História Será que fiz a escolha certa? - Capítulo 11


Escrita por:

Postado
Categorias IKON
Personagens B.I, Jinhwan, Junhoe
Tags Binhwan, Bobdong, Ikon, Jun Chanwoo, Junhwan, Kim Donghyuk Dk, Kim Hanbin Bi, Kim Jinhwan, Kim Jiwon Bobby, Koo Junhoe, Song Yunhyung, Yunbin, Yunchan
Visualizações 136
Palavras 1.923
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Festa, Ficção Adolescente, Lemon, Luta, Mistério, Romance e Novela, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Adultério, Bissexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Voltei. Aproveitem a leitura e desculpem os erros de português. Shashasha

Capítulo 11 - Trégua! Só que não.


Fanfic / Fanfiction Será que fiz a escolha certa? - Capítulo 11 - Trégua! Só que não.

*Junhoe on*



Jisoo e eu estávamos juntos a quase dois meses e meio, mas.. eu sentia que não iríamos durar muito, nosso relacionamento estava ficando cada vez mais chato e complicado, ela mudou muito, só falava dela, da fama dela, de como ser rica era bom, de maquiagens, acessórios e roupas das melhores marcas. As vezes ela queria escolher o que eu deveria vestir, com quem falar. Nós dois não daríamos mais certo juntos, terminei nosso 'romance' para não iludi-la, ela não era mais a mulher certa pra mim. Meus romances nunca duram por este motivo, não são a mulher ideal pra mim assim como eu não sou o homem pra elas, então prefiro partir o coração delas para se darem o valor e talvez acharem o homem certo. Jisoo no começo me parecia a certa, ela era: engraçada, inteligente, fofa, preocupada, companheira.. ela era a ideal.. até seu pai ter ganho mês passado na Mega-Sena e ela se tornar: fresca, mimada, egoísta, mandona.. ela não era mais a Jisoo que eu pensava amar. No jantar o qual eu a convidei, ela disse que eu devia conhecer o pai dela, pedir a mão dela.. senti ser a hora de por as cartas na mesa, terminei o que iríamos começar, falei o porquê, falei que ela não era mais a mesma, que era só mais uma patricinha que não se dava o valor, que tinha tudo mas perdeu quando resolveu ignorar aqueles que a amavam por conta de dinheiro e fama. Falei ah ela que agora os riquinhos que ela encontrar irão adorar brincar com ela como eu havia feito.

Parti mais um coração, porém sei que ela voltara a ser a mesma de antes e talvez um novo homem à ajude consertar o coração partido.

Depois daquele dia/ontem fiquei pensando em JinHwan.. aishh.. àquela noite me torturou, eu só conseguia pensar naquele projeto de gente, de como o sorriso dele era encantador, de como ele ficava fofo irritado, sua aparência angelical e pouco feminina... irritar ele está tornado minha vida mais.. engraçada. ELE tinha a personalidade da mulher a qual eu procuro, pena que é homem e.. já têm alguém.

Lembro-me de alguns minutos atrás, na recepção, quando eu quase o beijei.. o que deu em mim? Eh legal o provocar mas.. aquele momento não era pra ter ocorrido. Sem falar que me sinto estranho quando ele fala do "namoradinho" dele. Isso me irrita pakas, não eh ciúmes é só.. slá, eles não tem nada em comum, não.. combinam.

_ O idiota.. - ele chamou minha atenção, já estavamos na sala dele - vai ficar me encarando muito ou vai fazer o que eu mandei?

_ Ahhh.. sim, sim. - o olhei confuso - o que tu disse mesmo? - ele bufou pegando um livro e o abrindo em minha frente - tá e o que é isso?

_do parágrafo três ao décimo quarto quero que faça um resumo contendo as informações mais precisas. - falou e o encarei - quando terminar me mostre ok?!

_ ta bom.. - falei sem o menor ânimo e o mesmo sorriu.

Após um tempo terminei o resumo e fiquei o encarando. Ele estava marcando as reuniões para o meu pai, assim que notou meu olhar sobre si, me encarou emburrado. Tão fofo.

