História Pedido número 04 - Capítulo 21


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Visualizações 38
Palavras 985
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Fluffy, Literatura Feminina, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oi, povinho fofo. Voltei! ❤
[Essa ideia não tava no rascunho, ela é completamente novata. Então, me perdoem se não ficar bom.]
[Boa leitura! ^^]
~ GarryPataFofa 🐾 ~

Capítulo 21 - J-Hope's girlfriend


Fanfic / Fanfiction Pedido número 04 - Capítulo 21 - J-Hope's girlfriend

Uma semana depois da discussão que eu tive com Hoseok, meu estado emocional tendia a cair cada vez mais à cada dia. Nesse tempo, não tive mais contato com ele nem com nenhum do meninos – na verdade, fazia um bom tempo em que não falava com os garotos. 

Sei que SuMin havia me dito para pelo menos enviar uma mensagem a ele. Mas eu nem se quer disse a ele que seu casaco estava aqui em casa. Pretendia devolvê-lo quando o visse – o que não acho que isso aconteça muito em breve –. Eu usava o moletom da Puma para dormir. Com o perfume grudado no tecido grosso do casaco eu me sentia mais confortável e melhor para dormir. A sensação era de que o próprio Jung quem me abraçava enquanto eu dormia. 

Eu dormi junto dele apenas uma vez, e a sensação foi maravilhosa. Ah, cara, como eu sentia falta disso. É impressionante o quanto eu não me importava quando realmente estava comigo e que quando ia embora, eu sentia falta de seja qual for o momento. 

Tomei a decisão que se eu me reconciliasse com Hoseok, eu iria aproveitar cada momento, seja qual for. Pretendia também ser menos fria ou ignorante na medida do possível. 

Numa manhã de domingo, 9hrs32min, meu celular chamou do meu quarto. Estava na sala. Corri até o quarto a fim de não perder a ligação. Era minha mãe quem estava me ligando. 

— Alô? — disse me sentando na cama. Garry se aconchegou do meu lado. 

— Oi, querida! — disse a voz muito bem afinada e aguda de Anne, minha mãe, do outro lado. Ela não me deu tempo nem de respirar antes de começar a falar novamente. — Eu fiquei preocupada. Faz mais de duas semanas que não me envia nenhuma mensagem ou me liga. 

— A-ah, sinto muito por isso... — Balbucei sem jeito. 

Eu tinha o hábito de ligar para Anne todos os dias, ou pelo menos duas ou três vezes por semana caso não pudesse. Porém com toda essa situação entre eu e Hoseok, me esqueci completamente. 

— O que houve? Você sempre me ligava — meu sangue gelou em minhas veias e minhas mãos começaram a suar. 

— N-não é nada — menti com a voz trêmula. 

— S/n, sou sua mãe — advertiu ela. Suspirei meu rendendo.

— Lembra do garoto que disse que era meu namorado? — ela concordou. — Eu discuti com ele recentemente e fiquei muito mal com isso, por isso não te liguei. 

— Você terminou com ele? Nossa, tinha me dito que ele era o cara perfeito pra você. — Riu ela, o que me fez revirar os olhos. 

— Eu não acho que tenha terminado com ele, mas creio que ele tenha terminado comigo. — Soltei um suspiro triste. 

Nem Anne nem eu dissemos nada por um minuto. O silêncio era total aqui e do outro lado do mundo. Dei por encerrada a conversa ali mesmo e joguei o telefone de lado, me deitando na cama e encarando o teto. Como se realmente houvesse algo de interessante ali... 


2hrs35min da tarde, meu celular vibrou. Era SuMin: 

“SuMin ❤ - 1 mensagem” 

— Abra o seu feed de notícias AGORA! 

Me preocupei já que usou o "agora" em caixa alta. Deduzi que era algo urgente. 

Assim que abri o feed das principais notícias, em terceiro lugar das mais populares e mais lidas estava a seguinte manchete: 

Membro do grupo sul-coreano BTS, J-Hope, aparenta ter uma namorada! 

Fotos tiradas por um fã anônimo, revelam que J-Hope aparentemente tem uma namorada.”

Meu coração disparou de nervosismo e euforia. Esse era o principal assunto nos blogs nos quais focavam em famosos. 

Eu abri minha rede social, havia em um post anônimo – todos anônimos – uma foto minha repleta de comentários tanto de apoio quanto de ódio. Ah, que ótimo, minha identidade foi exposta! 

Sei que isso não duraria uma semana, mas não queria meu perfil lotado nem de pessoas me seguindo na rua. Aquilo já era um basta em tudo aquilo. 

                     [Jung Hoseok] 

J-Hope! — ouvi Taehyung me chamar. Perguntei o que queria. — O Bang quer falar com você... 

O procurei e quando o encontrei ele me encarou sério. Engoli o seco esperando pelo pior.

— Pode me explicar o que é isso? 

Ele virou o notebook para o meu lado. Fiquei surpreso com o que li. 

Merda... Pensei. Meu namoro havia vazado. Na verdade, nem sei mais se S/n me considerava namorado dela... 

— Você disse que isso não seria revelado e eu confiei em você. 

— Eu juro que- — ele me interrompeu. Resolvi calar a boca e ouvir o que tinha que falar. 

— Isso não vai ser um grande problema para o seu lado. Mas e ela? Como ela vai ficar? — Eu não pensei em nada para respondê-lo. Fiquei quieto. 

                          [S/n]

Um tempo mais tarde, enquanto eu surtava por causa disso, meu telefone chamou novamente. Era Lee. 

— Viu o que anda por aí? — perguntou ela eufórica assim que atendi.

— Infelizmente sim — supirei me sentado, tentando acalmar os ânimos. 

— Como isso aconteceu? 

— Nem eu sei... — murmurei. — A Coreia inteira sabe agora que o J-Hope tem uma namorada e que o restante do BTS tem uma amiga íntima. 

— Ou pelo menos Seul... 

— Obrigada por tentar melhor a situação — Disse com ironia. 

Quando ela deu por encerrada o assunto, eu encerrei a chamada. Eu me levantei novamente e comecei a andar de uma lado para o outro do quarto. Passei os dedos pela raiz do meu cabelo. Minhas bochechas inflaram. Soltei o ar num suspiro frustrado. 

Merda, merda, merda, merda! Pensei irritada. 

Procurei uma caixa de cigarros mais próxima. Encontrei uma gaveta com apenas três dentro da mesma. Acendi um e fui para a varanda. Fiquei encarando o movimento da cidade pensando em como minha vida havia chegado naquele ponto. 


Notas Finais


Foi isso, espero que gostem. Beijinhos da Unicórnio! ❤
[Me perdoem qualquer erro ortográfico. :3]
[Sei que ficou meio curto, mas como eu disse, a ideia é nova. Acho que o imagine vai começar a desandar nos próximos capítulos, foi mal...]
~ GarryPataFofa 🐾 ~


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...