História Paradise. - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin)
Tags Bts, Jin, Kim, Kpop, Namjoon, Seokjin, Yaoi
Visualizações 11
Palavras 502
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ficção, Ficção Adolescente, LGBT, Shonen-Ai, Universo Alternativo, Yaoi (Gay)
Avisos: Homossexualidade, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Essa oneshot eu fiz em uma conta antiga que foi hackeada, não tá igual, pode não estar boa mas eu gosto dela então resolvi postar :).

Quem gostar obrigada quem não gostar paciência.

boa leitura.

Capítulo 1 - Paradise


Namjoon parou na ponta da calçada, pegando o celular que antes estava no bolso do seu moletom, e o desbloqueou. Foi na lista de contatos e clicou no único número salvo que continha um coraçãozinho. O contato de Seokjin.

Colocou o celular perto do ouvido, e assim que ouviu a voz do outro, sorriu respondendo prontamente. Iriam sair, para um museu, pela primeira vez em três meses.

—Hyung, estou chegando–Assim que falou, pode ouvir uma buzina do outro lado.—Está dirigindo ?

—Sim, eu estou andando rápido para não me atrasar, e estou prestes a atravessar um sinal vermelho.

—Não fique no celular quando estiver dirigindo, eu vou desligar, nos encontramos no museu, preciso lhe entregar uma coisa.

—Hum, estou curioso, o que é ? É de comer ?

A pergunta do mais velho foi respondida por um "tu-tu-tu" assim que o moreno desligou. Riu e encarou a foto de Namjoon no celular por um tempo. E naquele momento confessou para si mesmo que os dois não eram apenas amigos de faculdade. Pisou no acelerador e largou o celular em cima do banco ao lado, a felicidade que estava estampada no seu rosto se transformou em uma expressão assustada quando viu que atropelaria alguém que atravessava a rua. Seokjin até tentou parar.

Mas era tarde demais.

Foi tão rápido, que a única coisa que conseguiu fazer foi fechar os olhos antes de voar e atravessar o vidro do seu carro, caído na frente do veículo, ao lado de alguém. Seu corpo estava repleto de cortes, juntamente aos pequenos cacos de vidro que adentrar sua pele.

Os olhos fechados foram abertos lentamente, o Kim mais velho não sentia dor física pela adrenalina que sentia.

Mas ao ver quem estava do seu lado, ao ver quem foi a pessoa que atropelou, a dor em seu coração lhe fez deixar as lágrimas rolarem pelo rosto cortado e sangrando.

Namjoon estava ao seu lado, com os olhos fechados, a boca entreaberta sangrando. Seu peito não subia e nem descia. Não estava mais respirando. Na sua mão direita estava o celular, e na mão esquerda uma flor de cerejeira. A flor preferida de Seokjin. A flor que antes era branca agora estava em um tom avermelhado, manchada com o sangue do rapaz que a segurava. Por um momento, arranjou força em um dos seu braços, para colocar sua mão em cima da mão de Namjoon que segurava a flor. Retornou a fechar os olhos e um sussurro que somente os dois podiam ouvir saiu da boca do loiro.

-obrigado.

Um obrigado por Namjoon ter sido o primeiro a falar consigo quando entrou naquela faculdade. Um obrigado por Namjoon ter se tornado o primeiro a fazer amizade consigo naquele lugar, o primeiro a se importar consigo.

O primeiro rapaz que lhe fez amar.

E a última coisa que conseguiu fazer, antes de começar a sentir a dor do seu corpo, junto a dor sentimental, e começar a ouvir os feitos das pessoas e os sons de ambulância e carro chegando, e desmaiar..

..foi sujar a flor de cerejeira com seu sangue também.


Notas Finais


tchauzinho.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...