História Tears of liberation - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Naruto
Personagens Kakashi Hatake, Sakura Haruno
Tags Kakasaku
Visualizações 123
Palavras 1.724
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Famí­lia, Romance e Novela
Avisos: Heterossexualidade
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Fico triste por Sakura ter sido uma personagem tão mal trabalhada e desenvolvida. No meu ponto de vista, no anime ela é um pouco fútil e fraca.E mesmo assim é minha personagem feminina preferida, então, aqui..... o show e todo dela .



Kakashi x Sakura

Boa Leitura

Capítulo 1 - Capítulo Único


Por que? – A garota gritou enfurecida , apertando os punhos com força suficiente para deixar os nós dos dedos sem cor. O corpo pequeno tremia de raiva , apesar do sol escaldante que pairava sobre sua cabeça .

Diferente de Sakura, o homem a sua frente não demonstrou nenhuma empatia pelo estado descontrolado da garota. Pelo menos não exteriormente, já que sua mente trabalhava a todo vapor , se desesperando aos poucos.

O que ela queria que ele dissesse? Que ele não suportava sua presença? Que olhar para ela despertava lembranças amargas ? Lembranças essas que eram o suficiente para reduzir ele a um homem destruído e acabado?

Ele não queria olhar em seus olhos. Ele não queria estar perto dela. Ele não queria ver seu sorriso, ou escutar o som de sua voz. Ela era radiante demais, os olhos eram verdes demais , capaz até mesmo de  confundi-lo sobre a mudança das estações  . Ela tinha o cabelo malditamente rosa,ridículo,  e o mais ridículo ainda ,era que e a cor desagradável se adaptava perfeitamente a ela.

Ele se forçava a ser agradável com ela como era com seus outros alunos. Ele havia sido abençoado com a maior das maldições. Ele aceitou o trabalho como instrutor de um trio fodido. Ele tinha sito instruído a juntar os pedaços de um garoto odiado que carregava um demônio em suas entranhas , e um moleque mal humorado que jurava vingança até mesmo para a própria sombra. E ele tinha feito um trabalho , no mínimo, aceitável . Ele trabalhou suas habilidades , mostrou a eles o caminho que deviam seguir.

E então tinha ela. Ela era inapta, fraca ,não tinha nenhuma resistência , era chorona e infantil . Ela não tinha demônios para carregar. Ela não tinha nada de especial , nada que fizesse ninguém olhá-la .

Mas ela era a única capaz de destruí-lo de dentro para fora !

Não há um porque! –Respondeu amargo.

Você é um covarde!- Ela acusou , com as malditas esmeraldas marejadas , mostrando aquilo que ela sabia fazer de melhor. CHORAR. -Eu tenho o melhor controle de chackara dos alunos da minha geração.Eu me tornei um chunin quando derrotei Kankuro ! Eu treinei com Tsunade-shishou durante dia e noite! Eu me tornei um Jounin.

Ele assistiu ela começar  a enumerar  seus feitos , como se ele fosse alheio ou ignorante a cada um deles. Mas ele era consciente ,ele sabia de cada merda de ação ela tinha tomado durante sua vida.

Eu treinei duro para me tornar uma médica. Eu derrotei Sasori, eu....eu faço aniversário , todos os anos...e .. e mesmo assim , você nunca, nunca..... nem mesmo me viu! Você nunca se importou!

Ela tinha a irritante capacidade de fazer ele se sentir inteiro e incompleto ao mesmo tempo.

Eu quero entender por que doi. Porque tudo é tão diferente quando se trata de mim .- Ela sussurou para ele, os corpos a um passo de distancia.

O que você quer de mim , Sakura? – Ele gritou para ela. Sentindo a água da chuva invadir seu colete , esfriando seus ossos, grudando seu cabelo na testa . Ele odiava as chuvas durantes a transação das estações.

Eu quero que você me olhe!-  Os lábios rosados estavam presos entre os dentes, as bochechas vermelhas, os olhos inchados do choro constante.

Eu estou!- Kakashi recitou , não deixando o pedido que ela fez se tornar mais intimo que já era. A mão cheia de calos e pecados levantou o hitai-ate , expondo o sharingan, fingindo ceticismo para com as palavras da garota.

Não! Eu não quero que você me veja.- Ela insistiu e agonia! Ele sentiu os tomoes de seu sharingan entrarem em orbita , girando lentamente, assistindo o fluxo de chackara dela se acumularem no peito. –Eu quero que você me veja! A mim! - As lágrimas escorriam pela bochecha leitosa se misturando às gotas torrenciais . Ele estava acostumado a estar  encharcado em memórias  amargas e angustias , a água que se acumulava e suas vestes não fazia tanta diferença.  

                                                     A visão deplorável combinava com ele.

                                                                          Não  com ela!

Eu ! Haruno Sakura! Não o fantasma que te aterroriza ! – Ela terminou certeira

Kakashi sentiu sua mente girar, o corpo balançando como um boneco sem vida.

 Era por isso que doía , por que ele podia ver tão claramente.

                                                                          Nohara Rin

Ele era capaz de ver tudo!

Seu fantasma. Sua infelicidade. Sua culpa. Sua miséria.

Em seus pesadelos Nohara e Haruno se tornavam uma só pessoa. Fios marrons se tornavam cor de rosa e olhos castanhos se desbotavam em um verde quente .

A única coisa que não mudava era o sangue que escorria dos lábios de ambas, enquanto seu punho de raio azul atravessava ambos os corpos.

A possibilidade, mínima que fosse, de destruir o centro de sua felicidade o aterrorizava.

                                                  Não, ela não tinha nada de especial .

