História One Hundred Years of Love - Capítulo 35


Escrita por:

Postado
Categorias Ariana Grande, Austin Mahone, Fifth Harmony, Halsey
Personagens Camila Cabello, Lauren Jauregui
Tags Camilacabello, Camren, Camreng!p, Laureng!p, Laurenjauregui, Normanih
Visualizações 168
Palavras 2.141
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Ficção Adolescente, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olá tudo bem pessoal ?

Espero que gostam do capítulo de hoje, tentei escrever o mais rápido possível mesmo, mas foi o máximo que consegui kkk.

Então já deixa seu voto, e vamos a mais um capítulo nos encontramos lá em baixo.

Capítulo 35 - Capítulo 32


Londres, Inglaterra.

Segunda-Feira, 12 de Dezembro,09:04 PM.

POV Karla Camila

Tava quase, faltava apenas um pouco pra Lauren estar dentro de mim por completo, quem era a pessoa que estava fazendo isso ? Olhei pro lado, vendo ser Halsey ali na porta com um olhar cínico.

- Opa desculpa... - Ela se virou de costas, Lauren pulou de cima de mim, já arrumando sua calça olhando pra Halsey, meu Deus nunca tinha visto Lauren ficar tão vermelho quanto ela estava agora.

- É... o que você quer ? - Lauren nem olhou pra Halsey que estava ainda de costas pra nós ali.

- O jantar está pronto, Dinah mandou chamar vocês. - Ela ainda estava falando com uma ironia na voz, e estava fazendo Lauren ficar mais vermelha ainda, eu apenas me cobri, iria vestir minha roupa depois.

- Tá a gente já vai descer. - Lauren olhou pro chão. - Por favor não conta pra ninguém isso que você viu não.

- Como quiser, mas não sei até quando irei segurar isso não, é muito novo. - Halsey deu uma risadinha, e Lauren já bufou. - Tô brincando, não irei dizer nada não, vou esperar vocês lá em baixo.

Halsey fechou a porta, ajoelhei na cama, abraçando Lauren por costas já que a mesma estava virada pra porta.

- Vamos descer agora ? - Perguntei deixei uma beijinhos em seu ombro.

Ela não respondeu nada, vi seu olhos se fechar prestei atenção vai que a mesma estava passando mal ou algo do tipo eu poderia ajudar.

- Tá tudo be... Aii... - Nem me deu tempo de responder, Lauren se virou me jogando na cama em VDV vindo pra cima de mim.

- Você me fez perder a cabeça amor. - Ela me olhou, com um semblante risonho, suas mãos seguravam meus pulsos com firmeza, meus olhos não desgrudaram dos delas.

- Eu sei e eu amei isso, você bem que poderia perder mais vezes não é mesmo ? - Disse mordendo meus lábios, apenas pra provocar mais um pouco ela.

- Não faz isso, eu fico com vontade de morder essa boquinha. - Ela passou seu polegar pelo meu lábios, pra em seguida aproxima e dar uma leve mordida, puxando já o soltando lentamente.

Puxei a mesma já beijando sendo um beijo agressivo, nossas línguas guerreavam dentro de nossa boca, eu não deixei que ela ganhasse não, virei meu corpo a deixando por baixo de mim, meu lábios foram pro seu pescoço, no qual mordi, chupei com violência, ela apenas soltou um suspiro alto.

- Quer que eu pare bebe ? - Olhei em seu olhos com o olhar mais sexy que eu pude fazer, me inclinei ficando um pouco de 4 sobre ela.

- Querer eu não quero. - Seu olhar foi pra baixo e logo voltou pro meus olhos. - Se veste vamos descer.

Ela se sentou me fazendo sentar em seu colo, levantei me arrumei com seu olhar quente sobre mim, eu sabia que ela estava excitada, pois um volume se fazia em sua calça.

- Agora vamos descer, e por favor não faz isso mais de me deixar louca da cabeça, eu quase fiz coisas que eu não queria fazer por agora. - Ela se levantou deixando um selinho em meus lábios.

Lauren pegou em minha mão, e assim saímos do quarto e descemos pra sala, aonde eu já podia ouvir algumas vozes.

- Chegamos pessoal. - Lauren disse, se sentando no sofá e aproveitei e sentei em seu colo, entrelaçando em seguida meus braços em seu pescoço ficando por ali mesmo.

Todos olharam pra nós, mas eu não me importei por que todos iam dizer, ou achar da nossa aproximação assim.

- Achamos que não iam descer, tá louco que demora, vamos comer que a comida está esfriando ! - Normani exclamou, saindo na frente, e logo cada um seguiu a mesma.

