História Perfect Chemistry - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Justin Bieber
Personagens Justin Bieber, Personagens Originais
Tags Amor, Ciências, Jovem, Justin Bieber, Romance
Visualizações 15
Palavras 642
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ficção Adolescente, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oi amoreeees, meu nome é Brenda e essa é a minha primeira fanfic aqui. O meu intuito ao criar essa história, era escrever algo bem original, porque eu tava cansada de ver o mesmo tema sempre, então, com essa história, eu queria impressionar vocês e até a mim mesma. Obrigada pela atenção!

Capítulo 1 - Prólogo


Fanfic / Fanfiction Perfect Chemistry - Capítulo 1 - Prólogo

          P.O.V Katherine Le Blanc

Acordo com som do despertador do meu celular. Abro meus olhos preguiçosamente com raiva. Queria não precisar acordar cedo todo dia! 

Pego o celular e dou uma breve olhada nas minhas redes sociais. Me levanto e vou ao banheiro fazer minhas necessidades matinais.

Logo após, vou para a cozinha e preparo meu café da manhã. Não tinha nenhum barulho além de as minhas ações na cozinha. Suspiro. Às vezes sinto falta de morar com os meus pais.

Como bem rápido e vou tomar banho para trabalhar. Depois de um rápido banho, me seco e me maquio ainda de toalha. Passo uma maquiagem leve e visto uma calça jeans escura e boto a blusa do uniforme de professores, calço um sapato de salto baixo e pego uma jaqueta. Olho para a minha mesa e vejo todos os meus livros bagunçados.

- Merda - Murmuro e suspiro de raiva enquanto arrumava a bolsa. Havia esquecido de arrumar ontem à noite. Procuro às chaves do carro e não conseguia achar de jeito algum. - Caralho, onde eu botei essas chaves? - Murmuro novamente, e depois de muito olhar ao meu redor, afasto um dos livros e a vejo, logo em seguida corro pro meu carro, dou a partida e saio em direção à escola.

Olho pro relógio e vejo que ainda tenho meia hora para chegar lá. Ainda bem que eu sei me prevenir de atrasos, afinal, eu trabalho e tenho responsabilidade com isso. Eu tenho que admitir, não é ruim onde eu trabalho. Sou professora de física numa escola particular, com um salário bom, mas não muito, o suficiente pra viver. Pode até parecer loucura, mas eu gosto de ensinar química. Pra mim, a vida é feita de ciência, e eu adoro isso.

Depois de percorrer um caminho não muito longo, estacionou na vaga de professores e saio do carro, me dirigindo à entrada da escola.

- Bom dia, Pedro - Cumprimento o porteiro. 

- Bom dia, Kath - Me responde simpático. Apresso o passo e chego na sala dos professores, onde cumprimento todos os professores e guardo algumas coisas ara terminar de me preparar para ir para a sala dar aula. Ainda me restavam dez minutos. 

Me levanto, guardo meu notebook na bolsa e saio da sala dos professores, indo em direção à sala em que darei aula hoje. Entro na mesma e reparo que a maioria dos alunos estão em seus respectivos lugares.

- Bom dia, alunos! - Falo simpaticamente.

- Bom dia. - Ouço um coro fraco em resposta. Não culpo eles, afinal, primeira aula de química em uma terça-feira.


...


Depois de um longo dia de trabalho. Chego em casa muito cansada. Adentro o apartamento e a primeira coisa que faço é me dirigir ao banheiro. Tomo um longo banho quente e visto minhas roupas de dormir. Bom, tudo bem que ainda eram 19h36min, mas não ia sair pra nenhum lugar.

Vou à cozinha e pego o telefone, ligando para uma pizzaria. Estava muito cansada para preparar o jantar. Sento no sofá e ligo a TV, esperando a pizza chegar.

Depois de meia hora mais ou menos, ouço a campanha soar em meu apartamento. Me levanto e pego o dinheiro em cima da mesa, me apresso até a porta e a abro, vendo o entregador.

Dou o dinheiro e pego a pizza. Após fechar a porta, lembro-me que não havia pego a correspondência hoje. Pego a mesma em cima da mesa e levo para o sofá junto com a pizza, e o refrigerante. Abro a bebida e despejo no copo, logo após, olho a correspondência. E vejo as cobranças mensais de sempre, duas revistas e um envelope amarelo, esse me chamou a atenção. Abro o mesmo e começo a ler:

"Parabéns Katherine Le Blanc. Você foi aceita para uma bolsa de estudos em Gwinnett School Of Mathematics, Sciences and Technologies. A esperamos em nossa escola a partir da próxima semana (03/02/2018)..."


Notas Finais


Esse capítulo foi curtinho, afinal, é só o prólogo. Muito obrigada por dar uma chance à essa fanfic. Até o próximo capítulos, que postarei em dois ou três dias


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...