História Os Geodos - Resistência e Amor Gem - Capítulo 13


Escrita por:

Postado
Categorias Steven Universe
Personagens Personagens Originais
Visualizações 8
Palavras 1.222
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Romance e Novela
Avisos: Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


84 anos ilaarji depois... taram!!!! O novo capítuloooooo

Capítulo 13 - Juramento e golpes baixos


Bixbite POV

 

Após escolhermos o nome de nosso exército de rebeldes, fizemos um juramento sobre as próprias armas, que era assim:

 

“De agora em diante dedico minha existência

A proteger o Planeta Hexagonal e seus seres e povos

Lutarei por essas causa

E, se preciso for, morrerei por ela

Se em algum momento eu contrariar esse propósito

Ou me acovardar dele

O estilhaçamento por minha própria arma (nome da arma) será o meu fim”

 

Jurei sobre o meu chicote e em seguida Orange Pearl o fez sobre sua adaga. As outras gems foram repetindo o juramento sobre as próprias armas. Pela primeira vez vi um certo brilho em seu olhar… não que eu perca meu tempo olhando para pérolas inúteis, mas ela parecia entender que o juramento era realmente a sua existência. Isso me pareceu um bom sinal.

 

Quando anoiteceu, estávamos todos  andando a caminho do templo, quando notei a ausência de Eshru e Mayuts. Grandidierite chegou esbaforida.

 

-Comandante! Os reforços da Orange Diamond chegam agora! E eles vão fazer uma grande atrocidade se não a deter!

 

Realmente, um brilho alaranjado distante no céu anunciava a chegada, em breve, da Diamante e da minha superior Yellow Beryl.

 

-Geodos! - Gritei para as gems que vinham atrás - Sigam a nave! Vamos cercá-la antes de pousar.

 

Todas as gems que estavam na frente me obedeceram e repassaram a ordem para as de trás,  que as seguiram. Saquei dois chicotes e os coloquei em chamas.

 

Quando a nave, cujo formato era de um pé, pairava a poucos metros do chão, uma comporta se abriu. As coríndons ergueram suas armas no mesmo instante. Um enorme feixe de luz branca saiu e fui puxada para dentro da nave.

 

*************************************

 

-Quem diria… minha serva mais fiel, me trair dessa forma. Não esperava isso de você, Bixbite Faceta 18 Corte 4LG, mas você terá uma punição exemplar.

 

Orange Diamond andava de um lado para o outro da sala, séria, olhar calmo.

 

-Sabe esse planeta estúpido? Vai ser destruído em instantes, colocamos uma superdrusa no solo, que vai explodí-lo. - Disse a Diamante, saboreando as próprias palavras - Sabe essas criaturas ridículas que você defende? Foram encurraladas em seus próprios buracos e soterrados. Alguns exemplares foram recolhidos para… serem úteis a minha corte, como pagamento à destruição da nave da Hematita.

 

Bufei indignada. Fui tão estúpida quanto um quartzo ao fazer a revolução. Agora as criaturas ilaarji iriam pagar por isso… Olhei para o lado mas Orange Pearl não estava ao meu lado. Poderíamos nos fundir e Cimófano iria conseguir sair daquela sala e libertar as ilaarjis.

 

Subitamente Orange Diamond se virou para um corredor e bateu palmas:

 

-Calcedônia! Chame Yellow Beryl e traga a Ultimate.

 

A Calcedônia Amarela prontamente a atendeu e logo apareceram Yellow Beryl, sua Pérola Amarela e um aparelho semelhante à ponta de um foguete, empurrada por uma Calcedônia.

 

-Sua revolução acaba nesse momento! - Disse Yellow Beryl - Você vai ser reduzida a pó.

 

Tentei colocar fogo na maca onde estava amarrada, mas isso não derreteu as cordas metálicas e grossas. A Pérola Amarela riu satisfeita dos meus esforços e apertou o botão. A ponta, voltada para mim, começou a se iluminar…

 

De repente AG e AL brotaram. Os dois deram um encontrão em Ultimate, que foi derrubada no chão e a Pérola se agarrou a ela, tentando desativá-la. Calcedônia deu um choque em AL com sua varinha, mas ele a chutou longe e ambos começaram a lutar.

 

AG rapidamente cortou minhas cordas com sua lança afiada e eu me levantei de um salto, passando as mãos em meu espaldar e retirando dois chicotes em chamas.

