História The heiress of the underworld camren - Capítulo 28


Escrita por:

Postado
Categorias Ariana Grande, Ashley Benson, Austin Mahone, Camila Cabello, Demi Lovato, Fifth Harmony, Halsey, Harry Styles, Janel Parrish, Louis Tomlinson, Lucy Hale, Sasha Pieterse, Shadowhunters, Shawn Mendes, Shay Mitchell, Troian Bellisario
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Demi Lovato, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Normani Hamilton
Tags Ausmila, Camren, Norminah, Shawmila
Visualizações 66
Palavras 2.226
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, FemmeSlash, Festa, Ficção, LGBT, Luta, Magia, Mistério, Misticismo, Orange, Romance e Novela, Slash, Sobrenatural, Universo Alternativo, Violência, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Cross-dresser, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Self Inserction, Sexo, Spoilers, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Opa turum bom bolinhos?, espero que sim. E também espero que gostem do Cap. Desculpem pela demora, mais não sumirei por tanto tempo, e uma promessa. Nos vemos nas notas finais.

Capítulo 28 - Chapter - 27


Eu vou te matá desgraça.- ele aponta o dedo pra me.

Se eu não te matar primeiro satanás.- falo irritada,  eu vou matar esse bosta.

Camila.- Lauren me repreendeu com o olhar, e a olhei irritada por esta ao lado do idiota do pai dela. Senti algo me joga e encontrei a parede atrás de me, bati na parede e cair no chão pelo impacto.- pai.- Lauren grito e veio até me.

Merda.- gemi de dor sentindo todo meu corpo doer por causa do impacto.

Ela pediu por isso Michelle, e você quebro o contrato que tínhamos, na entrelinhas dizia claramente se você quebrasse o contrato ela pagaria por sua quebra de contrato.- ele fala estralando os dedos e aparece um papel aparentemente velho entre seus dedos, e o mesmo rasga o papel em pedacinhos.

Não pai,  você não pode fazer isso ela e minha vida, oque acontecer com ela acontecerá comigo.- Lauren fala temerosa, já me pondo de pé.

Eu sei disso, mais contrato e contrato,  eu cumpri com minha parte mais você não, e tão a culpa não é minha e sim sua Michelle.- ele decreta apontando o dedo para a mesma.

Pai eu posso fazer algo?.- ela pergunta tentando acalma-lo enquanto me deixar atrás dela, para evitar que o mesmo volte a jogar meu corpo.

Não, você já teve sua chance e não a soube usar.- ele fala com um sorriso presunçoso nos lábios, Lauren parecia com ele.

Pai por favor.- ela pedir em súplica,  e o mesmo solta um suspiro fazendo uma cara de pensativo.

Faremos eu vou deixar você ficar com ela, mais irá continuar no submundo,  poderá vim dormi com ela mais as seis da manhã irá para o submundo,  e voltará para ela as sete da noite,  se você faltar um dia ou ser atrasa ela pagará e não vou me importa se você está ligada a ela.- ele falou olhando para nós duas .- se despeça dela , eu vou esperar na sala não demore.- ele falou dando as costas, e Lauren virou para me olhar, seu olhos demonstrava surpresa.

Eu vou com ele mais anoite estarei de volta, tudo bem?.- ela pergunta colocada suas mãos na laterais do meu rosto.

Sim lolo, só toma cuidado.- respondo preocupada com a morena que beija o topo da minha cabeça.

Você está bem certo?.- ela pergunta me examinando com preocupação.

Sim lolo eu estou.- falei sincera.

Eu ti amo, volto a noite.- ela susura me dando um selinho.

Talvez eu não esteja no apartamento.- respondo lembrando que tenho quer conversa com meu papai.

Eu ti encontro só tome cuidado.- ela volto a sela nossos lábios com carinho, e soltei um suspiro parecia uma despedida o jeito que ela estava me tratando.- agora eu já vou pequena.- ela falou antes de me dá as costas e ruma para a porta.

Eu também ti amor lolo.- avisei antes da mesma sumir do meu campo de visão quando passou pela porta do quarto. Soltei um suspiro e me joguei na cama irritada por causa de Lúcifer, anjo mais chato.

Oque essa cabecinha está elaborado de maligno?.- me assustei quando Dj deito ao meu lado sem aviso.

Que isso Dinah quer me matar de susto?.- pergunto irritada pela sua aparição sem aviso.

Desculpe Milinha não foi minha intenção, só queria ter certeza que estava bem.- ela respondeu pensativa.

Não, mais vou ficar.- respondo sincera enquanto olhava para o teto do quarto.

Você se resolveu com a jaguar?.- ela pergunta me fazendo sorri.

Sim, foi muito prazeroso, mais agora Lúcifer a levou.- respondo triste e deito minha cabeça nos peitos farto da loira ao meu lado.

