História Soldados não lutam por um país, mas por uma causa - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Ação, Aventura, Espionagem, Guerra, Guerra Civil, Guerra Fria
Visualizações 3
Palavras 345
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Ficção, Ficção Científica, Romance e Novela, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Linguagem Imprópria, Mutilação, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Olá, espero que gostem!

Capítulo 2 - Pela pátria, mas qual...


Fanfic / Fanfiction Soldados não lutam por um país, mas por uma causa - Capítulo 2 - Pela pátria, mas qual...

         -“Sergey!”

         Gritou o comandante aos ouvidos de Segey

         -“Senhor, sim, senhor!” Fala Sergey enquanto faz posição de sentido.

         -“O que faz na torre? Os executores e soldados estão liberados graças ao dia da Independência...”

         Diz o comandante

         -“Eu sei senhor, só queria fazer algumas perguntas ao sargento! Apenas não o achei ainda... foi liberado também?”

         Diz Sergey enquanto o sargento observa sua atitude suspeita

         -“Descansar homem! O sargento Vladimir Buwaski foi pra casa a pouco! ... você tem família pra visitar..? Sergey?”

         Sergey pensa em sua casa, família e responde

         -“Tenho senhor! Se me der licença, vou ao banheiro...”

         -“Só não fique aqui por muito tempo...”

         O comandante se retira e Sergey vai ao banheiro...

         Lá, ele puxa do bolso um pequeno comunicador, uma tecnologia avançadíssima! Uma voz sai do apetrecho, a voz do outro lado falo:

         -“Yuri! Yuri! Está ouvindo?! Câmbio!”

         Yuri responde...

-“Sou eu... Não consegui os planos de defesa do porto Kranskel... me dê mais uma semana e prometo que vou consegui-los! Estou perto! Câmbio”

Nikolai fala

-“Ok... você tem UMA semana! Só... tome cuidado, cara... Câmbio”

-“Eu vou, faço isso a anos afinal... ... e... se puder, diga a Natasha que a amo... Câmbio”

-“Eu vou... sua irmã sente muito a sua falta... Câmbio e desligo...”

Yuri coloca o apetrecho de volta no uniforme e se retira do banheiro, olha ao redor e vai pra casa, ele pega o bonde, lá ele encontra a executora que ele claramente notou que gosta dele, ela pode ser um perigo pra missão de Yuri então ele tenta evita-la.

Quando Yuri chega no apartamento barato que tem,  ele se senta para ver as noticias

-Liga a TV ”Outro esconderijo de rebeldes encontrado em uma periferia ao norte da capital. As forças armadas já tomaram uma providencia e começaram uma invasão brutal ao esconderijo. O governo se pronunciou apenas para dizer que os soldados que participaram do ataque serão liberados de seus serviços amanhã já que tiveram que servir hoje...” desliga a TV

-“Nós não somos o maior problema desse país...”

 

Diz Yuri pra si mesmo.


Notas Finais


Espero que tenham gostado! Por favor compartilhem e favoritem!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...