1. Spirit Fanfics >
  2. Sentimentos Confusos >
  3. O começo

História Sentimentos Confusos - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Essa é uma fanfic que eu estou escrevendo com amor e carinho pra vcs, espero que gostem bastante bjão curtem a história.

Capítulo 1 - O começo


Acordo ao som do meu despertador tocando um som suave, mas alto o suficiente para conseguir me fazer despertar de meu sono, levanto lentamente me sentando em minha cama com os olhos ainda fechados,esfrego as costas das minhas mãos em meus olhos dando um bocejo, em seguida me espreguiçando, abrindo lentamente meus olhos, pego meu celular em cima do criado mudo para ver o horário, ainda são 5:45 da manhã de uma segunda-feira, olho para o teto baixo do meu quarto e solto um suspiro pesado, olhando para o espelho que ficará em minha frente. -vamos começar mais um dia...- falo baixo para minha figura sentada na minha cama refletida no meu espelho.
Finalmente levanto colocando meus pés no chão frio do meu quarto, seguindo em direção ao banheiro para tomar um banho e fazer minhas higienes pessoais, depois de 20 minutos saio do banheiro vestida com o uniforme escolar e toda produzida, seguindo ao meu quarto para colocar meu calçado e uma blusa de frio fina, me olho no espelho por alguns segundos, vendo meus negros cabelos ondulados na frente do meu rosto pálido coberto por uma maquiagem leve e bonita, fito minhas vestimentas no meu corpo por um segundo e saio de perto do espelho  . Pego minha bolsa e desço para a cozinha aonde em cima da mesa estava uma maça verde com um pequeno papel ao lado.

Desculpa filha, mas esse é o seu café hoje, 
não fique nervosa comigo, por favor.
beijos mamãe

Leio o bilhete e solto um sorrisinho humilde pelo carinho e simplicidade da minha mãe, coloco o bilhete em cima da mesa, pego a maçã e saio pela porta da cozinha em direção a rua asfaltada, seguindo meu caminho de 20 minutos apé até meu colégio para mais um dia. Chegando em frente ao colégio vejo os portões ainda fechados como de todo costume, mais alguns passos a frente vejo meu amigo Luke com sua mochila em suas costas me procurando em meio a pequena multidão esperando os portões se abrirem, eu me aproximo do mesmo que já me avista e abre um sorriso humilde e calmo junto a seus braços me esperando para me envolver em um abraço necessitado, eu faço mesmo e pulo em cima do maior envolvendo em meus braços. Luke era um garoto de 16 anos, alto e branco como a neve, seus cabelos eram negros e ondulados na altura dos ombros, seus olhos eram da mesma cor de seus cabelos, e suas roupas largas faziam ele ter um estilo swag fazendo ele ser desejado pela maiorias das garotas do imenso colégio, Luke e eu nos conhecemos desde criança e crescemos juntos como irmãos inseparáveis, estudamos juntos na mesma classe, me fazendo assim a protegida de Luke aos olhos de muitos. Me desfaço do abraço do meu melhor amigo com um sorriso no rosto.

-Como foi seu final de semana baixinha?- Luke me pergunta bagunçando meus cabelos.

-Fiz as mesmas coisas de sempre, fiz...- Não termino a frase pois Luke vem a me interromper com um tom debochado.

-Lição, arrumou a casa e ajudou a mamãezinha... você não faz mais nada além disso Naomi? sei la, sai um pouco.- Luke diz me olhando indignado.

-Desculpa por ter responsabilidades e obrigações, e não fico vadiando que nem certas pessoas, que só ficam saindo para a bailes e enchendo a cara, né Lukas?- Falo em tom debochado com o maior olhando para ele com um olhar matador, enquanto andamos para dentro do colégio pois o portão já tinha sido aberto.

-Uin agressiva a criança- diz rindo - Já conversamos que não é pra me chamar de Lukas Mimi- Fala fingindo uma voz triste.

-Não me estressa Luke.

Seguimos para a sala de aula para ficarmos trancados durante quatro aulas seguidas até o intervalo. 10:00 bate o sinal do intervalo, eu e Luke descemos até o patio da escola e dividimos a maçã verde que minha mãe tinha deixado para mim mais cedo, como sempre nos intervalos, varias garotas vem abordar Luke lhe dando vários presentes e guloseimas que ele ama comer. 

-Baixinha, sabe seu crush...

-Sei, o que tem ele Luke?- Pergunto com a cabeça encostada em seu colo olhando para o rosto do maior.

-Ouvi por ai que ele tem um interesse em você...- Luke meio que sussura para mim.

-Você sabe que isso é meio que improvável né?- Digo olhando com um olhar de duvida para Luke.

