História The Diamond Race (EXO,RV,BP,NCT) - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Blackpink, EXO, Neo Culture Technology (NCT), Red Velvet
Personagens Byun Baek-hyun (Baekhyun), Chenle, Do Kyung-soo (D.O), Doyoung, Haechan, Hansol, Hendery, Irene, Jaehyun, Jaemin, Jennie, Jeno, Jeon Jungkook (Jungkook), Jisoo, Jisung, Johnny, Joy, Jungwoo, Kim Jong-dae (Chen), Kim Jong-in (Kai), Kim Jun-myeon (Suho), Kim Min-seok (Xiumin), Kim Namjoon (RM), Kim Taehyung (V), Kun, Lisa, Lucas, Mark, Oh Se-hun (Sehun), Park Chan-yeol (Chanyeol), RenJun, Rosé, Seulgi, Taeyong, Ten, Wendy, Winwin, Yeri, Yuta
Tags Bangtan Boys (BTS), Blackpink, Exo, Nct, Red Velvet
Visualizações 3
Palavras 1.276
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Fantasia, FemmeSlash, Festa, Ficção, Ficção Adolescente, Lírica, Literatura Feminina, Luta, Mistério, Policial, Romance e Novela, Survival, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Spoilers, Suicídio, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 1 - Capítulo 1


23:00 Paris, França 48.8566 ° N, 2.3522 ° E


Paris, França, à meia-noite, era uma das jóias mais valiosas do mundo, era praticamente inestimável. Ela imaginou que iria roubá-lo se pudesse. Do seu assento ao ar livre, logo abaixo dela, ela podia ver pessoas, turistas posando para fotos para levar um pedaço desse lugar com elas. A maioria das pessoas veio a Paris por amor. Alguns marcaram aniversários para o amor antigo, para outros, foi o começo de um novo amor.

Lisa Manoban não estava em Paris por amor. Ela estava de olho em algo muito, muito mais valioso. Ela estava sentada, indiferente, vestindo um simples terninho preto da Gucci, em uma mesa no Le Jules Verne, desfrutando de um creme de caramelo. Normalmente, o Le Jules Verne estava fechado por volta das nove e meia, mas era um aniversário especial. Foi o dia em que a torre Eiffel foi concluída e aberta ao público.

Dando outra mordida na boca, Lisa saboreava lentamente o sabor doce, gostando de como era a textura macia, enquanto derreteu em sua boca.

"Divertindo-se?"

Lisa não pestanejou quando Rosé apareceu diante dela, vestida elegantemente em um vestido rosa suave. Ela se sentou em frente a Lisa, pegando a colher da mão e servindo um pedaço de creme de caramelo. Lisa torceu o nariz em desgosto.

"Bruto."

Rosé sorriu, não importa o que ela fizesse, ela sempre poderia obter uma reação de Lisa. A pobre menina simplesmente não sabia como não reagir a um pouco de provocação.

"Você sabe que me ama." Rosé brincou enquanto segurava a colher fora do alcance de Lisa, empurrando mais do creme de caramelo em sua boca às pressas.

" Definitivamente não." Lisa bateu em Rosé.

"Vamos, devolva."

"Pare de brincar." Uma voz aguda cortou seus fones de ouvido.

Do outro lado da sala, Jisoo bebericou seu champanhe com um sorriso enquanto envolvia o presidente do banco BNP Paribas SA e as autoridades mais antigas da cidade em conversa fiada. Era quase como se o comando frio não tivesse saído de sua boca.

Lisa fez beicinho, brilhando nos olhos. Ela pegou a colher de volta de Rosé, que franziu a testa. Lisa estendeu a língua para comer outra mordida de creme de caramelo.

"Aww, Jisoo é irritadiço."

"Comporte-se Lisa." A voz de Jennie entrou nos fones de ouvido com uma risada.

Jennie folheou preguiçosamente o menu à sua frente, quatro mesas abaixo e duas à direita de onde Lisa e Rosé estavam sentadas. À primeira vista, Jennie parecia uma cliente inocente, no entanto, observava cuidadosamente as pessoas presentes.

"Você tem o Ministro do Comércio à sua esquerda." Ela repreendeu. "Tenha algumas maneiras, Lisa."

"Mas estou entediada"

Lisa choramingou enquanto pousava a colher ao lado do prato agora vazio. 

"Quando chegamos às coisas divertidas?"

"Quando Jisoo puder roubar o cartão-chave do presidente do banco."

Jennie respondeu enquanto pedia um paillard de frango e vinho tinto.

"A menos que claro", Jennie fez uma pausa de propósito, um sorriso nos lábios vermelhos. "Você quer que eu te ajude, Jisoo?"

"Eu posso lidar com isso." Jisoo assobiou. Ela se virou levemente para lançar um olhar para Jennie, que apenas piscou de volta.

