História The End(Feiticeira Escarlate) - Capítulo 4


Escrita por:

Postado
Categorias Os Vingadores (The Avengers)
Personagens Feiticeira Escarlate (Wanda Maximoff)
Tags Feiticeira Escarlate, Vingadores, Wanda Maximoff
Visualizações 109
Palavras 1.062
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção Científica, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oiê, hoje estou trazendo o quarto capítulo de minha história, espero que gostem, boa leitura.

Capítulo 4 - Capítulo 4


Fanfic / Fanfiction The End(Feiticeira Escarlate) - Capítulo 4 - Capítulo 4

Abri um portal usando o anel para o Sanctum de Nova York em busca do doutor estranho, ele era o único que entendia de magia entre os Vingadores, arrastei o garoto e o coloquei em uma cadeira perto de uma mesa com muitos livros de feitiços, andei pelo Sanctum inteiro a procura do Doutor Estranho mas não encontrei nem mesmo o Wong, então, eu que teria que vasculhar entre os livros e tentar achar um feitiço para ajudar o garoto, existia milhares de livros ali mas nenhum tinha nada escrito na capa para que pudesse ajudar facilitar a minha vida, o Garoto começou a ficar pálido e sua respiração começou a ficar fraca, já curei feridas com meus poderes antes mas nunca na alma de alguém, mas não custava nada tentar (só a vida do pobre garoto), tentei mas só piorei tudo, ele tava morrendo e eu não conseguia fazer nada pra ajudar, comecei a procurar por feitiços ou qualquer magia que ajudasse mas não encontrava nada, as cortinas do lugar voaram até mim e me prenderam não deixando eu mover um músculo, a porta abriu fortemente e daquela porta saiu a minha salvação, o Doutor havia chegado, ele tirou as cortinas de mim e perguntou:

-Oque faz aqui?-

-O garoto precisa de ajuda, eu preciso de ajuda!-

Ele começou a examinar o garoto, e disse:

-Mas eu não encontro nenhum ferimento-

-Se eu falasse Barão Mordo ajudaria a você?-

-Oque o Mordo queria com vocês-

-Com ele nada, e sim comigo, ele só..., salvou a minha vida-

-Preciso que você me ajude, vá até a biblioteca e pegue o quarto livro que está na mesa central-

-Ok-

Abri o um portal usando o anel para a biblioteca e peguei o livro rapidamente e voltei, ele olhando surpreso para mim perguntou:

-Aprendeu a usar o anel?-

-Para de prestar atenção em mim e ajuda o garoto!-

Ele abriu o livro é começou a passar a sua mão direita no peito do garoto enquanto usava sua mão esquerda para fazer sinais, Wong chegou no Sanctum comendo um sanduiche de atum e perguntou:

-Oque tá acontecendo?-

-Larga esse sanduiche e me ajuda-disse o Doutor entregando o livro para o Wong

Wong pegou o livro é percebendo oque o Doutor queria fazer começou a dizer palavras estranhas enquanto andava em volta do garoto, após alguns segundos o garoto adormeceu e sua cor assim como sua respiração começou a voltar ao normal, o Doutor virou para mim e disse:

-Quanto tempo você demorou para aprender a usar o anel?-

-Não sei, foi quase agora, devia ter sido em uns quatro segundos-

-Nem mesmo eu consegui aprender a usar o anel em tão pouco tempo, como você fez?-

-Eu não sei...-

-Você deve levar jeito com feitiços e magia, devia tentar aprender algumas, talvez assim você controle melhor o seu poder-

-Eu não quero, eu apenas quero fugir de tudo isso é começar uma nova vida-

-Acha que assim vai conseguir fugir de quem você é de verdade?-

-Não, mas poderei poupar os outros de correrem riscos estando a minha volta-

-Quantas pessoas inocentes você já salvou?-

-Muitas-

-É comparadas a essas pessoas que você salvou quantas você já matou?-

Fiquei em silêncio enquanto olhava para o garoto que começava a acordar, fui até ele para ver como ele estava, ele começou a olhar para mim e perguntou:

-Eu morri?-

Eu dei risada e respondi:

-Não, mas por minha causa você quase morreu-

-É se não fosse por mim você estaria morta-

-É verdade, agradeço por isso mas, tchau-

-Como assim tc...-

Antes que ele terminasse a frase eu abri um portal até a base dos Vingadores e o empurrei para o seu quarto fechando o portal, o Wong olhou para mim e disse:

-Você é cruel-

-Você ainda não viu nada-disse abrindo um portal para a cidade

-Agora que você aprendeu a usar o anel vai ficar abusando dele né?-perguntou o Doutor me impedindo de entrar no portal

-Stephen me deixa sair-

-Com mordo atrás de você não é seguro andar lá fora em nenhum lugar, por isso recomendo que fique no Sanctum até aprender a controlar seus poderes-

-Stephen tem razão, podemos ajudar você aqui-disse Wong comendo seu sanduiche

-Se o Doutor Destino está atrás de você temos que saber o por quê disso, então deve ficar aqui até descobrirmos, a Jean Grey está desaparecida a alguns dias e suspeitamos que o Destino está com ela, só sei que se ele tiver vocês du...-

-Se ele tiver nós duas será o fim do mundo, já que nós duas somos máquinas de destruição em massa-disse interrompendo o Doutor

-Isso, você precisa ficar aqui até que aprenda a se defender sozinha.

Após dois dias no Sanctum eu aprendi a esvaziar a minha mente para poder me controlar melhor, não tive nem notícias e nem um sinal dos Vingadores nas ruas, eles deveriam estar se virando bem sem mim, já que não tinham que ficar de olho em mim, enquanto eu estava meditando a campainha do Sanctum tocou e eu fui atender a porta, quando abri a porta eu vi o garoto escondendo alguma coisa em suas costas, eu perguntei:

-Oque você está fazendo aqui?-

-Vim te fazer companhia-

Enquanto eu fechava a porta na cara dele ele impediu colocando seu pé na porta e disse:

-Olha eu sei que você quer ficar sozinha mas eu quero ajudar-

-Vai ajudar ficando longe de mim-

Ele novamente colocou o pé na porta e eu disse com raiva:

-Continua abusando que eu uso o anel de novo-

Ele mostrou oque ele escondia atrás das costas e deu para mim, eram rosas, eu virei o rosto enquanto eu ficava vermelha, eu virei para ele e perguntei:

-Você só comprou essas flores para puxar o meu saco e para eu deixar você ficar comigo né?-

-Não...-

Eu quase bati a porta na cara do garoto por ter me deixado com vergonha pela segunda vez, ele olhou para mim e perguntou:

-Posso entrar?-

-Anda antes que eu mude de ideia-

Ele entrou rapidamente no Sanctum e ficou observando o quanto aquele lugar era legal, ele se virou para mim e disse:

-Da última vez que eu estive aqui não pude ver o quanto esse lugar era maneiro, já que você me tirou daqui através de um portal-

-É, até que é uma ótima fonte de entretenimento, e eu te joguei no portal para te proteger então você deveria me agradecer-

O Sanctum começou a tremer e era possível sentir um forte vento vindo da porta, eu perguntei ao garoto:

-Devemos abrir?-

-Você é a mais velha então eu acho que a escolha é sua-

-Não foi você quem disse que não me obedeceria?-

Ótimo, os problemas estavam apenas começando.


Notas Finais


Eae gostaram?, espero que sim, estarei trazendo o próximo capítulo em breve, até a próxima 👋.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...