1. Spirit Fanfics >
  2. TaeTen - (What Is Love) >
  3. Cap. 18

História TaeTen - (What Is Love) - Capítulo 18


Escrita por:


Capítulo 18 - Cap. 18


Fanfic / Fanfiction TaeTen - (What Is Love) - Capítulo 18 - Cap. 18

Alguns horinhas depois Yuta voltou pra sua casa já morto de cansaço, diferentemente de Taeyong que parecia disposto a correr maratonas.

_ Vai colocando tudo aqui no chão, meu bem. Vou subir pra ver como o Ten está e chamar ele.. - Yuta recebeu um acentir de Taeyong.

Na sequência subiu para o cômodo de cima e ao entrar no quarto do tailandês não o encontrou, Yuta então foi até o banheiro notando também a ausência do rapaz. Sem pensar muito o japonês puxou o seu celular do bolso e discou o número fixo de sua casa, ouvia o telefone tocar, mas o toque era quase inaudível. O telefone estava ali, mas onde?! 

Andou sobre o quarto procurando pelo telefone fixo e ao se aproximar do guarda-roupa embutido, notou que o toque estava um pouco mais alto. Ao abrir a porta do closet, lá estava Ten todo incolhidinho e um tanto trêmulo num cantinho próximo as gavetas. Em suas mãos tinha o telefone fixo daquela casa.

_ Que susto que você me deu.. - Indagou o japonês levando a mão ao peito. _ O que está fazendo aqui dentro?

_ Eu escutei um barulho lá fora, fiquei com medo de que fosse o Jiwon vindo atrás de mim.

_ Ele acha que você ainda está internado, não se preocupe mais. - Yuta se aproximou do tailandês já estendendo sua mão para que o mesmo se levantasse. _ Vamos lá em baixo ver suas novas coisas..

Ten agora respirava fundo e bem devagar, era uma técnica que aprendeu com Jaejoon e que andava fazendo a toda vez que começava a se intimidar com algo. Pegou na mão do japonês e desceu com o mesmo para o cômodo de baixo, e ao dar de cara com o grande sorriso de Taeyong, acabou por se esconder atrás de Yuta. Seu rosto ainda estava marcado, e não queria mesmo que o rapaz lhe visse daquele jeito.

_ Ei.. - Taeyong se aproximou de Yuta e Ten. _ Não precisa ter vergonha de mim.. - Tomou a liberdade de pegar na mão do tailandês e o conduzir até as sacolas de compras. _ Espero que goste, grande parte foi escolhida por mim.

_ Q-quanta coisa.. - Ten de mostrava impressionado, não sabia dizer quantas sacolas de compras tinham ali, diversas eram.

_ Ten, meu bem! - Yuta atraiu a atenção para si. _ O Tae fez a gentileza de pagar tudo. - Ten arregalou os olhos descrente. _ Não surta ainda, ele não comprou tudo isso sozinho. Comprei seus assesorios e o seu celular também..

_ Muito obrigado, mas.. - Se abaixou sua cabeça, se sentiu sem graça por imaginar o tanto ambos desembolsaram consigo. _ É tanta coisa, não sei se vou poder aceitar.

_ Se não aceitar, vai andar pelado. - Taeyong atraiu o olhar vergonhoso do tailandês. _ É isso que você quer?

_ Você quer né, safado? - Indagou Yuta num tom malicioso deixando Ten ainda mais sem graça com os comentários.

_ Depende. Se ele tivesse escolhido ficar na minha casa, com certeza sim.. - Yuta sorriu com a resposta e Ten agora sentia suas bochechas queimarem por conta do calor que sentia sobre elas.

_ E-eu vou pegar essas sacolas e levar pro meu quarto. C-com licença..

_ Toda.. - Indagou Taeyong dando passagem ao tailandês que agora tentava pegar o máximo de sacolas possíveis para não ter que descer mais vezes pro cômodo de baixo.


Notas Finais


Essas crianças de hj em dia estão rápidas demais


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...