 

-Diamante Laranja - Eu disse - Por que ao invés de simplesmente capturar a líder, não fazemos uma guerra justa? Eu coloco meu exército em campo para lutar contra o seu. Nunca achei que uma Diamante fosse tão baixa.

 

Orange Diamond fez uma careta de raiva. Yellow Beryl avançou para mim com um desestabilizador em mãos, mas eu me transformei em uma esfera vermelha de fogo e a amarrei girando. Um grande clarão branco preencheu a sala e Pérola Amarela foi reduzida a um pó pálido.

 

-Que prejuízo! Minha Diamante, faça eles pagarem por isso! - Ela gritou e eu agitei os chicotes, fazendo várias labaredas correrem seu corpo e a puffarem.

 

AL conseguiu puffar a calcedônia, fincando uma enorme estaca de quartzo nela. Encarei Orange Diamond.

 

-Não é melhor aceitar nossa proposta, Diamante?

 

-EU NÃO ACEITO PROPOSTAS DE TRAIDORAS!

 

Ela tentou socar as ametistas, que correram para mim e me arrastaram. Ficamos os três invisíveis e Orange Diamond ficou desnorteada nos procurando.

 

Nos jogaram dentro de uma cela e saquei meu chicote para lutar, mas era uma criatura ilaarji cor de cobre que havia nos puxado.

 

Ao invés de as celas estarem separadas entre si e apenas uma ilaarji dentro, as criaturas conseguiram, não sei como, desfazer as paredes e fundir a cela em um enorme compartimento. Elas estavam fazendo medições e apertando  despregando peças da parede da nave, e Orange Pearl estava ali, trabalhando junto, como se fosse uma delas. A criatura que me salvou cutucou-a.

 

Ela olhou para mim e veio correndo.

 

-Comandante! Que bom que te encontraram. Quem te resgatou é Woksu. Não temos muito tempo, só me ajude a encaixar esse painel.

 

Era um painel em escrita ilaarji, simples, mas extremamente sensível ao toque e com grandes gradientes de força e velocidade, além de alinhamento magnético. Fiquei boquiaberta.

 

-Então vocês fizeram uma nave com essas celas?

 

-É, quem mandou a sua Diamante mexer com os Obó, o tipo 29, as maiores construtoras e conhecedoras de naves e rotas de fuga da galáxia? - Disseram Orange Pearl e a criatura Obó, como se tivessem ensaiado a fala para quando me encontrassem.

 

As ametistas se acabaram de rir e eu caí na gargalhada.

 

-Até parece que você é uma delas. Você ainda é minha pérola e deveria ter estado comigo na hora que a Diamante iria me despedaçar - Eu disse, séria e irritada.

 

Ela parou de sorrir e abaixou a cabeça. AG e AL me olharam feio.

 

-Mas nós escapamos das celas e fomos te defender!

 

-Depois falamos sobre isso - Eu disse bruscamente - por ora, obrigada por terem sido úteis.

 

Encaixamos, em segundos, o painel no lugar assinalado pelas Obó e Woksu a ligou. Saímos rápida e suavemente da nave da Diamante.

 

-Vocês fizeram até as janelas? Sinceramente, isso é genial - Disse AG-.

 

Woksu apenas sorriu, marotamente, enquanto pilotava. Orange Pearl sorria e olhava para a Obó com um ar de cumplicidade.

 

As outras criaturas estavam concentradas no voo, igualmente. Até que uma se encaminhou para falar com AG e AL:

 

-É hora de vocês saltarem. EshruTa´ake me enviou uma mensagem de urgência falando que vocês precisam estar numa caverna quando a super drusa explodir.

 

-Mas isso não vai nos destruir? - Perguntou AL.

 

-Não, vai proteger vocês - Respondeu Woksu.

 

Uma comporta se abriu e as duas gems saíram.

 

-Sabe, Bixbite, agora que temos algum tempo, queria te pedir um grande favor - Disse Orange Pearl.

 

-Você não está em condição de pedir nada a mim, sua desobediente - Respondi.

 

-Na verdade não vou pedir - Disse ela, com expressão fechada - venho te comunicar a minha decisão de me tornar uma híbrida de Pérola com Obó.

 

Ouviu-se uma explosão.





 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...