História Pillowtalk - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Voltron: O Defensor Lendário
Personagens Keith, Lance
Tags Fluffy, Keith, Klance, Lance, Voltron
Visualizações 278
Palavras 1.345
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ficção Adolescente, Fluffy, LGBT, Romance e Novela, Shonen-Ai, Yaoi (Gay)

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


OIEEEEEEEEE!!!

Primeiramente: klance canon king

Segundo: essa fanfic é dedicada as maiores klancers desse brasil Dany, Sue e Sly essa é pra vocês

Terceiro: OBRIGADA MARIANA PELA IDEIA SENSACIONAL

Capítulo 1 - Capítulo Único


“Isso não pode estar acontecendo. ” Lance e Keith pensaram ao mesmo tempo.

- Fala sério, uma cama para nós dois? – Keith perguntou a Shiro.

- Seja grato pois foi o que eles ofereceram.

- Mas Shiro, nós salvamos a GALAXIA, nós merecíamos pelo menos um quarto para cada um. – Lance tentava argumentar, mas era impossível quando o mais velho já havia decidido.

- Boa noite, paladinos. – Shiro saiu batendo a porta sem dar atenção ao que os rapazes falavam. Os dois respiraram fundo e viraram um para o outro. Depois de alguns segundos ambos gritaram ao mesmo tempo.

- A CAMA É MINHA. – E saíram correndo em direção a mesma e começaram a se empurrar, quando os dois caíram na cama, mas ainda a disputavam. Depois de muitas posições e barulhos vergonhosos, finalmente havia um vencedor.

- ISSO! – Keith comemorou sorrindo. Lance se perdeu em pensamentos por um minuto, mas logo se recompôs.

- Isso foi injusto, você tem muito mais músculos que eu e do nada cresceu nesses dois anos fora. – O menino cubano sentou de perna cruzada e com um bico no rosto.

- Não seja mal perdedor, Mcclain.

- Escutar isso de você chega a ser irônico. – Lance comentou para si mesmo sem a intenção de que o Keith escutasse, o que não foi o caso. – Eu vou tomar banho primeiro.

- Vê se não demora muito. – Keith se jogou na cama para deitar enquanto observava Lance pegar as coisas para ir ao banheiro.

- Eu vou demorar o quanto eu quiser. Isso vai ser uma vingança pela sua vitória injusta. – Lance rebateu enquanto procurava uma toalha.

- Se você demorar, eu vou invadir o banheiro. Eu também tenho que tomar banho hoje, sabia? – Keith perguntou levantando as sobrancelhas

- Você não ousaria. – Lance se virou para Kogane e viu o brilho em seu olhar que o dizia que sim, ele ousaria. – Tá, seu chato. Eu não vou demorar. – Depois que Keith viu a porta do banheiro bater, e escutar Lance girando a trancar. Ele se virou no travesseiro e deu um grito frustrado.

- A que ponto eu cheguei, não é possível. – Kogane disse a si mesmo. Se virou novamente na cama e continuou falando sozinho. – O que era aquilo que a Pidge disse que eu tinha? Ah sim, gay panic. Parabéns Keith, você se ferrou bonito.

Como Lance estava demorando muito no banho, Keith decidiu arrumar a cama no chão para o Lance, pois estava entediado.

Quando estava tudo pronto, Lance saiu do banheiro e se deparou com a cena de sua cama magicamente arrumada.

- Foi você? – Lance apontou para a cama no chão. Keith apenas fez que sim com a cabeça e começou a pegar suas coisas para o banho. – Obrigado? – Lance agradeceu incerto. Keith novamente acenou com a cabeça e passou pelo paladino azul para entrar no banheiro. Quando escutou a porta bater atrás de si, Lance ainda olhava para sua cama desacreditado.

Chegou mais perto e experimentou deitar nela. Não havia ficado tão dura quanto imaginava. Keith sabia até deixar a cama no chão fofinha. Lance pegou um dos seus travesseiros e jogou na própria cara para ver se acordava desse sonho.

- Que tipo de filme baseado em algum livro do Nicolas Sparks eu estou? – Perguntou a si mesmo e claro que não conseguiu nenhuma resposta, então decidiu já se ajeitar para dormir. Quanto mais cedo pregar os olhos menos tempo para fantasiar algum futuro romântico com o Keith em um roteiro de Nicolas Sparks.

Quando saiu do banheiro, Keith viu Lance já deitado e de olho fechado, provavelmente dormindo já. Então o paladino vermelho foi apagar a luz e depois correu para deitar em sua cama e se preparar para a guerra contra sua insônia.

