1. Spirit Fanfics >
  2. Projeto One-Shots - Jealous. - Jenkai >
  3. Jealous.- Jenkai

História Projeto One-Shots - Jealous. - Jenkai - Capítulo 1


Escrita por: e Im_Gii


Notas do Autor


OBS.: Todos os personagens dessa história são originais (exceto os membros do grupo, obviamente). Fica ao seu critério imaginar como cada personagem é..

Deixe sua imaginação fluir...

Capítulo escrito pela @aurorasam

Capítulo 1 - Jealous.- Jenkai


Fanfic / Fanfiction Projeto One-Shots - Jealous. - Jenkai - Capítulo 1 - Jealous.- Jenkai

O som irritante do toque do meu celular ecoou pelo quarto fazendo com que eu abrisse meu olhos rapidamente um pouco assustada questionando em que momento aquela musica repetitiva havia se tornado tão inconveniente, talvez fosse o fato do meu mal humor matinal estar mais atacado que nunca naquele dia. Peguei o aparelho que tocava e vibrava incessantemente e aceitei a ligação sem nem mesmo ver quem era, o colocando sobre minha orelha.

—Alô!?- Resmunguei sem ânimo enquanto levantava levemente meu corpo.

—Daqui cinco minutos estou na porta de sua casa.- A voz do outro lado exclamou de forma animada, assim que ouvi a frase fiquei um pouco confusa, mas depois de alguns segundos reconheci o dono da voz melódica do outro lado da linha. Meu melhor amigo que havia viajado à uns meses atrás estava voltando.

—Porque não me ligou antes?- Perguntei mais animada que antes, arrumando minha posição na cama e sentando na mesma, o mal humor havia me deixado completamente e a ansiedade para ver aquele garoto que me ligava parecia ter me dominado. Não demorou até que eu visse o homem deitado ao meu lado soltando alguns resmungos pela boca e se virando para me olhar.

—Eu sou uma pessoa ocupada.- Ele riu.- Até daqui a pouco, gracinha.- Mandou um beijo estalado antes de desligar a ligação, soltei o celular e olhei para Jongin que me encarava com uma feição confusa e sonolenta.

—O que aconteceu?- Questionou passando as costas de sua mão em seu olho o coçando lentamente.

—Baekhyun tá vindo!- Exclamei alto levantando os braços animada.

—Quem?- O mais velho se sentou ao meu lado com um pouco de dificuldade ainda me olhando confuso.

—Meu melhor amigo, você finalmente vai conhecer ele.- Abaixei os braços e rodeei o rosto do meu namorado com as mãos deixando um selinho nos lábios dele. O barulho da campainha soou pela casa, levantei da cama rapidamente juntando a camiseta de Jongin do chão e a vestindo, ficando apenas com a camiseta e a calcinha que já vestia antes.- É ele, estamos lá na sala te esperando.- Avisei e deixei o quarto rapidamente, quase correndo pela casa, parei em frente à porta e a abri dando de cara com o garoto que mantinha seus olhos vidrados no celular em sua mão.- Baekhyun!- Chamei a atenção dele passando meus braços por seu pescoço e pulando em seu colo, prendendo minhas pernas em volta da cintura do garoto.

—Jennie!- Abraçou meu corpo, me mantendo em seu colo por alguns segundos onde continuamos abraçados, me colocou no chão em seguida guardou seu celular no bolso da sua calça dando o total de sua atenção a mim.- Quanto tempo, garota.- Dei um passo para trás deixando o espaço livre pra que ele passasse, e foi isso que ele fez, adentrou a casa olhando em volta brevemente.- Esse lugar tá diferente do que eu lembro.- Comentou e virou de frente para mim enquanto eu fechava a porta novamente.- Você tá diferente do que eu lembrava, como eu imaginava, o tempo só te fez bem.- Abriu um sorriso ladino nos lábios e passou a mão em meu cabelo.

—Digo o mesmo para você.- Falei como se tivesse o paquerando, uma coisa bem comum entre nós dois desde que nos conhecemos, e segurei o rosto dele apertando levemente suas bochechas fazendo com que o sorriso se desfizesse e desse lugar a um biquinho mal formado e fofo. Ele aproximou seu rosto do meu e, ainda com aquele biquinho, deixou um selar rápido em minha testa antes de tirar seu rosto de minha mão.

—Então, você tinha me dito que eu tinha que conhecer alguém, cadê?- Baekhyun perguntou se direcionando até o sofá e se sentando no mesmo enquanto pegava uma das almofadas e colocava em cima de suas pernas.

—Ele tá no quarto, deve tá trocando de roupa ou algo assim.- Segui os passos do garoto a minha frente e me sentei ao seu lado, colocando uma de minhas pernas pra cima das dele.- Me conta como foi na via...- Minha fala foi cortada antes que eu pudesse terminar a frase.

—Eu to aqui.- Ouvi a voz do meu namorado vindo de trás de mim e me virei para vê-lo, o mais velho ainda estava sem camisa, assim como no quarto, e apenas com sua calça de moletom. Claramente ele havia ouvido a pergunta anterior que Baekhyun havia feito, e provavelmente tinha ouvido a conversa inteira. Voltei meu olhar ao garoto setado ao meu lado, que analisava Jongin da cabeça aos pés com um sorriso sútil no rosto.- Kim Jongin, namorado da Jennie.- Se apresentou com uma voz autoritária esticando a mão em direção a Baekhyun.

—Byun Baekhyun, caixinha de segredos da Jennie.- Apertou a mão do garoto e virou seu rosto em direção a mim com um sorriso sacana no rosto.- Boa escolha pequeno gafanhoto.- Empurrei levemente o nobre dele soltando uma risada baixa, enquanto o mais velho me acompanhou na risada.

