História Sweet Illusion Of Love - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Miraculous: Tales of Ladybug & Cat Noir (Miraculous Ladybug)
Personagens Adrien Agreste (Cat Noir), Marinette Dupain-Cheng (Ladybug)
Tags Amar, Amizade, Amor, Casamento, Ciume, Dinheiro, Escola, Hot, Ilusão, Mudanças, Paixão, Romance, Segredos
Visualizações 23
Palavras 1.078
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ficção Adolescente, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Adultério, Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 2 - Capítulo 1


Me acordo assustada, uma de minhas mãos é levada automaticamente aos meus lábios. Esse foi o sonho mais estranho que já tive, e... Quem era aquela pessoa? O seu lindo rosto começa a desaparecer de minha mente, faço força para lembrar, mas não consigo, foi... Tão real... Mas isso é o de menos. Meus olhos são direcionados pro meu despertado, 5hrs da madrugada... Me deito novamente, aquele sonho não sai de minha cabeça. Preciso ver aquele rosto de novo! Fecho meus olhos e me esforço para lembrar. Tentativa em vão. Me levanto e vou ao banheiro, não vou conseguir dormir enquanto pensar nesse garoto, enquanto não me lembrar do que exatamente aconteceu nesse sonho...

- Vamos focar Marinette, banho, escola, estudar... Não pense nessas besteiras! - Falo para mim mesma e vou pro chuveiro. Hoje é o primeiro dia de aula, de volta ao inferno...

Eu sofro bullying, quer dizer, sofria. Diminuiu bastante. Somente alguns continuaram... Não sei se é porque eu sou esquisita de mais, calada de mais, tímida de mais... Ou se é simplesmente por eu estudar com idiotas... Tenho medo. Muito medo de ter que passar pelas mesmas coisas esse ano... O ano passado foi terrível, eu nem tinha amigos... As pessoas não se aproximavam de mim por medo de sofrer bullying também... Não posso culpa - las.

Eu não posso deixar que me rebaixem, que me deixem mal! Eu tenho que acreditar que esse dia será ótimo!

- Filha... - Escuto a voz da minha mãe. Baixa e calma como sempre. Dou um sorriso e saio do banheiro.

- Estou pronta. Acordei cedo hoje - Digo triste.

- Orgulho a mamãe, já vai se formar - Ela aperta minhas bochechas como um gesto de carinho.

- Mãe - eu rio - isso não é necessário - ela sai rindo. Em seguida meu irmão entra. Seu cabelo, preto azulado, tão semelhante ao meu, mais bagunçado do que nunca... Se encosta na parede e guarda o celular no bolso.

- Você quer que eu vá com você? Talvez você se sinta menos envergonhada se chegar com alguém e...

- Não precisa Luka, é sério! Não se incomode comigo - falo passando os dedos pelo meu cabelo, de tamanho médio preto azulado, assim como o dele...

- Precisa sim! Vamos! - Reviro os olhos. Sei que não dá pra discuti com ele - eu vou te buscar também! Se você quiser...

- Como se eu tivesse algum poder de escolha! - reviro meus olhos emburrada e ele rir.

Fomos discutindo o caminho todo. O Luka ama me irritar, mas até que eu gosto quando ele me irrita... Todos os irmãos são assim.

- Tchau ladrão de bombons - falei dando um beijo em seu rosto.

- Em minha defesa, ninguém mandou você guardar por tanto tempo. Parece que não gosta de chocolate! - falou indignado.

- Eu amo chocolate, mas tem que ter uma moderação! Você comeu mais de dez bombons em menos de 2 minutos!! - falei indignada - você é um ladrão! Eu queria aqueles bombons... - cruzei os braços revoltada.

- esconda melhor da próxima vez - disse dando palmadinhas de leve em meu rosto com uma expressão bem engraçada no rosto - tchau pequena - ele sorriu, deu um beijo na minha testa, e se foi...

- E EU NÃO SOU PEQUENA - gritei pondo as mãos na cintura - PUFTT - revirei os olhos e entrei.

Vou andando lentamente, super distraída pensando naquela merda de sonho quando esbarro em alguma coisa e tropeço. Eu tinha esbarrado em... Uma pedra enorme?

- Você está bem? - perguntou Nino. um menino moreno, nem feio, nem bonito, bem... Normal. Melhor amigo de Adrien Agreste, o idiota da escola.

- Nino, a gente tem que ir pra sala, não tem tempo de se preocupar com ninguém. Principalmente se for ela... - fala um loirinho, Adrien, revirando os seus lindos olhos verdes e empurrando o Nino.

- E você deveria ser mais gentil com as pessoas Agreste - fala uma menina chegando, moreninha, olhos cor de mel, cabelo castanho meio avermelhado, linda por sinal. Já tinha visto ela por aí, mas nunca conversei com ela.

- Tudo bem Nino... Eu só tropecei - aponto - naquela pedra... Nada de mais - falo me levantando direcionando um olhar matador para o Adrien.

- Que foi? Me encarando desse jeito vou achar que está se apaixonando por minha beleza catastrófica - falou dando um sorriso convencido.

- Oh! É claro. Como poderia resistir a Adrien Agreste!! - falei irônica.

- Eu sei que você me ama saco de farinha - disse e saiu com o Nino. Revirei meus olhos.

- Olha por onde anda menina você pode acabar se contaminando de babaquice extrema... - diz a doidinha morena tocando em meu ombro - meu nome é Alya - ela da um sorriso simpatico - e o seu é?

- Marinette - dei o meu melhor sorriso.

- Prazer em te conhecer Marinette. Você deve ser nova na escola, nunca te vi por aqui... - Diz pensativa - quer que eu te ajude a se achar? - Ela da uma pequena risada - eu posso te mostrar a escola.

- Seria muito gentil de sua parte, mas eu não sou nova na escola, estudo aqui desde o oitavo ano. NA SUA SALA!

- Não me lembro de você... - falou levando a mão ao queixo

- Não me admira. Talvez você me conheça por: esquesitona, magricela, perseguidora da Chloé, mentirosa, ridícula, nerdzona, nojenta... Olhei pro Adrien que estava lá na frente - saco de farinha - bufei

- Eu não ando com esse tipo de gente e... - seu rosto ganha uma expressão confusa - como assim perseguidora da Chloé?

- Isso não vem ao caso... Depois eu te falo - eu sorri e nós fomos em direção à sala.

Seria interessante se eu e Alya nos tornassemos amigas em algum momento, seria legal ter uma pessoa para contar nas horas difíceis... Tudo bem que eu ainda vou sofrer bullying, tudo bem que o Adrien encha meu saco, mas tendo uma amiga de verdade tudo se tornaria mais fácil.

Ou eu talvez esteja me precipitando... Ela só esta sendo gentil. Pensou que eu era novata... Isso não significa que vamos nos tornar "best friends forever". Eu acho que estou sonhando de mais... Pés no chão Marinette!

Não vou criar falsas esperanças esse ano! Não quero me machucar. Não de novo...


Notas Finais


***************-_-***************

Eu sei que tá uma merda, mas eu tô tentando... Com o tempo acho que eu melhoro. Eu não sou uma boa escritora na minha opinião... Eu não sou criativa! Mas eu gosto de escrever... Desculpa se estiver muito ruim... Vou dar o meu melhor! E se não está gostando não faz sentindo continua lendo. 🥺👌🏻

***************-_-***************

Se você gostou(O que eu acho que seja bem improvável) favorite por favor. Se não gostou... favorite para me iludir um pouquinho. PLEASE!

***************-_-***************

CONTINUA...

***************-_-***************


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...