História Te suporto ou amo? - Capítulo 21


Escrita por: ~

Postado
Categorias Marco Pigossi, Paolla Oliveira
Personagens Marco Pigossi, Paolla Oliveira
Tags Pagossi
Visualizações 324
Palavras 665
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Romance e Novela
Avisos: Adultério, Álcool, Insinuação de sexo, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Helo! Perdoem não estava bem esses dias, só queria dizer que não abandonei e não vou abandonar, continuarei postando até finalizar 👍

Capítulo 21 - Desafiar e ser desafiado


Fanfic / Fanfiction Te suporto ou amo? - Capítulo 21 - Desafiar e ser desafiado

Marco

Abro os olhos vejo a luz do sol com seus primeiros raios, quando me viro na cama lá está a mulher mais linda do mundo! Paolla está deitada de bruços com os braços um pouco acima da cabeça, seu cabelo está jogado para o lado esquerdo deixando o rosto todo aparente, o quadril é a única parte de seu corpo coberta pelo lençol, sua perna direita estava levemente curvada e também descoberta.

Gostaria de gravar em minha mente cada detalhe de seu rosto, seu nariz arrebitado, suas bochechas rosadas e seu lábio volumoso que agora estava estampado um pequeno sorriso de quem acabará de acordar, me pegando no pulo.

-Você estava me analisando?

Ela pergunta abrindo um grande sorriso.

-Estava vendo como você é bonita!

Falo sorrindo, olhando dentro de seus olhos.

-Para! Ninguém acordando é bonito!

Falou escondendo o rosto na cama.

-Está linda sim!

Afirmo.

 Ela  puxa o lençol cobri o seu corpo nú, me beija e vai para o banheiro.

-Paolla ?

Chamo.

-Ham?

Fala do banheiro.

-Volta pra cá!

-Marco eu bem que queria, mas você já viu a hora?

- Como você sabe se está na hora ou não?

-Sei lá, apenas sei!

-Bingo! Está mesmo na hora, preciso passar em casa.

Falo olhando a hora no celular.

-Toma banho aqui, depois você passa em casa e se troca!

-Tomar banho aqui é?

Pergunto malicioso.

-É só tomar banho, não temos tempo pra isso!

Ela responde percebendo minha malícia.

-Não dá nada atrasar um pouco!

Digo vestindo minha boxer que estava jogada no canto do quarto.

-Marco é claro que tem problema!

Ela diz abrindo a porta e me olhando seria. Corro na tentativa de entrar no banheiro, mas ela fecha a porta antes.

-Ah Paolla, deixa eu entrar vai!

Falo encostado na porta, dando socos leves.

-Não!

Ela diz rindo.

-Está sendo má comigo?

-Claro que não!

Responde ainda rindo.

-Está sim! Ainda desconto!

O silêncio reina por um momento.

-Paolla?

-Oi!

-Por que ficou quieta?

-Estou me preparando!

-Se preparando?

Pergunto confuso.

-Me preparando pra sair do banheiro sem ser atacada!

Diz.

-Quem disse que vou te atacar?

Pergunto.

-Não vai?

-É claro que não!

Minto!

-É sério Marco? Se fizer lhe dou um soco!

Ameaçou.

-Hum, esqueci que você luta!

Falo.

Então quando ela virou a chave e abriu um pouco a porta eu fui me sentar na cama.

-Vai pro banheiro tomar banho!

Fala mandona me olhando sentar.

-Não.

Desafio.

-Vai, eu preciso me trocar!

-Como se eu não tivesse visto nada!

Falo cruzando os braços.

Ela vira o rosto com um olhar que eu já havia visto antes, fica de frente para mim e deixa a toalha cair, me deixando de boca aberta.

-Tá quere..ndo me deixar louco é ?

Pergunto gaguejando analisando tudo, cada composição daquele corpo esculpido por Deus. Amém! Bendito seja ele!

-Não! Simplesmente estou me trocando!

Responde dando de ombros ainda me desafiando enquanto vestia peças íntimas.

Quando me levanto para ir em sua direção:

-Nem pensar, pode ir pro banho e cuide do seu colega aí!

Diz com a língua entre os dentes apontando pro meu volume.

-Fresca!

Praguejo.

-Você ainda tá falando? Vai tomar banho!

-Vai ter volta!

Digo irritado indo pro banheiro e ela ri.

Paolla

Resolvi ir com Marco, que estava um pouco emburrado como uma criança.

-Vai ficar quieto o caminho todo?

Pergunto depois que ele volta de seu apartamento já trocado de roupa.

-Sim!

-Está bravo?

-Não. Quem disse que estou bravo?

Afirmou arqueando a sombrancelha direita.

-Ah tá.

Digo irônica.

-Não estou bravo é sério!

Responde ainda com a sombrancelha arqueada. Puxo ele pelo braço antes que ligasse o carro e lhe roubo um beijo. Quando termino com selinhos a cara fechada de antes agora estava natural e sorridente.

 Nada que um bom beijo não faça!

-Você foi malvada!

Ele alega puxando discussão.

-Fui né?! Mas foi você que me desafiou!

-Eu não tinha feito nada!

Diz começando uma intriga.

-Tá eu não faço de novo!

Digo para dar um ponto final, pois sabia que iria continuar na teimosia  e ficaríamos discutindo quem começou por um grande tempo.

-Falar nisso, temos que dar um ponto final com a Isis e o Rogério!

Marco disse mudando de assunto me lembrando.

-Sim, sem dó e piedade! Já fomos troxas o suficiente!

-Exatamente, vou falar na lata pra Isis que acabou e já sabemos de tudo!

- Quero ver a reação do Rogério. Se ele  pensar em insistir vou esfregar o vídeo na cara dele!



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...