Tudo vai se resolve Mila.- ela susurou fazendo cafuné em minha cabeça.

Acha que ele vai mesmo aceita ela dormir comigo todos os dias?.- pergunto duvidosa.

Quando a esmola é grande a ter o santo dúvida.- ela fala me fazendo revira os olhos.

Esse não é um bom momento para conta piadas Dinah.- rebato séria.

Eu sei, mais não do a minina para sua opinião Milinha.- ela susura me dando um abraço  de urso.

Porra Dj você vai quebrar meus ossos.- murmuro sentindo meus ossos estralhar com seu a perto forte.

Vai para Los Angeles,  posso ti da uma carona?.- ela pergunta me soltando, me fazendo recuperar o fôlego que eu havia perdido entre seus enormes seios.

Depende, esses tele-transporte que você faz e seguro?.- pergunto zombeteira.

Não me testa cabello.- ela avisa me fazendo rir.

Tá certo.- respondo dando de ombros.- só vou trocar de roupas a nos vamos para Los Angeles.- falei me levantando da cama.

Tá vou esperar na cozinha.- ela gritou antes de eu entra no closet para pegar uma roupa.

                            (...)

      Los Angeles: Califórnia 8:40 AM

Bom dia papai.- o comprometo assim que entro em sua sala na empresa.

Bom dia filha, quando chegou ?.- ele pergunta surpreso caminhando em minha direção,  e beija o topo de minha cabeça.

A alguns minutos, vim com uma amiga.- respondi e o mesmo passa sua mão direita em volta da minha sintura me levando para o sofá que tem em sua sala.

Oque aconteceu, você parece preocupada com algo?.- ele pergunta preocupado assim que sentamos.

Eu queria me transferi de Miami para Nova York.- falou e meu papai me olha curioso.

Oque aconteceu querida, não está se adaptando a Miami?.- ele pergunta sem me entende.

Lá e muito quente papai, não estou acostumada com a mudança repentina, será que eu poderia ir para Nova York  e o outro presidente ir para Miami?.- pergunto em dúvida.

Bem, podemos resolver isso,  você saber que sempre que posso fazer algo que você queira eu faço, eu vou ligar para ele é até o horário do almoço ti darei a resposta pode ser filha?.- ele pergunta arqueando as sobrancelhas.

Sim papai.- respondo sincera, e ele beija minha bochecha.

Irá me acompanha no almoço querida?.- ele pergunta esperançoso.

Claro papai, só vim para conversar com Sr, nos vemos na hora do almoço.- respondo e beijo seu rosto antes de me levantar e caminha em direção à porta.

Shawn está querendo conversa com você filha.- meu pai fala e o olho por cima dos ombros.

Eu não tenho mais nada para falar com ele papai.- sorri e sair da sala Dj me esperava sentada em um dos bancos no corredor.

Então oque ele falou?.- Dinah pergunta enquanto caminhamos de voltar para o elevador.

Ele dará a resposta na hora do almoço.- respondo sincera.

Seus novos amigos estão ti esperando na entrada do prédio.- ela fala e entramos no elevador.

Oque, como sabe?.- pergunto sem entender.

Eles colocaram uma runa em você,  para saber sempre onde você está, e eu estava olhando pela janela e percebi que eles estavam do outro lado da rua esperando você.- ela responde dando de ombros enquanto olhava os números dos andares do prédio aparece na lateral do elevador.

Onde está a runa?.- pergunto olhando em meus braços.

Está atrás do seu pescoço não dá para ver a não ser no espelho.- ela responde apontando o dedo para onde a tal runa está tá.

Eles não deveriam ter feito isso.- falo sincera.

Mais fizeram.- ela rebate revirando os olhos.

Eu sei que você não gosta deles.- falo pensativo.

E daí, você não dá a mínima mesmo.- ela rebate e o elevador se abre, saímos de dentro dele e passamos pelo hall de entrada do prédio.

Claro que eu do cheche.- susuro quando saímos do prédio e a mesma me olhou sorrindo,  percebendo que eu inventei um apelido novo para ela.

Mila então oque seu pai falou?.- Clary pergunta assim que eu atraveso a rua para encontrar eles.

Ele vai conversar com o presidente de nova York e mim dará a resposta,  vocês vieram até aque só para pergunta isso, não seria mais fácil mandar uma mensagem ou ligar?.- pergunto olhando os três surpresa.

Izzy ti mandou uma mensagem mais você não a respondeu.- Jace rebate e olho para a morena de olhos escuros que assenti com a cabeça.

Não vir nem uma mensagem sua em meu celular.- respondo tirando o mesmo de dentro da bolsa de mão,  e olho às mensagem não encontrando nada, e entrego meu celular para que a mesma olhe.- não tem nem uma mensagem de número desconhecido.- respondo.

