1. Spirit Fanfics >
  2. Será que ainda existe amor? >
  3. Acidente

História Será que ainda existe amor? - Capítulo 12


Escrita por:


Capítulo 12 - Acidente


Fanfic / Fanfiction Será que ainda existe amor? - Capítulo 12 - Acidente

        {hospital samaritano}



Germano: boa noite, somos os pais de Alice de bocaiuva Monteiro.[ fala rapidamente com a enfermeira]


Recepcionista: só um minuto.[ faz uma ligação] as informações que eu tenho da Alice é.....[ suspira]


Lili: pode falar.[ olha para ela apreensiva]


Recepcionista: ela chegou aqui já sem vida, tinha um colar com o nome dela, por isso identificamos, o corpo dela chegou totalmente desfigurado.



[ nesse momento, o mundo de Lili e germano perdeu totalmente a cor, Lili perdeu todas as forças do seu corpo e quase cai no chão, germano conseguiu pega-la a tempo]


Lili: porque germano? porque tudo de novo? Porque vamos ter que enterrar mais uma filha? [Chora]


Germano: eu não sei Lili.[ chora junto a ela]


Lili: isso é tudo culpa sua.[ bate nele]



Germano: porque minha culpa? [ Olha para ela sem entender ]



Lili: se ela não tivesse ouvido nossa conversa ela não estaria morta.[ continua a bater nele ]


Germano: para Lili, não estamos em um lugar adequado para brigas.[ segura ela]



Lili: se eu tivesse impedido dela sair, eu poderia estar com a minha filha,mais vocês não deixaram.[cai no chão]


Germano: não tivemos culpa Lili, se aconteceu é porque tinha que acontecer.


Lili: então eu vou ter que enterrar todos os meus filhos? [ Olha desapontada para ele]


Germano: não fala isso Lili, não vamos perder o Fabinho.[ A abraça]


Lili: você não sabe de nada germano.[ sai do abraço, nessa mesma hora Fabinho e Cassandra chegam correndo ao hospital]


Fabinho: mãe, pai.[ correm até eles] oque aconteceu? [ Lili olha pro filho e o abraça]



Germano: a sua irmã.....ela morreu.[ se senta em uma cadeira e coloca as mãos no rosto]



Fabinho: não...não...não pode ser.[ começa a chorar junto com a mãe]


Cassandra: ai meu deus, como essa família sofre.[ chora ]



Fabinho: como foi isso? Oque Aconteceu? [ olha para o pai]



Germano: só sabemos que ela sofreu um acidente e chegou aqui sem vida e seu corpo estava totalmente desfigurado.


Cassandra: esse não foi o mesmo fim da Sofia? [ olha para Fabinho]


Fabinho: Cassandra![a repreende]


Cassandra: desculpa gente, Mais eu só estou perguntando.[ Vai até germano]



Germano: foi sim Cassandra, a Sofia morreu do mesmo jeito.[se levanta] eu vou lá para fora tomar um ar.[ sai]



Fabinho: Você não quer ir com ele mãe?


Lili: eu não quero olhar mais na cara do seu pai.


Fabinho: porque? [Pergunta confuso]


Lili: a culpa é dele, ele que falou sobre o assunto antes do tempo, ele que não deixou eu ir atrás da minha filha.


Fabinho:isso me torna culpado também ? Porque eu também não deixei que você fosse, eu que não cheguei a tempo de impedir que a Alice ouvisse.[ fala, deixando Lili pensativa]


Cassandra: vai falar com ele sogrinha, ele também é o pai dela, a amava como ninguém, eu vi o tanto de sofrimento que estava nos olhos dele.[ chega perto de Lili]


Lili: vou falar com ele.[ sai]


Fabinho: toda vez que tudo fica bem, acontece alguma coisa, será que minha família nunca vai ser feliz? [ Se senta em uma cadeira e coloca as mãos no rosto]


Cassandra: tudo vai ficar bem, eu tô aqui com você.[ o abraça]



          {Fora do hospital}




[ germano estava sentado em um banco em frente a um parquinho]



Lili: posso me sentar aqui ? [ se aproxima]


Germano: pode.[ enxuga as lágrimas]


Lili: me perdoa pelo jeito grosseiro.[ abaixa a cabeça]


Gemano: tudo bem.[ olha para o parquinho] você lembra quando a Alice era pequeninha e ela falava " papai, vamos brincar comigo no parquinho?" E ela fazia aquela carinha fofinha que eu não resistia.[ sorri em meio às lágrimas]



Lili: ela era muito apegada a você.[ o olha] eu lembro que ela sempre te chamava para brincar de boneca com ela, e te chamava de príncipe encantado,que se casava com a princesa, e ela sempre falava que a princesa se chamava Liliane, o mesmo nome que o meu.[ sorri olhando para germano]



Germano: você lembra quando ela tomou banho na piscina pela primeira vez? eu tava lá segurando ela, e ela toda sorridente, aí ela viu você deitada na espreguicadeira e te chamou com aquela voz doce, você veio correndo pra piscina, ela disse que tinha sido o melhor dia,só por a gente estar com ela lá .[ sorri]


Lili: lembra quando ela queria nos arrumar? Ela escolheu nossas roupas de dormir, penteou nossos cabelos, se deitou no nosso meio, fez carinho na gente, e cantou até música de dormir.[ ri em meio às lágrimas]


Germano: a minha menina Lili, a minha princesinha, a que deu luz a minha vida, eu perdi ela.[ chora descontroladamente]



Lili: eu estou sentindo a mesma dor que você está sentindo, mais não podemos fazer nada, se eu pudesse voltar no tempo..


Germano: o tempo não volta.[ chora]



Lili: oque nos resta é as lembranças maravilhosas que ela deixou nas nossas vidas.[ o abraça]


Germano: Eu queria tanto ela de volta..[ continua a chorar]



Lili: eu também queria, mais eu não tenho esse poder.



Germano: ela era sua cópia né? sempre que olhava para ela, eu via você, ela tinha seus olhos, a cor dos seus cabelos, o seu sorriso, o seu gênio.


Lili: lembra quando ela era pequena? que ela falava que você era o super homem e eu a super heroína, e ela fazia a gente vestir as roupas, e você falava que estávamos idênticas, aí ela falava que queria ser igual a mim quando crescesse.[ sorri]



Germano: ela era tão carinhosa com você, mexia nos seus cabelos, queria usar roupas parecidas com as suas, gostava de brincar com você, toda vez que ela te olhava chorando, te abraçava, fazia você sorrir e a gente sempre se perguntava,como um serzinho daquele poderia fazer um dia cinzento ficar colorido.[ sorri em meio às lágrimas]


Lili: ela foi a melhor coisa que aconteceu na minha vida,minha caçula.



Germano: E agora tudo é somente lembranças.[ enxuga as lágrimas]



Lili: a nossa menina vai estar sempre conosco.[ o abraça]



Germano: tenho que ir assinar os papéis para o enterro.[ olha para ela]


Lili: eu vou com você.



Germano: você fica com o Fabinho na recepção, quando eu voltar, vamos para casa.[ pega na mão dela]


Lili: tudo bem...[ entram no hospital]

Notas Finais


Chorei escrevendo essa capítulo.



Até o próximo! Espero que gostem💖


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...