História Put a little love on me - Capítulo 11


Escrita por:

Postado
Categorias Harry Styles, Liam Payne, Little Mix, Louis Tomlinson, Niall Horan, Selena Gomez, Simon Cowell, Zayn Malik
Personagens Harry Styles, Liam Payne, Louis Tomlinson, Niall Horan, Personagens Originais
Tags Niall Horan, One Direction, Romance
Visualizações 3
Palavras 2.358
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Festa, Ficção Adolescente, Musical (Songfic), Romance e Novela
Avisos: Álcool, Drogas, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Boa leitura, pessoal 💓💓

Capítulo 11 - Nice to meet ya


Sofia’s pov

Levantei no meio da noite e ver Niall dormindo do meu lado, foi a melhor coisa. Ele ficava tão lindo dormindo. Confesso que antes eu jamais deixaria algum garoto passar a noite na minha casa mas com Niall foi diferente, eu tive a coragem de convida-ló. Fiquei observando ele por um bom tempo, analisando a sua respiração depois resolvi ficar na sala, não queria fazer barulho e terminar acordando ele. Tentei ter o maior cuidado do mundo ao levantar da cama. Ainda bem que ele não se mexeu. Minha cabeça estava latejando, com certeza era por causa da bebida, queria ir na cozinha antes procurar algum remédio para dor de cabeça. Andei devagar até a cozinha mas por acidente quando fui abrir a gaveta, derrubei tudo.

-Merda!-sussurrei. 

Pelo menos Niall não tinha acordado, ele realmente tinha o sono pesado porque fez um barulho muito alto. Peguei qualquer remédio que funcionava para dor de cabeça, a dor era tanta que eu não conseguia nem ler, não aguentava e fui sentar no sofá, sorte que eu ainda tinha deixado travesseiros e uma coberta, estava fazendo muito frio nessa madrugada. Liguei a TV e acabei deixando no noticiário já que em menos de 15 minutos acabei pegando no sono novamente.

Niall’s pov

Acordei e não encontrei Sofia. Onde ela havia se metido, pensei, mas quando caminhei até a sala, a vi dormindo no sofá e como a televisão estava ligada, deduzi que ela perdeu o sono. Conhecendo um pouco Sofia, ela não queria me acordar então veio pra cá. Resolvi cozinhar algo para surpreende-lá já que ela parecia estar dormindo tão bem, estava com pena de acorda-lá. A noite havia sido maravilhosa, confesso que achei que demoraria para me dar bem com Sofia mas foi até mais rápido do que eu pensei. Ela tinha algo de especial, podia sentir só de olhar pra ela. Abri a geladeira e não encontrei muita coisa, então já que eu havia vindo de carro podia passar no supermercado e comprar algumas coisas. Voltei para o quarto para me vestir, arrumei um pedaço de papel e uma caneta e deixei um recado pra ela, já que ainda não tinha seu telefone, espero que hoje isso finalmente, mude. Londres estava congelante hoje, só com um casaco não estava aguentando. 

Sofia’s pov

Não. Eu havia dormido no sofá outra vez. A televisão não estava mais ligada e como lembrei de ter ligado isso significava que Niall havia acordado. Estava com preguiça de ir até o quarto mas fui para procurá-lo mas não parecia que ele estava em casa, estava um silêncio. Então Niall abandonava as garotas com quem ele transava. Ótimo. Fiquei com raiva mas quando um bilhete no balcão da cozinha me chamou atenção, eu entendi tudo.

“Bom dia :) sei que provavelmente vai pensar que eu te abandonei mas calma!antes que queira me bater, eu só fui comprar umas coisas para fazer um café da manhã descente pra você. Faz quanto tempo que você não vai ao supermercado? Xx Niall”

Isso foi fofo. Confesso. Fiquei sorrindo para o bilhete que nem uma boba e nem percebi quando Niall abriu a porta, mas quando ouvi a voz dele quase morri de susto.

-Calma. Sou só eu!-ele disse rindo.

-Você quer me matar?-perguntei.