Todos estavam sentados na mesa, já se servindo esperei que todos se servisse, minhas mãos ficaram mas coxas de Lauren abaixo da mesa. Todos estavam entretidos em conversas, enquanto eu e Lauren estávamos entretidas no nosso assunto das mãos.

Mais por provocação mesmo, subi minha mão até seu membro que estava disfarçado, mas ainda assim estava duro dentro daquela calça. O apertei sobre a calça, e por impulso mordi meus lábios, era bom sentir isso em um lugar que não podia fazer nada.

Lauren retirou minha mão do seu membro, seu olhar era mais por súplica, pra pelo menos ali não fazer isso de a provocar. Eu não iria aceitar isso tão fácil, isso eu sabia, iria fazer muito mais ali ainda.

- Elijah, te agradeço muito por ter nos ajudado a salvar ela. - Lauren pegou em minha mão, olhando em minha direção e depois voltou a olhar pro Elijah.

- Eu já perdi uma vez uma pessoa que eu gostava muito, eu não fui atrás dela, eu a deixei e ela morreu, nunca me perdoei por isso. - Elijah olhou pra nós duas, enquanto falava. - E você Lauren, demorou muito tempo pra encontrar o seu amor, e dá pra ver que você ama ela o brilho nos seus olhos quando você fala dela, os toques, tudo eu não podia deixar mais uma humana morrer assim.

- E eu amo ela mesmo, como nunca amei ninguém. - Lauren deixou um beijo em meu rosto. - E agradeço a Dinah e a Normani por ter me encontrado aquela noite quase morta, e pode ainda ver algo em mim e me trazer com vocês.

- Você foi especial Laur... e nós nunca iríamos deixar uma pessoa largada em um canto qualquer. - Normani olhou pra Lauren, seu semblante era de afeto pra Lauren.

- E obrigada por me aceitar gente, no começo eu não fui uma pessoa muito certa nem com Lauren e muito menos com vocês, e agradeço muito por deixarem eu entrar pra família. - Falei, olhando pra todos na mesa, agradecendo um a um apenas com o olhar.

- A Camila, era você ou ver o bico da Lauren em todas festas comemorativas. - George cortou o clima todo fofo que estava na mesa com uma piadinha sobre a Lo.

- Era uma comédia a gente saia em casal enquanto Lauren andava com a gente apenas segurando vela. - Halsey contou isso rindo. - Lembra do dia que fomos pra Paris ? Tadinha a Laur desapareceu por uns dias, por não aguentar a gente todos de casal.

- Eu saí com a Ally, ela foi pra lá por causa de mim, a gente fez muitas loucuras lá, mas vamos parar de lembrar do passado vamos agora viver  apenas o presente, então vamos comer antes que esfrie. - Todos se calaram com o tom autoritário que Lauren usou, eu apenas mordi meus lábios com isso, voltando a me alimentar como ela havia mandando.

(...)

10:47 PM

Eu e Lauren lavamos as louças usadas no jantar, pois já que a gente não havia ajudado quando estava sendo feito, ficamos com a parte mais ruim de fazer.

Lauren lavava a louça, enquanto eu apenas secava, a mesma lavava bem rápido, minha mãe e Elijah havia ido pro quarto, ficando apenas eu de humana naquela cozinha.

Dinah aproximou de Lauren, com uma bolsa de sangue entregando em suas mãos, que logo abriu já sugando com toda vontade, seus olhos se fecharam e logo se abriram, ficando negros e as mesmas veias saltadas em baixo de seus olhos.

Ela olhou pro chão no mesmo momento, respirando fundo pra se acalmar. Ela olhou pra mim de novo, seus olhos que eu tanto amava estava ali, o verde.

- Desculpa pelo o que você viu. - Falou ela pra mim, apenas aproximei deixando um selinho nela.

- Eu estou com você em tudo amor, até mesmo nesse momento de descontrole. - Lauren sorriu fazendo um carinho em meu rosto.

Logo terminamos de lavar aquela louça toda, que tinha muita por sinal.

Meses depois...

Casa Kordei-Hansen, Sexta-Feira, 10 de Abril, 05:21 PM.

POV Lauren Jauregui

A casa estava muito movimentada, com vários carros e caminhões entregando o que seria usado no meu casamento. Sim, meu casamento, o tempo vôou e o dia já estava próximo.

A cerimônia seria ali mesmo no quintal da nossa casa, a festa também seria ali. Camila havia vindo ontem pra acaba de acertar todos os preparativos.

Eu apenas estava vendo da sacada do meu quarto, eu não demonstrava felicidade ou nada do gênero, eu estava neutra muito neutra. Eu estava nervosa pra que isso acontecesse, que eu apenas queria que passasse o mais rápido possível, pra então tudo voltar ao normal.