_ o que foi em? - falou - desde que voltamos pro escritório tu não para de me encarar, e poxa... isso é chato e constrangedor. -sorri

_ta constrangido é..? - sorri ladinho vendo ele ficar irritado

_ você não escutou o Bobby não? - ele sorriu - se toca. Não to afim de você não, qualquer coisa tenho o Han comigo - falou e piscou pra mim me fazendo sentir certa raiva, não apenas por ele ter dito sobre aquele namorado dele.. tem alguma coisa que me pertuba.

_ ahhh sei! O seu "Han.." - falei como uma garotinha - não se compara comigo

_ concordo. - falou ele e sorri satisfeito - ele não pode ser comparado com você porque ele é melhor... - fechei a cara o encarando. Ele sorriu como quem diz: chupa otário, venci seu trouxa.

Ahhh... mas ninguém me vence não em. Eu sou o melhor minha gente

_ como pode ter certeza se você não me conheceu ainda? - mordo meu lábio inferior o vendo arregalar os olhos - estou falando em todos os sentidos Jinan... até mesmo na cama! - minha voz sai rouca e sexy. Ele engoliu o seco me olhando com seu rosto corado sem saber o que falar ou fazer

Eu estava louco pra rir, mas me contive.

_ para com isso. - falou tentando soar sério - estamos em um ambiente de trabalho e..

_ ahh.. e você prefere ir em um lugar mais apropriado. Tudo bem - ergui as mãos pra cima em sinal de rendição - mais tarde na hora da saida.. - me aproximei dele - eu te levo em casa

_ não quero sua carona

_ não perguntei se queria.

_ escuta aqui seu mimado. - apontou o dedo na minha cara - EU tenho um namorado, sou comprometido e muito bem comprometido entendeu? Não estou afim de você.. Continua sua vidinha de antes entendeu? Vai iludir suas piranhas que talvez você ganhe mais.. e...

_você é tão bonitinha irritada sabia.. - tombei a cabeça pro lado sorrindo o vendo ficar vermelho, não de vergonha mas sim de... raiva

_ se você abrir a boca mais uma vez pra falar merda, eu juro que te mato - falou

_ mas foi um elogio. Poxa.. sem coração - falei retornando ao meu lugar sorrindo - o gracinha, me passa uma caneta ai! - ele respirou fundo e jogou a caneta em minha direção, mas.. ele tinha uma péssima mira, e jogou a caneta na parede - uii.. brava. Calma.

Antes que eu pedisse desculpas, senti um tapa estalar em meu rosto e duas mãos pequeninas apertarem meu lindo pescoço, seguido de algumas palavras como: "morre seu idiota", "quem é a gracinha agora em?". Dei três tapinhas no braço do mesmo, mas ele não me largou então usei a força o empurrando pra longe. Ele me largou e caiu sentado no chão.

_ ta... ma..luco? Quer... me.. matar? - falei pausadamente tentando respirar normalmente - assa..asssassino.. cof..

_ assassino? Eu? - me olhou de um jeito matador - bem que eu iria gostar mesmo de te matar. - levantou-se do chão limpando a bunda - aishh.. minha bunda ta doendo agora seu idiota. - não pude evitar sorrir

_ fui forte de mais? - sorri novamente

_ óbvio. Não vê que sou menor que você? - falou irritado. Tão inocente

_ ta doendo muito..? Eu devia ter ido de vagar..

_ ta doendo e.. - parou de falar me encarando com raiva novamente - Seu idiota eu tava falando sério merda! Para de falar malícia e dar em cima de mim - ri - aishh.. cresce tá! - sentou na sua cadeira teclando algumas coisas. Sorri e me aproximei dele - sai! To falando sério!

_ desculpe ta bom - me olhou duvidoso - vou parar de "brincar" com você.

_ sério?

_ aham.. - acenti - mas antes me responde algo

_ tá, fala.

_ tu gosta mesmo daquele cara? - ficou sério - eh que tipo, não vi aquele sentimento que casais têm sabe? Tipo.. vocês não combinam! - falei o olhando nos olhos

_Junhoe. HanBin e eu estamos a alguns anos juntos - engulo em seco sentindo uma batida em meu coração falhar - eu realmente amo ele.