-Talvez, mas não desse jeito...-ele disse, continuava com aquele sorriso malicioso de sempre. Ele segurava várias sacolas, fiquei me sentindo mal por ele ter gastado comigo.

-Niall, porque fez isso? você não precisava! sabe que podia ter me acordado-eu disse.

-Antes de reclamar devia agradecer que alguém se disponibilizou para fazer as compras por você-ele disse.

-Tem razão. Obrigada!-eu disse fazendo um sinal para que ele me entregasse algumas das sacolas, ele não iria guardar tudo sozinho.

-Pensou que eu tinha te abandonado, não pensou?-ele perguntou.

-Claro que pensei! isso é bem a sua cara, não vou mentir...-eu disse rindo.

-Quando vai parar de me ver como esse Niall?-ele perguntou.

-Eu não sei...-murmurei. 

Niall me ajudou a guardas as coisas e pegou os ingredientes necessários para fazer French toast pra mim. Não sabia que ele cozinhava, sempre achei que ele fosse aquele que só comia, mesmo.

-Depois que comer isso, você vai passar a rezar para que eu acorde ao seu lado todos os dias-ele disse. Como ele era convencido.

-Não acredito que seja tão bom assim-eu disse.

-Pode ter certeza, que assim que provar você vai sentir como se estivesse no céu-ele disse me fazendo rir. 

-Então Niall Horan pode ser educado?-perguntei.

-Você acha que eu só tenho defeitos? isso realmente me deixa muito triste-ele disse, fingindo estar chateado.

-Claro que não! mas você me surpreendeu, está fazendo o meu café da manhã Niall...-eu disse.

-Eu posso ser carvalheiro quando quero. Mas só quando quero mesmo. Se acha que depois de hoje, você vai poder me explorar mais vezes para que eu faça o seu café da manhã, está enganada!-ele disse.

-Não pensei nisso... sabia que o Niall de hoje teria prazo de validade-eu disse dando de ombros.

-O que?-ele perguntou.

-Só está fazendo isso pelo sexo!-eu disse.

-Claro que não! para com isso!-ele parecia um pouco bravo.

-Desculpa... ainda não me acostumei com você desse jeito-eu disse e ele assentiu. Niall pegou dois pratos no armário, primeiro colocou as torradas e depois decorou com algumas frutas.

-Você capricha assim, sempre? ou sou privilegiada?-perguntei.

-Sou assim com todas...-ele disse. Fiquei com vontade de dar um tapa na cara dele.

-Relaxa. Eu só fiz isso pra você!-ele disse colocando o prato na minha frente. Aquilo parecia estar delicioso. Na primeira mordida eu realmente senti o que Niall falou, era tão bom que parecia que eu estava no céu.

-Niall Horan...-dei um gole no suco.-Isso aqui está uma delícia!-completei.

-Eu te disse mas você nunca acredita no que eu digo-ele disse.

-Agora eu vou passar a acreditar, eu prometo!-eu disse.

Terminei de comer rápido, isso significava que a comida era boa, porque eu nunca comia rápido demais. Continuei conversando com Niall mas tivemos que ser interrompidos pela campainha. 

-Bom dia Sofi! sabe que hoje vamos ver as casas, certo?-era Alexia. A voz irritante dela já estava começando a me deixar de mau humor.

-Bom dia inconveniente...-eu disse baixinho mas ela escutou, quase passou por cima de mim para entrar no apartamento.

-Tenho uma surpresa pra você!-ela disse se sentando no sofá. Folgada. O mais engraçado foi que ela nem percebeu que Niall estava ali.

-Que surpresa?-perguntei.

-SOFIA! NIALL HORAN ESTÁ NO SEU APARTAMENTO?-ela gritou quando percebeu que Niall estava nos encarando. Niall não conseguiu conter o riso.

-Isso não importa. O que é? a surpresa!-eu perguntei mais uma vez.

-A surpresa vai estar chegando daqui a alguns minutos-ela disse.

-O que você aprontou?-perguntei.

-É uma coisa boa mas acho que vai ser estranho com ele aqui-Alexia disse.

-Não tem problema! pode mostrar na frente dele!-eu disse.

