todos ficaram alguns segundos respirando fundo até que fomos despertos pelo grito de Breaden que tinha a mão vermelha em seu ombro. 
- Calma... Vai ficar tudo bem. - Disse Derek cortando a manga da sua camiseta para fazer um torniquete. Eu junto com Jackson a seguravamos. 
- Pessoal já vai abrir. - Disse. 
- Fiquem apostos. - Disse ela. - Eu vou ficar bem. 
- Você é da Cia? - Perguntou Jackson. 
A porta finalmente abriu. O barulho do elevador era o único em um completo silêncio que o prédio fazia. A essa hora gostaria de saber onde estavam os vizinhos de Derek. Provavelmente dentro dos quartos devido ao barulho do tiroteio. 
Depois de colocar a cabeça com cuidado vi que o corredor estava vazio. Derek trouxe Breaden com a ajuda de Jackson. Dei uma olhada no local quando tive uma ideia. 
- Ele com certeza deixou alguém nas saídas do hotel. - Olhei para trás. - Derek quantos andares tem esse prédio? 
- O que? 
- Me responde. 
- Vinte e oito. - Disse ele. - Tá querendo alugar um apartamento agora? Você pode ficar no meu. 
- Bastante gente... - Disse baixo. 
Fui em direção ao alarme de incêndio que foi o que me fez ter a ideia. Assim que acionei um grande barulho ecoou por todo o prédio. O que nos fez colocar a mão em nossos ouvidos. 
- O alarme de incêndio também está ligado pelo gerador aparentemente. - Disse sorrindo. - Não vai demorar muito pra todo mundo sair correndo dos seus apartamentos.

E foi isso que aconteceu. Depois de alguns minutos ouvimos um enorme falatório e seguimos a direção dele. Muitas pessoas vinham dos elevadores e das escadas. Todas correndo. O que nos permitiu entrar no meio delas. Derek e Jackson ainda seguravam Breaden. Eu fui um pouco atrás. No momento que senti uma dor insuportável nas minhas costas. 

 

 

 

 

Olhei para trás assustado. A primeira coisa que vi foi Stiles de Joelho com as mãos no chão. E logo atrás dele Peter com um de seus homens sorrindo. As pessoas corriam desesperadas para fora do prédio. 
O homem com a arma foi novamente na direção de Stiles e no momento que ele ia apontar sua arma para Stiles um buraco aparece em seu peito o que o fez cair instantâneamente. Olhei para o lado ainda sem acreditar e era Breaden novamente no chão. O sorriso de Peter desapareceu. 
Meus dentes estavam cerrados. O ódio que estava sentindo esquentou meu sangue instantâneamente. Olhei para Jackson. 
- Pega o Stiles. 
Com isso fui em direção a Peter que tentou correr mas fui até ele o pegando pelo colarinho e o jogando no chão com força. 
- Ei sobrinho. - Ele disse com cara de dor enquanto o segurava no chão. - Quer dizer agora que você vai me enfrentar? Será que vou ter que te ensinar uma... 
Acertei o primeiro soco, seguido do segundo, terceiro e não parei até que Jackson me tirou de cima dele deixando seu rosto totalmente vermelho e desfigurado. Não estava dentro de mim. Se me deixassem eu iria o matar ali. 
- Derek... - Disse Jackson. - O Stiles precisa de você! 
Foi só no momento que ele disse o nome dele que me virei e fui até ele que estava parado e com os olhos abertos. Breaden estava ao seu lado. 
- Stiles? Stiles!? 
- Eu acho que ele não está respirando... - Disse ela. 


Notas Finais


Desculpe os erros como sempre e até!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...