Alguém apagou a mensagem,  por que ela foi visualizada, olha.- ela fala mostrando o celular dela depois que entrega o meu.

Lauren, não acredito que ela fez isso.- falo indignada lembrando de ontem quando a vir com meu celular.

Vocês estavam juntas?.- izzy pergunta parecendo surpresa.

Sim ela estava, elas até dormiram juntas.- Dinah responde entrando na conversa.

A legal.- ela murmura sem humor,  e olho para Dinah.

Manda seu número de novo pra eu salvá.- falo voltando meu olhar para izzy que assenti com a cabeça, digitando no seu celular e segundos depois uma mensagem chegar no meu celular,  e eu salvo seu número.

Oque você irá fazer agora?.- Clary pergunta me observando.

Nada, por que?.- pergunto curiosa.

Vamos tomar um café no outro quarteirão?.- ela pergunta diretamente para me inguinorrando a presença de Dinah.

Cheche vai com fazer algo?.- pergunto a olhando.

Vou em Miami, nos encontramos depois do almoço com seu pai chancho.- ela responde,  e sorri pelo seu novo apelido.

Tá bom cheechee.- dei um beijo em sua bochecha e a loira alta saiu andando pelo calçadão.- então vamos?.- pergunto aos três que me olhava estranhos.

Sim vamos.- Jace e o primeiro a se pronunciar e entrelaço sua mão na de Clary e seguiram direção contrária Dj,  seguir os dois com izzy ao meu lado.- então será bom quando você estiver em Nova York junto com nosco. - Jace fala contente.

Calma Jace, eu preciso ter certeza do que estou fazendo, minha vida mundana e muito boa para trocar tudo por uma guerra sobrenatural.- falei pensativa.

Essa guerra também ti pertence Mila,  você e filha do arcanjo Miguel, isso já é o suficiente.- Clary rebate e entramos na cafeteira.

Não para me.- rebato dando de ombros,  e me sento no balcão, pedi meu café e os outros fizeram o mesmo, pelo menos eles não estavam invisíveis para os humanos,  já que eles podem fazer isso.

Guarde as minhas palavras,  você ainda vai mudar de ideia.- Clary falou arqueando as sobrancelhas e depois que pegamos nossos cafés seguimos para fora do estabelecimento na mesa que tinha fora e vazia.

Mais então você se resolveu com ela?.- Jace pergunta se referindo a lolo.

Sim, mais por favor a chame pelo nome, ela tem nome e se chama Lauren.- rebato revirando os olhos e bebo um pouco do meu café.

E verdade que vocês estão ligadas?.- Clary pergunta curiosa.

Sim e verdade, eu pensei que meu amigo tinha acabado com a ligação entre nois duas mais pelo que parece ele não o fez.- respondi pensativa.

Como é está ligada a uma pessoa?.- Clary pergunta curiosa.

A sei lá, eu sinto tudo que ela sentir em relação a sentimentos.- respondo a olhando curiosa.

Clary e igual a eu e o Alec.- Jace fala entrando na conversa.

Como assim vocês são ligados,  quem ligou vocês?.- pergunto curiosa e olho para izzy que estava em silêncio só ouvindo a conversa.

Alec e meu parabatai, mais na frente você saberá como isso acontecer, mais agora é só oque posso dizer.- ele explica bebericando seu café.- agora a sua ligação com Lauren e bem diferente, do quer a ligação parabatai.- ele fala convicto.

Isso é bom ou ruim?.- eu pergunto curiosa.

Aí já depende do seu ponto de vista.- ele responde pensativo.- por exemplo se eu ou Alec morre não acontecerá com o outro,  agora em relação a vocês duas já é diferente, a ligação de vocês e bem mais forte e poderosa do quer a do parabatai.- ele decreta.

E isso é bem preocupante.- Clary cometou pensativa, e eu descidi continua meu café em silêncio, pensando no quer pode está acontecendo com Lauren no submundo,  pois até o momento não sentir nada de estranho.

Jace, Alec precisa de nois em Nova York.- izzy falou roubando minha atenção.

O que aconteceu?.- ele pergunta para izzy e contínuo a olhando.

Problemas com submundanos.- ela explica olhando para a tela do celular.

Nos avise Mila se for para Nova York.- Jace fala se levantando.

Tá eu mando mensagem.- respondo sincera.

Até logo Mila.- Clary falou me dando um abraço torto e seguir Jace. 

Nos falamos por mensagem.- izzy susura antes de sair seguindo os dois me deixando sozinha na mesa.

E sobre.- susuro terminando meu café,  e me levanto jogando o copo na lata de lixo e caminhei pelo calçadão de volta para a empresa.





Notas Finais


Opa como estamos?.
Oque acharam do Cap, e oque acharam do Lúcifer ter cedido tão rápido ao casal Camren, estranho não?.
Perdoem os erros, e voltarei logo bjs.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...