1. Spirit Fanfics >
  2. Sultana >
  3. Banhos

História Sultana - Capítulo 4


Escrita por:


Notas do Autor


Olá, eu juntei três capítulos, desculpe meus leitores. Esse capítulo é pequeno, pois no próximo teremos o encontro da Sakura com o Sasuke, nesse ela já tem 18 anos, ok. Só para avisar.
Capa e Banner pela @nivelia *-*

Capítulo 4 - Banhos


Fanfic / Fanfiction Sultana - Capítulo 4 - Banhos

Olhou para trás para ver se estava sendo seguida por alguém, se objetivo de seu rápido sequestro fosse matá-la, já seria um corpo sem vida e possivelmente seu corpo seria jogado no Mar Mármara, quando chegou no local aonde as odaliscas viviam, encontrou a figura de TenTen, com seus olhos preocupados com sua demora pela conversa com a Sultana Hinata.

Então um sentimento ódio se apossou de seu coração e de todo o seu corpo, Sultana Ino poderia ser a favorita do Sultão, mas não seria por muito tempo, poderia ter sido raptada de sua aldeia, perdido os seus pais, porém lutaria com todas as suas armas para sobreviver ao Harém do Império Otomano.

 

Capítulo IV

 

Banhos

 

Nos primeiros dias no Harém Imperial sempre sentia tímida perto das outras mulheres, o banho era coletivo, e sempre feito em pequenos grupos para não ocorrerem problemas. A rosada tirou sua roupa de odalisca, o vestido de cor branca com uma faixa azul com listras coloridas, cobrindo sua cintura e outras duas passando na altura dos seios. Dobrou a roupa com lentidão, desejando que tempo passa devagar, pois existia a possibilidade remota de encontrar com a figura de Ino Hatun nos banhos, as lembranças de seu rápido encontro eram ainda vividas em sua mente.

 Bufou, quando colocava a roupa cuidadosa dobrada ao lado das outras, sua nudez não a incomodava tanto igual a antes, pegou a toalha branca com as mãos,  e a enrolando em seu corpo esguio, as curvas começavam a se mostrar a cada dia mais, ela de certa forma comia muito melhor no Harém do que quando vivia com sua família nas terras do Grã- Príncipe, esse pensamento fez  seus olhos esmeraldinos ficarem tristes por breves segundos, mesmo se esforçando ainda não conseguia esquecer de suas memórias mais queridas, eram pobres e famintos, mas pelo menos tinha uma família.

O toque suave de uma mão em seu ombro fez virasse para trás com rapidez, temendo se Tsunade, não queria ser punida igual a outras odaliscas, e levar chibatadas nos pés. Mas se aliviou ao perceber no lugar de cabelos dourados, cabelos castanhos e no lugar de olhos de cor de mel, olhos de cor chocolate. Era apenas TenTen sua única amiga no harém.

- Vamos logo Sakura, não quero que você seja punida. – disse TenTen, com um olhar preocupado, a rosada nos últimos dias estava distante, distante demais ao seu ver.

- Claro, já estou indo. – falou a rosada com um sorriso fraco nos lábios.

Entrou no banho coletivo, no meio havia uma enorme pedra lisa de mármore, além das paredes serem feitas do mesmo material. O teto do salão de mármore tinha pequenos furos, deixando que pequenos raios de sol entrassem, iluminando o ambiente.  O calor vindo do vapor, fez seu corpo relaxar de maneira inconsciente, começou a sentir seu rosto suando de leve. Deu alguns passos em direção da pedra de mármore, se sentando ao lado de uma sorridente TenTen, relaxando e soltando um suspiro, seus músculos doloridos e cansados começaram a ficar mais leves e soltos pela temperatura.

- TenTen. – Chamou sua amiga, fazendo ela abrir seus olhos e olha-la curiosa. – Eu queria saber de uma coisa. –  Nunca se esqueceria daquele nome, Tayuya, dito com tom de ameaça pela voz de Ino Hatun.

- O que Sakura? – perguntou, erguendo os braços, os alongando.

-   Tayuya – disse timidamente. – Quem é Tayuya? – falou mais alto, todas as conversas ao seu redor, morreram ao proferir essas palavras. As outras mulheres vestidas apenas de toalha, a fitavam com certo receio, até mesmo aparecia ter medo sobre assunto.

- Prefiro não comenta sobre isso. – Sussurrou TenTen apenas para a rosada, sem sua habitual alegria no rosto, virando a sua face para outro lado, não a fitando nos olhos. A morena juntou as mãos, apertando-as com força em cima do colo, fato que não passou despercebido por Sakura.

Os próximos minutos foram agoniantes para si, muitas vezes abriu sua boca, mas nada saiu de seus lábios. Após terminar a primeira parte do banho, as duas se levantaram da pedra de mármore, e seguiram para a outra sala, suas paredes eram feitas também de mármore. Havia bacias de bronzes e sabão de cor branca para cada odalisca utilizar, no meio da sala, tinha uma enorme tina com água, onde as mulheres tiravam água para o banho. Outras sentavam confortavelmente nos bancos pesados brancos encostados nas paredes, se limpando com esponjas ou se lavando seu corpo e seus cabelos com a água.

Sakura tentou se acalmar ao notar a figura ruiva sentada em dos bancos, Karin Hatun estendia o braço, com um sorriso nos lábios, quando uma serva passava uma esponja de maneira suave em sua pele branca. A rosada quase derrubou a pequena bacia de suas mãos, ao receber um pequeno sorriso em sua direção. Tão bonita, tão elegante com seus vestidos e joias, Karin Hatun era igual a Ino Hatun, mas era gentil e educada com as servas, o completo oposto de sua rival.

A cada dia mais entendia a hierarquia do harém, pensou, jogando a água morna em seus cabelos já úmidos. Olhando de relance uma pensativa TenTen, se lembrou de uma das descobertas mais horrendas sobre como funcionava a sucessão do trono otomano, para evitar possíveis guerras civis no Império, o próximo Sultão matava seus próprios irmãos, o conhecido fratricídio real. Era terrível imaginar alguém sendo capaz de matar seu próprio irmão para tomar o trono, o Sultão Sasuke lutou com seu irmão mais velho Itachi, e o venceu após a morte de Fugaku.

As vezes imaginava que tudo aquilo era como um terrível pesadelo, em um momento oportuno, abriria seus olhos esmeraldinos, voltando para sua dura realidade como camponesa. Incontáveis noites acordava assustada em sua cama com sua simples camisola branca, procurando ao seu redor os rostos de seus pais e irmãos, porém encontrava apenas a figura adormecida de TenTen, e as outras odaliscas em um sono profundo.

Perdida em seus pensamentos conflituosos não notou a chegada da sultana Hinata com suas servas, os dedos delicados da perolada seguraram o seu queixo, fazendo sua presença se percebida pela rosada. Os olhos esmeraldinos piscaram algumas vezes, notando a face agradável e feliz da Sultana, em contraste com a expressão fria e distante   habitual.

- Fique feliz Sakura, você encontrara meu irmão, sultão Sasuke. – Declarou com a voz firme, e depois olhando para Karin Hatun, e pela primeira vez viu o sorriso da ruiva se desmanchar.


Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...