-Certo. Você sabe que isso pode prejudicar a sua imagem, não sabe?-ela perguntou.

-É só o Niall...-eu disse.

-Como assim só o Niall? só falta você dizer que é só o Louis também, depois só o Harry...-ela disse.

-Eu não tenho culpa se estão me fotografando com todos eles! agora não posso ter amigos?-perguntei e Niall continuou rindo.

-Mas não somos amigos!-ele disse.

-Se não são amigos, o que está fazendo no apartamento da minha irmã?-ela perguntou.

-Primeiramente, irmã?-ele perguntou.

-Sim. Somos meio irmãs.-Alexia disse.

-Eu sou o namorado da sua irmã-ele disse.

-Niall, não confunda a cabeça dela! não somos nada, ele só veio...-pensei em uma desculpa.-Trazer algo que o Louis pediu!-completei.

-Vocês estão tentando mentir pra mim!-Alexia disse.

-Sem querer interromper mas se você tivesse me perguntando eu diria a verdade-Niall gostava mesmo de provocar. Puta merda.

-cala a boca!-eu quase matei ele com o olhar.

-Você só tem 18 anos, Sofi... não acha que anda fazendo, coisas demais?-ela perguntou.

-Eu faço o que bem entender, já sou adulta!-eu disse.

-Certo. Espera só sua mãe descobrir isso...-ela disse.

-Ela não vai descobrir, ela está viajando e não faço ideia de quando vai voltar-eu disse e no mesmo instante a campainha tocou. Sai correndo para atender a porta e quase cai pra trás quando vi minha mãe ali parada.

-Mãe?-perguntei confusa.

-Eu mesma! sentiu saudades?-ela perguntou.

-Claro que sim!-eu a abracei. Mas claro que fiquei chateada porque ela não me ligou ou mandou mensagem, não disse absolutamente nada sobre a minha vitória e o que eu mais queria era ouvir isso dela.

-Sei que devia ter ligado para te dar os parabéns mas eu queria tanto te dar um abraço apertado e te dizer tudo pessoalmente, meu amor-ela disse.

-está tudo bem mãe!-dei passagem para ela entrar.

-Estou orgulhosa de você! sei que também fez tudo isso pelo seu pai... ele deve estar tão feliz por você, eu sabia que você iria ter um futuro incrível! eu amo você e realmente não tenho nem palavras pra dizer o que eu senti quando soube da sua vitória. Sabe que pra mim, você merece o mundo-ela disse, estava quase chorando. Ela me abraçou mais uma vez.

-Obrigada mãe! foi muito bom escutar isso. Confesso que achei que não tivesse se importado-eu disse.

-Claro que me importei, filha. Eu me importo com tudo em relação a você. Você é o meu tesouro mais precioso-ela apertou as minhas bochechas, o que eu odiava.-Além disso, seu namorado é muito bonito-ela concluiu olhando pra Niall.

-Não somos namorados, mãe!-eu disse.

-Então quem é esse garoto? o que ele está fazendo no seu apartamento?-ela perguntou confusa.

-Eles são namorados sim! ele mesmo me disse-Alexia se intrometeu na conversa.

-Não somos não!-eu rebati.

-Pelo o que tudo indica, ele passou a noite aqui-Alexia disso olhando pro chão. Céus. Eu havia esquecido de pegar o meu sutiã.

-Alexia! você não tem que se meter em nada...-eu disse.

-Então você confirma isso? está pagando rapazes pra dormir com você? quem é esse rapaz, Sofia?-minha mãe continuava fazendo milhões de perguntas.

-Esse rapaz, é Niall Horan! ex integrante de uma das bandas mais conhecidas no mundo todo. Você acha mesmo que eu pagaria alguém pra dormir comigo mãe? eu achei que me conhecia!-eu disse. 

-Por isso eu achei que já o conhecia. Não foi o garoto que cantou com você na final do programa?-ela perguntou.

-Eu mesmo. É um prazer!-Niall disse.

-Eu ainda acho que eles estão namorando...-Alexia disse.

-NÓS NÃO ESTAMOS NAMORANDO! SÓ TRANSAMOS UMA ÚNICA VEZ ATÉ AGORA. FELIZES?-gritei.

