1. Spirit Fanfics >
  2. Pensão DreamCatcher >
  3. Kim BoRa

História Pensão DreamCatcher - Capítulo 2


Escrita por:


Capítulo 2 - Kim BoRa


Fanfic / Fanfiction Pensão DreamCatcher - Capítulo 2 - Kim BoRa

Pov's Dami


Vesti meu moletom e desci o mais rápido que pude, a Gahyeon ja havia ido na frente pra fazer sala pra tal mulher.

Respirei fundo antes de ir lá, estava procurando as palavras certas pra parecer ao menos um pouco mais velha.

- Olá bom dia...

Reverencio a mulher mais velha e ela levanta do sofá fazendo o mesmo. Parecia ser uma mulher séria de negócios, estava muito bem perfumada e maquiada, também muito bem vestida.

- ... Me chamo Lee Yoobin e esta é minha irmã mais nova Lee Gahyeon, eu sou a responsável pela casa.

 B - Me chamos Kim BoRa, sou estagiária de direito e vi seu anúncio perto do meu local de trabalho.

G - E-eu vou indo.

Gahyeon faz reverencia e se retira indo em direção a cozinha. A mulher me olhava estranho, como se quisesse perguntar algo.

- Então... A senhora deseja ver os quartos?

B - Sim... Mas eu imaginava que teria alguém... Bem mais velho para isso, afinal eu quero alugar pro mês todo.

- Apesar da minha pouca idade, eu sou bastante responsável senhora, tenho o contrato de locação a sua disposição e posso garantir que este imóvel pertence a mim e a minha irmã.

B - Desculpa eu não quis ofender, apenas achei estranho duas garotas tão jovens viverem sozinhas e se esporem assim ao público.

- O juizado de menores também todas as vezes que tentam tirar minha irmã de mim e nunca conseguem - falo com tom de intimidação e dou de ombros - deseja ver os quartos ou o contrato?

B - Os quartos primeiro.

Assinto.

- Por favor me acompanhe.

Subo as escadas pois todos os quartos ficam no segundo andar. Mostro Primeiramente o quarto que era o de hóspedes onde tem uma cama de solteiro, um criado mudo e um pequeno guarda-roupas.

Para encher mais ou olhos do público eu coloquei a penteadeira do quarto de hóspedes no quarto da Gahyeon que tinha a cama de casal dela, e o guarda-roupas dela no quarto de hóspedes onde tinha apenas a cama de solteiro, pra não parecer tão vazio.

Como eu tinha dois criados mudos, coloquei um no quatro tambem pra ficar melhor.

Depois mostrei o antigo quarto da Gahyeon no qual tinha vista pra rua, fora a cama de casal e a penteadeira, também algumas prateleiras que era onde minha irmã colocava os ursinhos dela.

Depois levei ela no meu antigo quarto, ele era o único que tinha banheiro dentro e por isso eu resolvi deixar ele totalmente vazio, quem fosse morar ali teria que trazer seus próprios móveis.

B - Parece bons quartos e eu gostei da sua estratégia de locação, você teria futuro como corretora.

Ela fala indo até o banheiro.

Sobre minha estratégia todos os quartos tinham o mesmo preço e se alguém quisesse o meu, com a cama e o guarda-roupas da Gahy teria que pagar o tripo do valor acessível, tudo questão de logística.

B - O aluguel é 300 certo?

- Sim senhora.

Ela volta do banheiro e me encara.

B - Eu queria muito este aqui mas não está no meu orçamento pagar a mais, então eu vou ficar com o primeiro que me mostrou... Posso ver o contrato?

- está la embaixo... Mas eu preciso mostrar outras partes.

B - Justo.

Mostrei o banheiro no fim do corredor que era o que a Gahyeon usava antes de se mudar pra suite dos meus pais.

Depois expliquei que no andar de cima é onde eu moro, eu geralmente usava o banheiro do meu quarto mas agora com tudo isso eu tô usando o que fica perto da cozinha.

Levo ela pro andar debaixo e mostro a cozinha e a área de serviço, nós temos um pequeno quintal com lugar pra estender roupas e no final uma pequena piscina.

B - Okay eu não imaginava que aqui teria piscina, parece tão pequeno olhando de fora.

- ela não é tão grande, mas dá pra relaxar um pouco aos fins de semana.

B - Pra mim que amo água é um verdadeiro spa.

Ela sorri, foi o primeiro sorrio que vi e me senti na obrigação de corresponder.

