História So Hot - BlackPink - Capítulo 5


Escrita por: e kayBabyAngel

Postado
Categorias Black Pink
Personagens Jennie, Jisoo, Lisa, Rosé
Visualizações 245
Palavras 1.449
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Fluffy, LGBT, Orange, Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico), Suspense, Violência, Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Galera nos desculpem pela demora para postar o capítulo. Mas agora voltamos com mais um hino, rsrs.

Tenham uma boa leitura.

Capítulo 5 - I give you mercy


Jennie chupava Jisoo enquanto uma de suas mãos puxava os cabelos da menor para trás. Jisoo estava de quatro, totalmente entregue à boca da maior.

- J-jennie...chupa com mais força...- Jisoo pediu manhosa enquanto mordia seus lábios, tentando, em vão, não gemer alto demais.

Jennie levou a Kim até a parede e começou a desferir chupões pelo pescoço da garota, enquanto suas mãos desferiam tapas nas nádegas alheias.

- Mommy...Vai com calma. - Jisoo falou fazendo um leve bico.

- Cala a boca, agora eu comando. - Jennie falou autoritária e roçou sua vagina na da outra, enquanto Jisoo estava de costas.

Jennie mordeu o lóbulo da menor e introduziu dois dedos na intimidade da outra. Jisoo gemeu baixo pelo incômodo e logo começou a rebolar contra os dedos de Jennie.

Antes que Jennie pudesse introduzir outro dedo, ouviram barulho de tiros, as duas se assustaram e logo pegaram as roupas.

Jisoo rapidamente se vestiu e Jennie fez o mesmo, Jisoo pegou uma faca que guardava plugada no teto. Jennie pegou a arma que carregava.

A porta foi aberta e Jennie apontou sua arma, mas viu que era Rosé com uma arma na mão.

- Descobriram nosso plano, precisamos sair daqui, a lisa está cuidando dos seguranças mas ela precisa de ajuda. - Rosé falou ofegante.

- Jisoo pega a mochila com as armas e as munições, encontra a gente na parte de baixo. Vamos te dar cobertura. - Jennie saiu do lugar e viu um homem correndo na sua direção, atirou certeiro na cabeça do homem.

Rosé e Jennie andavam lado a lado até que viram que a passagem para o sótão estava liberada. Jennie mexeu a cabeça em confirmação para Jisoo, que logo correu pelas escadas.

As duas andaram agachadas até a porta da boate e Jennie olhou para a ruiva.

1,2,3...

Jennie contou nos dedos e as duas adentraram o lugar, Jennie logo acertou um dos seguranças que segurava Lisa. Lisa socou as bolas do outro segurança, logo em seguida pulando em cima de Jay Park.

- Rosé cuidado! - Jennie gritou e Hyuna, irmã de Jay Park, pulou em cima da ruiva.

- Me solta, vagabunda, me solta. - Rosé se debateu e Hyuna segurou a ruiva pelo pescoço, começando a sufocar a mesma.

- Solta ela sua vaca. - Jennie tentou se aproximar mas outro segurança a socou no rosto.

- Olha só onde você está, por baixo. Está tentando fugir, cabelo de fogo ? Nós vamos prender você e suas amigas e vamos fazer cada uma transar com cinco caras ao mesmo tempo, escutou vadia ? - Hyuna bateu na cara de Rosé e logo Lisa a acertou com uma cadeira nas costas.

A lalisa ajudou a ruiva a se levantar, e a mesma logo voltou a respirar naturalmente. Lisa tentou se aproximar de Hyuna que olhava com medo estampado no rosto, ela sabe o quanto as garotas são boas de briga, não é a toa que Rosé quase matou um homem que tentou lhe agarrar à força.

- Não, essa briga é minha. - Rosé segurou o braço de Lisa, olhando para Hyuna com um olhar psicopata. - Vou acabar com a raça dessa vadia.

- Tome cuidado, qualquer coisa me chame, vou ajudar a Jisoo. - Lisa falou e Rosé chutou a cara da outra que estava no chão.

- Vamos, bate em mim. - Rosé subiu em cima da garota, segurando os braços dela. - Vamos prostituta, me bata. - A ruiva deu um tapa na cara da outra. - Sabe por quê você não bate ? Porque é fraca, não passa de uma garotinha que vive às custas do seu irmão, isso é seu futuro, depender do Jay para viver, mas saiba que em mim você não vai mandar. - Rosé desferiu mais dois tapas, mas logo foi empurrada no chão. Os cabelos ruivos de Rosé foram puxados por Hyuna.

- Você quer brigar ? Quer ? Vou te mostrar o que é ser mulher. - Hyuna levou Rosé até a cozinha, onde a moça que estava cozinhando uma sopa saiu correndo.

- Quero, vem, mostre do que você é capaz. - Rosé sorriu de lado olhando para Hyuna.