-Improvável, mas não impossível princesa.- Luke sorri travesso e me da uma piscadela.

QUEBRA DE TEMPO

Bate o sinal para irmos para casa, todos os alunos guardam seus materiais e vão para suas casas com seus grupinhos ou duplas, eu sigo meu caminho solitária pensando nas coisas que Luke tinha me falado, no intervalo soltando um pequeno sorriso no caso daquele pequeno boato ser verdade , balanço minha cabeça me tirando de tais pensamentos e sigo rapidamente para minha casa. Chegando em casa avisto minha mãe lavando a louça, ela me olha com um olhar carinhoso e logo solta um sorriso angelical em seu rosto.

-Olá filha, chegou bem?- Diz terminando de lavar a louça e secando suas mãos em um pano.

-Oie mãe, estou bem e a senhora?- Digo indo até ela e celo os lábios em sua testa.

-Estou bem meu amor, agora vai se arrumar que está quase na hora de você ir para o trabalho- Ela fala me dando um abraço.

Subo para o meu quarto, coloco minha mochila perto da minha escrivania sigo para meu guarda roupa, coloco uma roupa confortável e bonita e desço para dar um beijo na minha mãe e seguir para meu trabalho.

Chegando em casa, olho no relógio da cozinha, são 21:00 da noite, encontro meu pai terminando de colocar as coisas em cima da mesa de jantar e minha mãe colocando a comida em cima da mesa, sigo até eles e dou um beijo em cada um.

-Boa noite filhota, como foi o trabalho?- Meu pai me pergunta me dando um beijo na testa.

-Boa noite filha- Minha mãe vem na minha direção com uma panela, a colocando em cima da mesa.

-Boa noite mãe, pai, o trabalho foi cansativo demais- Digo observando os dois.

-Entendi filhota, vai se arrumar e lavar as mãos e desce para comer- Meu pai diz indo pegar a jarra de suco.

-Tudo bem, Já volto.

Subo para o meu quarto e coloco um short e uma camisa um pouco larga, coloco meu chinelo e vou para o banheiro amarrar meu cabelo em um rabo de cavalo e lavar as mãos, desço para a cozinha e me junto aos meus pais para comer. Depois do jantar meus pais me desejam boa noite e sobem para dormir, eu lavo a louça do jantar e subo para o meu quarto, sento em frente a escrivania e começo a fazer lição até que sou interrompida por um barulho irritante do meu celular, pego meu celular e vejo o por quê do barulho, me surpreendo quando olho o contato do Luke, atendo imediatamente e reparo que ele esta em uma balada pelo barulho alto da musica.

-Eae Naomi, ta fazendo o que?

-Nesse momento estava tentando estudar, mas uma pessoinha me interrompeu- Falo irritada

-Ai credo você só estuda, aparece aqui na ***** pra beber umas.

-Não agradeço na próxima eu vou.

-Essa próxima não existe que eu sei- Diz convencido

-Ainda bem que você sabe né, preciso desligar tchau Luke- desligo a chamada me concentrando na lição.

Se passa uma hora e eu guardo meu material, arrumo as coisas para deixar fácil pra ir para o colégio amanhã, vou no banheiro, tiro a maquiagem e escovo os dentes, vou para a cama e pego meu celular, tinha várias mensagens de Luke.

TEXTO ON

ABUSADOH

Ei, Naomi, vem pra cá se divertir

Naomi

Naomi

Naomi... tem um cara aqui muito bebado ksks

ele ta vindo pra cima de mim...

Naomi... me responde caralho!

Meu deus que boca suja luke, não quero ir e não me mande mais mensagem

boa noite, te vejo na escola amanhã 

TEXTO OFF

Desligo o celular e vou dormir. Acordo no outro dia e faço as mesmas coisas do dia anterior, vou para o colégio mas Luke não estava lá, provavelmente bebeu demais e entrou em coma alcoólico, continuo o dia tranquilamente até meu celular apitar, olho e vejo que a mãe do Luke teria me mandado um áudio, coloco o fone de ouvido e ouço o áudio, a mãe de Luke estava em prantos, nunca tinha visto a mãe dele chorar daquele jeito como estava no áudio, com todo o choro que havia no áudio não consegui saber do que se tratava, mas senti um aperto no peito enorme, sabia que tinha acontecido algo e era com Luke...

CONTINUA??


Notas Finais


espero que tenham gostado desse capitulo, comentem o que acharam, aceito criticas e sugestões de como posso melhorar essa historinha, compartilhem com as amigas e amigos fanfiqueiros que gostam de um drama ou um clichê adolescente, até o próximo capitulo amorzinhos.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...