B - Estava realmente na dúvida se ficaria, mas agora que vi a piscina eu realmente estou interessada em alugar.

Asssinto sorrindo e levo ela pra dentro, seguimos pra dentro e na sala eu deixei ela lendo o contrato, enquanto fui fazer uma chá.

Assim que voltei eu a vi assinando e meu coração se encheu de esperança.

Com os 300 eu quitaria a energia que acumulou 2 meses.

"Hoje mesmo eu pago."

B - Tem conta no banco? Assim posso transferir.

"Eu tô devendo o banco."

- Tenho só conta poupança, vou pegar meu celular pra mandar por pix.

E assim eu consegui minha primeira inquilina. Kim BoRa, uma estagiária de Direito que se encantou pela minha piscina de 5mil litros.

Após transferir o dinheiro ela foi buscar as coisas dela enquanto eu fui pagar as contas de energia.

Com o pouco que sobrou eu comprei os produtos de higiene pessoal da Gahy e doces pra ela.

- Aqui mana, pra você.

G - Não precisava gastar comigo, você disse que a comida ta acabando.

- Nossos pais amavam te ver sempre cheirosinha e organizada, e também Gahyeon, todo mundo merece um mimo as vezes... Então aproveita.

Escutamos o carro e eu fui abrir a porta, enquanto a Gahyeon correu pro quarto com as coisinhas dela.

O taxista ajudou a Unnie a trazer as caixas até a porta e depois foi embora, tirei as chaves do bolso e dei pra ela.

- aqui Unnie, a dourada é a da porta, a azul do cadeado do portãozinho e a vermelha do seu quarto.

B - E essa prateada?

- De trás, acesso a piscina.

B - Ah sim.

- Eu vou te ajudar a levar tudo pra cima.

B - Ah obrigada.

Ajudei ela a levar as coisas dela pra cima, havia uma caixa de livros de direito bastante pesada.

Após terminar eu deixei a Unnie sizinha e fui tentar fazer nosso almoço, Gahyeon estava me ajudando enquanto comia chocolate, minha irmã estava sorrindo e isso me deixava muito feliz.

G - Eu contei pra tia que alugamos um quarto e ela ficou muito feliz, principalmente quando eu disse que foi pra uma mulher séria que estuda direito.

- Eu paguei a luz, estamos livres de ficar a luz de velas.

G - Ainda bem, eu morro de medo de escuro.

Escutamos passos e olhamos pra entrada da cozinha, logo a Unnie surgiu usando calça jeans e blusão.

G - Oi Unnie, veio almoçar?

B - Você não deveria estar comendo chocolates mocinha, vai tirar seu apetite.

- Hahaha a senhora não conhece minha irmã.

A mais velha sorri e se aproxima, faz um cafuné na minha irmã e vai até a geladeira.

B - Você é muito fofinha sabia?

Gahyeon fica vermelha e sorri fofinha, a Unnie pega água e vai se servir um pouco.

B - Bem como diz no contrato, encher a geladeira é uma das minhas obrigações, quem vai no mercado comigo?

G - Não vai almoçar Unnie?

B - Eu não almoço, meu trabalho não permite e eu ja acostumei com lanchinhos.

- Mas faz mal ficar sem comer.

G - É unnie.

A mais velha sorri e se dar por vencida.

B - Okay eu vou comer um pouquinho.

G - Uhum... Eu também vou.

Assinto e vou até o fogão, sirvo os potinhos e vou colocando na mesa, Gahyeon pega 2 pratos e dar um pra SuA, eu ja havia comido enquanto fazia a comida.

B - E a Yoobin?

- eu já comi Unnie, e pode me chamar de Dami.

B - Então seremos apenas nós duas pra tudo isso de comida?

G - Só isso de comida.

Gahyeon começa a se servir e BoRa fica assustada com a quantidade, sorrio com a situação e também porque minha irmã está comendo bem após 3 meses só chorando.

Tiro foto dela frente o enorme prato e mando pra tia Siyeon, ela vai ficar muito feliz em saber que a bebê está feliz e comendo bem.

Escutamos a campainha.

- Eu atendo, continuem comendo.

Vou até la e abro a porta, dou de cara com uma mulher alta com um cachorro no colo.

- Boa Tarde em que posso ajuda-la?


Notas Finais


300 lá vale muito Mais que Aqui no Brasil kkkkkk

Quem será que é?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...