Hyuna tentou socar a cara de Rosé mas a ruiva desviou, empurrando ela na parede, fazendo a mesma bater a cabeça. Rosé foi jogada no fogão com violência pela outra. A ruiva segurou a panela e jogou no rosto da outra, fazendo ela gritar. A sopa estava borbulhando, provavelmente vai deixar sequelas.

- Ahh sua vaca! Filha da puta eu te mato. - Hyuna saiu correndo da cozinha, com a mão no rosto.

Rosé correu atrás da outra mas a perdeu de vista. Logo viu que um dos seguranças tentava sufocar Jennie na parede. A ruiva se aproximou com uma estatueta e acertou-lhe na cabeça.

- Vem, precisamos achar as meninas. - Rosé puxou Jennie pela mão, começando a subir as escadas.

- Não, precisamos abrir a porta, elas conseguem, Lisa é boa, e está com sangue nos olhos assim como nós. - A Kim puxou a ruiva, levando ela até a porta principal.

- Conseguiu? Agora vamos. - Lisa ajudou Jisoo a carregar as bolsas.

- Olhe só. - Jay Park surgiu na porta, com uma arma apontada para elas. - Ponham as bolsas no chão e voltem para os quartos, vai evitar manchar o tapete.

- Não vamos fazer isso, você não é homem o suficiente para vim aqui me tirar ? - Lisa indagou enquanto encarava o homem.

- Eu posso acabar com sua raça, vadiazinha...talvez seja por isso que sua mãe tem vergonha da filha que tem. - Jay Park falou sorrindo para Lisa, que rapidamente acertou uma bolsa na arma.

Lalisa colocou um pé atrás de Jay e o empurrou, fazendo o mesmo cair no chão.

- Corre. - Lisa entregou as bolsas para a Kim.

- Mas e você? Não posso deixá-la sozinha. - Jisoo falou olhando para a garota.

- Por favor, vá. Por mim...- Lisa segurou no queixo da mais baixa e selou seus lábios aos dela. - Saia desse lugar, prometo que nos encontramos lá fora.

- Tudo bem, mas antes...bate nele por mim. - Jisoo falou e Lisa confirmou. A Kim saiu correndo com as bolsas.

- Patéticas. - Jay Sorrio ao ver aquela cena, e ao ver Jisoo correndo. - Pena que não podem reproduzir. - O sorriso travesso nos lábios do homem fez lisa serrar os punhos.

- Idai ? Nem toda mulher quer ser uma máquina de fazer filhos. E aliás, eu prefiro mil vezes chupar a vagina da minha namorada ao invés de lamber essa pimentinha. - Lisa revidou, fazendo o Jay fechar a cara.

- Eu vou bater tanto em você que nem sua namorada vai te reconhecer. - Jay pegou novamente a arma, apontando para a garota.

- É o que vamos ver. - Lisa empurrou o braço do Jay, logo em seguida acertando-lhe no rosto com o cotovelo.

Lisa foi jogada na parede, e teve seus braços presos, ficando de frente com Jay Park.

- Ah, eu vou adorar foder a sua buceta gostosa, vou te ensinar alguns truques para fazer com sua namorada. - Jay começou a beijar o pescoço de Lisa, fazendo ela se debater.

- Nojento, vagabundo, me solta. - Lisa se debateu mais forte, mas tudo era em vão.

- Fica quietinha que dói menos. - Jay Falou no ouvido de Lisa, que chutou os testículos do homem, fazendo ele cair no chão pela dor. - Vadia, eu te mato.

- Isso é pelos homens nojentos. - Lisa chutou o rosto de Jay. - Isso é pelas meninas. - A mesma socou o rosto do homem. - E isso é pela minha família. - Um último soco na barriga do Jay fez ele cuspir sangue.

- Eu ainda vou te encontrar, e quando eu achar, vou destruir você. - O homem falou com os dentes melados de sangue.

- Acho melhor correr. - Lisa sorriu de lado e saiu do quarto, trancando Jay Park lá dentro. Lalisa correu até a porta e antes que pudesse sair foi puxada pelos cabelos.

- Não vai sair vadia. - Um homem a jogou de volta para dentro. - Acha que pode passar por nós ?

- Eu não acho, eu vou. - Lisa passou uma perna pelas do homem, fazendo ele cair no chão. - Eu te dou misericórdia. - Lisa pegou a arma da mão do homem e atirou na cabeça do homem. Lalisa virou-se e viu Jisoo e Jennie olhando para ela.

- Venha, temos que ir antes que mais deles cheguem. - Jennie falou e saiu pela porta.

- Vamos. - Jisoo puxou Lisa para fora.


Notas Finais


As meninas fugiram, o que será que vai acontecer ? Teremos que esperar para o próximo capítulo.

Obrigado por terem lido mais esse capítulo, esperamos que tenham gostado, eu e a KayBabyAngel esperamos que vocês gostem.

Até o próximo capítulo.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...