História Realizações - Capítulo 8


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Anineyaoi, Fudanshi, Fujoshi, Lemon, Promessas, Yaoi
Visualizações 6
Palavras 1.040
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Lemon, Shonen-Ai, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Oih ^-^

Capítulo 8 - Promessa?


               CAPÍTULO 8

- Fica a vontade. - Disse assim que adentraram o apartamento.

Pela segunda vez Ame apreciou a bela casa, estava bem organizada e era aconchegante de uma forma diferente da casa luxuosa de Ame, não parecia ser solitária.

Assim que chegaram à sala Ame abriu um grande sorriso.

- Você ficou com ele? - Um gato preto com uma de suas patinhas totalmente branca descansava preguiçosamente no sofá.

- É, até que depois de um tempo o alimentando ele aprendeu a gostar de mim. - Respondeu Yuki rindo e se sentando ao lado do animal que se levantou e pulou do sofá deixando Yuki com uma expressão confusa.

O gato foi até Ame e se esfregou entre suas pernas, Ame se abaixou e o pegou no colo, o gato apenas ronronou agradecido.

- Olha que sem vergonha mal agradecido. - Disse Yuki incrédulo antes de cair na risada.

- Não acredito nesse bixo. Aiai, vou fazer algo pra gente comer. - Disse Yuki recuperando o ar depois de rir tanto.

Yuki já estava na cozinha e já havia começado a cozinhar quando a dúvida surgiu em Ame.

- Ele já tem nome? - Perguntou a Yuki.

- Aaa... Sobre isso. - Começou Yuki meio constrangido.

- O nome dele é vergonhoso, não quero falar. - Disse ele arrancando uma risada de Ame.

- Do que você está rindo idiota? - Disse Yuki emburrado.

- Se o nome deste gato for igual ao meu você perdeu toda a moral. - Disse Ame ainda rindo de Yuki.

- Não, claro que não é. Embora eu tenho pensado seriamente nisso. - Disse em voz baixa quase fazendo Ame rir embora achasse  aquilo fofo.

- Para de rir chato. O nome dele é Yaku, abreviação de Yakusoku. - Disse ele virando o rosto ainda emburrado.

- "Promessa"? - Perguntou Ame olhando o gato com um sorriso.

- É bom. - Disse voltando seu sorriso a Yuki.

A reação dele foi apenas corar e mandar Ame calar a boca.

Depois disso eles jantaram e conversaram, inúmeras vezes ocorreu a Ame que pareciam ter voltado dez anos no passado mas ele se obrigava a não pensar nisso afinal as coisas não tinham voltado exatamente ao que​ eram.

- Já vou indo. - Já era por volta das 10:30 p.m quando Ame se levantou para ir embora.

- Ãh... Ok. - Yuki não parecia muito contente mas não disse nada sobre isso.

Yuki o levou até em casa, se despediram brevemente e Ame agradeceu antes de ir para seu apartamento.

- Onde você estava? - Perguntou Masamune com a cara fechada recebendo Ame no hall de entrada.

Ame suspirou e passou por ele em direção a sala.

- Não sabia que tinha que te dar satisfações. - Disse caminhando despreocupadamente.

- Estava com o Yuki não é? - Disse Masamune cruzando os braços na frente do balcão.

- Sim. - Respondeu Ame pegando um copo de água.

Foi vez de Masamune suspirar.

- Ame, você está se permitindo aproximar dele novamente? - Começou Masamune.

Ame manteve-se entretido em beber sua água.

- Você sabe onde isso vai dar, é melhor parar agora antes que se apegue de mais a ele. - A expressão de Masamune tinha traços de preocupação.

- Obrigado pela preocupação Masamune mas não tem nescessidade disso. Não sou nada para Yuki. Mesmo que quissesse, não significo mais nada para ele. - De fato Ame pensava assim.

- "Ele só está sendo gentil comigo porque me acidentei, não tem como me amar novamente." - Pensou Ame tristemente.

- Ame, pare com isso enquanto é tempo. Siga sua vida, você nunca deixou de amar Yuki, vê-lo agora com outro deve ser o suficiente para te fazer ir para frente. - Masamune rodeou o balcão até ficar bem próximo de Ame.

- Não é tarde para achar outra pessoa. - Disse em voz baixa olhando Ame nos olhos.

- O que você quer dizer com isso? - Perguntou Ame desconfortável com a situação.

- Como você é lento, pelo amor de Deus. - Reclamou Masamune.

- Eu amo você, isso não é óbvio? - Disse seriamente sem tirar os olhos dos de Ame.

Desde sempre Masamune e Ame eram muito próximos e Masamune sempre arrumava uma forma de dar em cima de Ame mas nunca passou de brincadeiras, pelo menos para Ame.

- Eu agradeço por isso, mas não me sinto assim em relação a você​. - Disse Ame cauteloso.

Ele tinha medo de machucar Masamune, querendo ou não era um amigo próximo, mas não podia assumir sentimentos que não tinha.

- É, eu sei. - Disse Masamune dando um sorriso.

Por alguns segundos Ame pode ver tristeza nos olhos de Masamune mas ele se virou quase imediatamente.

- Agora que você está melhor já vou embora beleza? Amanhã passo pra pegar minhas coisas. - Disse sem olhar para Ame, e em poucos instantes Ame estava sozinho na casa.

- O que eu estou fazendo? - Perguntou Ame para si mesmo com incredulidade.

Fazia tempo que sua vida não passava por tantas mudanças, tantas coisas que estivessem pesando em sua cabeça, aquilo de fato estava lhe esgotando profundamente.

- O que eu tenho que fazer? - Sua pergunta mudou mas mesmo assim ele não sabia a resposta, queria alguém pra lhe dizer o que fazer exatamente sem ter que se machucar mais, mas essa pessoa não existia.

Ame estava divido dolorosamente entre se entregar ao amor, assumir que amava Yuki e tentar reconquista-lo, ou negar tudo pelo bem de Yuki e dele mesmo. Não tinha como garantir que não machucaria Yuki como no passado e não tinha como garantir que não se machucaria indo atrás de Yuki.

Sua mente estava bagunçada e seu coração com uma dor terrível. Ame estava perdido, não sabia o que faria a partir dali, não tinha certeza se daria certo, não tinha certeza se sairia feliz ou mais importante ainda, se Yuki sairia feliz no final da história.

Queria poder dizer não que se importava e simplesmente ir dormir mas não conseguiu. A noite fora perturbada e inquieta, era por volta das 3:30a.m quando finalmente pegou no sono portanto foi para o trabalho exausto, fisicamente e psicologicamente.


Notas Finais


E aí, já sabiam dos sentimentos de Masamune pelo Ame?
O q estão achando da história até agr? (Comenta aí ^-^)
Voltarei amanhã meus amores, fiquem bem


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...