Keith se virou para o lado esquerdo da cama sem conseguir dormir. Sua insônia já era praticamente crônica. Quando se virou de bruços, Keith jogou o braço para fora da cama e o deixou pendurado. Depois de alguns minutos nessa posição, ele sentiu algo quente o tocando. Não reagiu de primeira pois seus instintos o diziam para ficar parado para entender a situação. Quando percebeu o que o estava tocando, lembrou que Lance estava no chão ao lado da cama, então só podia ser ele. Tentou entender o que o cubano estava fazendo até escutar um sussurro.

- Ah, então é por isso que ele usa as luvas. – E sentiu novamente algo quente o tocando até perceber que era a mão de Lance. Queria perguntar se ele achava que era pela cicatriz de tanto treinar que tinha na mão, ou os calos na mesma, mas ficou quieto e deixou o moreno brincar mais um pouco. Lance tinha todo cuidado do mundo ao tocar sua mão, chegava até ser estranho para Keith, que não teve contato físico ou intimo com tantas pessoas assim em sua vida. Agora Keith sentia Lance fazer carinho em algumas cicatrizes e lhe deu um certo arrepio. Então decidiu avisar o moreno que ele estava acordado. Ele fechou sua mão devagar, como ela tivesse travada, e sentiu o Lance tentar tirar a mão, mas Keith foi mais rápido e a segurou. Eles dois ficaram parados e silencio pelo o que pareceram horas, mas apenas foram segundos, até Keith soltar o ar devagar e retribuir o leve carinho de Lance. Keith ainda era ficava um pouco constrangido com demonstração de afeto, mas eles estavam sozinhos e no escuro, então Kogane conseguia se soltar um pouco mais. Quando reuniu coragem o suficiente, Keith entrelaçou de leve seus dedos no de Lance e foi com o rosto até a ponta da cama, mesmo não conseguindo enxergar muito, apenas tendo a luz da rua para observar o rosto do McClain que se encontrava meio chocado, mas relativamente vermelho nas pontas da orelha.

- Descobriu do porque eu uso luva? – Keith comentou baixinho. Sentiu Lance apertar sua mão e depois soltar para enfiar a cara no travesseiro. Escutou um abafado “Não acredito que ele estava acordado. “ Kogane soltou uma risada pelo nariz. Então, se ajeitou mais na beirada da cama e já que ele estava adorando esse Lance tímido com demonstração de afeto (pelo menos Keith achava que era afeto), ele levou sua mão ao cabelo do cubano que ainda se escondia. Keith fez um leve carinho, testando se não ia assustar demais Lance, até que o viu relaxar os ombros e o resto do corpo. Então ele viu que estava autorizado a fazer um carinho decente, e foi o que fez. Percebeu que o cabelo de Lance era muito macio, provavelmente resultado de suas rotinas de beleza.

Após um tempo, Keith estava de olho fechado, deixando sua mão vagar pelo cabelo de Lance. O movimento de vai-e-vem que estava fazendo o estava deixando com sono, o que era um milagre milenar, quando sentiu Lance virar o rosto novamente para o encarar, nessa nova posição, a mão de Keith parou na bochecha do moreno. Abriu os olhos novamente e Lance estava o olhando. Ficaram se encarando até sentir a mão de Lance novamente sobre a sua o segurando. Keith levantou uma sobrancelha com uma pergunta no olhar.

- A gente não vai contar isso pra Pidge, né? – Lance perguntou parecendo realmente preocupado. Keith também tinha essa preocupação, pois se Pidge descobrisse qualquer coisa ela não deixar os dois paladinos viverem.  Keith fez que não com a cabeça e deu um sorrisinho sem mostrar os dentes. Lance concordou com a cabeça então, colocou a mão de Keith de volta em sua cabeça e se ajeitou para dormir e Keith sentiu seu peito dar uma leve apertada. Era isso que chamavam de onda de afeição por alguém? Kogane podia viver com isso, então continuou a fazer carinho nos cabelos castanhos de Lance que não demorou muito a dormir, seguir o exemplo do cubano e o segui-lo no mundo dos sonhos.

No dia seguinte Pidge não descobriu o que havia acontecido naquela noite. Nem sobre as outras noites que os paladinos azul e vermelho passaram juntos, mas dessa vez na mesma cama.


Notas Finais


é isto ai. Comentários são bem vindos kk


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...