História Operação Cupido - Capítulo 15


Escrita por:

Postado
Categorias A Origem dos Guardiões, Como Treinar o seu Dragão, Enrolados, Frozen - Uma Aventura Congelante, Valente
Personagens Anna, Astrid, Elsa, Flynn Rider, Hans, Jack Frost, Kristoff, Mérida, Personagens Originais, Rapunzel, Soluço, Stoico, Valhallarama
Tags Dagylfe, Romance
Visualizações 23
Palavras 595
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Famí­lia, Romance e Novela, Saga, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oi gente.
EPA...como podem ver no título do capítulo,o casal Dagylfe vai dar um grande passo.
Boa leitura!

Capítulo 15 - Recaída


Fanfic / Fanfiction Operação Cupido - Capítulo 15 - Recaída

Na delegacia...

Pov's Sophie

-Eles entraram numa briga?Depois eu que sou encrequeiro!-exclamou Stoico incrédulo.

Eu estava na sala do delegado com meus irmãos e meus primos.

-Alguém vai ter que pagar a fiança-alertou o delegado sério.

Nos entreolhamos.

-Eu deixei meus cartões de crédito em casa...-sussurrou Stoico constrangido.

-Então deixa comigo-declarou Camélia entregando seu dragão de pelúcia para Vitória e vasculhando sua bolsa rosa.

Arregalei os olhos chocada quando ela retirou um cofre de porquinho e pôs em cima da mesa.

-Pode soltar meus pais!-enfatizou sorridente.

-Camélia...de onde você arranjou dinheiro?-questionou Rose chocada.

-Eu tenho umas economias-deu de ombros e encarou o delegado aborrecida-Pode soltar logo os meus pais?Eu não tenho a noite toda.

Engoli o seco,ainda em choque.


-Tenho medo dessa menina...-confessou Vitória assustada.


(...)


Em casa...


Distance-Christina Perri(Feat.Jason Mraz)


Pov's Seeylfe


Eu estava no quarto com Dag.Estávamos sentados na cama e eu cuidava dos seus machucados com remédio.


-Tô impressionado-comentou-Você saiu da briga sem nenhum arranhão...Aí!-protestou quando botei mais remédio no corte em sua bochecha.


-Fica quieto-ordenei impaciente.


-Sabe como vai sarar?-brincou-Se você der um beijinho.


-Não!Nada de beijinho!-neguei incrédula.


-Por favor...-insistiu fazendo beicinho.


Grunhi irritada,rolando os olhos.


-Como você é chato...-resmunguei.


Voltei minha atenção para o machucado,mas Dag virou o rosto bem rápido e me deu um selinho.


Arregalei os olhos,sentindo meu rosto corar violentamente.


Pov's Vitória


Eu e Sophie gritamos silenciosamente.

Pov's Seeylfe

-Não era pra isso ter acontecido-confessei abaixando o olhar constrangida.

Ergui meu olhar para encarar Dag novamente,mas arregalei os olhos quando ele segurou meu rosto e me beijou ferozmente.

De olhos fechados,ele meteu a língua na minha boca e não resisti.Fechei os olhos e agarrei seus cabelos com força.

Ele desceu as mãos para as minhas costas e me puxou pra si,fazendo nossos corpos se encostarem.

Gemi quando ele mordiscou meu lábio inferior e acabei o empurrando,quebrando o beijo.

Com a respiração ofegante,levei a mão à minha boca inchada.

-O que foi?-perguntou ele ofegante.

-Não era...-minha voz morreu enquanto eu sentia meu coração batendo muito rápido.

-Seeylfe?-chamou.

Me pus de pé e saí do quarto às pressas.

(...)

No dia seguinte...

Pov's Sophie

-Eles se beijaram?-perguntou Tia Astrid empolgada-Já tava na hora!

-Tem um jeito de...avançarmos o relacionamento deles?-perguntei curiosa.

-Tem sim-afirmou Tio Soluço com um sorriso maroto-Não vou explicar porque,só façam o que eu disser.

(...)

-Mãe?É verdade que papai te ensinou a se defender?-perguntou Vitória curiosa.

Vi papai se engasgar com o café e mamãe ficar vermelha de vergonha.

-Bom...quando conseguíamos,treinávamos-respondeu nervosa.

Quando conseguiam?Não entendi.

-Porque vocês não treinam juntos?-sugeri marota-Pode ser legal.

-E podem até fazer uma amostra para nós-completou Vitória sorridente.

(...)

Pov's Seeylfe

Entrei na sala de treino vendo que Dag se alongava.

-Cadê as meninas?-perguntei confusa.

-Elas est...-respondeu se virando e arregalou os olhos ao me ver.

-O que foi?Minha roupa é decente-rebati.

-Mas sabe que isso me atrai muito-gemeu frustado.

Nos anos em que fui casada com Dag,às vezes quando íamos treinar,no calor do momento,acabávamos...nos amando daquela maneira.

-Esse treino não é uma boa idéia-afirmei me virando e querendo sair.

Arregalei os olhos quando senti ele puxar pra trás e minhas costas colarem em seu peitoral.

-Dag!-gemi quando ele atacou meu pescoço com beijos ferozes.

Me virei de frente pra ele e nos beijamos com tudo.Ele agarrou minha cintura e eu agarrei seus cabelos.

Ele me guiou pra trás e me encostou na parede,deixando meus lábios e atacando meu pescoço outra vez.

Meti a mão dentro da sua blusa e acariciei seu abdômen forte,começando a subir sua blusa.


Notas Finais


Até!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...