-Você não tem idade para essas coisas!-minha mãe disse.

-Claro que tenho e se for pra me dar sermão é melhor você ir!-eu disse.

-Antes que pensem coisas ruins de mim, eu respeito muito a sua filha e eu nunca faria algo que ela não quisesse então se fizemos isso foi porque ela permitiu-Niall disse. Caramba, como eu queria matá-lo.

-Eu não entendo qual é o problema de eu ter transado com o Niall... isso também não importa. Porque você apareceu aqui do nada?-perguntei.

-Claro que importa! eu não gostei dessa sua atitude e acho bom que você não saia mais fazendo esse tipo de coisa por ai, você não tem nem intimidade com ele, acha isso certo. Mesmo?-ela perguntou.

-MÃE! o que você quer que eu faça agora? já aconteceu...-eu disse.

-O mínimo que ele pode fazer agora, é conhecer a pessoa que você é-ela disse.

-Eu não vou namorar o Niall. Você já está dando vexame!-eu disse.

-Eu ja chamei sua filha pra sair uma vez e ela negou, na segunda, foi com má vontade... então é difícil!-Niall disse. Não acredito que ele estava do lado da minha mãe.

-Sofia, como pode agir desse jeito? o Niall parece ser um rapaz educado! peça desculpas a ele!-minha mãe estava me tratando como se eu tivesse 5 anos de idade. Louca.

-Não eu não vou pedir e nós vamos parar de falar do Niall, isso não tem cabimento. Por favor, me diz o que veio fazer aqui?-perguntei novamente. Niall e Alexia não conseguiam nem respirar de tanto rir.

-Alexia me chamou para acompanhar vocês hoje. Você sabe que eu trabalho com imóveis então seria ótimo que vocês tivessem a minha ajuda-ela disse.

-É, faz sentido-eu disse.

-O que está esperando para se arrumar?-Alexia perguntou.

-Vocês não chegaram em uma boa hora, se puderem aguardar mais um pouco...-eu disse.

-Querem carona?-Niall perguntou.

-Você é um doce, Niall. Me desculpe se a Sofia não lhe tratou do jeito que merecia. Mas eu vim de carro então realmente não vamos precisar!-minha mãe disse.

-Então eu já estou de saída!-Niall disse se levantando. Primeiro ele se despediu da minha mãe e de Alexia, quando chegou até mim ele meio que me puxou para dentro do quarto, provavelmente queria falar algo que elas não pudessem escutar.

-O que foi, Niall?-perguntei.

-Está brava comigo?-ele perguntou.

-Não!-eu disse.

-Ótimo. Eu só queria dizer que quero repetir tudo que fizemos... então se você pudesse pelo menos me dar o seu número, iria ajudar. Pode fazer isso?-ele pediu. Como dizer não pra ele? era impossível.

-Dessa vez você pediu com jeitinho, não foi prepotente-eu disse rindo. Ele me entregou o celular dele e eu digitei o meu número.

-Certo. Eu te ligo ou mando mensagem...-ele deu as costas pra mim.-E a propósito, eu achei sua mãe uma graça-ele disse virando novamente e dando uma risada.

-Seu idiota!-eu disse. 

Ouvi o barulho da porta fechar. Triste. Queria muito que Niall ficasse. Tratei de tomar banho já que iria ter que sair com as duas feras.

-Sofi, você está demorando demais!-Alexia gritou. Como ainda estava no banheiro secando o cabelo, o som estava um pouco abafado.

-Eu já vou!-eu disse abrindo a porta para que ela visse que eu só estava secando o cabelo. 

Terminei de secar o cabelo, vesti uma roupa mais quentinha já que o frio estava insuportável hoje e peguei minha bolsa. Hoje nem estava com saco de me maquiar ou fazer algo no cabelo.

-Pronto!-eu disse chegando perto das duas que estavam sentadas no sofá.

-Graças a Deus!-minha mãe disse e eu revirei os olhos. As vezes ela conseguia ser insuportável. 

 

[...]


Notas Finais


Até o próximo capítulo !! 💓


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...