1. Spirit Fanfics >
  2. Singular em Seattle >
  3. À luzes e sons

História Singular em Seattle - Capítulo 2


Escrita por:


Notas do Autor


Muito ansiosa para continuar essa história!!

Capítulo 2 - À luzes e sons


Fanfic / Fanfiction Singular em Seattle - Capítulo 2 - À luzes e sons

Assim que eu e Maddie entramos somos recepcionadas pelos colegas do meu irmão, bêbados para variar e passando por nós cheirando a álcool. A casa estava toda iluminada por luzes de disco, bem coloridas e a ilha da cozinha, repleta de bebidas, uísques e alguns drinks prontos colocados em jarras, bem caras por sinal, se Pearl, mãe de Logan e Alana, estivesse aqui com certeza ela teria um troço. 

Os garotos continuam impedindo nossa passagem, parados ali nos admirando e Maddie fisgada do jeito que é, já estava de olho em Taylor um garoto que ela está a fim há um bom tempo.

- Clark... - Ethan Booth (um dos melhores amigos de meu irmão) me olha de cima a baixo - você está bem gata hoje. - ele abre um sorriso e é empurrado pelo resto dos garotos até que o grupo vai pra fora da casa. Já imagino o porquê, já que os pais de Logan eram bem minuciosos contra qualquer tipo de droga, a família resolveu colocar alguns detectores por toda a casa, mas Alana e Logan eram bem espertinhos e sabiam dar seu jeito.

Maddie começou a rir e foi até a cozinha onde encontrou algumas garotas da nossa sala, a festa estava bem cheia e a música soava bem alta em meus ouvidos, tipicamente assim que olho para o sofá ao meu lado vejo um casal dando uns amaços fortes e meninas dançando na pista de dança improvisada, entre elas Alana que estava com um top e um shortinho mínusculo, logo ela que não queria ficar sozinha com os garotos do último ano. Na tela de TV passava um jogo de futebol americano com times não muito conhecidos pela região mas mesmo assim fixionados na frente da tela estava um grupo de veteranos, cada um com a sua bebida. A única coisa que consegui fazer foi revirar os olhos, quem assiste tv no meio de uma festa? 

Quando me viro, de costas para a tv sou surpreendida por Hanna Wiliams que se encosta no sofá ao meu lado, olho para ela, parecia cansada mas seus cachos e maquiagem estavam intocáveis. Ela era uma das minhas melhores amigas quando éramos pequenas, mas quando entramos no ensino médio nossos caminhos seguiram outros rumos, mesmo assim, aqui estava ela.

- Hanna? - digo olhando para a frente mas com uma certa simpatia na voz, ela me oferece sua bebida, agradeço - tá tudo bem?

Ela coloca a bebida apoiada na mesa de apoio ao lado do sofá, e aos pouco seu rosto foi ficando esverdeado. Ela se inclina para frente e um jato verde escorre de sua boca, Hanna corre em direção ao banheiro com uma das mãos na frente da boca. Uma de suas amigas rapidamente pegou um balde e um pano e limpou o estrago, logo após correndo atrás da amiga. Saio de perto do cheiro que emanava do lugar e me deparo com Liam bebendo sozinho, com o olhar pro nada, pensando provavelmente. Rapidamente mudo o foco do meu olhar quando o grupo de garotos que tinha saído um tempinho antes volta, mais fora do que antes e entre eles estava meu irmão. 

Quando a festa toda fica mais animada com a chegada dos chapados vou até a cozinha pegar uma cerveja e para a minha sorte ela estava na geladeira e bem gelada. Pelas janelas de vidro atrás da mesa as estrelas cintilavam, falando em brilhar onde é que tinha se metido a Maddie? Com a garrafa na mão vou até a sala de novo a procura da minha amiga, mas esbarro em Liam, perto o suficiente da lareira para ouvir os estalos da madeira. Um pouco desajeitado ele passa a mão pelos cabelos bagunçados na tentativa fracassada de arrumá-los e o garoto me olha nos olhos com um sorrisinho, olho para baixo e vejo que o copo vermelho em suas mãos está vazio.

- Clark - ele diz dando um passo para trás, para podermos nos ver melhor - quanto tempo, né?

- Ah, não faz tanto tempo assim Liam - lembro da ultima vez que de fato nos falamos, foi em um acampamento de férias no ano passado, aqui o pessoal tem bastante costume de fazer isso, acho que até os pais precisam de uma folga dos próprios filhos de vez em quando. A maioria das madrugadas nos reuníamos e Liam trazia seu violão e tocava em frente a uma fogueira improvisada. - quer um gole? - ofereço minha cerveja e ele aceita de bom grado, deixando seu copo em uma estante aleatória.

- então seu irmão voltou aos velhos hábitos? - sabia muito bem do que ele estava falando e isso era um momento que eu não estava muito afim de relembrar - vi ele com a turma antes, lá fora... bom, acho que você entendeu. - começamos a andar sem rumo e eu olhava reto, até que para minha salvação mais a frente uma garrafa de cerveja, ainda fechada, bobeava em cima de uma mesa, estava gelada. Liam se oferece para abrir com um sorriso, seu estilo e perfume definitivamente não mudaram, os colares com paletas de violão e o perfume de madeira era o mesmo desde que eu me lembrasse. 

- olha Liam, não me leva a mal mas o meu irmão pode fazer o que quiser coma vida dele - dou um gole na cerveja, agora aberta.

- capaz, sei que foi um momento difícil tanto para você, quanto sua família. - ele abre mais um sorriso com aqueles dentes brancos compreensivos. - quer dar uma volta? A praia de Alki fica logo atrás da casa...

- claro - mas eu e ele sabíamos que não seria apenas uma volta que iríamos dar.

 


Notas Finais


gentee amo esse tipo de festa, bem good vibes e vocês? o que estao achando da historia?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...