História Seven Passions - Imagine BTS - Capítulo 25


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts, Imagine, Surubangtan
Visualizações 174
Palavras 1.093
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Hentai, Lemon, Orange, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 25 - Segundo dia


Fanfic / Fanfiction Seven Passions - Imagine BTS - Capítulo 25 - Segundo dia


2° Dia.


No dia anterior estava deitada agarrada a Yoon quando YoonGi entrou no quarto a assustando.


- O que faz aqui?


- Mudei de quarto com Namjoon - respondeu simplista.


Não foi ruim, YoonGi falou a você tudo o que havia feito de errado e em como poderia melhorar ou aprender mais rápido, vídeos no YouTube ou algum site que gostava. Entretanto toda aquela conversa apenas a fez dormir mais rápido.


O despertador a acordou a cinco minutos mais ainda continuava na cama tentando se animar para levantar, Yoongi sequer se mexeu mas sabia que a qualquer momento alguém viria bater na porta.


Tentava criar coragem para se levantar mas queria  que o tempo parasse para que continuasse ali deitada, contudo sabia que era impossível.


Como previu não demorou muito para o tão temido *TOC TOC* ocorresse. Como não houve resposta a pessoa entrou.


Jimin estava com as bochechas rosadas e o cabelo bagunçado mas também tinha estranhamente um sorriso estampado no rosto.


- Ah Bom dia, eu não sabia que já estava acordada, como não respondeu eu entrei, Jin me mandou aqui pra acordar vocês – fez uma cara estranha.


- Por que essa cara ? – ele olhou para Yoongi – ah claro, pode deixar eu acordo ele, só estava criando coragem pra me levantar.


Ele sorriu fazendo seus olhos sumirem em dois risquinhos – é melhor criar coragem pra acordar ele, isso sim, eu vou tomar banho e me trocar, logo vamos pra empresa e começamos o treinamento, preciso de energia.


- Vai lá – Jimin se foi e você olhou para Yoongi – YoonGi – chamou e cutucou – YoonGi – chamou novamente mas ele apenas resmungava – vamos acorde idiota – o chacoalhou.


Então teve a brilhante ideia de beija-lo, encostou seus lábios nos dele e fez pressão. Sentiu os braços dele a segurar e aprofunou.


Você se separou dele e bateu em seu braço – seu idiota, por que não disse nada se estava acordado?


- Estava me divertindo com você tentando me acordar.


- Depois dizem que você não tem humor, até está me perseguindo, não sei por que trocou de quarto, foi pra me perturbar. Te odeio.


Ele riu. Talvez isso estivesse ficando mais frequente, já estivesse se sentindo mais à-vontade com você, sentia que podia ser ele mesmo, sorrir, brincar e não um mal humorado desconfiado.


Passara por muitas provações e isso tirou sua fé nas pessoas as fazendo conquista-lo aos poucos, que façam por merecer.


- Não, não odeia.


- Tem razão Branca de neve – sorriu e se levantou, foi para o guarda roupa pegando algumas mudas – vou tomar banho, vê se levanta logo.


- E você vê se tranca a porta.


Você foi para o banheiro e a trancou, se despiu e tomou seu banho. Quando desceu para a cozinha já totalmente pronta com seu crachá em mãos todos já estavam reunidos.


- Vem querida, se sente e coma, logo nós vamos pra empresa.


- Okay Jin - sorriu em agradecimento.



*****



No dia anterior agradeceu aos céus pelo CEO estar em uma reunião importante e não poderia conversar com você, mas talvez de hoje não passaria.


Se sentia ainda mais nervosa, as mãos tremiam e sentia o suor frio escorrer pela espinha.


Hoseok estava sorrindo, como ele podia sorrir sempre?


- O que foi? – ele a cutucou.


- Eu quero desistir, quero correr daqui até o Brasil e nadar até lá. Olhe pras minhas mãos – as esticou – elas tremem, parece que tenho mal de Parkinson.


- Relaxa – tocou seus ombros a fazendo sorrir – hoje eu estarei ajudando você, não tem como você ir mal.


Você sorriu amarelo. Ainda totalmente descrente, ele ainda não havia visto "o quão bem" dançava.


Estavam todos na sala enquanto Hoseok mostrava o passo que deveria fazer lentamente. Eram graciosos, seus movimentos perfeitos entretanto natural.


- Eu não consigo – exclamou.


- Mas você nem tentou, vamos tente – ele a motivava.


- Okay. Primeiro quebra, desce, sobe e gira, correto?


- Sim, esse é o mais fácil. Tente, você consegue.


Você quebrou, desceu, subiu e depois de um tempo lembrou do giro.


- Talvez eu estivesse enganado, tem como você ir mal, mas nós vamos mudar isso, olha pro Jin parecendo um frango batendo as asas.


Você riu – eu acho ele fofo.


- Você e todas as Army. Mas eu tenho que concordar, ele acaba com minha heterossexualidade.


- Vamos logo com isso – não havia gostado do comentário e não foi pela sexualidade duvidosa – só o aquecimento já me matou, a vida de uma pessoa sedentária que muda de uma hora pra outra não é fácil. Precisa de tempo.


- Nós temos tempo. Você pode muito bem fazer isso, primeiro eu vou te mostrar e depois você faz junto comigo, okay? Jungkook levanta sua bunda daí e vem ajudar.


Ele foi – Do que precisa?


- Vê se ela consegue reproduzir os passos simples, e corrija.


- Eu também vou ajudar – Jimin apareceu.


Você se concentrou, primeiro desceu, subiu e girou, estava um pouco nervosa. Cada vez mais ele passava passos mais complicados, aos poucos seu corpo destravava mais. Podia sentir os movimentos se tornando menos robótico e mais suave, sentia como se o seu corpo flutuasse.


No final do dia estava cansada demais, suada demais mas vê-los ensaiando enquanto descansava a deixava com um sorriso no rosto. Eles a motiva.


Eles realmente merecem tudo o que conquistaram mas ainda não é suficiente, eles precisam conquistar a todos pois capacidade e determinação eles têm. Não por superioridade mas por merecimento, trabalho duro.


Cada gole que dava na garrafa de água a ajudava a se hidratar, por cada gota que escorreu por seus poros.


- Então o que achou? – Tae foi o primeiro a correr até você quando terminaram de dançar.


- O que eu achei? Vocês são maravilhosos. Fico me perguntando como eu não conhecia vocês.


- Eu também fico – você olhou para Namjoon e mostrou a língua que sorriu mostrando suas covinhas, a fazendo sorrir também.


- Eu quero ir pra casa mas mal consigo me mexer.


- Não se preocupa as dores piores vem amanhã.


- Muito animador Min YoonGi. Muito animador!


Ele se aproximou – mais animador ainda foi ver você se jogando em Hoseok, como eu sempre digo, uma raposa.


- Eu disse que não gosto quando me chama assim.


- Então pare de agir como uma.


Talvez mas apenas talvez as palavras duras que YoonGi dirigia a você, a magoasse não por serem verdades ou pela grosseria, mas por saber que aquele modo sarcástico era seu modo de defesa.


E isso significasse a sua falta de confiança em você.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...