- Lauren ? - George me chamou, virei pro mesmo que estava na porta do meu quarto.

- Eu. - Disse virei pro mesmo, minhas mãos estavam nos bolsos.

- Dinah e Normani estão chamando você no quarto delas, elas querem bater um papo com você. - Apenas balancei a cabeça, virando novamente pra janela.

A porta se fechou, me deixando ali sozinha de novo. Não deixei elas esperando muito, arrumei minha roupa, dando meia volta saindo do meu quarto, caminhando até o delas, dei uma leve batida, escutando um entra como resposta.

- Estavam me chamando ? - Perguntei.

- Senta aqui na cama vamos conversa um pouco. - Dinah tomou a palavra.

Sentei no pé da cama, olhando diretamente para as duas que estavam em pé a minha frente.

- Você está feliz com isso Laur ? Com o casamento que vai rolar ? Com tudo ? - Suspirei, mais meus olhos apenas se desviaram por uns segundos pra logo se conectar novamente.

- Com o casamento sim... eu estou preocupada com outra coisa... - Meus olhos se desviaram de Dinah pra se conectar com Normani, pois ela sabia do porquê eu estava nervosa daquela maneira.

- Amor, você pode sair um pouco pra eu ter um papo com a Lauren ? - Mani ficou me olhando enquanto falava com Dinah.

- Claro, eu vou esperar ali fora. - Dinah estava com uma careta no rosto, ela não sabia nada disso, ainda bem que a morena a minha frente não disse pra ela sobre o que contei aquele dia.

Normani andou pelo quarto, indo até seu armário, retirando de lá uma raiz de alguma coisa que eu não soube identificar o que era. A mulher a minha frente retirou um esqueiro do bolso, acendendo aquela raiz, e sussurrando baixo.

Meus olhos ficaram nela, em cada movimento seu, Normani colocou aquela raiz em um recipiente ao seu lado esquerdo, pra só então sentar ao meu lado, já pegando em minha mão.

- Você está com medo de não conseguir dar prazer pra ela não é mesmo ? - Olhei em seus olhos castanho escuro pra responder apenas com um sinal positivo com a cabeça. - Laur... Você não precisa ter medo disso, não jogue tudo em suas costas, tenho certeza que você vai se sair bem.

- Mani, eu não sei... ela já teve mais parceiros pela vida dela, eu apenas tive ela, quer dizer eu vou ter ela. - Disse, bem baixinho com medo deles lá fora poder escutar.

- Pode falar na altura que quiser, quando essa raiz ainda tiver queimando ninguém escuta a gente. - Ela botou meu cabelo atrás da orelha. - Tudo bem ela pode ter ficado com homens e mulheres, mas uma vampira virgem de quase 150 anos ela nunca ficou.

Mani era a única que me podia fazer rir nesses momentos, ela passou confiança com seu toque em minhas mãos.

- Será mágico tanto pra você, tanto pra Camila, eu tenho certeza tira esse medo da cabeça, você vai conseguir, ela vai amar e vocês vão ficar juntas por todo esses anos que você tem com ela. - Olhei pra Mani, como assim " Esses anos que você tem com ela.", eu teria a eternidade.

- Eu vou ter a eternidade com ela Mani. - Disse, a bruxa a minha frente soltou minhas mãos.

- Você vai transformar ela ? - Ela se levantou, um pouco assustada. - Lauren isso é perigoso, você sabe que quando te transformamos os Lordes estavam em seus repousos, se caso der errado nossa família toda irá morrer.

- Eu consigo fazer ela se controla, e você não vai fazer eu mudar de idéia Mani desculpas mesmos, eu não irei esperar daqui 80 anos pra eles terem seu repouso de 100 anos, até lá eu não terei ela comigo mais. - Sai do quarto, batendo a porta com força e como sabia os 3 estavam ali fora tentando escutar algo, mas por causa daquela planta não conseguiram.

Eu não iria deixar o único amor da minha vida morrer, pra eu voltar a ficar sozinha nas sombras como eu vivia em toda minha vida, Camila Cabello seria a minha companheira tanto nas sombras, tanto na luz. 


Notas Finais


Como estamos ?

Espero que tenham gostado do capítulo hoje, então não deixa de deixar seu voto e comentário.

Ajuda a Tia aqui a divulgar a fanfic, pra ela ficar mais famosa do que já é.

A próxima fanfic a ser atualizada será: Hate and Love.

Ah e hoje tem atualização de Between Couples então fique ligados.

Me seguem nas redes sociais:

Instagram: @facidente.

Twitter: @FAcidente.

Até a próxima pessoal, Love u baby's.

Fiz um grupo no whatsapp: https://chat.whatsapp.com/3pLhaWAyiSqFi1niBR608f


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...