História Será que é amor? Só pode ser amor - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Visualizações 0
Palavras 402
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Romance e Novela

Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Tinha tudo pra ser ela, porém eu ainda não sabia...

Capítulo 2 - Será que é ela mesmo?


É em você que eu encontrei tudo que eu precisava, eu confio em você até de olhos fechados. Confesso, que ficar falando coisas bonitas não vai dizer o quanto eu te amo, se pá só um te amo também não vai demostrar o tanto que você é essencial na minha vida. Hoje eu tenho certeza, mas naquele tempo ainda não, tava indo tudo bem, até que meu irmão me contou que gostava da amiga dela, e que a queria, eu logo me esquivei pois realmente não queria me envolver com ninguém, aí meu irmão me fez uma proposta que eu nem queria rss, vamos na igreja comigo? É eu sabia que eu indo lá iria a encontrar, prontamente aceitei e fui, mas em um impasse na vida, meu irmão não pode sair cedo do culto, então acabamos não indo na igreja delas, mas o destino pregou uma peça na gente, quis ele que lanchacemos juntos naquele dia, e foi assim que trocamos as primeiras palavras, por incrível que pareça eu me apaixonei com um simples "Boa Noite, a paz do Senhor.", Meus olhos brilhavam quando ela falou, porém tinha que me esquivar, ainda não tinha conversado com Deus e nem com minha mãe, mas nesse dia foi a minha certeza, em uma conversa rápida nossa, eu cantei uma música do Latino, amigo fura olho, poucas pessoas conhecem essa música, e ela cantou junto comigo, já senti aquela sintonia, e vi que era ela que eu queria mesmo, mas ainda precisava de certezas, não queria que fosse apenas fogo de palha, passei aquele domingo todinho sem dormir com pensamento nela, e logo chega a Segunda, aniversário do meu irmão, ela foi na festa, fiz uma merda com ela e ela me perdoou, e depois fiz alguns carinhos nela pra demonstrar meu afeto, e mesmo com isso tudo ela ainda não sabia de nada, pois eu ainda não tinha a audácia, depois da festa fomos pra casa, tentei dormir e nada, pensei nela a noite toda mais uma vez, eu tava doido, nunca havia ficado pensando em alguém fixamente, sem dormir nem nada, voltei a escrever meus textos e tudo, não estava me reconhecendo, e nem as pessoas que estavam a minha volta, e foi aí que vi que estava apaixonado por Ela, porém paixão e amor são diferentes é a pergunta pairava na minha mente: Será que é amor? Não pode ser amor...


Notas Finais


Nossa loucura é muito parecida...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...