Esta noite foi a noite. Elas haviam planejado, treinado e preparado de todas as formas para a próxima hora. Em uma ou duas horas, eles estariam realizando um dos maiores assaltos a bancos da história, e Jisoo seria condenado se eles estragassem tudo. Não apenas elas estavam arriscando suas vidas, elas também estavam arriscando sua reputação. Apenas o pensamento deixou Jisoo nervoso. Ela agarrou a haste do copo com força, mantendo os olhos no presidente.

"Jisoo querida. Você certamente está demorando, não está? Querida, sempre a socialite. Não posso nem sujar as mãos. "

Jennie brincou instantaneamente, interrompendo o processo de pensamento de Jisoo, enquanto Lisa e Rosé riam.

"Rosé, você tem acesso à segurança do banco BNP Paribas SA? Precisamos de tudo pronto corretamente, se quisermos fazer isso direito."

Jisoo falou, tentando fazer com que as outras meninas se concentrassem na verdadeira razão de estarem em Paris, neste rico jantar.

"Muito à sua frente. Eu posso pelo menos fazer o meu trabalho, Jisoo."

Rose cantou enquanto pedia outro creme de caramelo.

A risada de Jennie e Lisa estalou no ouvido de Jisoo, irritando o mais velho.

Jisoo revirou os olhos, olhando para Jennie para pegar os dois mais novos, para se acalmar.

"Acho que devemos dar uma folga em Jisoo, ela não costuma roubar carteiras." Lisa sorriu quando seus olhos encontraram Jennie em todas as mesas.

"Você pode apenas dizer que precisa de ajuda, não vou julgar." Jennie sorriu enquanto girava o vinho tinto antes de tomá-lo.

"O que eu disse sobre beber no trabalho?" Jisoo rosnou.

"Eu posso lidar com o meu licor."

"Como você lidou com o trabalho em Londres."

"Nossa, foi uma vez."

"Também havia mais de um copo de vinho".

Lisa! Não estou ajudando. Jennie gemeu.

Dessa vez, Jisoo, Rosé e Lisa riram.

Jennie gostou de um pouco de bebida para relaxar os nervos. Esta noite seria uma grande noite para eles, e poderia fazê-los ou destruí-los. Para dizer o mínimo, Jennie não queria que os nervos fossem a razão de ela estragar tudo, se é que o fazia. Ela deu duas mordidas no caldo de galinha antes de pousar os talheres. Ela assistiu Jisoo enquanto ria entretendo os homens mais velhos que se reuniram ao seu redor como moscas para o mel. Jisoo parecia estar tendo problemas para ficar perto do presidente do banco, que agora estava se afastando dela e conversando com outros homens, fora do alcance imediato de Jisoo. Jennie balançou a cabeça e suspirou.

Jisoo está demorando muito.

Ela pediu outra bebida.

"Jennie, o que você está fazendo?" O tom de aviso de Jisoo encheu os ouvidos de Jennie enquanto ela recebia o vinho.

Jennie não respondeu, calmamente valsando para vestir o presidente do banco, vinho tinto na mão.

"Rosé seja uma querida e ligue para o garçom." Jennie murmurou em seu fone de ouvido.

Se Jisoo não pudesse fazê-lo, ela faria, maldição.

Rosé sorriu, pegando facilmente o plano de Jennie. Ela fez sinal para o garçom, que começou a se aproximar dela chegando bem a tempo de colidir com Jennie, que estava na frente do presidente do banco.

Era tão suave que não parecia praticado. Jennie fingiu gritar e tropeçar. Então, com facilidade praticada, ela sacudiu o pulso, regando a camisa branca do presidente do banco em seu vinho tinto quando caiu no chão.

Houve uma comoção imediata. O garçom gaguejou desculpas em francês enquanto tentava corrigir a bagunça que pensava ter criado.

"Oh mon Dieu! Moça, você está bem? "O presidente do banco, sempre o cavalheiro estendeu a mão para ajudar Jennie, apesar da bagunça na camisa.

Jennie escondeu o sorriso quando pegou a mão dele e fingiu se aproximar do presidente, sua mão recuperando suavemente a carteira e as chaves dos bolsos, antes de se corrigir com um sorriso corado.

Je vais bien merci monsieur. Sinto muito por estragar sua camisa. Jennie inclinou a cabeça em preocupação.

"Não é um problema, mocinha." O presidente do banco sorriu. "Eu sempre posso substituir minha camisa."

"Pobre, ovelha." Lisa riu quando Jennie caminhou pelo banheiro. "Ele não tem idéia do que o atingiu."

"Jennie, eu tinha tudo sob controle." Jisoo bufou, colocando a bebida no chão enquanto ela também se preparava para sair do jantar.

"Considere isso um favor, Jisoo." Jennie riu. "Você sempre pode me agradecer mais tarde."

Jisoo suspirou. Algumas coisas nunca mudaram, como a espontaneidade de Jennie.

"Vamos nos mexer com garotas. Temos trabalho a fazer."



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...