História Space - Capítulo 10


Escrita por: ~

Postado
Categorias Miraculous: Tales of Ladybug & Cat Noir (Miraculous Ladybug)
Personagens Adrien Agreste (Cat Noir), Marinette Dupain-Cheng (Ladybug), Nathanaël
Tags Miraculous Ladybug, Mlb
Visualizações 62
Palavras 543
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi (Gay)
Avisos: Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


OLHA ELA POSTANDO ANTES DE TRÊS SEMANAS
OLHA O MILAGRE AÍ, MIS AMORES
Bom, boa leitura.

Capítulo 10 - Capítulo Dez - Gripe


— Então Chat Noir não veio porque está gripado, é isso? — indagou o ruivo.

— Sim, por minha culpa, porque eu também estou. Para ser sincera, é por isso que eu não queria entrar.

— Mas se você ficar no frio, só vai piorar.

— Mas você pode pegar essa gripe também, eu só vim para avisar que eu não vou voltar enquanto eu não melhorar.

— Tem certeza disso?

— Não se preocupe, eu voltarei para te atormentar, Nath.

— Então eu estarei esperando. — respondeu o ruivo sem saber exatamente o que responder, estava decepcionado, na verdade, com raiva de uma doença. Todavia, precisou relevar e viu a joaninha sair pela sua janela, indo embora.

 

Entretanto, Ladybug não ia voltar para seu quarto, ainda precisava avisar Adrien que sumiria por alguns dias. E usou de suas habilidades para chegar no quarto do rapaz.

 

— Adrien? — chamou o loiro em um sussurro, mas não obteve respostas — Adrien. — chamou em um sussurro mais alto.

 

Encontrou o rapaz deitado na cama dormindo e suspirou.

 

Lindo demais, até dormindo.

 

Passou a mão por seu rosto e ele abriu os olhos.

 

— Lady…

— Ai… Desculpa por te acordar, Adrien. — pediu a heroína sem graça.

— O que houve? — perguntou ele e tossiu.

— Você… Está bem?

— Acho que estou gripado.

— Gripado? Que coincidência, eu também estou. — respondeu ela.

— Percebe-se. Sua voz está rouca, está com dor de garganta?

— Sim. Eu vim para avisar que não viria te visitar enquanto não melhorasse, mas acho que não preciso ficar longe de você.

— Não. Estamos doentes juntos. — ela riu sem graça com o comentário e colocou a mão na testa dele.

— Você está fervendo… — murmurou ela tentando não demonstrar a surpresa.

— Eu ainda acho que você é um delírio da minha mente por causa da febre.

— Por que diz isso?

— Porque se eu sentisse como se estivesse morrendo, a última pessoa que eu gostaria de ver seria a Ladybug… Mas tem duas pessoas a mais que eu gostaria de ver também.

— É mesmo? — questionou ela corada, será que aquilo era considerado uma confissão?

— Sim.

— E quem seriam as outras pessoas?

— Uma delas é alguém que você também gosta. — ele respondeu e se levantou com dificuldades, estava completamente sem forças — Me dê um abraço, Ladybug.

 

A joaninha não estava entendendo o que estava acontecendo, ele estava visivelmente delirando com a febre, mas o que dizia ainda parecia ter sentido. Se esse era o caso, como ele sabia que ela gostava de alguém? Adrien também gostava desse alguém?

 

Seria Chat Noir ou Nathanaël?

 

Em meio a tamanha confusão, abraçou o loiro que era tão importante para a jovem.

 

— Você sabe de quem eu gosto?

— Sei. E eu também gosto.

— Você está delirando. — constatou — Onde há remédios para febre aqui?

— Nathalie deixou remédio e água ali. — apontou para uma mesa próxima ao outro lado da cama e a garota foi pegar o que queria.

 

Fez o loiro ingerir o remédio o ajudando a beber a água e depois o fez deitar. Dormir foi a parte mais fácil, ele estava cansado, algo natural, considerando que estava doente.

 

E estando doente, ela também estava cansada.

 

Fechou o local por onde entrou, e desviando das câmeras novamente, foi para casa confusa com o que havia acontecido ali.

 

Precisava de respostas, mas mais importante que isso: precisava dormir.


Notas Finais


Ficou meio parecido com o nono capítulo? É... Foi mal x.x
Enfim, vejo vocês na próxima o/


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...