1. Spirit Fanfics >
  2. Quase impossível >
  3. De volta a realidade

História Quase impossível - Capítulo 10


Escrita por:


Notas do Autor


O capítulo está curto, pois é pra encerrar uma parte, mas postarei mais hoje mesmo.
Espero que gostem e boa leitura.

Capítulo 10 - De volta a realidade


Fanfic / Fanfiction Quase impossível - Capítulo 10 - De volta a realidade

POV Amarilis

Aquele sexo foi diferente de tudo que eu já vivi. Ele era tão cuidadoso ao mesmo tempo que era tão violento; eu sentia carinho e tesão na mesma proporção. Ele deve ter muito mais experiência do que eu, e olha que eu achava que isso era impossível. Já dormi com mais caras do que eu posso contar e nunca fiquei tão satisfeita em todos os sentidos em toda a minha vida. Eu não sei se eu sou burra ou se to me fazendo de burra, ontem foi aquela situação horrível com a ex dele e agora aparece outra favelada na porta da casa dele, assim eu não aguento. 

 

-Em loira, vai ou fica? -Ele permanece nu parado em minha frente. 

 

-Fico. -Solto minhas coisas no chão, seguro os dois lados de seu rosto e dou um beijo. Droga. 

 

As mãos dele rapidamente retiraram minha camisa e em segundos, senti que seu pau estava tão duro, como se nada tivesse acontecido. Me dei por mim e já estávamos na cama, eu deitada com as pernas abertas e a cena maravilhosa que era ver aquela cabeça entre minhas pernas. Minha buceta pedia por mais, o meu corpo inteiro pedia mais por ele, e ele sentia, pois cada segundo ele me dava ainda mais prazer. 

 

Arranhei suas costas, ele parou de me chupar somente quando eu gozei em sua boca, onde o mesmo engoliu e veio me beijar, me segurando pela cintura e me fazendo sentar em seu colo, onde seu pau já esperava por mim e entrou tudo de uma vez. Quiquei por alguns minutos, enquanto ele distribuía beijos por toda extensão do meu pescoço e chupava os meus peitos. Fui virada para baixo enquanto o moreno permaneceu com as estocadas, onde conseguiu me fazer gozar novamente e eu o sinto gozar também. 

 

-Você é maravilhosa. -Ele finaliza me dando um selinho demorado. 

 

-Agora que eu não consigo ir embora. -Digo.

 

-Por que, loira? 

 

-Porque eu to toda fudida, literalmente. Consigo nem fechar as pernas. -Nós rimos muito. Como o sorriso dele é lindo. 

 

-O seu sorriso é lindo. -Ele diz e acaricia minha bochecha. 

 

-O seu também. Combina junto. -O beijo. 

 

-Qual é o seu maior sonho? -Ele me questiona, enquanto permanecemos nus deitados olhando para o teto. 

 

-Acho que dar orgulho aos meus pais. Ter uma capa de revista inteira dedicada só a minha matéria. Ou ter um site super comentado trazendo notícias. Influenciar e entreter, ensinar, positivamente as pessoas, acho que ser alguém que faça a diferença. Consequentemente, dar orgulho pros meus pais. -Olho e ele está sorrindo ao me olhar. -E o seu? 

 

-Oxe, o meu eu já realizei. -Ele volta a olhar pro teto. 

 

-E posso saber qual é? 

 

-Claro. Comer uma mina tão linda e gostosa quanto você. -Rimos. -Acho que nem nos meus sonhos eu conseguiria imaginar alguém como você me dando bola. 

 

-Acho que nem nos meus pesadelos eu me imaginei dando pra um cara numa favela. -Rimos novamente. 

 

-Ofendeu em loira. Quando eu tiver bem rico e famoso, vou lembrar que você fortaleceu quando eu não tinha nada. 

 

-Quem sabe quando você estiver bem rico e famoso, eu não vou estar do lado? 

 

-Vai ser uma honra passar o resto da vida do seu lado. -Ele se levanta. 

 

-Parece que a gente se conhece a tanto tempo né? -Visto meu sutiã. -Mas me fala, qual é o seu maior sonho? -Ajoelho na cama. 

 

-Acho que ser conhecido. Mais ou menos igual você, influenciar alguém positivamente com uma mensagem de alguma música minha. Que os moleque da batalha consiga ter um futuro, muitos estão na vida do crime e isso é um final triste todas as vezes. Queria que minha música fosse conhecida e que eu conseguisse ajudar vidas, da mesma forma que muitas vezes o rap ajudou a minha quando pensei em fazer besteira. -Ele veste sua cueca e uma camisa. -Quer ficar pra jantar? 

 

-Não, meu bem.. Eu vou pra casa. Amanhã eu e você trabalhamos. -Levanto e termino de me vestir. -Saiba que esse final de semana que eu passei com você foi incrível, você é incrível. Espero que você alcance todas suas metas, você é uma pessoa maravilhosa. -O beijo. 

 

-E a gente vai se ver essa semana? Ou no final de semana, ou.. Sei lá, to ansioso pra te ver de novo. -Ele é tão lindinho, não aguento. 

 

-Vamos nos falando, prometo que nos veremos. -Beijo novamente sua boca, em despedida, logo me retiro de sua casa.

 

Entro em meu carro e vou para casa, essas ruas desse morro é muito esburacada, meu Deus. 

 

Cheguei e tomei um banho, mano, ainda não superei como aquele magrelo fode gostoso, meus pensamentos estão sendo 100% dedicados a ele, e eu acho que isso nunca aconteceu com ninguém. 

 

Sai do banho, coloquei uma roupa confortável. Me sentei no sofá vendo normal e fiquei no computador me atualizando das notícias, amanhã tenho muito trabalho a fazer e volto para realidade.


Notas Finais


Obrigada por ler.
Meu instagram é @carollcamarossi. <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...