História Sombras de Um Passado Obscuro - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Amor Doce
Personagens Castiel, Debrah, Lysandre, Nathaniel, Personagens Originais
Visualizações 13
Palavras 705
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Bishoujo, Comédia, Drama (Tragédia), Ficção, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Violência, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Adultério, Estupro, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 2 - Um Poema De Um Escritor Misterioso


Fanfic / Fanfiction Sombras de Um Passado Obscuro - Capítulo 2 - Um Poema De Um Escritor Misterioso

P.O.V LYSANDRE ON

 

 

 

_( Lhe joguei água no rosto quando menos esperava)

_ LYSANDRE!

_ Ahahahahah 

_ Ora seu... Cretino!

_ Não diga isso, é descortês chamar um cavaleiro desse modo.

_ E não é descortês jogar água em meu rosto? Humpf!

- Não fiques estressada, até porque já estávamos molhados mesmo.

_ Aaaaah eu vou acabar com você!

_ (Ela começou a me dar vários socos, e quando se cansou, subiu no navio completamente encharcada.) Vai me deixar aqui?

_ Vire-se! Não foi você que teve a ideia de nos jogar nesse monte de água? Portanto, dê seu jeito!

_ Hahaha (Tentei subir do mesmo modo que ela, mas o resultado foi completamente diferente. Caí em cheio no mar.) Harumiiiiii, ajude-me, eu imploro.

_ Deveria ter pensado nisto antes de fazer o que fez.

_ Vamos me dê a mão hm? Eu lhe peço perdão, ms por favor me ajude.

_ Hmmm.

_(Ela pareceu pensar, e logo depois me deu a mão) Obrigada (Segurei a mesma e fui puxado para cima).

P.O.V HARUMI ON

 

 

 

_ Vamos nos secar, ou pegaremos um resfriado.

_ Mas o que é isso? Por que estão encharcados dessa maneira?

_ Dake... É... O Lysandre, ele caiu no mar e para ajudá-lo acabei dando-lhe a mão, com resultado, caí no mar também.

_ É bom que seja isso mesmo.

_ É. Claro que é. Por que mentiríamos?

_ Eu não sei, mas vamos, temos muito o que fazer amanhã.

(......)

 

 

_ Eu adoro cavalos. Eles tem uma beleza divina! 

_ Sério? isso eu não sabia.

_ Eu tenho um, se chama Marocos.

_ O príncipe então, gosta de cavalos?

_ Eu os adoro. São como para mim, o animal mais bonito já visto no mundo.

_ Eu gosto de raposas. São espertas, bonitas, e enganam bem suas presas. Sabem fazer uma boa estratégia.

_ Uma vez minha mãe disse que o nosso animal favorito, indica o que somos ou queremos ser.

_ Palavras bonitas.

_ Sim. Ei, você viu meu bloco de notas?

_ Você tem um?Haha

_Sim, eu sempre fico com ele no meu casa..co.

_Achou?

_ Uhum, estava no meu bolso.

_ Posso ver?

_ O-oque? O bloco?

_ Sim.

_ Tudo bem pra mim.

_ Obrigada (Peguei o bloco e comecei a ler a primeira página.)

Assim como as borboletas

Meu coração voa através dos espinhos das rosas

Se expondo ao perigo que é te amar

Então eu voo 

Voo em direção ao teu coração

Doce e meigo

Essas palavras não são nada mais que pequenas fragções do meu amor

Querida eu espero poder um dia recitar esse simples poemas a você

(....)

 

 

_ Lysandre, isso é incrivelmente belo.

_ Você acha? Ele é apenas um poema como qualquer outro.

_ Não se menospreze. Você conseguiria ganhar muito com estes poemas.

_ Se você diz eu acredito.

_E pode acreditar! Vem, vamos voltar para o resto dos outros. (Lhe dei a mão e voltamos para a pousada.)

_ Que droga é essa? Ei príncipezinho de merda, o que pensa que está fazendo com a minha Harumi?

_ O que? Vocês são comprometidos? E-eu não sabia. 

_ Não, não é nada disso Lys.

_Lys? Já tá com tamanha intimidade para chamá-lo por apelidos?

_ Dake! JÁ CHEGA! PARE COM ISSO POR FAVOR! (Só então percebi que minha mão ainda estava cruzada com a de Lysandre. Separei nossas mãos imediatamente.)

_ Eu vou me retirar Haru. Até a noite.

_ (Ele beijou minha mão e se retirou.) Mas o que deu em você Dakota? Nunca agiu assim!

_ Porque você nunca deu motivos! Agora fica se engraçando com qualquer um?

_ É isso mesmo? Está com ciúmes do Lysandre? Em um mundo de monstros, magos e híbridos, está com ciúmes de um simples príncipe de Valsafor? Não posso acreditar.

_ P-pois acredite! Não gosto de te ver andando com ele. MUITO MENOS DE MÃO DADA PRA CIMA E PRA BAIXO!

_ Eu mereço... não somos nada um do outro para ficar com ciúmes.

_ Então... Adeus!

_(Ele simplesmente se virou e saiu andando, dando-me as costas) BANANÃO HAHAHAH (Ele me deu língua e seguiu em frente. Fiz o mesmo e fui para os meus aposentos, amanhã seguimos viagem afinal.

 

 

 

 

 

 

 

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...