História Photographer - Capítulo 19


Escrita por:

Postado
Categorias Monsta X
Personagens Hyung Won, I'M, Joo Heon, Ki Hyun, Min Hyuk, Show Nu, Won Ho
Tags 2won, Changki, Changkyun, Hyungwon, Hyungwonho, Jooheon, Joohyuk, Kihyun, Kikyun, Minhyuk, Showhyuk, Showki, Shownu, Wonho
Visualizações 30
Palavras 2.318
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Festa, Ficção, Lemon, Romance e Novela, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 19 - Eigthteen



 

Kihyun estava na casa do mais velho novamente, tinha discutido com os pais sobre a sua sexualidade novamente ele não aguentava mais, ele ainda não contou que estava cursando fotografia sabia que os pais o enxotariam de caso se soubesse. 
Para os pais de Kihyun ele deveria cursar coisas "normais" e que desse bastante dinheiro para futuramente os sustentarem. 
Kihyun já tinha dezenove anos, sempre foi o melhor da turma, mas os seus pais nunca enxergaram isso. 

 

- Amor, não fica assim. - Disse Hyunwoo. Dando breve selares no mais novo. 
 

- Você tem certeza que eu posso ficar aqui até eu arrumar um lugar pra morar?
 

- Sim, amor. 
 

- Não vai demorar muito eu prometo. - Disse cabisbaixo
 

Hyunwoo era dois anos mais velho que ele, se conheceram na escola quando Kihyun tinha quatorze anos, Hyunwoo sempre popular e bonito sempre foi desejado por meninas e meninos Kihyun não acreditou quando ele foi atrás de si, achou que era alguma pegadinha, não que Kihyun fosse feio, mas ele sempre foi na dele, sempre gostou de se manter recluso da quela escola, achava a maioria daquelas pessoa bem fúteis. 
 

- Que tal nós irmos tomar um banho e ir pra cama, hein? - Hyunwoo perguntou beijando a boca do mais novo descendo a mão para a sua bunda e a apertando. 
 

Kihyun afastou o que deixou o mais velho surpreso, suas investidas nunca era recusadas. 
 

- Não, eu vou procurar alguns apartamentos, não quero ficar com você aqui, você sabe o que eu penso sobre morar juntos.
 

- Sim eu sei, só depois que nós tivemos uma vida financeira estável. - Hyunwoo falou com uma voz tediosa. 
 

- Exato. Agora eu tenho que ir. Até mais tarde, te amo. - disse ficando na ponta dos pés para beijar o mais velho.
 

Ele olhou várias apartamentos e um o chamou mais atenção era barato e ele iria conseguir pagar talvez ficasse um pouco apertado em alguns momentos, mas essa é a vida de adulto, certo?
Ele decidiu estar preparado antes de contar para os pais o que estava estudando, já que sabia que iria ser mandando para fora. 
Voltando para casa do namorado, disse ao proprietário que iria voltar depois, ele queria ver mais apartamentos antes de fechar negócio e também queria que seu namorado visse.

Chegando na casa notou que ninguém estava lá, mas como ele estava atrasado para a faculdade resolveu não procurar o mais velho, apenas mandou uma mensagem pedindo para ele o buscar de carro, ele estranhou quando vinte minutos depois o namorado mandou uma mensagem perguntando aonde era a faculdade e o horário, não era a primeira vez que ele iria buscar Kihyun na faculdade. 
Quando acabou as aulas ficou parado na frente da instituição por uns bons quinze minutos e nada quando finalmente estava criando coragem e ir embora ele sentiu seu celular tocar ao atender ninguém falava nada ele estava ficando assustado, primeiro a mensagem estranha de Hyunwoo e agora essa ligação. Quando desligou e guardou o celular ele sentiu uma mão agarrando o seu braço e o puxando dali. 
Kihyun gritava desesperado não sabia o que estava acontecendo ali e Provavelmente iria morrer sem saber, mas parou de gritar quando viu que o rapaz estava o levando para a lanchonete do lado da faculdade. 

 

- Cale a boca, princesa. 
 

Kihyun estava com os olhos arregalados.
 

- O que você quer? - perguntou com a voz um pouco tremula. O garoto era mais alto que ele.  - Se quisesse me chamar para sair era só pedir.
 

Ele parecia ser estudando da mesma faculdade, não achava que ele estava afim de si já que a olhar dele era raivoso. Ele entrou na lanchonete ainda puxando Kihyun e sinalizou para ele se sentar. 
 

- O que você quer com o meu namorado? - perguntou sem rodeios assim que se sentou. Kihyun ficou processando aquela pergunta, ele não tava entendo nada. - Eu vou perguntar mais uma vez. O que você quer com o meu namorado? 
 

- Não sei do que você está falando. 
 

- O que você quer com o meu namorado Hyunwoo? 
 

Kihyun se espantou.
 

- Hyunwoo é meu namorado. - disse Kihyun dando ênfase no meu.
 

