História Revenge (SpnDestiel version) - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Supernatural
Personagens Castiel, Dean Winchester, Sam Winchester
Tags Drama, Mistério, Revenge, Supernatural
Visualizações 8
Palavras 848
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Ação, Crossover, Famí­lia, LGBT, Mistério, Suspense
Avisos: Adultério, Álcool, Homossexualidade, Sexo, Spoilers, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 1 - Prólogo


Fanfic / Fanfiction Revenge (SpnDestiel version) - Capítulo 1 - Prólogo


"Antes de embarcar em uma jornada de vingança, cave duas covas".
                                                                                         —  Confucius (504 A.C.)
Quando Dean era pequeno,  ele achava que a vingança era algo tão simples quanto provérbios do catecismo. Pequenos slogans de moralidade como a máxima de que "um erro não justifica o outro". Mas um erro nunca pode justificar o outro porque dois erros nunca são iguais.
*FERIADO DO DIA DO TRABALHO SOUTHAMPTON, NY*
A praia nunca pareceu tão bonita quanto nesta noite, as cores vermelho e Branco enfeitavam a festa de noivado de Dean Campbell e Liza Cooper.
Para os injustiçados, a real satisfação só pode ser encontrada em um desses dois lugares...No perdão absoluto ou na justificativa mortal. 
Esta não é uma história sobre perdão.

— Dean!
Dean usava um terno branco, para combinar com uma das cores da noite.
— Estava procurando por você. Onde está a Liza?— Perguntou Patrick
— Está andando na praia. Estamos com um problema.
— O de sempre ou algo diferente?
— O de sempre. Mas não se preocupe, ela já vem.
— Meu dever é me preocupar. Seu trabalho é se divertir, é sua festa de noivado.— Saiu, e veio a visão de Charlie a sua frente, acenando — Alguém pode me dizer onde anda Liza Cooper? — Patrick perguntou alto. Ainda o podia ouvir.
— Ei, parabéns, Dean.
— Obrigada.— Deu um sorriso para a pessoa que o parabenizou.
— Bela noite para isso.— Charlie se aproximou.
— Bela noite para o quê, Charlie?
— Para comemorar.
— Você não devia estar aqui.
— Somos dois, então.
Dean foi chamado por um daqueles riquinhos que preenchia a festa, e deixou Charlie falando sozinha, pra variar.
— Me sinto uma idiota nesse vestido caro.—Sam e Jessica dançavam ao som da música envolvente.
— Eu acho que você está linda.— Sam lançou um sorriso para garota a sua frente.— Ei, quer sair desse vestido?— Disse o moreno pegando duas taças de Champagne. 
— Eu adoraria.
— Vem vamos nadar! — Sam e Jess corriam para praia, não muito distante da festa.
— Eu comi demais, acho que vou explodir.— Disse jess correndo.
— Vem logo!!
— Ou talvez não. Aonde vamos?
— Sem perguntas. Mostre o que tem, Garota!— Disse tirando o vestido, que parecia ser complicado demais para sair.
— Me deixa ajudar você.— Disse arrancando todo o vestido fora.— Prontinho.
— Agora vamos — Saíram os dois correndo para praia.
De volta a festa de noivado, Mary Cooper agora iria fazer seu discurso.
— Fogo e gelo. Quando conversamos pela primeira vez sobre a ocasião de hoje a noite, eu me deixei imediatamente levar pela ideia de uma noite inspirada pelos opostos primórdiais: Fogo e gelo. Inícios e fins... e o amor entre um homem e uma mulher.
Dean já estava frustrado sem saber onde Liza estava, resolveu ligar para noiva, era só o que podia fazer agora.


O barulho de um telefone foi ouvido por Sam e Jess, na praia. Olharam para o lugar do som e viram um corpo no chão, e um homem de capuz ao seu lado.
— Ei cara, a festa é particular!!— O homem ouviu Sam gritar isso e pegou o celular da bolsa da mulher.


CHAMADA RECEBIDA DEAN.


— E uma noite estrelada...
— É bom que você não tenha tirado fotos, seu maluco!!— Gritou Jess.
— EI, ALGUM PROBLEMA?
O homem so conseguiu olhar o corpo em sua frente e correr.
— Esta noite não marca apenas os últimos dias de  um incrível verão nos Hamptons, mas também a comemoração do noivado da minha filha, Liza com o adorável e encantador, Dean Campbell. 
Uma salva de palmas foi ouvida. E seu nome saído de algumas bocas foi ouvido por Dean,  que retribuiu com um sorriso. 
— E apesar de o conhecermos há apenas alguns meses, Dean já parece ser a peça do quebra-cabeças familiar que sequer havíamos percebido estar faltando. Resumindo tudo, eu aprovo. E, como todos sabem, aprovação não é algo que dou de graça.— Todos riram da piada de Mary, Dean inclusive; Mary se aproximou de Dean.— Onde diabos está minha filha? — O rosto de Dean mostrou tensão na pergunta.
De volta a praia, Jess vestia o paletó de Sam, ja que o seu havia sido... perdido. Jess foi checar onde estava aquele homem, enquanto Sam ficou na praia vestindo o resto de suas roupas. Andou mais pra frente e encontrou uma arma.
— Samuel?— Chamou Jess por sam ao ver a silhueta da garota. — Oh meu Deus!
Sam correu para festa somente de  calça.
— Mãe!!!.— Gritou Sam.— Toda a atenção que antes era pra Dean agora era pra o garoto que corria desesperado — Minha irmã! Alguém venha até aqui!!
Robert e Mary imediatamente correram para ver o que estava acontecendo. Dean olhou para trás e viu Charlie com um rosto de quem diz "eu avisei". E logo em seguida saiu para o lugar do acontecido.
— Elizabeth! Elizabeth? Afaste-se da minha filha!— Gritou Mary ao chegar na praia e ver uma quantidade de pessoas. — Elizabeth?, por favor, NÃO!


Notas Finais


Essa é minha primeira história aqui no spirit, espero que gostem.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...