_ hum... não parece!

_ e por um acaso você entende sobre namoro sério? Compromisso? - engulo em seco - você fica ai iludindo garotas só pra se satisfazer. - eu não fazia isso - nunca passa mas de três dias com alguma delas - nisso eu menti pra ele - fica me provocando sabendo que sou comprometido e ainda se diz hetero.

_ epa! Mas hetero eu sou mesmo..

_ mas eu não sou! - buguei/fiquei confuso e ele suspirou - você sabe que curto Homens e ficar se esfregando assim em mim vai me deixar louco - arregalei os olhos - olha... - suspirou - não vou negar, Você eh atraente então por favor, pare com estas palhaçadas ok? Vamos ser profissionais! - me encarou - trégua? - perguntou com um mínimo sorriso

_tá! Tregua. - ele sorriu voltando a finalizar o trabalho - então... sou atraente? - ele bufou irritado - desculpa. Foi mal. Parei.

O tempo passou e então estava no horário da saída. Me despedi de meu pai e peguei minha mochila caminhando até a minha moto no estacionamento.

JinHwan já havia saido com seu amigo do sétimo andar que na real, vivia indo no oitavo não sei por que.

Subi na moto e assim que olhei pra frente levei um susto.

_ credo cara! Que susto capiroto. - falei assustado

_ ficou com medo de mim? Ihh.. é frouxo! -falou ele

_ frouxo? Eu? Viajo loko! - sorri - quem aparece do nada num estacionamento ham? Só assombração cara!

_ eu brilho de mais pra ser assombração. - juro ele kkkkkkk

_ perai.. eu te conheço? - o olhei. Juro que já o vi em algum lugar antes

_ sim e não! - sorriu - sou amigo do JinHwan, Donghyuk.

_ e o quico? - ele ficou sério

_ o cara.. por um acaso tu é viado? - fala sério que merda de pergunta é essa.

_ não!

_ parece. - deu de ombros - enfim... já pegou algum homem? - neguei o estranhando

_ ahhh... já sei. - sorri ao saber do que ele falava - olha cara, nois dois não rola tá? Você eh bonitinho mas sabe.. não têm o que eu quero e bom, foi mal cara. - coloquei o capacete e senti um beliscão no braço - AU! AU!AU! merda. Qual a tua em? - tirei o capacete irritado levando um tapa na cara e um puxão de orelha

_ pra sua informação, não to afim de ti não em. Sou muito bem casado.- acenti nem sei o por que - eu só quero saber do teu lance com o Jinan! - me largou e cruzou os braços

_ aii... pô cara doi! - ele revirou os olhos - o meu lance com teu amigo e profissional, no caso trabalho!

_e o que mais? Tu ta afim dele? Ele ta afim de você? Vocês se pegam escondidos? - neguei varias vezes

_ o cara namora e você deve saber eu acho!

_ é eu sei. Ele ta com o irmão do meu namorado. - foda-se - eu sei que vocês dois tem alguma coisa. - apontou o dedo na minha cara odeio isso - to de olho em você viu - revirei os olhos - se o Jinan souber desta conversa, te faço cavar sua própria cova entendeu? - agora sei porque o Jinan é assim

_ ta! Tanto faz kkk - ri e o tal do Dong sei lá o que pegou um daqueles treco que da choque - Wowwww... larga isso! Larga. Isso. Por favor... - falei sentindo o medo me rodear

_ calma viado.. calma! Só to te avisando que o bagulho eh sério. - engulo em seco - tchau. Se cuida viu! - ele saiu em direção a um carro.

Liguei a moto e dei partida .

Eu em, os amigos do Jinhwan são tudo louco. Em falar no mesmo.. passando pela parada eu vejo JinHwan a espera do ônibus. Sorri



E se eu o oferecer carona? - sorri diabólico.



Até parece que aquele amiguinho dele iria me impedir de zoar alguém.  Ele pediu trégua bo trabalho, não fora do mesmo. Ahhh como eu amo ser eu.


Notas Finais


Até o próximo. Espero q tenham curtido.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...