Então as suspeitas de Minhyuk estavam certas, Hyunwoo estava o traindo, não era possível alguém viver no celular e não deixar o namorado pegar um segundo nem emprestado .hoje ele viu uma brecha e a pegou foi quando viu as mensagens do garoto a sua frente pedindo para o seu namorado ir buscá-lo na faculdade o que por conhecidencia era a mesma que a sua. 
 

- Você não sabia sobre mim e nem desconfiou? - perguntou quando Kihyun contou sua história com Hyunwoo
 

- claro que não. - disse Kihyun indiginado. - eu não posso viver com ele vinte e quatro horas por dia eu trabalho e estudo. Só agora tô passando um tempo com ele até arrumar um apartamento. 
 

Minhyuk fez uma careta para a última frase, ele se surpreendeu quando o mais baixo começou a chorar. 
 

- Eu o amo e ele brincando com os meus sentimentos ou melhor com o nosso? Co-com vocês se conhecerem?
 

- Eu tinha dezesseis anos na época, eu estava na frente da escola quando ele passou por lá, ele veio falar comigo e bem estamos juntos até hoje. - ele olha para Kihyun que estava enxugando as lágrimas ele não conseguia sentir raiva do mais novo, mas estava fervendo de odeio por ser enganado pelo o homem que amava.
 

- E se a gente fizesse uma surpresa pra ele? 
 

***
 

Era domingo dia de ficar com Kihyun segundo a tabela de Hyunwoo domingo, segunda, e quinta Kihyun. Terça, quarta, e sexta Minhyuk e o sábado apenas dele para descansar. 
Kihyun saiu do quarto com uma camisa super larga do mais velho e sorriu com a carinha de safado que o outro fez. Sentou em seu calo colocando as pernas em casa lado do corpo do mais velho. 

 

- Eu tenho uma supresa pra você. - Disse baixinho no ouvido do mais velho. - Surpresa, venha se juntar a gente. - disse mais alto. 
 

Minhyuk saiu do banheiro aonde estava escondido com a ajuda do mais novo. 
 

- Surpresa, amor. - disse em um tom sério. Hyunwoo arregalou os olhos olhando para Minhyuk como se tivesse visto um fantasmas e foi aí que os dois tiveram a certeza que o Hyunwoo não passa de um canalha.

***

- Wow - disse Changkyun depois de escutar a sua história. Era nove e quinze da manhã e o mais novo tava realmente curioso sobre a sua história. 

- Daí o Hyunwoo se explicou dizendo que nos amava e que já que a gente se conheciam a gente poderia viver um poliamor. Bom dai eu saí da casa dele voltei pra casa dos meus pais com a ajuda do Minhyuk. Dias depois eu fui expulso por que eles descobriram que eu cursava fotografia. - disse rindo com amargura.

- por que você não me disse que o segurança era o seu ex?

- Não vi necessidade disse, você tem suas ocupações, Changgie.

Kihyun ficou entre as pernas do garoto e começou a beija-lo, Changkyun pausou a mão na nuca do mais velho, Kihyun estava ficando excitado começou a se movimentar sobre ele. Changkyun gemeu levemente, mesmo ficando excitado também ele resolveu parar. 

- Você não precisa ser o passivo, Changgie. 

Uma vez eles tentaram, mas o mais novo não gostou ele chorou na penetração e em quanto a movimentação acontecia, ele não dizia a Kihyun que estava doendo e muito menos que era para parar, ele queria agradar o mais velho, porém Kihyun não conseguia fazer nada vendo seu donseang naquela situação então não continuou viu alivio nos olhos do mais novo e eles prometeram que nunca mais tentariam inverter as posições.

- Não é por isso, hyung. - disse constrangido e as bochechas com um leve tom rosado. - É só que eu preciso ensaiar. Hyung, eu tenho alguém a Presentar a você. 

- Ae quem? - perguntou 

- Você vai ver, depois dos ensaios, você não se importa de ir comigo, né? - Kihyun negou. - Ótimo. 

***

Kihyun não assistiu o ensaio ele esqueceu a câmera no hotel e voltou para buscar, quando chegou lá Changkyun ainda estava ensaiando, ficou do lado de Hoseok e os dois assistiram tudo juntos. 

Kihyun percebeu que tinha um casal sentando no meio de palco rindo e aplaudido tudo que Changkyun fazia e o mais novo não parava de sorrir para ele. 

Kihyun não resistiu ao vê aquele sorriso toda vez que o mais novo sorria pro casal então pegou a sua câmera e tirou algumas fotos. 

- Você gosta de tirar fotos dele, né? - Perguntou Hoseok baixo perto do seu ouvido. 

- Na realidade eu fui contratado pra isso certo? 

- Sei. - disse rindo. 

Quando o ensaio acabou um Changkyun todo suado desceu correndo do palco para abraçar o casal, as luzes se acederam e ele pode ver o rosto do casal perfeitamente era os pais do mais novo, ele reconheceu pois viu uma foto na casa de Changkyun e então mais uma vez ele levou a câmera ao seu rosto e tirou uma foto daquela cena.

- Não lembro que no seu contato tinha escrito para tirar foto dos pais, só Changkyun.

