1. Spirit Fanfics >
  2. Rewrite the Stars >
  3. Chapter Four

História Rewrite the Stars - Capítulo 5


Escrita por:


Notas do Autor


Capítulo baseado em fatos reais 😐


Boa leitura!💕

Capítulo 5 - Chapter Four


"Acho que a gente só esquece a dor de uma lágrima quando deixamos outra escorrer"

Kim _______ Pov's

Na manhã de segunda, acordei em um sobressalto com meu pai em meu quarto, gritando comigo.

- O que está acontecendo? - Perguntei meio grogue

- Quero que você me diga - Apontou meu celular em minha direção

Na tela, ainda bloqueada, tinham três mensagens de Jungkook, me desejando um bom dia e que me veria na escola.

- Por que está falando com esse delinquente, hm? - Segurou meu braço com força - Responde, _______!

- Somos só amigos, Appa - Falei tentando me soltar - Me desculpa!

- Abre a conversa com ele, quero ver sobre o que estavam falando - Atirou o celular em meu colo

Com as mãos tremendo pelo nervosismo, desbloqueio a tela do celular e entrego para o mais velho, ele lê nossa pequena conversa de sábado e guarda o celular em seu bolso.

- Ele é má companhia, _______. VOCÊ NÃO ME OBEDECE MAIS? - Deu um tapa estalado em meu rosto - VOCÊ VAI PARA O INFERNO, GAROTA!

- Appa!? - Namjoon apareceu na porta do quarto, e logo Jin e Tae também

- Você está de castigo - Apertou meu pulso - De casa para a escola, e da escola para casa...E fique longe desse garoto!

Engoli o nó em minha garganta e assenti.

Appa saiu do quarto e os três se sentaram ao meu lado na cama.

- Por que ele agiu assim? - Jin perguntou me puxando para um abraço onde eu desabei em choro

- Ele descobriu que eu estava falando com o Jungkook - Disse entre soluços - É tão errado assim?

- Não, meu anjo - Namjoon acariciou meu cabelo - Nossos pais tem a cabeça muito fechada...O mundo não é mais o mesmo.

- Jungkook só é uma pessoa diferente do que eles estão acostumados à ver - Taehyung completou e estendeu sua mão, a segurei e ele apertou a minha - Você não está "pecando" por ser amiga dele.

- Mesmo?

- É claro, _______ - Jin disse

- Bem...Se a princesa não começar à se arrumar agora, vamos chegar atrasados - Namjoon ditou enquanto olhava seu relógio de pulso

- Tudo bem - Passei as mãos no rosto - Saiam!

- Grossa - Jin reclamou

- Andem...Vamos!

(...)

No portão, os amigos de meus irmãos - e possivelmente meus também - nos esperavam, apressei meus passos. Não queria ter que falar com Jungkook.

- _______?

- Aish - Resmunguei e me virei

Jungkook correu até mim e parou em minha frente.

- O que foi?

- Tudo bem com você? - Percorreu meu rosto com os olhos

- Por que não estaria? - Apertei a alça da mochila entre os dedos

- Sei lá...Você está com a bochecha vermelha.

- Ah, não deve ser nada - Pus a mão no local que ainda estava ardendo por causa do tapa

- Que porra é essa? - Puxou meu braço e olhou os dois roxos que estavam marcados em minha pele

Puxei meu braço de volta e ele cruzou os braços.

- Quem fez isso?

- Não interessa - Respondi e voltei à andar

- Claro que me interessa - Me acompanhava

- Eu apanhei do meu pai, satisfeito? - Disse - E isso só aconteceu porque ele viu suas mensagens no meu telefone.

- A culpa é minha agora do seu pai ser um doente fodido?

- Você não tem nada a ver com isso - Falei - Eu que sou uma tola.

- O único tolo é o seu pai - Jungkook disse com um tom de raiva na voz - Que desgraçado!

- Eu estou bem, não precisa de tudo isso.

Ele nada disse, apenas envolveu minha cintura em um abraço.

No primeiro instante, me senti estranha, mas depois, o abracei de volta.

- Eu queria poder te tirar daquela família - Sussurrou

- Por que?

- Porque tirando seus irmãos, o resto é doente - Continuou - Isso me preocupa.

- Eu já passei por isso durante 17 anos, não é agora que vai fazer alguma diferença - Respondi e nos soltamos

- Nunca é tarde, docinho - Piscou e revirei os olhos

- _______, sua linda - Dae surgiu em minha frente - Está ocupada?

- Até mais - Jeon acenou e sumiu pelo corredor

- O que você quer?

- Preciso que faça a lição de história para mim - Enlaçou o braço no meu

- Sem chance!

- Como é!?

- Estude e faça a sua - Soltei-me de seu aperto

- Acho que seus pais não gostariam de saber que você está andando com um marginal, não é?

- Isso é uma ameaça?

- É apenas uma troca de favores - Ela deu de ombros

- Ok - Disse - Me entrega seu caderno no final da aula.

Dae sorriu satisfeita e saiu caminhando.

- O que ela queria aqui? - Yan surgiu com Shin

- Nada demais - Falei - Vamos?

(...)

Quando chegamos em casa, meus pais já estavam almoçando.

Passei reto pela cozinha e ia subindo as escadas, quando Omma chamou meu nome.

- Sim?

- Não vai almoçar?

- Não estou com fome - Menti

- Senta aqui e almoça - Appa ordenou

Voltei e me sentei em meu lugar habitual.

Jin serviu nós quatro e começamos à comer.

- Como foi a aula? - Omma perguntou

- Normal - Respondi

- A faculdade está me matando - Jin reclamou

- Você vai ir trabalhar hoje? - Perguntei à ele

- Não, deixei algumas pessoas cuidando do restaurante - Respondeu

- Ah tá!

Jin estuda gastronomia, mas tem seu próprio restaurante.

Nam estuda literatura e trabalha em uma biblioteca, onde ele escreve livros também.

Já Taehyung estuda teatro e é saxofonista nas peças.

Eu me formava nesse ano, e pretendia estudar medicina no próximo ano, era algo que eu gostava.

Appa, Omma e meus irmãos conversaram durante o almoço, mas eu decidi ficar somente com meus pensamentos.


Notas Finais


Obrigada por lerem até aqui❤️
Comentários motivam💖


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...