 Mas o sorriso caloroso com que ela sempre o recebia aquecia seu coração gelado. A preocupação explicita em sua doce voz atingia seus ouvidos sempre que ele saia de uma batalha perigosa. Suas mãos delicadas e pequenas em contraste com suas grandes e calejadas combinavam quando ela o arrastava para seguir o caminho que Naruto e Sasuke haviam feito .

Me deixe entrar! – A voz quebrada se fez presente. Enquanto a mão delicada apertava seu colete encharcado . Em cima de onde deveria estar o coração que ele havia  privado do mundo a tantos anos atrás.

Era assustador o quanto ele a via . O quanto ele a percebia. O quanto ele a queria perto.

Era assustador  o quanto ela podia livrá-lo de suas misérias . Ela era capaz de fazê-lo esquecer de ter abandonado Obito , era capaz de fazer ele esquecer de ter destruídos os sonhos de Rin, era capaz de lembrar o quanto ele se sentia sozinho sem seu sensei, Minato.

Ele não merecia nada daquilo .

                                                    Hatake Kakashi não mereceu Namikaze Minato !

                                                          Hatake Kakashi não mereceu Nohara Rin  !

                                                          Hatake Kakashi não mereceu Uchiha Obito!

                                                          Hatake Kakashi não merece Haruno Sakura!

 

E mesmo assim, aqui estava ela. Implorando por ele. Para que ele aceitasse a felicidade, para que ele acreditasse que merecia alguma redenção.

Eu quero entrar , Kakashi –sensei! – Os dedos apertando seu peito com força, como se aquele ato simples fosse o fazer entender o que ela queria dele.

Eu não posso!- O homem finalmente respondeu , pela primeira vez em sua vida expondo seu coração machucado . –Eu não posso! – Repetiu para si mesmo.

Eu não vou a lugar algum. Eu estou aqui. E vou continuar, até que você me aceite em sua vida. – Ela continuou, não dando o braço a torcer, insistindo, ultrapassando lentamente a barreira que ele havia construído ao redor de si mesmo .

Kakashi passou o dedos pelas bochechas rosadas de Sakura, em um carinho terno.

Eu vejo você , Haruno Sakura! – Seus dedos afastaram a franja rosa que tinha grudado na testa.- Seu aniversario é dia 1 de julho. Você treinou por três anos inteiros com a Godaime Hokage. Se tornou  uma médica respeitada .. Você passou uma semana e meia no hospital após vencer Kankuro ao se tornar um Chunin, e três dias ao se tornar Jounin. Foi a primeira pessoa a matar um membro considerado classe S ninja desertor que pertencia a Akatsuki . E nada disso me impressionou . Por que era óbvio para mim que você era mais que capaz.

Kakashi  viu a garota chorar abertamente com os olhos arregalados de surpresa, enquanto suas mãos pequenas cobriram as sua, aconchegando –se ao carinho que ele fazia em seu rosto.

Eu não posso perder mais , Sakura! Eu não poderia catar meus próprios pedaços novamente.

Mas você não vai, não sozinho! Eu ainda estou aqui, não estou? – Ela perguntou com um sorriso triste.

É claro que ela estava. Ela era a única coisa que permanecia inteira e completa para ele enquanto o tempo passava e as pessoas se afastavam.

Ele não a merecia. Mas Kakashi não queria se importar. Ele queria ser egoísta , ele queria ter seu coração aquecido e reconstruído. Ele queria sonhar que ela era mantida segura e feliz , esquecendo de seus pesadelos . Ele queria que ela continuasse a sorrir para ele, em sua simplicidade e inocência.

Kakashi a puxou de encontro a seu peito , envolvendo a cintura fina apertadamente com os braços, afundando a cabeça em seu pescoço. Seus sentidos sendo arrebatados imediatamente com o cheiro de flores e água da chuva.

Nada mais poderia importar. Não enquanto ele estivesse afundado em seu pequeno pedaço de esperança .

Ele sentiu os dedos dela se agarrarem em seus cabelos brancos enquanto ela soluçava palavras incoerentes sobre o quanto ela estava feliz e algo parecido com não deixar que ele a afastasse de novo.

O que você quer de mim , Sakura?- Ele perguntou novamente, sem se afastar de seu pescoço. Com medo de que aquilo não passasse do primeiro sonho feliz que ele estava tendo na vida.

Eu... Eu quero te conhecer.- Ela fungou baixinho – Não as bobagens que dizem por aí. Eu quero saber de você , o que você puder me contar, o que estiver disposto a dividir comigo , o que você precisar falar , eu vou estar aqui! – Elas arrastou a mãos para as costas, abandonando os fios grisalhos . – Talvez você não me conte tudo hoje ou amanhã, mas mesmo que seja daqui alguns anos eu ainda vou querer escutar o que você tenha para me dizer . Como você realmente se sente sobre tudo. Eu quero escutar você , Kakashi-sensei!

Então você me tem!-  Ele respondeu, ainda incrédulo do que ela estava dando a ele. Ela estava se doando, para reparar cada cicatriz que cortava seu coração cansado.

Eles estavam debaixo da chuva já a algum tempo , mas ele se sentia estranhamente aquecido , mesmo que as roupas grudassem em seu corpo , contrastando seu estado de espírito de seu estado físico .

E como se lesse seus pensamentos , ela cantou suavemente

Você esta quente, Kakashi- sensei! – Beijando carinhosamente a ponta de seu nariz coberto pela mascara negra ,que por reflexo e amor ele devolveu o gesto  , arrastando os lábios pelo nariz frio e avermelhado de Sakura , a aconchegando em seus braços mais uma vez.

 

 

 


Notas Finais


Espero que tenham curtido!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...