—Você nem conhece ele ainda, Byun.- Voltei a olhar para Jongin, que já havia soltado a mão do mais velho porém continuava nos olhando com a mesma expressão séria de antes. Bati no sofá algumas vezes ao meu lado pedindo para que ele se sentasse no local, após a ação ser feita, encostei meu corpo levemente no dele mantendo minhas pernas por cima de Baekhyun, ficando levemente deitada sobre o sofá.- O que aconteceu na viagem?

—Tirei esse tempo pra ficar com meus pais, quase não saí de casa, e agora posse dizer que eu tava com saudade da convivência com outros humanos a não ser eles.- Soltei uma risada baixa olhando para o garoto.

Por seus pais não terem uma condição financeira boa o suficiente para criar uma criança, aos seus quatro anos Byun Baekhyun foi mandado para a casa de sua tia aqui mesmo, em Seul, e seus pais permaneceram em Bucheon. Conheci o garoto anos após sua mudança, quando ele já completava quatorze anos. Sempre fomos muito apegados, quase irmãos, por isso intimidade era o que mais tínhamos atualmente.

—Como tá a senhora Byun?- Desviei o olhar para a mão de Baekhyun, que deslizava lentamente por minha perna fazendo um leve carinho.

—Ela tá bem. Quando comentei sobre você pra ela, ela disse que queria te conhecer.- Formou um sorriso em seus lábios e olhou para sua mão que ficava em cima de minha perna.

—Depois de anos ela finalmente descobriu sobre minha existência!- Comemorei, levantando os braços para o alto e tombando a cabeça para trás antes de soltar uma risada, quando voltei a cabeça para a direção anterior, o garoto de cabelos castanhos me encarava com um sorriso debochado no rosto.

—E você... Jongin? Me conte sobre você.- Botou um sorriso malicioso no rosto assim que se dirigiu a meu namorado e se inclinou levemente em direção a ele, que até agora se concentrava no seu próprio celular como uma forma de distração, dei um leve tapa no peito do Byun o fazendo rir em seguida.

—Ah, eu!?- Nos olhou rapidamente antes de voltar ao seu celular.- Bem, eu conheci a Jennie em uma festa, trocamos números de celular e depois de alguns meses ficamos pedi ela em namoro.- Voltou a nos olhar e senti o olhar de Baekhyun sobre mim, decidi apenas encarar a televisão desligada, percebendo que Jongin havia entendido coisas erradas da situação toda.- Estamos namorando a dois meses, e até agora estamos muito bem. Não é, amor?- O mais velho dentro da sala chegou mais perto de mim, ficando com sua boca perto da minha orelha.

—Você não falou muito de mim pra ele, né?- Prendi o riso e retirei as pernas de cima de Baekhyun me sentando de forma normal no sofá.

—É sim, amor.- Respondi ao questionamento de Jongin ignorando a pergunta de Baekhyun, fazendo meu amigo começar a rir baixinho com a mão sobre a boca.- Não vamos ficar a manhã inteira em casa, vamos sair um pouco pra você ter contato com outros humanos Baek.- Me virei para ele enquanto me levantava do sofá, o garoto apenas respondeu com um sinal de “Ok” com os dedos.- Vem.- Segurei a mão do meu namorado e o puxei para cima o fazendo levantar, enquanto ele apenas me encarava sério.

O puxei até o quarto, mesmo que a cada segundo ele tentasse se livrar de minhas mãos.

—Eu não quero ir, talvez você e Baekhyun queiram ficar um pouco sozinhos.- Murmurou entredentes bravo assim que entramos no quarto.

—Você não presta atenção em nada do que eu falo?- Perguntei com humor parando em frente a ele, encarando o mais velho se sentando na cama de braços cruzados e leve bico nos lábios o fazendo parecer uma verdadeira criança.

—O que!? Vai dizer que você pulando no colo dele, com as pernas em cima dele, o beijo na testa, você dando em cima dele, o carinho na coxa, foram tudo coisa da minha cabeça?- Soltou tudo rapidamente e bravo.- Você tá só de calcinha na frente dele e quer que eu fique como?- Levantou levemente a camiseta que eu usava e que o pertencia, deixando à mostra a minha calcinha.

—Não é só a calcinha ok? Tem a camisa por cima.- Ele resmungou assim que eu parei de falar virando a cabeça para quebrar o contato visual comigo, comecei a rir quase instantaneamente quando ele fez isso.- Ciumento.- Segurei o rosto do garoto o virando novamente pra mim.- Baekhyun é gay, era mais fácil ele dar em cima de você do que de mim.- A expressão brava de Jongin se desfez no momento em que parei de falar ainda rindo.- Eu já tinha te dito isso, viu como você não presta atenção?

—Mas... Ele tava com a mão na sua perna.- Ele parecia um pouco chocado com o que eu havia dito.

—Ele sempre faz isso, mas relaxa, ele não sente tesão nenhum em mim.- Deixei um selar rápido nos lábios do garoto e soltei o rosto dele me virando para o armário e o abrindo para procurar uma roupa adequada pra sair.

—Como pode ter tanta certeza?- Perguntou desconfiado.- Ele pode apenas fingir ser gay pra passar a mão onde quiser em você.- Ri novamente da acusação de Jongin, tirando a camiseta que usava e a jogando em cima da cama ainda com os olhos pregados nas minhas roupas dentro do armário.

—Ele tá tão focado em fingir que pega mais meninos que eu quando tava solteira.- Olhei para o garoto rapidamente pegando uma das peças de roupa, ele me encarava com os olhos apertados desconfiado.

—A noite você me paga, Jennie Kim.- Me deu um leve tapa na bunda.


Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...