- Não enche, Hoseok. 

Kihyun começou a passar as fotos que havia tirado do mais novo naquele momento, com cuidado pois Hoseok estava olhando também. 

- você é muito bom no que faz. - Kihyun levantou o rosto para Hoseok e sorriu mumurrando um agradecimento ao mais velho.

Kihyun moveu a cabeça ao escutar Changkyun o chamando, Changkyun assenou para que ele fosse até onde estavam. 

- Mãe, Pai, esse é Yoo Kihyun. - Kihyun se curvou para os mais velho sem esconder o sorriso, Changkyun estava
o apresentando aos pais. - Fotógrafo da turnê e meu amigo. 

O sorriso de Kihyun vacilou, mas não, ele não parou de sorrir. A mãe do mais novo percebeu e desviou o olhar para o seu filho. 

- Apenas amigos? 

- Sim mãe, apenas amigos. - disse fazendo uma careta. 

Com isso Kihyun foi deixando o sorriso morrer, algo dentro de si despedaçou. 

- Meus pais são cientistas, hyung. 

- Isso é muito legal. Bom espero que vocês não se importem, mas eu acho que vocês precisam de um tempos a sós. 

- Você é um doce, Kihyun. Quantos anos você tem? 

- Vinte e sete. 

- Não parece te daria vinte e quatro ou menos. Você é muito bonito. 

- Obrigado. - Disse envergonhado. - agora eu tenho que ir. - disse se curvando e se virando para sair dali o mais rápido possível. 

***

Ele sabia o por que seu coração tava tão dolorido, ele sabia porque cada lágrima insistia em descer dos seus olhos.

Escutou batidas na porta, enxugou os olhos e foi até a porta Hoseok tava parado olhando pra ele.

- Você saiu como um furacão de la o que houve.

- Eu só queria deixar ele avontade. 

Hoseok entrou no quarto se sentou na cama do lado de Kihyun. 

- Apenas isso? 

O mais novo apenas balançou a cabeça. 

- Me conta a verdade, Kihyun.

E foi aí que o choro recomeçou, Hoseok sabia que isso iria acontecer, só não sabia que ia ser tão cedo. 

- Ele me apresentou como amigo, até aí tudo bem, mas quando a mãe dele perguntou apenas amigos ele disse que sim com um tom de incredulidade pela mãe tá perguntado aquilo. Como se fosse um absurdo gostar de mim. Eu tô apaixonado, hyung e eu não quero isso. Não por ele. 

Hoseok entendeu bem o que o mais novo estava falando, Changkyun nunca foi uma pessoa boa com relacionamentos nunca teve um concreto só cutivava essa tipo de amizade colorida, ele até tava esperando por ele demorar tanto tempo com Kihyun. 
Hoseok abraçou Kihyun deixando que o mesmo chorasse em seu peito. 

- você não precisa chorar por isso. 

- Eu vou me afastar dele assim que a turnê acaba. 

- Eu acho que ele gosta de você, Kihyun, e gostar já é um bom começo, não é?

- Uma vez ele me disse que gostava de mim e quem sabe a gente acabava ... - ele não terminou a frase. 

- ele disse isso? - O menor balançou a cabeça em concordância. 

- Mas agora, eu não acredito mais nele. Eu acho que nasci para ficar encalhado.

- Kihyun você é bonito e se ele continuar fazendo isso parte pra outra qualquer pessoa em sã consciência iria
querer namorar você. 

***

E mais uma vez o show foi incrível ele tinha talento Kihyun tinha que admitir isso, Changkyun estava mais animado que o normal talvez fosse pelos seus pais, eles passaram um bom tempo juntos, Hoseok havia dito que eles estão instalados no mesmo hotel que eles, Kihyun não iria se sentir bem olhando para os pais do mais novo. 
Kihyun diferente das outras vezes resolveu voltar em carro separado, Changkyun notou que Kihyun estava estranho, estava distante mal o direcionava as palavras. 
Ao entrar no quarto notou que o mais velho já estava tomando banho sentou na cama retirando a camisa e pensando do porque o mais velho está naquele estado. 
Quando Kihyun saiu do banheiro pediu desculpas por ter demorado tanto o mais novo não respondeu apenas entrou no banheiro e tomou seu banho ainda pensando no que havia acontecido. 
Kihyun já estava deitado, Changkyun bufou e se deitou em seguida passando o braço pela sentida do mais velho que se mexeu inquieto. 

- O que aconteceu, hyung? - perguntou perto do ouvido do mais velho fazendo com que o mesmo se arrepiasse. 

- Nada, vamos dormir. 

Mais uma vez Changkyun bufou fazendo o que o hyung pediu só porque estava realmente cansado. 
 


Notas Finais


Hyunwoo safadinho querendo pegar os dois ao mesmo tempo! Mas eu sinto que ele ainda vai aprontar. rs

Outras historias: Nossos Problemas (Changki): https://www.spiritfanfiction.com/historia/nossos-problemas-11033339

Baby (Wonkyun): https://www.spiritfanfiction.com/historia/baby-10043033


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...